A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Saúde do Adulto DOENÇAS RESPIRATÓRIAS. pneumonia Doença que APRESENTA PROCESSO INFLAMATORIO QUE ACOMETE O PARENQUIMA PULMONARCAUSADA POR MICRORGANISMOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Saúde do Adulto DOENÇAS RESPIRATÓRIAS. pneumonia Doença que APRESENTA PROCESSO INFLAMATORIO QUE ACOMETE O PARENQUIMA PULMONARCAUSADA POR MICRORGANISMOS."— Transcrição da apresentação:

1 saúde do Adulto DOENÇAS RESPIRATÓRIAS

2 pneumonia Doença que APRESENTA PROCESSO INFLAMATORIO QUE ACOMETE O PARENQUIMA PULMONARCAUSADA POR MICRORGANISMOS PATOGÊNICOS. CAUSAS INFECCIOSA BACTERIANA INVERNO E PRIMAVERA (VIRAL E FUNGÍCA) QUIMICA INGESTÃO SUBSTÂNCIA POR INALAÇÃO

3 PÓS IRRADIAÇÃO NOS CLIENTES COM CÂNCER APÓS RADIOTERAPIA DIMINUIÇÃO DA RESISTÊNCIA ORGÂNCIA ALCOOLISMO DEPRESSÃO SNC DOENