A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Conhecer a importância do Planejamento Planejar envolve:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Conhecer a importância do Planejamento Planejar envolve:"— Transcrição da apresentação:

1 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Conhecer a importância do Planejamento Planejar envolve: Estabelecer prioridades Fixar os resultados Determinar as intervenções de enfermagem Assegurar que o plano seja registrado com atenção (LEVREFE, 2005)

2 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento O plano atende a quatro finalidades principais: Promover a comunicação entre os cuidadores Direcionar o cuidado e a documentação Criar um registro capaz de, mais tarde, ser usado para avaliação, pesquisa e razões legais Proporcionar documentação das necessidades de cuidados de saúde com finalidade de reembolso de seguradoras Observação: para garantir que todos os principais (p. ex., cuidadores primários, enfermeiras, seguradoras, pesquisadores) que prestam serviços de saúde tenham acesso fácil às informações de que necessitam, leis e padrões obrigam que os planos de cuidados dos pacientes sejam específicos, claros e consistentes. (LEVREFE, 2005)

3 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Principais componentes do Plano de cuidados Resultados esperados (desejados): Quais são os resultados e em que prazo devo esperar para vê-los? Problemas reais e potenciais: Quais são os diagnósticos e os problemas reais e potenciais que precisam ser focalizados para assegurar um cuidado seguro e eficiente? Intervenções específica: o que será feito para prevenir e controlar os problemas principais e para alcançar os resultados esperados? Avaliação/ Registro de evolução: Onde pode ser encontrada a maneira como a pessoa está ao plano de cuidados? (LEVREFE, 2005)

4 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento R = Resultados esperados P = Problemas reais e potenciais I = Intervenções específicas A = Avaliação/ registro de evolução Estabelecimento de Prioridades Primeiro determine os problemas urgentes (p. ex., os que exigem atenção médica imediata) Depois determine os resultados esperados para a alta hospitalar, de modo que você saiba o que precisa ser feito primeiro, no quadro geral de todo o plano. (LEVREFE, 2005)

5 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Estabelecimento de Prioridades Por exemplo, compare estes dois resultados para alta: - - Três dias após a cirurgia, receberá a alta para casa, podendo demonstrar os cuidados com a ferida. - - Três dias após a cirurgia, receberá alta para uma instituição de enfermagem especializada para cuidados de feridas e controle médico. Se você desconhece que a primeira pessoa irá para casa e a segunda para uma instituição especial, de que forma saberá se o ensino de cuidados de uma ferida constitui ou não uma importante prioridade? (LEVREFE, 2005)

6 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Estabelecimento de Prioridades A fixação de prioridades é uma habilidade essencial do pensamento crítico que exige que você seja capaz de decidir quanto a: Problemas que exigem atenção imediata e problemas que podem esperar Problemas que são sua responsabilidade e problemas que você precisa encaminhar a outra pessoa Problemas com que você lidará, usando planos de cuidado padronizados (p.ex., caminhos críticos, padrões de cuidado) Problemas que não estão cobertos por protocolos ou planos padronizados, mas que precisam ser abordados de modo a garantir uma permanência hospitalar segura e uma alta no tempo correto. (LEVREFE, 2005)

7 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Estabelecimento de Prioridade: Princípios Básicos Escolha um método para estabelecer prioridades e use de forma consistente. Por exemplo, faça uso de: Hierarquia de Necessidades de Maslow: Prioridade 1: Necessidades Fisiológicas- problemas (ou fatores de risco) que colocam a vida em risco e que constituem uma ameaça às necessidades fisiológicas (p.ex., problemas com a respiração, a circulação, a alimentação, a hidratação, a eliminação, a regulação da temperatura, o conforto físico). (LEVREFE, 2005)

8 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Estabelecimento de Prioridade: Princípios Básicos Prioridade 2: Segurança e Proteção - (ou fatores de risco) que colocam a vida em risco e que constituem uma ameaça à segurança e à proteção (p.ex., riscos ambientais,medo) Prioridade 3: Amor e Pertinência- problemas (ou fatores de risco) que constituem uma ameaça a sentir-se amado a ser parte de algo (p.ex., isolamento ou perda de um ente querido) Prioridade 4: Auto- estima- problemas (ou fatores de risco) que constituem uma ameaça à auto- estima (p.ex., incapacidade para desempenhar as atividades do cotidiano) (LEVREFE, 2005)

