A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Verbos. Verbo É a palavra variável que exprime basicamente o que se passa, isto é, o acontecimento representado no tempo (ação, estado, qualidade, fenómeno.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Verbos. Verbo É a palavra variável que exprime basicamente o que se passa, isto é, o acontecimento representado no tempo (ação, estado, qualidade, fenómeno."— Transcrição da apresentação:

1 Verbos

2 Verbo É a palavra variável que exprime basicamente o que se passa, isto é, o acontecimento representado no tempo (ação, estado, qualidade, fenómeno ou existência). Têm seis categorias: número, pessoa, tempo, modo, aspeto e voz.

3 Verbos o Subclasses do Verbo Subclasses do Verbo o ConjugaçõesConjugações o Flexão: Modos, Tempos, Pessoas, Números Flexão: Modos, Tempos, Pessoas, Números o Formas nominais Formas nominais o Conjugação Perifrástica e Aspetos do Verbo Conjugação PerifrásticaAspetos do Verbo o Conjugação Pronominal Conjugação Pronominal o Voz Ativa e Voz Passiva Voz Ativa e Voz Passiva

4 I- Subclasses do Verbo o Quanto à função: Principal e Auxiliar Quanto à função: Principal e Auxiliar o Quanto à morfologia/flexão: Regular, Irregular (impessoal, unipessoal e Defetivo, Abundante e Anómalo) Quanto à morfologia/flexão: Regular, IrregularimpessoalunipessoalDefetivo AbundanteAnómalo o Quanto à sintaxe: Transitivo, Intransitivo e Copulativo Quanto à sintaxe: TransitivoIntransitivo e Copulativo

5 Verbo PRINCIPAL A Diana trouxe os livros. Verbo principal – Contém o significado mais importante da frase. O Nuno tem vindo todos os dias à escola. Verbo auxiliar – Sem significado relevante da frase, auxilia o verbo principal Verbo AUXILIAR

6 Eu gosto do Verão e tu gostas do Inverno. Verbo regular – Mantém o radical e possui as desinências (terminações) normais do modelo a sua conjugação (neste caso gost). Seguem na sua conjugação (1.ª, 2.ª ou 3.ª) regras comuns na flexão em tempo, modo e pessoa. Eu sou Escorpião e tu és Touro. Verbo irregular – O radical não se mantém, havendo alterações quer no radical, quer nas desinências (terminações) do modelo da conjugação. Verbo REGULAR Verbo IRREGULAR

7 Nós abolimos essa lei. Eu abolo essa lei. Verbo defetivo – há verbos que só se utilizam só para algumas pessoas gramaticais e em alguns modos e tempos, não apresentando a conjugação completa. Quando o uso (pronúncia de uma forma confusa ou desagradável) retira a conjugação completa ao verbo, ele toma o nome de verbo defetivo. Exemplos: falir, banir, aguerrir, combalir, renhir, remir, empedernir… Verbo DEFETIVO

8 Já não chove há 15 dias. Verbo Impessoal – Verbo que não tem sujeito, é usado somente na terceira pessoal do singular. Geralmente são verbos que indicam fenómenos naturais. (ex. chover, trovejar, nevar, amanhecer, orvalhar, ventar, chuviscar, relampejar,…) Há outras situações em que outros verbos, embora não impessoais, são utilizados de forma impessoal. Houve momentos de pânico. Faz cinco anos que não o vejo. Basta de provocações. Chega de lamúrias. Dói-me o lado esquerdo. Verbo IMPESSOAL

9 Ele ladra a noite toda. Verbo Unipessoal – Admite somente a conjugação na terceira pessoa do singular e do plural. Geralmente são verbos que indicam vozes ou estados de animais (ex. ladrar, zumbir, rosnar, galopar, trotar, zurrar, coaxar, esvoaçar,…) Verbo UNIPESSOAL

10 Verbo Abundante – tem mais do que uma forma com o mesmo valor, geralmente no particípio (com uma forma regular e outra irregular ou curta). Verbo ABUNDANTE INFINITIVOPARTICÍPIOPARTICÍPIO IRREGULAR aceitaraceitadoAceito, aceite acenderacendidoaceso elegerelegidoeleito entregarentregadoentregue enxugarenxugadoenxuto expressarexpressadoexpresso extinguirextinguidoextinto ganharganhadoganho imprimirimprimidoimpresso matarmatadomorto

