A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REVISÃO GERAL PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA Prof a Dr a Rita Borges.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REVISÃO GERAL PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA Prof a Dr a Rita Borges."— Transcrição da apresentação:

1 REVISÃO GERAL PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA Prof a Dr a Rita Borges

2 METODOLOGIA Elemento facilitador da produção de conhecimento, uma ferramenta capaz de auxiliar a entender o processo de busca de respostas e o próprio processo de posicionar-se adequadamente diante de perguntas importantes.

3 METODOLOGIA CIENTÍFICA O estudo ou conhecimento (logia, derivado do grego) dos métodos utilizados para a realização de pesquisas científicas ou acadêmicas, que acabou tomando a denominação disciplina, que compõe o currículo dos cursos superiores (Mattos, 2004, p.13).

4 CONHECIMENTO E SABER O conhecimento supõe e exige três elementos, a saber: a)O Sujeito, ou seja, a consciência cognoscente. b)O Objeto, ou aquilo a que o sujeito dirige para conhecer. c)A imagem, que representa o ponto de coincidência entre o objeto e o sujeito.

5 ONTOLÓGICO Filósofos, absoluto rigor lógico-dedutivo FENOMENOLÓGICO Auto-reflexão sobre aquilo que vivemos quando falamos do conhecimento

6 TIPOS DE CONHECIMENTO POPULARTEOLÓGICO FILOSÓFICO CIENTÍFICO Lakatos e Marconi (2001)

7 TIPOS DE CONHECIMENTO POPULAR Vulgar, ou empírico, conhecimento do povo, ocasional, assistemático, não questiona, certezas intuitivas, superficial, sensitivo, subjetivo (ouvi dizer), acrítico

8 TIPOS DE CONHECIMENTO TEOLÓGICO dogma, sobrenatural, gratuito da fé.

9 TIPOS DE CONHECIMENTO FILOSÓFICO É caracterizado pelo esforço da razão pura para questionar os problemas humanos e poder de discernir entre o certo e o errado, unicamente recorrendo às luzes da própria razão humana (Lakatos e Marconi, p.78)

10 TIPOS DE CONHECIMENTO CIENTÍFICO É real (factual) porque lida com ocorrências ou fatos, isto é, com toda forma de existência que se manifesta de algum modo (Trujillo apud Lakatos e Marconi,2003, p.80)

11 CIÊNCIA é uma investigação disciplinada e não um conjunto de procedimentos específicos não relacionados entre si; é realizada de forma sistemática e padronizada, ou seja, deve ser efetivada a partir de um método específico e controlado (Thomas e Nelson, 2002).

12 é o conjunto das atividades sistemáticas e racionais que, com maior segurança e economia, permite alcançar o objetivo – conhecimentos válidos e verdadeiros -, traçando o caminho a ser seguido, detectando erros e auxiliando as decisões do cientista (Lakatos e Markoni, 2003, 83) CONCEITO DE MÉTODO

13 MÉTODO INDUTIVO É um processo mental por intermédio do qual, partindo de dados particulares, suficientemente constatados, infere-se uma verdade geral ou universal, não contida nas partes examinadas

14 LEIS, REGRAS E FASES DO MÉTODO INDUTIVO Três etapas: a)Observação dos fenômenos – descobrir as causas b)Descoberta da relação entre eles – comparações, aproximar os fatos ou fenômenos para descobrir as relações c)Generalização da relação

15 MÉTODO DEDUTIVO Parte do geral para o particular

16 CARACTERIZANDO A PESQUISA É um conjunto de procedimentos sistemáticos, baseado no raciocínio lógico, que tem por objetivo encontrar soluções para problemas propostos, mediante a utilização de métodos científicos.

17 REQUISITOS PARA UMA PESQUISA Confiança na experiência curiosidade Atitude auto corretiva Conhecimento do assunto financeiro Recursos humanos criatividade paciência Perseverança Imaginação disciplinada

18 Básica (bibliográfica) Ponto de Vista da sua Natureza CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS Aplicada (aplicação prática)

19 Quantitativa Ponto de Vista da Forma de Abordagem do Problema CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS Qualitativa

20 Pesquisa exploratória (levantam de dados, entrevistas) do Ponto de Vista de seus Objetivos CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS Pesquisa descritiva (questionário ) Pesquisa explicativa (método experimental)

21 CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS DO PONTO DE VISTA DOS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS Documental Pesquisa bibliográfica Experimental (amostragem) Levantamento (grupo de interesse)

22 CLASSIFICAÇÃO DAS PESQUISAS do Ponto de Vista dos Procedimentos Técnicos Pesquisa ex-Post-Facto (exposição depois dos fatos) Estudo de caso (aspectos característicos) Ação (modo cooperativo ou participante) Participante (pesquisadores e membros pesquisados)

23 O PLANEJAMENTO DA PESQUISA Dependerá de três fases: Fase decisória: escolha do tema, definição e a delimitação do problema de pesquisa Fase construtiva: construção de um plano de pesquisa e a execução da pesquisa Fase redacional: análise dos dados relatório final

24 PROJETO DE PESQUISA Escolha do assunto: Tema: O que pretendo abordar? Linha de pesquisa

25 Projeto de pesquisa Traçar os caminhos que deverão ser trilhados para alcançar os objetivos. O que será pesquisado? O que se vai fazer? Por que se deseja fazer a pesquisa? Para que se deseja fazer a pesquisa?