9 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Estabelecimento de Prioridade: Princípios Básicos Prioridade 5: Metas pessoais - (ou fatores de risco) que colocam a vida em risco e que constituem uma Ameaça à capacidade de atingir metas pessoais. Sua capacidade para estabelecer prioridades com sucesso é influenciada pela compreensão: - - Da percepção que o paciente tem das prioridades - - Do quadro geral dos problemas de que está tratando. - - Do estado de saúde geral da pessoa e dos resultados esperados na alta - - Do tempo esperado de permanência - - Da possibilidade ou não da aplicação de planos padronizados. (LEVREFE, 2005)

10 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Etapas sugeridas para o Estabelecimento de Prioridade Etapa 1- Perguntar Quais são os problemas que necessitam de atenção imediata e o que aconteceria se eu esperasse até mais tarde para atendê-los? (p.ex., notifique a enfermeira encarregada e inicie as ações para reduzir o problema) Etapa 2 – Identifique os problemas de solução simples e inicie as ações para a sua solução (p.ex., correção da posição de uma pessoa para posicioná-la de modo a melhorar a respiração) Etapa 3- Elabore uma lista de problemas iniciais, identificando os problemas reais e potenciais e suas causas, se conhecidas. (LEVREFE, 2005)

11 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Etapas sugeridas para o Estabelecimento de Prioridade Etapa 4 – Estude sua lista de problemas e decida quais os que serão basicamente controlados pela enfermagem, quais os tratados por planos padronizados e quais os que necessitam de planejamento multidisciplinar.verifique se você tem ordens médicas ou diretrizes institucionais para controlar problemas médicos; notifique o médico ou a uma enfermeira especialista, caso você não as tenha. Etapa 5- Decida quais os problemas que devem ser tratados pelo plano de Cuidados; isto é, aqueles problemas únicos do paciente que devem ser controlados ou solucionados para que se evolua no alcance dos resultados esperados do cuidado. Etapa 6- Determine a forma de controle de cada problema. (p. ex., Prescrições médicas? Obediência a protocolos? Plano Individualizado elaborado pela enfermeira?) (LEVREFE, 2005)

12 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) ProblemaSituaçãoComentários ArtriteDesde 1995Medicamentos atuais ver lista AsmaDesde 1995Ver inalantes atuais Dor nas costas Laminectomia Solucionada em 1996 DiabeteNovo 08/04/02 Ver orientação para diabete HipertensãoDesde 1992Medicametos atuais ver lista Enfretamento Ineficaz Em curso desde maio Aconselhamento com especialista atualmente Exemplo de lista contínua de problemas multidisciplinares

13 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) ProblemaPlano de controle de cuidados Integridade da pele prejudicada relacionado a repouso no leito Protocolo da unidade PC: Função repiratória comprometida relacionada a drenos de tórax Rotinas de drenos de tórax + prescrição médica Conflito de decisão (fazer a cirurgia ou aguardar 2 semanas) Acrescentar ao plano de cuidados de enfermgem Angústia Espiritual Encaminhar ao capelão Exemplo de rascunho para elaboração de uma lista problemas e do controle de cuidados

14 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Planejamento do cuidado com base no resultado Os resultados atendem três propósitos 1.São elementos de medida do plano de cuidados 2.Direcionam as intervenções 3.São fatores motivadores Princípios dos Resultados Centralizados no paciente (centralizados no cliente) Em lugar de focalizar o que as enfermeiras desejam fazer, os resultados centralizados no paciente (centralizados no cliente) focalizam os resultados desejados do tratamento, os benefícios do cuidado de enfermagem para o cliente.

