A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Contexto do Projeto Planejamento, planificação, programação, plano, política, programa, pólo e projeto são palavras afins, que traduzem a necessidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Contexto do Projeto Planejamento, planificação, programação, plano, política, programa, pólo e projeto são palavras afins, que traduzem a necessidade."— Transcrição da apresentação:

1

2 O Contexto do Projeto Planejamento, planificação, programação, plano, política, programa, pólo e projeto são palavras afins, que traduzem a necessidade de organização do sistema econômico, objetivando o desenvolvimento. O planejamento pretende alcançar o desenvolvimento econômico, que é um processo de mudanças estruturais, que se materializa com a melhoria das condições de vida da população. 27/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

3 Planejamento é o processo de definição de diretrizes e se constitui no conjunto de planos, programas e projetos. O plano é o documento global do planejamento. Programação é um subconjunto do planejamento. O programa é o documento global da programação. Os planos e os programas podem ter alcances nacional, regional, estadual e municipal. O pólo é o documento exclusivamente do planejamento regional. O Contexto do Projeto 37/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

4 O projeto é o documento que busca, em última instância, produzir bens e/ou serviços. É o planejamento da unidade produtiva. Tem função determinada. O projeto nasce com o investimento. Vale dizer, com o aumento do estoque de capital. O importante é que se saiba que o projeto representa um propósito de investimento produtivo. O Contexto do Projeto 47/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

5 Questões Básicas de um Projeto O projeto é possível? – Viabilidade Técnica O projeto é vantajoso? – Viabilidade Econômica O projeto é adequado? – Viabilidade Estratégica Existem recursos? – Viabilidade Financeira Qual impacto ambiental? – Viabilidade Ecológica 57/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

6 Questões Básicas de um Projeto Análise: –Determinística: Situações exatas –Probabilística: Riscos e Incertezas Critérios: – Liquidez: Tempo de Retorno – Rentabilidade: Valor Presente Líquido Média Periódica Taxa Interna de Retorno Taxa Global de Rentabilidade Índice de Lucratividade 67/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

7 Questões Básicas de um Projeto Premissas : –Maximizar o retorno do capital investido. – Considerar o valor do dinheiro no tempo (fluxo de caixa descontado). – Análise determinística (sem riscos e incertezas) – Moeda estável (sem inflação) 77/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

8 Investimentos A questão do retorno dos investimentos é crucial e vital para a continuidade e solvência das empresas e consequentemente para o equilíbrio da economia de um país. Os investimentos são necessários. Entretanto, se não houver níveis de retorno de investimentos satisfatórios, os investidores poderão estar comprometendo sua própria existência. O que é retorno de investimentos? – É a taxa de retorno sobre o ativo total (ROA). Chamada de retorno sobre o investimento. – Ela mede a eficiência total da administração na geração de lucro a partir dos seus ativos disponíveis. 87/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

9 Investimentos Antes da Decisão de Investir: – Recorremos aos cálculos financeiros de análise de viabilidade econômica de projetos. Seja para a aquisição de uma nova máquina, lançamento de um novo produto, construção de uma nova fábrica etc. Depois da Decisão de Investir: – Quando o investimento já foi realizado, lançamos uso da contabilidade, que entre outros objetivos, tem a finalidade de registrar as decisões tomadas. 97/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

10 107/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

11 Projeto Empreendimento não repetitivo caracterizado por uma sequencia de eventos com prazo para terminar, destinado a atingir um objetivo, sendo conduzidos por pessoas dentro de padrões de prazo, custo, recursos e qualidade. É a materialização dos investimentos. 117/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

12 Tipos de Projetos De Cliente: São projetos sob encomenda, ligados a atividade da empresa e consequentemente ao seu faturamento(vendas). – Turbina de hidrelétrica ou de avião, avião, navio, submarino, helicóptero, plataforma submarina de petróleo, elevador etc. 127/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

13 Tipos de Projetos De Investimento: Objetivam aumentar a capacidade produtiva da empresa para fornecer mais bens/serviços. – Melhorias Operacionais (eficiência nos processos produtivos) – Ampliação de uma fábrica. – Implantação de novas unidades como refinaria, prédio, shopping, franquia, novo negócio etc. – Lançamento de um novo produto. – Pesquisa & Desenvolvimento de um novo produto para o mercado. 137/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

14 Etapas do Projeto Concepção – identifica a oportunidade de negócio. Avaliação – Planejamento – Estudo da Viabilidade Técnica, Econômica, Social e Ambiental do Negócio (EVTESA) indicadores econômicos, cronogramas, custos, recursos, etc. Aprovação – Execução – materialização do planejamento. – Controle – acompanha planejado x realizado e propõe medidas corretivas. Finalização – entrega do empreendimento para operação. 147/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

15 Limitantes do Projeto Capital - como vai ser financiado? – Capital próprio (Aportes de Capital ou Reinversão de Lucros). – Capital de Terceiros (Fornecedores ou Empréstimos e Financiamentos). Recursos Humanos. Timing – questões de mercado. Informações limitadas de preços futuros, demanda etc. 157/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

