A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Autor: Marcos Banheti Rabello Vallim PROJETO INTEGRADOR II Cornélio Procópio, 03 abril de 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Autor: Marcos Banheti Rabello Vallim PROJETO INTEGRADOR II Cornélio Procópio, 03 abril de 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Autor: Marcos Banheti Rabello Vallim PROJETO INTEGRADOR II Cornélio Procópio, 03 abril de 2009

2 Sumário Definição do Problema –Identificação das necessidades –Definição dos objetivos –Elaboração do caderno de especificações –Exemplo prático

3 Metodologia Sugerida para o Projeto Integrador Definição do Problema Concepção de soluções Análise de Viabilidade Desenvolvimento de conceitos Seleção do conceito ótimo NecessidadeProduto Pesquisa de Informações

4 Definição do Problema Definição do Problema Concepção de soluções Análise de Viabilidade Desenvolvimento de conceitos Seleção do Conceito ótimo NecessidadeProduto Pesquisa de Informações

5 Definição do Problema Se efetua em tempos: 1.Identificação das Necessidades 2.Definição dos Objetivos 3.Elaboração das Especificações (Cahier des Charges)

6 Identificação das Necessidades Geralmente, o iniciador do projeto (cliente) não faz parte da equipe de desenvolvedores. As necessidades identificadas podem levar ao desenvolvimento de um novo produto ou ao melhoramento de um produto existente. Podem responder à demanda do mercado ou criar uma demanda própria. Essencial investir os esforços no esclarecimento da demanda do iniciador do projeto para assegurar uma resposta adequada e satisfatória.

7 Identificação das Necessidades Toda informação relativa ao projeto >>> dado Toda informação descrevendo um critério a ser satisfeito >>> restrição Questões a serem respondidas: Quem? O que? Porque? Como? Onde? Quando? Quanto? Dados e Restrições

8 Identificação das Necessidades Permite aos desenvolvedores esclarecerem qual é a solicitação a ser atendida; Garantir que o cliente e a equipe de desenvolvedores partilhem a mesma visão e persigam objetivos similares desde o inicio do processo de concepção; Serve de ferramenta de comunicação para garantir que todos os atores do processo de projeto recebam a mesma informação; Serve de documento de base para começar a definição dos objetivos. Resumo das Necessidades

9 Definição dos Objetivos As necessidades identificadas são traduzidas na forma de objetivos; hierarquizados de maneira a fazer surgir os objetivos principais, os objetivos secundários e terciários; os objetivos definem o trabalho que deve ser feito pela equipe de desenvolvedores; exprimem os resultados esperados para satisfazer as necessidade do cliente, sem necessariamente os quantificar.

10 Elaboração do Caderno de Especificações A definição do problema se completa com a elaboração de um caderno de especificações (Cahier des Charges); Inclui os critérios de avaliação inspirados nos objetivos do projeto; As especificações visadas pelo produto são igualmente registradas no caderno de especificações de forma qualitativa e quantitativa; Serve de base ao desenvolvimento do produto pois ele contém as características funcionais, econômicas, físicas etc. do protótipo que será entregue ao cliente ao final do projeto. Representa a porta de entrada em direção a fase de concepção de soluções. A elaboração das especificações é um processo iterativo.

11 Elaboração do Caderno de Especificações A definição do problema se completa com a elaboração de um caderno de especificações (Cahier des Charges); Inclui os critérios de avaliação inspirados nos objetivos do projeto; As especificações visadas pelo produto são igualmente registradas no caderno de especificações de forma qualitativa e quantitativa; Serve de base ao desenvolvimento do produto pois ele contém as características funcionais, econômicas, físicas etc. do protótipo que será entregue ao cliente ao final do projeto. Representa a porta de entrada em direção a fase de concepção de soluções. A elaboração das especificações é um processo iterativo. Critérios de Avaliação

12 Elaboração do Caderno de Especificações A definição do problema se completa com a elaboração de um caderno de especificações (Cahier des Charges); Inclui os critérios de avaliação inspirados nos objetivos do projeto; As especificações visadas pelo produto são igualmente registradas no caderno de especificações de forma qualitativa e quantitativa; Serve de base ao desenvolvimento do produto pois ele contém as características funcionais, econômicas, físicas etc. do protótipo que será entregue ao cliente ao final do projeto. Representa a porta de entrada em direção a fase de concepção de soluções. A elaboração das especificações é um processo iterativo. Escala de Avaliação

13 Exemplo Prático A solicitação confiada a equipe consiste em conceber uma bomba de motricidade humana para populações das regiões rurais da Zâmbia. Esse projeto é executado em colaboração com a organização humanitária Engenheiros Sem Fronteiras. O aparelho é concebido com o objetivo de bombear água acumulada nas bacias de retenção durante a estação de chuvas, afim de irrigar as culturas locais. Esse tipo de equipamento já existe e é correntemente utilizado na Zâmbia. As versões atuais, freqüentemente acionadas por crianças, necessitam de um tempo de irrigação relativamente elevado. Por conseqüência, as crianças que devem irrigar os campos não têm freqüentemente acesso a educação por falta de tempo. Identificação e Resumo das Necessidades