11 Emprego do Verbo Abundante Normalmente, usa-se o particípio regular com os verbos auxiliares ter e haver. Ex. Ainda não havia expressado a minha gratidão. verbo HAVER + particípio regular A forma curta (irregular) é usada com os verbos ser e estar. Ex. A minha gratidão não será expressa por palavras. verbo SER + particípio irregular (forma curta) Embora a norma culta não recomende, no uso diário há preferência pelas formas curtas de certos verbos. É o caso de pago, gasto, e ganho, usados com qualquer auxiliar (eu tinha pago, tinha ganho). Ex.O rapaz tinha pago a conta ao padeiro. A conta foi paga pelo rapaz. Verbo ABUNDANTE

12 O João é meu amigo. Ele foi amigo do Pedro. Ele era amigo da Joana. Verbo anómalo – inclui mais do que um radical na sua conjugação, apresentando transformações profundas nesse radical. Ex. ser – sou, fui, era, serei,… ir – vou, fui, ia, irei Verbo ANÓMALO SERIR PresentePretérito PerfeitoPresentePretérito Perfeito soufuivoufui ésfostevaisfoste éfoivaifoi somosfomosvamosfomos soisfostesidesfostes sãoforamvãoforam

13 O Afonso comeu uma pera. Verbo Transitivo Direto – Tem complemento direto A professora ralha ao Vítor. Verbo Transitivo Indireto – Tem complemento Indireto Eu ofereci uma prenda ao Joaquim. Verbo Transitivo Direto e Indireto – Tem duplo complemento Verbo TRANSITIVO

14 Eu falo. Verbo Intransitivo – Não tem complementos. O verbo está só, não necessitando de nenhuma palavra ou expressão que complete o seu sentido. Verbo INTRANSITIVO

15 Eu fico à tua espera. Verbo Copulativo– Precisa de outras palavras (predicativo do sujeito) para lhe completar o sentido; exprime estado. Ex:. ser, estar, ficar, parecer… -Os verbos copulativos designam: -Estados permanentes – ex. Ele é doente. -Estados transitórios – ex. Ele está doente. / Ele anda doente. -Mudança de estado – ex. Ele ficou doente. -Continuidade de estado – ex. Ele continua doente. -Aparência de estado – ex. Ele parece doente. Verbo De LIGAÇÃO (ou COPULATIVOS)

16 II- Conjugações o Primeira ConjugaçãoPrimeira Conjugação o Segunda Conjugação Segunda Conjugação o Terceira Conjugação Terceira Conjugação

17 Conjugações Existem três tipos de conjugação: 1º Conjugação 1º Conjugação – verbos cuja vogal temática é –a. pensar – a – r (radical)+vogal temática+desinência 2º Conjugação 2º Conjugação – verbos cuja vogal temática é –e. beb – e – r (radical)+vogal temática+desinência 3º Conjugação 3º Conjugação – verbos cuja vogal temática é –i. part – i – r (radical)+vogal temática+desinência

18 III- Modos e Tempos Verbais o Modos Modos o Infinitivo Infinitivo o Indicativo Indicativo o Conjuntivo Conjuntivo o Condicional Condicional o Imperativo Imperativo o Tempos Tempos o Presente Presente o Pretérito Pretérito o Futuro Futuro o Pessoas Pessoas o Primeira Primeira o Segunda Segunda o Terceira Terceira o Número Número o Singular Singular o Plural Plural

19 Pessoas da flexão verbal Os verbos possuem três pessoas verbais – primeira, segunda e terceira – correspondendo aos pronomes: Primeira pessoa = eu/nós – é aquela que fala Segunda pessoa = tu/vós – é aquela a quem se fala Terceira pessoa = ele(a)/eles(as) – é aquela de quem se fala

20 Números da flexão verbal Os verbos possuem dois números verbais: Singular – quando o verbo se refere a uma só pessoa ou coisa Plural – quando o verbo tem por sujeito mais que uma pessoa ou coisa

21 Modos verbais Os modos são as diferentes formas que o verbo toma de acordo com a atitude (de certeza, de desejo, de dúvida, de mando, etc.) de quem fala em relação àquilo que está a dizer. Ou seja, é a forma assumida pelo verbo para exprimir um facto. São cinco os modos verbais – infinitivo, indicativo, conjuntivo, condicional e imperativo.