26 Projeto de Pesquisa (Cont.) Como será realizada a pesquisa? Quais os recursos serão necessários para a execução? Quanto vai custar, quanto tempo vai se levar para executá-la e quem serão os responsáveis pela sua execução

27 Tema de pesquisa INTRODUÇÃO (o que se vai fazer? Por quê? Contextualize o tema Levante o problema Justifique o porquê da sua pesquisa Indique os resultados esperados

28 HIPÓTESES São suposições colocadas como respostas plausíveis e provisórias para o problema de pesquisa.

29 OBJETIVOS (para quê?) O que você deseja fazer, o que pretende alcançar.

30 Objetivo geral Qual o objetivo a ser alcançado Objetivos específicos Torne operacional, o que será realizado

31 Como exemplos de verbos usados na formulação dos objetivos pode-se citar para: Determinar conhecimento Apontar, definir, enunciar X Determinar aplicação Aplicar, demonstrar, interpretar X Determinar compreensão Descrever, discutir, identificar X Determinar análise Analisar, provar, experimentar X Determinar avaliação Apreciar, avaliar, selecionar X

32 Os objetivos devem estar coerentes com a justificativa e o problema proposto Os enunciados dos objetivos devem começar com um verbo no infinitivo e este verbo deve indicar uma ação passível de mensuração

33 REVISÃO DE LITERATURA ( O que foi escrito sobre o tema) Pontos-de-vista convergentes Pontos-de-vista divergentes

34 4 METODOLOGIA ( Como? Onde? Com que?) Desenho metodológico (qualitativa, quantitativa) Tipo de pesquisa Delimitar local – corpus / corpora Coleta de dados e instrumentos Como irá tabular e como será analisado; indique os passos de desenvolvimento do modelo

35 Descrição detalhada dos caminhos utilizados para alcançar os objetivos Deve apresentar: –Levantamento e tratamento com a bibliografia; –População e amostra a ser analisada; –Instrumentos de coleta de dados e sua pré-testagem; –Técnicas de análise de dados; –Justificativa para a escolha do método ;

36 Trocando em Miúdos Qual o tipo de pesquisa? Qual o universo da pesquisa? Será utilizado a amostragem? Quais os instrumentos de coleta de dados?

37 Continuando!! Como foram construídos os instrumentos de pesquisa? Qual a forma que será usada para a tabulação de dados? Como interpretará e analisará os dados e informações?

38 Explicitar a metodologia de pesquisas de campo ou de laboratório é bastante importante Pesquisa bibliográfica – leitura como material primordial Indicar como pretende acessar suas fontes de consulta, fichá- las, lê-las e resumi-las, construir seu texto, etc.

39 Universo da Pesquisa – total de indivíduos que possuem as mesmas características definidas para um determinado estudo Amostra – parte do universo

40 Instrumentos de Pesquisa – instrumentos de medidas ou instrumentos de coleta de dados. Uso de bibliografias que orientem escolhas.

41 Instrumentos de pesquisa mais utilizados: – Observação – Entrevista: diretiva, semi-diretiva ou livre. – Questionário – perguntas abertas, fechadas e de múltipla escolha – Formulários

42 Coleta de dados – Como será o processo de coleta de dados? – Como? Através de que meios? Por quem? Quando? Onde? – Paciência

43 Tabulação dos dados – Como organizar os dados obtidos? – Recursos: índices, cálculos estatísticos, tabelas, quadros e gráficos

44 Análise e discussão dos resultados – Como os dados coletados serão analisados? – Confirmar ou refutar hipótese anunciada – Devem ser discutidos à luz da literatura.

45 CRONOGRAMA Quando? Quanto tempo? Elaboração do projeto Elaboração do relatório final Tabulação e análise dos dados Coleta de dados

46 ORÇAMENTO ORÇAMENTO QUANTO VAI CUSTAR? Material de consumo; Outros serviços e encargos (transportes); Material permanente (equipamentos)

47 EXECUTORES participantes do projeto: acadêmico orientador

48 BIBLIOGRAFIA que materiais foram consultados de acordo com citações da NBR (6023)

49 ANEXOS Questionário

50 E não esquecer: um projeto é algo que vai ser realizado (verbo tempo futuro)

51 Citação direta CITAÇÃO NBR É a menção, no texto, de informação extraída de outra fonte (revistas, livros, fita de vídeo etc.) para esclarecer, ilustrar ou sustentar o assunto apresentado. Citação indireta Citação de citação

52 FICHAMENTO As fichas permitem: Identificar as obras; Conhecer seu conteúdo; Fazer citações; Analisar o material; Elaborar críticas.

53 TIPOS DE FICHAS Ficha bibliográfica; Ficha de citações; Ficha de resumos ou de conteúdo; Ficha de comentário; Informação geral; Ficha de esboço (principais idéias)

54 COLETA DE DADOS Técnicas de pesquisa são: 1 coleta documental; 2 Observação; 3 Entrevista; 4 Questionário; 5 Formulário; 6 Testes;

55

56


Carregar ppt "REVISÃO GERAL PROJETO DE PESQUISA CIENTÍFICA Prof a Dr a Rita Borges."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google