16 Riscos do Projeto Incerteza de preços. Incerteza de demanda. Mudanças na legislação. Novos competidores no mercado. 167/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

17 Objetivos do Projeto Crescimento da receita ou do volume vendido (Market Share). Expansão do Negócio. Liderança Regional, Nacional, Internacional. Resultados Econômicos e Sociais do Projeto. 177/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

18 Projetos Organizações PROJETOS – Trabalhos não rotineiros – Prazos definidos – Metas definidas no projeto ORGANIZAÇÃO – Trabalhos rotineiros – Tempo indeterminado – Metas definidas pela organização 187/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

19 Valor de um Projeto O projeto começa com a idéia de investir certa quantidade de capital na produção de certo bem ou serviço. O valor de um projeto é baseado em sua capacidade de gerar fluxos de caixa futuros, ou seja, na capacidade de gerar renda econômica. 197/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

20 Etapas do processo de avaliação de um projeto de investimento ou valoração de um ativo real Estimativa dos fluxos de caixa incrementais. Avaliação do risco do projeto e determinação da taxa de desconto (custo de oportunidade do capital) para o desconto dos fluxos de caixa incremental futuros esperados. Cálculo dos indicadores econômicos, especialmente o Valor Presente Líquido (VPL). Reconhecimento das limitações do modelo. Estimativa, valoração e incorporação na análise, dos intangíveis associados ao projeto. Tomada de decisões. 207/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

21 Orçamentação de capital Nome dado ao processo de decisões de procura e aquisição de ativos de longo prazo. As alternativas de investimento podem ser comparadas somente se as conseqüências monetárias forem medidas em um ponto comum no tempo. Como as operações de investimento ou financiamento têm como característica um espaçamento dos fluxos de caixa ao longo do tempo, os critérios de avaliação econômica devem considerar a atualização ou desconto dos fluxos de caixa. 217/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

22 Métodos de avaliação de investimento VPL valor presente líquido. TIR taxa interna de retorno. Payback tempo de recuperação do capital investido. AUE anuidade uniforme equivalente. CAE custo anual equivalente. 227/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

23 Propriedades desejadas de cada método Considerar fluxos de caixa futuros. Deve descontar valores futuros por uma taxa apropriada. Deve demonstrar se o projeto maximiza riqueza. Deve atender ao princípio da aditividade se o projeto 1 é melhor que o projeto 2, então o projeto 1 + o projeto 3 deve continuar sendo melhor que o projeto 2 + o projeto /6/2014Elaboração e Análise de Projetos

24 Método do Valor Presente Líquido (VPL) Objetivo: Calcular o valor atual dos FCx. futuros de um projeto de investimento, assim determinando os projetos que valham mais do que custam. Para tanto, cada FCx. é descontado pela taxa do custo de oportunidade do capital (k) à valor presente, quando são agregados e comparados. Não existindo restrição de capital, argumenta-se que esse método leva à escolha ótima, pois aponta para o projeto que maximizará o valor da empresa. 247/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

25 Método do Valor Presente Líquido: VPL Representação: Critério de decisão: – Se VPL > 0 aceitar o projeto. – Se VPL = 0 ser indiferente ao projeto. – Se VPL < 0 rejeitar o projeto. Propriedades desejadas: – a) atende b) atende c) atende d) atende – VPL 1 > VPL 2 (VPL 1 + VPL 3 ) > (VPL 2 + VPL 3 ) 257/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

26 Método da Taxa Interna de Retorno: TIR Objetivo: Encontrar uma taxa intrínseca de rendimento. A TIR é a taxa de retorno esperada do projeto de investimento. O método da TIR não tem como finalidade a avaliação da rentabilidade absoluta a um determinado custo de oportunidade do capital (processo de atualização), como o do VPL. Matematicamente, a TIR é uma taxa hipotética de desconto que anula o VPL. 267/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

27 Método da Taxa Interna de Retorno: TIR Representação: Critério de decisão: – Se TIR > k aceitamos o projeto – Se TIR < k rejeitamos o projeto Propriedades desejadas: – a) atende b) não atende c) não atende d) não atende 277/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

28 Sejam 4 projetos com investimentos requeridos diferentes, prazo de 5 anos e k = 10%, com os seguintes fluxos de caixa: A TIR não leva em consideração a escala do fluxo de caixa. A TIR não indica, necessariamente, projetos que maximizam riqueza. 28 períodos ABCD , , , , ,000,00150,00200, ,000,00300,00450, ,00450,00 750, , ,00600,00750, , , ,00900,00 VPL 760,24 666,05796,42738,29 TIRerro19,13%22,79%24,57% 7/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

29 Sejam 3 projetos, sendo 1 e 2 mutuamente exclusivos, com k = 10% VPL 1 > VPL 2 VPL 1+3 > VPL 2+3 TIR 1 > TIR 2 TIR 1+3 < TIR 2+3 A TIR não atende ao princípio da aditividade. 297/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