14 Exemplo Prático Para remediar esta problemática, a bomba desejada deve diminuir o tempo necessário para irrigar um campo de uma superfície de um hectare. Essa bomba, acionada simultaneamente por quatro utilizadores, deve garantir fluxo continuo e ser adaptada para todo tipo de culturas e solos suscetíveis de ser encontrados na Zâmbia. O aparelho deve ser capaz de bombear água a partir de um poço de cinco metros de profundidade. A bomba deve ser portátil, segura e resistente à corrosão. Ela deve ser montada, reparada sobre o local de uso, no contexto de uma mão de obra não especializada. Poe conseqüência, os materiais e as técnicas de fabricação utilizadas devem necessariamente serem disponíveis localmente. Finalmente o custo de aquisição do aparelho não deve exceder R$ 330,00 Identificação e Resumo das Necessidades

15 Exemplo Prático MAXIMIZAR DESEMPENHO Aumentar rendimento Diminuir tempo de irrigação Minimizar número de trabalhadores OTIMIZAR A USABILIDADE Facilitar a utilização Garantir a portabilidade Considerar a adaptabilidade ao tipo de solo garantir a resistência ao meio ambiente Diminuir o peso Garantir a segurança Garantir o conforto Definição dos Objetivos

16 Exemplo Prático MINIMIZAR OS CUSTOS maximizar a quantidade de peças padronizadas Favorecer os materiais disponíveis localmente Minimizar o preço de aquisição Definição dos Objetivos

17 Exemplo Prático Caderno de Especificações CRITÉRIOPESOESCALAMINMAX Desempenho Facilidade de Uso Custo 40% 20%

18 Exemplo Prático Caderno de Especificações CRITÉRIOPESOESCALAMINMAX Desempenho 1.Fluxo fornecido pela bomba 2.Tempo de irrigação por 1 hectare 3.Número de trabalhadores 40% 14% 12% Fluxo>= 8000 l/h :100% 8000 l/h > Fluxo>= 7000 l/h :75% 7000 l/h > fluxo >= 5000 l/h : 50% 5000 l/h > fluxo => 0% : T 100% 2< T <= 3 h : 80% 3< T <= 4h 0% N=4 : 100% N=5 :80% N>=6 : 50% 5000 l/h 4 4h

19 Exemplo Prático Caderno de Especificações CRITÉRIOPESOESCALAMINMAX Facilidade de Uso 1.Número de módulos desmontáveis 2.Inclinação do solo 3.Resistência ao ambiente 4.Peso máximo do módulo 5.Elementos perigosos 6.Conforto 40% 10% 8% 6% 5% 4>= N >= 2 : 100% 10>= N >= :75% 15> N ou N<2 :0% θ >= 20° : 100% 20° > θ >= 10° : 75% 10° > θ >= 5° : 50% 5° > θ >= 1° : 25% θ < 1° : 0% durabilidade >= 15 anos :100% 15 > durabilidade >= 5 anos: 50% durabilidade < 5 anos : 0% peso <= 15 kg :100% 15 < peso <= 30 kg :75% 30 < peso <= 50 kg :50% 50 < peso <= 75 kg :25% peso > 75 kg :0% S = 0 :100% 1<=S <3 :25% S>= 3 :0% utilizador sentado :100% utilizador em pé :50% utilizador agachado 0% 5 anos 15 75kg 3

20 Exemplo Prático Caderno de Especificações CRITÉRIOPESOESCALAMINMAX Custo de Fabricação 1.Peças padronizadas 2.Disponibilidade de peças 3.Preço total 20% 10% 5% % de peças padronizadas % de peças disponíveis na Zâmbia Preço <= R$ 264 :100% R$ 264 R$ 330 :0% 100% R$330

21 CRITÉRIOPESOESCALAMINMAX Facilidade de Uso Número de módulos desmontáveis Inclinação do solo Resistência ao ambiente Peso máximo do módulo Elementos perigosos Conforto 40% 10% 8% 6% 5% 4>= N >= 2 : 100% 10>= N >= :75% 15> N ou N<2 :0% θ >= 20° : 100% 20° > θ >= 10° : 75% 10° > θ >= 5° : 50% 5° > θ >= 1° : 25% θ < 1° : 0% durabilidade >= 15 anos :100% 15 > durabilidade >= 5 anos: 50% durabilidade < 5 anos : 0% peso <= 15 kg :100% 15 < peso <= 30 kg :75% 30 < peso <= 50 kg :50% 50 < peso <= 75 kg :25% peso > 75 kg :0% S = 0 :100% 1<=S <3 :25% S>= 3 :0% utilizador sentado :100% utilizador :50% utilizador de quatro: 0% 5 anos15 75kg 3


Carregar ppt "Autor: Marcos Banheti Rabello Vallim PROJETO INTEGRADOR II Cornélio Procópio, 03 abril de 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google