22 Indicativo – expressa maior concretização e certeza em relação ao que se enuncia, apresentando o facto como uma realidade. (Ex. Os alunos não faltaram às aulas.) Conjuntivo – expressa possibilidade ou desejo, incerteza ou dúvida sobre o que se enuncia. (Ex. Espero que os alunos não faltem às aulas.) Infinitivo – expressa o facto de maneira abstrata. (Ex. Faltar às aulas acontece.) Condicional – expressa o facto como uma hipótese que depende de uma condição. (Ex. Se não houvesse transportes, os alunos faltariam às aulas.) Imperativo – expressa ordem, advertência ou pedido. (Ex. Por favor, vai às aulas.)

23 TEMPOS DO INDICATIVO Presente – expressa um facto atual Pretérito imperfeito – expressa um facto ocorrido no momento anterior ao atual, mas que não foi completamente terminado. Pretérito perfeito – expressa um facto ocorrido no momento anterior ao atual, completamente terminado. Pretérito mais-que-perfeito – exprime um facto terminado ocorrido antes de outro igualmente passado. Futuro do presente – enuncia um facto que deve ocorrer posteriormente ao momento atual.

24 Presente do Indicativo – (simples) O facto acontece no momento. AndarComerPartir Euandocomoparto Tuandascomespartes Ele / Elaandacomeparte Nósandamoscomemospartimos Vósandaiscomeispartis Eles / Elasandamcomempartem

25 Pretérito Perfeito do Indicativo – (simples) Traduz uma ação pontual, começada e terminada no passado. AndarComerPartir Euandeicomiparti Tuandastecomestepartiste Ele / Elaandoucomeupartiu Nósandámoscomemospartimos Vósandastescomestespartistes Eles / Elasandaramcomerampartiram

26 Pretérito Perfeito do Indicativo – (composto) Apresenta uma ação passada que se estende até ao presente. AndarComerPartir EuTenho andadoTenho comidoTenho partido TuTens andadoTens comidoTens partido Ele / ElaTem andadoTem comidoTem partido NósTemos andadoTemos comidoTemos partido VósTendes andadoTendes comidoTendes partido Eles / ElasTêm andadoTêm comidoTêm partido NOTA: Forma-se com o Presente do Indicativo do verbo auxiliar ter+ o Particípio Passado do Verbo Principal.

27 Pretérito Imperfeito do Indicativo – (simples) É um tempo do passado e indica que a ação durava ou era um hábito no passado. AndarComerPartir Euandavacomiapartia Tuandavascomiaspartias Ele / Elaandavacomiapartia Nósandávamoscomíamospartíamos Vósandáveiscomíeispartíeis Eles / Elasandavamcomiampartiam

28 Pretérito Mais-que-Perfeito do Indicativo – (simples) Apresenta uma ação passada, anterior a outra também passada. AndarComerPartir Euandaracomerapartira Tuandarascomeraspartiras Ele / Elaandaracomerapartira Nósandáramoscomêramospartíramos Vósandáreiscomêreispartíreis Eles / Elasandaramcomerampartiram

29 Pretérito Mais-que-Perfeito do Indicativo – (composto) Traduz uma ação passada. AndarComerPartir EuTinha andadoTinha comidoTinha partido TuTinhas andadoTinhas comidoTinhas partido Ele / ElaTinha andadoTinha comidoTinha partido NósTínhamos andadoTínhamos comidoTínhamos partido VósTínheis andadoTínheis comidoTínheis partido Eles / ElasTinham andadoTinham comidoTinham partido NOTA: Forma-se com o Pretérito Imperfeito do Indicativo do verbo auxiliar ter+ o Particípio Passado do Verbo Principal.