15 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Princípios dos Resultados Centralizados no paciente (centralizados no cliente) 1.Resultados enunciam os benefícios que você espera no cliente após o oferecimento dos cuidados de enfermagem. -Resultados a curto prazo descrevem os primeiros benefícios esperados das intervenções de enfermagem (p.ex., conseguirá ir ao banheiro sem auxílio, amanhã) - Resultados esperados a longo prazo descrevem os benefícios esperados num determinado momento de tempo, após a implementação do plano (consiguirá andar de forma independente até o fienal do corredor, três vezes por dia, em 10 dias após a cirurgia)

16 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Princípios dos Resultados Centralizados no paciente (centralizados no cliente) 2. O sujeito do enunciado do resultado esperado deve ser o cliente ou alguém responsável por ele (p. ex., demonstra conhecer a técnica de esterelização por volta de 05/12) 3. Os resultados esperados costumam serelaborados para os problemas. (p.ex, aspirar a traqueostomia, a expectativa é que os pulmões estejam mais limpos após o procedimento). 4. Determinação dos resultados esperados exige que você, simplesmente inverta o problema. 5. Elaborar um enunciado bem específico, enuncie o resultado esperado amplo, depois, acrescente os dados (indicadores) que demonstrarão que o resultado foi alcançado. 6. Às vezes os indicadores já estão elaborados para os problemas do paciente, no caso de planos padronizados.

17 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Princípios dos Resultados Centralizados no paciente (centralizados no cliente) 7. cetifique-se que os resultados esperados e os indicadores sejam mensuráveis. -Sujeito: Quem é a pessoa que se espera o alcance o resultado. (p.ex., paciente ou pai/ mãe)? -Verbo: Quais as ações que a pessoa dee fazer para alcançar o resultado? -Condição: Sob que circunstâncias a pessoa desempenhará as ações? -Critérios de Desempenho: Qual o nível de excelência esperado no desmpenho das ações pela pessoa? -Limite de Tempo: Quando se espera que a pessoa consiga desempenhar as ações? 8. Use verbos passíveis de mensuração (os que descrevem exatamente o que você espera ver ou ouvir, quando o resultado for alcnaçado)

18 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Verbos passíveis de mensuração (use- os na busca de especificidade) Identificar Segurar Exercitar Descrever Demonstrar Comuicar Desempenhar Repartir Tossir Relacionar Expressar Andar Enunciar Perderá Levantar Listar Irá obter Sentar Verbalizar Apresentar ausência de Discutir Verbos Não- passíveis de mensuração (Não os utilize) Saber Pensar Compreender Aceitar Valorizar Sentir

19 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) 9. Leve em consideração resultados afetivos, cognitivos e psicomotores, conforme a descrição na lista salientada: -Domínio Afetivo: Resultados esperados associados a mudanças de atitudes, sentimentos ou valores (p.ex., decidir que antigos hábitos alimentares precisam ser modificados) -Domínio Cognitivo: Resultados esperados que lidam com conhecimentos adquiridos ou habilidades intelectuais (p.ex., aprender os sinais e os sintomas do choque diabético) -Domínio Psicomotor: Resultados esperados que tratam do desenvolvimento de habilidades motoras (p.ex., domínio do andar com muletas)

20 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Diretrizes : determinação de resultados esperados centralizados con paciente (centralizados no cliente) Seja realista e analise: -Estado de saúde física, prognóstico geral -Permanência esperada -Crescimento e desenvolvimento -Recursos humanos e materiais possíveis -Outras terapias planejadas para o cliente

21 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Relação entre resultados esperados e responsabilidade Estude o esperado e pergunte: É responsabilidade da enfermagem ser o controlador primário do plano de cuidados para o alcance deste resultado? Não Incerto Sim Certifique-se se o Consulte uma enfermeira Garanta que o responsável tem ciência qualificada para detrrminar problema seja do problema o responsável abordado nos registros de enfermagem; inicie o plano completo de enfermagem

22 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Resultados clínicos, funcionais e de qualidade de vida Resultados clínicos- descrevem o estado esperado para problemas médicos, de enfermagem ou multidiciplinares, determinados pontos no tempo, após o tratamento. -Dreno de tórax retirado no terceiro dia de pós- operatório -Pulmões limpos, ausência de sinais de infecção 2 dias após admissão -Consegue demonstrar cuidado da ferida 3 dias após a cirurgia Resultados funcionais- descrevem a capacidade da pessoa para funcionar em relação às atividades usuais desejadas. -Quatro dias após a reposição total do joelho, o Sr. Palmer receberá alta para para uma instituição de reabilitação -Seis meses após a reposição total do joelho, o Sr. Palmer retornará ao trabalho como policial.

