A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Psicologia Educacional. Introdução Ao longo dos tempos verificamos inúmeras teorias criadas pelo homem para tentar explicar o comportamento humano, como.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Psicologia Educacional. Introdução Ao longo dos tempos verificamos inúmeras teorias criadas pelo homem para tentar explicar o comportamento humano, como."— Transcrição da apresentação:

1 Psicologia Educacional

2 Introdução Ao longo dos tempos verificamos inúmeras teorias criadas pelo homem para tentar explicar o comportamento humano, como Watson com o Behaviorismo, Freud com a psicanálise ou mesmo Jean Piaget com a teoria do desenvolvimento humano. Porém, há que consegui-las aplicar, ou seja, passar da teoria á pratica, com a finalidade de ajudar o homem. Assim houve a necessidade de nascer a psicologia aplicada, como é o caso da psicologia escolar, a psicologia social, a psicologia do desporto, a psicologia do desenvolvimento, entre outras...

3 O que é a psicologia educacional? é o ramo da psicologia que estuda o processo de ensino/aprendizagem dos bebes, das crianças, dos jovens e adultos, abarcando indivíduos de varias idades e instituições de vários tipos. (o que está estreitamente relacionado com a psicologia do desenvolvimento); Estuda também a eficiência e eficácia das tácticas e estratégias educacionais; bem como o estudo do funcionamento da própria instituição escolar enquanto organização (onde se cruza com a psicologia social). Os psicólogos educacionais desenvolvem o seu trabalho em conjunto com os educadores de forma a tornar o processo de aprendizagem mais efetivo e significativo para o educando, principalmente no que diz respeito à motivação e às dificuldades de aprendizagem.

4 Psicologia Educacional Psicologia Escolar A psicologia educacional diferencia-se da psicologia escolar, sob três aspectos: Quanto à origem – a psicologia escolar surgiu para compreender as causas do fracasso de certas crianças no sistema escolar enquanto a psicologia educacional surgiu para o tratamento de determinadas dificuldades de aprendizagem especificas. Quanto a formação - a psicologia escolar é uma especialização na área de psicologia, enquanto psicopedagogia é aberta a profissionais de diferentes áreas. Quanto a atuação: a psicologia escolar é a área propriamente psicológica enquanto a do desenvolvimento é uma área plenamente interdisciplinar, tanto psicologica como pedagógica.

5 Áreas de atuação O psicopedagogo pode atuar tanto na Saúde como na Educação, já que o seu saber visa compreender as variadas dimensões da aprendizagem humana. Da mesma forma, pode trabalhar com crianças hospitalizadas e seu processo de aprendizagem em parceria com a equipe multidisciplinar da instituição hospitalar, tais como psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros e médicos. No campo empresarial, o psicopedagogo pode contribuir com as relações, ou seja, com a melhoria da qualidade das relações inter e intrapessoais dos indivíduos que trabalham na empresa.

6 Aprendizagem Aprender significa apreender para próprio, ou seja, fazer seu, assimilar. Podemos definir aprendizagem como uma mudança relativamente estável e duradoura do comportamento e do conhecimento. É uma mudança que se traduz por um hábito ou por uma tendência a responder de certa forma numa determinada situação. Esta mudança é resultado do exercício e da experiência, podendo ocorrer de forma consciente ou inconsciente, num processo individual ou interpessoal.

7 Fatores da Aprendizagem A Dinâmica do Ambiente Expectativas dos pais, dos professores e dos alunos Idade Motivação Quantidade de Informação Conhecimentos Anteriores Diversificação das Atividades Experiências Passadas Planificação e Organização Fatores Sociais Cooperação Inteligência

8 Memória Inerente aos processos de aprendizagem está a memória. Só a memória nos possibilita reter o que aprendemos, para responder adequadamente à situação presente e nos proporcionar a possibilidade de projetar o futuro. É a memória que assegura a nossa identidade social.

9 Anita woolfolk, formou-se em Psicologia e Especializou-se em Psicologia Educacional em1972, em The Univerdity of Texas at Austin. Identifica as principais áreas de reflexão da psicologia educacional que giram em torno da pratica do psicólogo educacional:

10

11 A aprendizagem só pode ser compreendida se o processo de desenvolvimento for encarado de certa maneira, pois as crianças, os jovens e os adultos aprendem,pensam e falam de maneira diferente; Os indivíduos apresentam características, competências e conhecimentos diferentes, pelo que os processos de aprendizagem têm de ser distintos. Por isso é preciso conhecer as diferenças para adaptar os processos educativos.

12 A compreensão do processo de aprendizagem humana, isto é, perceber como é que as pessoas aprendem, as diferentes interpretações a que chegam; A motivação está ligada á aprendizagem, logo compreender os fatores motivadores é o princípio para se promover uma aprendizagem ativa e participativa; A avaliação das competências e dos conhecimentos é fundamental para que essa informação permita aferir e orientar o processo de aprendizagem.

13 O que faz o psicólogo educacional? O psicólogo desta área dedica-se prioritariamente à avaliação e diagnóstico de dificuldades de aprendizagem/necessidades educativas especiais, desenvolvendo e aplicando estratégias de reeducação e intervenção psico-pedagógicas adaptadas às problemáticas individuais. Intervém a nível individual, grupal, institucional ou comunitário. Interessa-se com a forma como os alunos aprendem e se desenvolvem, por vezes em subgrupos particulares como crianças com determinada deficiência.

14 Metodologia Avaliação coletiva ou individual; Entrevistas; Observação em diferentes contextos (exemplos: sala de aula, recreio); Dinâmicas de grupo; Sessões de grupo com educadores e professores; Participação ativa, promoção da tomada de decisão, responsabilização; Conversas/colóquios/conferências sobre temáticas propostas por alunos, educadores, professores e pais.

15 Teorias Os psicólogos educacionais desenvolvem e aplicam diversas teorias de ensino e aprendizagem que pretendem explicar como se processa a aprendizagem. Estas teorias baseiam-se em princípios diversos: científicos, mas também éticos e filosóficos. Entre as teorias mais referidas e aceites encontramos Cognitivismo Construtivismo Cognitivismo social Teorias motivacionais Teoria do desenvolvimento Behaviorismo Teóricos Entre os teóricos mais referidos nesta área encontram-se: Jean Piaget Lev Semenovich Vygotsky Carl Rogers Burrhus Frederic Skinner Abraham Maslow Jerome Bruner Albert Bandura

16 Jean Piaget Piaget foi um psicólogo educacional que deu uma contribuição muito significativa para a nossa compreensão do desenvolvimento mental enquanto processo de interacção. Através de um longo estudo intensivo de crianças, durante longos períodos de tempo – um penoso processo de observações quase infindáveis – Piaget começou a delinear o inexplorado território da mente humana e a produzir um mapa dos estádios de desenvolvimento cognitivo. Piaget propôs, antes de mais, que o desenvolvimento cognitivo se processa em estados de desenvolvimento, o que significa que tanto a natureza como a forma da inteligência mudam profundamente ao longo do tempo.

17 Importância do psicólogo educacional A importância que a educação adquiriu nas sociedades contemporâneas, como um processo contínuo, ao longo de toda a vida, e que capacite as pessoas a adaptarem – se a um mundo que está em constante mudança, é o plano de fundo, que em termos políticos e sociais, que justifica e fundamenta a intervenção do psicólogo educacional.


Carregar ppt "Psicologia Educacional. Introdução Ao longo dos tempos verificamos inúmeras teorias criadas pelo homem para tentar explicar o comportamento humano, como."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google