30 Futuro do Indicativo – (simples) Exprime uma ação posterior ao momento presente. AndarComerPartir Euandareicomereipartirei Tuandaráscomeráspartirás Ele / Elaandarácomerápartirá Nósandaremoscomeremospartiremos Vósandareiscomereispartireis Eles / Elasandarãocomerãopartirão

31 Futuro do Indicativo – (composto) Exprime uma ação futura anterior a outra também futura. AndarComerPartir EuTerei andadoTerei comidoTerei partido TuTerás andadoTerás comidoTerás partido Ele / ElaTerá andadoTerá comidoTerá partido NósTeremos andadoTeremos comidoTeremos partido VósTereis andadoTereis comidoTereis partido Eles / ElasTerão andadoTerão comidoTerão partido NOTA: Forma-se com o Futuro do Indicativo do verbo auxiliar ter+ o Particípio Passado do Verbo Principal.

32 Esquema da conjugação verbal do Modo Indicativo

33 Conjuntivo Apresenta o facto como uma possibilidade, uma dúvida ou um desejo. Presente Pretérito Perfeito Pretérito mais-que-perfeito Futuro Pretérito Imperfeito Presente – enuncia um facto que pode ocorrer no momento atual. Pretérito imperfeito – exprime facto passado posterior a outro ocorrido, uma condição ou um desejo. Futuro do presente – enuncia facto que pode ocorrer num momento futuro em relação ao atual.

34 Presente do Conjuntivo – (simples) Apresenta um facto atual não realizado no presente ou com uma ideia de futuro. …que… AndarComerPartir Euandecomaparta Tuandescomaspartas Ele / Elaandecomaparta Nósandemoscomamospartamos Vósandeiscomaispartais Eles / Elasandemcomampartam

35 Pretérito Imperfeito do Conjuntivo – (simples) Tem usualmente um valor de passado, mas também pode indicar uma possibilidade não verificada no presente. …se… AndarComerPartir Euandassecomessepartisse Tuandassescomessespartisses Ele / Elaandassecomessepartisse Nósandássemoscomêssemospartíssemos Vósandásseiscomêsseispartísseis Eles / Elasandassemcomessempartissem

36 Pretérito Perfeito do Conjuntivo – (composto) Apresenta uma ação possível no passado. …que… AndarComerPartir EuTenha andadoTenha comidoTenha partido TuTenhas andadoTenhas comidoTenhas partido Ele / ElaTenha andadoTenha comidoTenha partido NósTenhamos andadoTenhamos comidoTenhamos partido VósTenhais andadoTenhais comidoTenhais partido Eles / ElasTenham andadoTenham comidoTenham partido NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Presente do Conjuntivo + o Particípio Passado do verbo principal.

37 Futuro Imperfeito do Conjuntivo – (simples) Apresenta uma hipótese provável no futuro. Pode também ter um valor temporal. …quando… AndarComerPartir Euandarcomerpartir Tuandarescomerespartires Ele / Elaandarcomerpartir Nósandarmoscomermospartirmos Vósandardescomerdespartirdes Eles / Elasandaremcomerempartirem

38 Futuro Perfeito do Conjuntivo – (composto) Indica uma hipótese futura, anterior a outra também futura. …quando… AndarComerPartir EuTiver andadoTiver comidoTiver partido TuTiveres andadoTiveres comidoTiveres partido Ele / ElaTiver andadoTiver comidoTiver partido NósTivermos andadoTivermos comidoTivermos partido VósTiverdes andadoTiverdes comidoTiverdes partido Eles / ElasTiverem andadoTiverem comidoTiverem partido NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Futuro do Conjuntivo + o Particípio Passado do verbo principal.

39 Pretérito Mais-que-Perfeito do Conjuntivo – (composto) Apresenta uma hipótese não realizada no passado. …se… AndarComerPartir EuTivesse andadoTivesse comidoTivesse partido TuTivesses andadoTivesses comidoTivesses partido Ele / ElaTivesse andadoTivesse comidoTivesse partido NósTivéssemos andadoTivéssemos comidoTivéssemos partido VósTivésseis andadoTivésseis comidoTivésseis partido Eles / ElasTivessem andadoTivessem comidoTivessem partido NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Pretérito Imperfeito do Conjuntivo + o Particípio Passado do verbo principal.