23 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Resultados clínicos, funcionais e de qualidade de vida Resultados qualidade de vida – focalizam fatores essenciais que afetam a capacidade da pessoa para sentir-se física e espiritualmente confortável. -Relata sucesso no controle da dor -Ausência de depressão -Padrões de sono normais -Capacidade de desempenhar atividades no trabalho e no lazer

24 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Intervenções de Enfermagem Intervenções de Enfermgem são ações feitas pela enfermeira com fins de: 1.Monitorar o estado de saúde; 2.Reduzir os riscos; 3.Resolver, prevenirou controlar um problema; 4.Facilitar a independência ou auxiliar nas atividades da vida diária (banho, e assim por diante) 5.Promover uma otimização do sentimento de bem – estar físico, psicológico e esperitual. As intervenções de enfermagem podem ser classificadas em duas em duas categorias (McCloskey e Bulechek, 2000; ANA, 1995) -Intervenções de Cuidados Diretos -Intervenções de Cuidados Indiretos

25 Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento (LEVREFE, 2005) Determinação de Inervenções específicas 1.O que pode ser feito para evitar ou minimizar os riscos ou as causas deste problema? 2.O que pode ser feito para minimizar o problema? 3.Como posso adaptar intervenções voltadas aos resultados esperados para esta pessoa? 4.Qual a nossa probabilidade de obter respostas esperadas versus respostas adversas às intervenções, e o que podemos fazer para reduzir os riscos e aumentar a possibilidade de respostas benéficas?

26 (LEVREFE, 2005) Volume de líquidos deficiente relacionados à ingestão oral inastisfatória CP: Arritmias devido a baixo potássio sérico 1. O que pode ser feito para prevenir ou minimizar a(s) causa (s) deste problema? 2. Se nada puder ser feito quantoà(s) causa(s), o que pode ser feito quanto ao problema? 3. Como posso adaptar as intervenções ao(s) resultado (s) esperados para este problema? 1. O que pode ser feito para prevenir ou minimizar a(s) causa(s) deste problema? 2. Se nada puder ser feito quando à(s) causa (s), o que pode ser feito quanto ao problema? 3. Como posso adaptar as intervenções ao (s) resultado (s) esperados para este paciente? Monitorizar a ingestão, oferecer líquidos preferidos, garantir a ingestão de um mínimo de mL/ dia. (Exatamente quais líquidos, em que horários e quantidades que atinjam mL a serem especificados nas ordens de enfemagem) Notificar o médico quanto a problema suspeito. Monitorar níveis de potássio sérico prescritos pelo médico. Comunicar e registrar níveis < 3,5. Assegurar a ingestão de alimentos ricos em potássio. (Exatamente quais alimentos, horários e quantidades a serem especificados nas ordens de enfermagem) Diagnóstico de Enfermagem Complicações Potencial

27 (LEVREFE, 2005) O que incluir em suas Prescrições de Enfermagem Data: a data em que escreve a prescrição Verbo: a ação a ser feita Sujeito: a pessoa que deve fazer a ação Oração Descritiva: como, quando, onde, com que frequencia, por quanto tempo e quanto? Assinatura: seja consistente quanto à sua assinatura Exemplo: (Data de hoje) Auxiliar o paciente a ficar de pé ao lado da cama, durante 10 minutos, duas vezes ao dia, usando seu aparelho para as costas. Enf a R. Alfaro- LeFreve. Determinação de Prescrição de Efermagem

28 (LEVREFE, 2005) Certificação de que o plano seja registrado com adequação Os formulários para registros e métodos de registro do plano de cuidados devem ser personalizados, para que atendam às necessidades das enfermeiras e dos clientes, em cada ambiente clínico. Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento


Carregar ppt "Unidade III: Etapas da metodologia da assistência de enfermagem e o processo de desenvolvimento Conhecer a importância do Planejamento Planejar envolve:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google