30 Representação Gráfica: O gráfico a seguir mostra o VPL em função da taxa de desconto. Nele, a TIR é dada pelo intercepto da curva que representa o polinômio do VPL com o eixo das abscissas, ou seja, o ponto em que o VPL é zero. 307/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

31 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Um projeto independente é aquele cuja aceitação ou rejeição não afeta os fluxos de caixa de outros projetos. Projetos mutuamente exclusivos são aqueles em que a execução de um determinado projeto anula os benefícios da realização de outro ou, pior ainda, o torna inviável. Em geral, os problemas em orçamento de capital estão mais ligados com a seleção de uma ou mais alternativas de investimentos entre um conjunto de alternativas disponíveis. Tornar essas alternativas comparáveis é que permite a realização da escolha. 317/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

32 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas O problema do reinvestimento – VPL assume reinvestimento à taxa do custo de oportunidade do capital, enquanto que a TIR assume reinvestimento à própria TIR, o que não tem lógica econômica. O problema na seleção de projetos mutuamente exclusivos de escalas diferentes 327/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

33 Taxa Incremental de Fisher Artifícios para verificarmos se VPL e TIR estão em conformidade, ou seja, se leva a mesma conclusão Voltando ao 1º exemplo: K = 10% VPL C-D = 58,13 0 1º domina o 2º Logo, C domina D. TIR C-D = 14,52% > K = 10% projeto de maior escala domina o de menor escala Logo, C domina D. 33 períodosCD C D , ,00 50, ,00200,00 50, ,00450,00 150, ,00750,00 300, ,00750,00 150, ,00900,00975,00 VPL796,42738,2958,13 TIR22,79%24,57%14,52% 7/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

34 Representação Gráfica 347/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

35 Taxa Incremental de Fisher Considere os seguintes projetos mutuamente exclusivos. Determine a taxa de desconto que faz o investidor ser indiferente na escolha do projeto. 357/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

36 Taxa Incremental de Fisher Representação gráfica 367/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

37 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Problema de múltiplas taxas internas de retorno – múltiplas raízes A raiz real do polinômio abaixo só será única se houver apenas uma inversão de sinal. Se I 0 0 ou vice-versa. 377/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

38 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Fluxo de caixa convencional somente uma inversão de sinal. 38 PERÍODOS 0123 FCx /6/2014Elaboração e Análise de Projetos

39 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Fluxo de caixa convencional somente uma inversão de sinal. Representação Gráfica 397/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

40 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Fluxo de caixa não convencional mais de uma inversão de sinal. 40 PERÍODOS 012 FCx /6/2014Elaboração e Análise de Projetos

41 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas Representação Gráfica 417/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

42 Problemas da TIR como método de seleção de alternativas independentes e alternativas mutuamente exclusivas O problema da distribuição (timing) dos fluxos de caixa A TIR não considera timing (distribuição dos fluxos de caixa ao longo do tempo), nem a escala (o tamanho dos investimentos) de um projeto. Sejam as alternativas mutuamente exclusivas X e Y de mesma escala e K = 10% 42 Projeto012VPLTIR X ,420% Y ,524,8% X - Y ,811,3% 7/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

43 Método do Payback Simples e Descontado Objetivo: Mostrar em quanto tempo o capital investido será recuperado, ou seja, corresponde ao número de períodos até que os fluxos de caixa descontados sejam equivalentes ao investimento inicial. Trata-se de um método muito simples, sendo por isso, muitas das vezes utilizado como uma primeira tentativa de visualizar o problema. 437/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

44 Método do Payback Simples e Descontado Representação: Critério de decisão: Devemos definir o prazo máximo que desejamos para recuperação do investimento. Assim, determinado como limite um período de 4 anos, temos: Se PB > 4 anos, rejeitamos o projeto; Se PB = 4 anos, somos indiferentes; Se PB < 4 anos, aceitamos o projeto. 447/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

45 Método do Payback Simples e Descontado Análise do Método: O método pode ser visto como uma medida de risco, uma vez que quanto maior for o PB, mais elevado será o risco do projeto, pois estará mais distante do momento inicial. Trata-se também de uma medida de liquidez, posto que quanto menor o valor do PB, mais rapidamente será possível recuperar o montante aplicado. Um dos pontos desfavoráveis refere-se ao fato de que normalmente os projetos de curta maturação serão beneficiados em detrimento daqueles mais longos, mesmo possuindo uma rentabilidade mais elevada. 457/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

46 Método do Payback Simples e Descontado O Payback Simples ocorrerá a partir do 4º período; O Payback Descontado ocorrerá no 6º período. 46 Período$PBSPBD K = 10% 0– –1.550– –1.000–1.145, –450–732, –356, –15, ,39 7/6/2014Elaboração e Análise de Projetos

47 477/6/2014Elaboração e Análise de Projetos


Carregar ppt "O Contexto do Projeto Planejamento, planificação, programação, plano, política, programa, pólo e projeto são palavras afins, que traduzem a necessidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google