40 Esquema da conjugação verbal do Modo Conjuntivo

41 Condicional Indica que a realização da ação está dependente de uma condição.. Presente simples– Apresenta uma ação pouco provável que depende de uma condição que não se verifica no Presente. Presente composto – Apresenta uma ação que não se realizou porque a condição da qual dependia não se verificou.

42 Presente do Condicional – (simples) Apresenta uma ação pouco provável que depende de uma condição que não se verifica no Presente. AndarComerPartir Euandariacomeriapartiria Tuandariascomeriaspartirias Ele / Elaandariacomeriapartiria Nósandaríamoscomeríamospartiríamos Vósandaríeiscomeríeispartiríeis Eles / Elasandariamcomeriampartiriam

43 Presente do Condicional – (composto) Apresenta uma ação que não se realizou porque a condição da qual dependia não se verificou. AndarComerPartir EuTeria andadoTeria comidoTeria partido TuTerias andadoTerias comidoTerias partido Ele / ElaTeria andadoTeria comidoTeria partido NósTeríamos andadoTeríamos comidoTeríamos partido VósTeríeis andadoTeríeis comidoTeríeis partido Eles / ElasTeriam andadoTeriam comidoTeriam partido NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Presente do Condicional + o Particípio Passado do verbo principal.

44 Esquema da conjugação verbal do Modo Condicional

45 Imperativo Apresenta uma ordem, um pedido ou uma súplica. Presente – Apresenta uma ordem, um pedido ou uma súplica.

46 Presente do Imperativo AndarComerPartir Eu Tuandacomeparte vocêandecomaparta Nósandemoscomamospartamos Vósandaicomeiparti vocêsandemcomampartam

47 Esquema da conjugação verbal do Modo Imperativo

48 IV- Formas Nominais do Verbo o Infinitivo Infinitivo o Gerúndio Gerúndio o Particípio Passado Particípio Passado

49 Infinitivo Impessoal – Quando não nos referimos a qualquer sujeito. Ex.: Querer é poder. Pessoal – Quando queremos indicar o sujeito. Ex.: Quando comeres (tu) tudo, podes sair.

50 Infinitivo Impessoal AndarComerPartir Simplesandarcomerpartir CompostoTer andadoTer comidoTer partido

51 Infinitivo Pessoal - simples …para… AndarComerPartir Euandarcomerpartir Tuandarescomerespartires Ele / Elaandarcomerpartir Nósandarmoscomermospartirmos Vósandardescomerdespartirdes Eles / Elasandaremcomerempartirem

52 Infinitivo Pessoal - composto …para… AndarComerPartir EuTer andadoTer comidoTer partido TuTeres andadoTeres comidoTeres partido Ele / ElaTer andadoTer comidoTer partido NósTermos andadoTermos comidoTermos partido VósTerdes andadoTerdes comidoTerdes partido Eles / ElasTerem andadoTerem comidoTerem partido NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Infinitivo Pessoal + o Particípio Passado do verbo principal.

53 Esquema da conjugação verbal do Modo Infinitivo

54 Gerúndio Simples – Imperfeito, a ação não está concluída. Ex.: Comendo dessa maneira, não consegues perder peso. Composto – Perfeito, a ação está concluída. Ex.: Tendo acabado o serviço, pode-se fechar a fábrica. NOTA: Forma-se com o verbo auxiliar ter no Gerúndio Simples + o Particípio Passado do verbo principal.

55 Gerúndio AndarComerPartir Simplesandandocomendopartindo CompostoTendo andadoTendo comidoTendo partido

56 Esquema da conjugação verbal do Gerúndio

57 Particípio Passado Exprime a ideia de ação concluída no passado. Emprega-se: Na formação dos tempos compostos: Ex.: Se deixassem, ela tinha comido os bolos todos. Na voz passiva: Ex.: A sopa foi comida pela menina. Com valor de adjetivo: Ex.: A refeição terminada, pede-se a conta.

58 Particípio Passado AndarComerPartir andadocomidopartido

59 Verbos de Particípio Passado IRREGULAR DizerDitoPôrPosto EscreverEscritoAbrirAberto FazerFeitoCobrirCoberto VerVistoVirVindo

60 V- Conjugação perifrástica do Verbo o Conjugação perifrásticaConjugação perifrástica o Aspeto do verbo Aspeto do verbo

61 Por vezes, uma simples forma verbal é insuficiente para nos indicar como se desenrola a ação e temos necessidade de dar um sentido mais preciso a uma determinada ideia. Por exemplo, Cheguei a casa! e Acabei de chegar a casa! apresentam sentidos diferentes. O verbo principal foi auxiliado por outro para lhe precisar o sentido. Ou seja, existe uma perífrase (expressão mais longa). A conjugação perifrástica do verbo dá lugar ao seu aspeto.

62 conjugação perifrástica verbo auxiliar preposiçãoverbo principalinfinitivo gerúndio A conjugação perifrástica consiste, portanto, na junção de um verbo auxiliar e, geralmente, uma preposição a um verbo principal, no infinitivo ou no gerúndio, para lhe conferir novas significações. A conjunção perifrástica concretiza-se numa locução verbal. verbos auxiliares irandardeverestar terhavercomeçaracabarficarcontinuar Os verbos auxiliares da conjugação perifrástica que se utilizam com mais frequência são: ir, vir, andar, dever, estar, ter, haver, começar, acabar, ficar, continuar.

63 Verbo auxiliarSignificadoExemplo Acabar + (de) infinitivo Ação recém-concluída Acabei de almoçar. Andar + (a) infinitivo Andar + gerúndio Ação durativa, continuada Ando a fazer dieta. Começar + (a) infinitivo Início da ação Comecei a estudar mesmo agora. Estar + (a) infinitivo Estar + gerúndio Estar + (para) infinitivo Duração ou realização gradual da ação. Proximidade da realização da ação. Estou a jantar. Estou para jantar. Haver + (de) infinitivo. Decisão ou certeza de praticar a ação. Hei-de almoçar contigo qualquer dia. Ir + infinitivo Ir + (a) infinitivo Ir + gerúndio Futuro próximo. Firme propósito de realizar a ação. Ação progressiva ou realizadas por etapas sucessivas. Vou jantar contigo amanhã. Vou jantando enquanto falas Ter + (de) infinitivo Obrigação ou necessidade Tenho de jantar mais cedo Vir + (a) infinitivo Vir + gerúndio Resultado final da ação. Desenvolvimento gradual da ação. Vim a saber que ontem não jantaste. Vim comendo, enquanto regressava.

64 O verbo também varia em aspeto. O aspeto designa uma categoria gramatical que manifesta o ponto de vista do qual o locutor considera a ação expressa pelo verbo. Ou seja, indicação sobre a ação. O aspeto inclui valores semânticos pertinentes ao verbo ou ao contexto da ação. Por exemplo: O João começou a comer!, O João continua a comer! e O João acabou de comer! apresentam sentidos diferentes. Esses sentidos são os aspetos dos verbos.

65 Aspeto pontual – o sentido da ação é momentânea Ex. O sino acabou de dar uma badalada. Acabo de ler Os Lusíadas. Aspeto durativo – o sentido da ação prolonga-se Ex. O sino continua a dar badaladas. Continuo a ler Os Lusíadas.

66 Aspeto incoativo – o sentido da ação é considerado na sua fase inicial Estou a ficar doente. Comecei a ler Os Lusíadas. Aspeto conclusivo – o sentido da ação é considerado na sua fase final ou terminal (também chamado aspeto terminativo) Acabei de te dizer isso agora. Acabei de ler Os Lusíadas.

67 VI- Conjugação Pronominal o Conjugação pronominalConjugação pronominal o Conjugação pronominal reflexa Conjugação pronominal reflexa o Conjugação pronominal recíproca Conjugação pronominal recíproca

68 Diz-se que um verbo está conjugado pronominalmente quando é acompanhado por um pronome pessoal. Ex.: A Maria viu o livro e comprou-o. verbo pronominal

69 conjugação pronominal A conjugação pronominal é uma forma especial de conjugação em que as formas verbais são acompanhadas de pronomes. Existem três tipos de conjugação pronominal: - conjugação pronominal - conjugação pronominal reflexa - conjugação pronominal recíproca

70 Na conjugação pronominal antes o Colocados os pronomes antes dos verbos, não se alteram: Não o dou. depois –r-sz nonosnanas Colocados os pronomes depois do verbo, as formas o/a, os/as passam a lo/los, quando a forma verbal termina em –r, -s, - z (estas consoantes são suprimidas) – Tu dá-lo. – e passam a – no / nos, na / nas, quando a forma verbal termina em sílaba nasal: Eles dão-no.

71 Conjugação pronominal reflexa sujeito pratica e sofre a ação O sujeito pratica e sofre a ação, ou seja, a ação do sujeito recai sobre ele próprio. O pronome aparece como complemento direto. metese Utilizam-se os pronomes pessoais me, te, se, nos, vos, se – eu distraio-me, tu distrais-te, ele distrai-se … O Simão observou-se ao espelho. Nós lavámo-nos cuidadosamente.

72 Conjugação pronominal recíproca Exprime reciprocidade Exprime reciprocidade na ação praticada, ou seja, a ação de cada um dos sujeitos recai sobre ambos. nos, vos e se. Esta conjugação utiliza-se apenas no plural, com os pronomes nos, vos e se. Ex. Nnos Ex. Nós cumprimentamo-nos. vos Vós cumprimentais-vos…

73 Colocação do pronome junto do verbo o Geralmente, o pronome, qualquer pronome, coloca-se depois do verbo, ligado a ele por um hífen – Disse o meu número de telefone e ele escreveu-o. forma negativate verbo está no modo conjuntivo me O pronome coloca-se antes do verbo, quando as frases estão na forma negativa – Não te repito o aviso – ou quando o verbo está no modo conjuntivo – Espero que me escrevas.

74 VII- Vozes Verbais o Voz ativa Voz ativa o Voz passiva Voz passiva o Voz reflexa (ver cap. VI) Voz reflexa (ver cap. VI)

75 VOZES VERBAIS Chamam-se vozes verbais as formas assumidas pelo verbo utilizadas para indicar a posição do sujeito frente ao processo que se enuncia. O sujeito pode ser agente ou paciente de uma ação verbal. duas vozesvoz ativa voz passiva Os verbos podem ser conjugados em duas vozes: na voz ativa - indicando que o sujeito pratica a ação expressa pelo verbo - e na voz passiva - indica que o sujeito recebe a ação expressa pelo verbo. Os alunos leem livros nas aulas. Livros são lidos pelos alunos nas aulas.

76 VOZ ATIVA O sujeito é o agente da ação verbal Verbos de ação em geral

77 VOZ PASSIVA O sujeito sofre a ação do verbo Apenas verbos transitivos diretos Existem a voz passiva analítica e a voz passiva sintética.

78 Conjugação do verbo na voz passiva analítica voz passivaser particípio Para conjugar o verbo na voz passiva, recorre-se ao verbo ser, como auxiliar, conjugado no tempo e modo do verbo na voz ativa, acrescentando-lhe o particípio passado do verbo principal. O objeto da ativa transforma-se em sujeito da passiva. O sujeito da ativa torna-se agente da passiva, introduzido por preposição "por" ou "de. Os alunos leem livros nas aulas. Livros são lidos pelos alunos nas aulas. (Notas (Notas : - pelos alunosagente da passiva - pelos alunos desempenha a função de agente da passiva. - a conjugação na voz passiva faz-se com verbos transitivos)

79 VOZ PASSIVA SINTÉTICA O Verbo usado é um verbo transitivo direto na terceira pessoa Existência da partícula "se (pronome apassivador) Existência do sujeito da passiva (facilmente confundido com o objeto) Ex: Vê-se uma rosa neste jardim. = Uma rosa é vista neste jardim. Vendem-se leitões vivos. = São vendidos leitões vivos.

80 Bibliografia e Netgrafia Reigota, F., e Silva, M., Preparação para o Exame Nacional 2012, Língua Portuguesa, Porto Editora Cintra, Lindley, e Cunha, Celso, Nova Gramática do Português Contemporâneo, Sá da Costa Dicionário Priberam da Língua Portuguesa em


Carregar ppt "Verbos. Verbo É a palavra variável que exprime basicamente o que se passa, isto é, o acontecimento representado no tempo (ação, estado, qualidade, fenómeno."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google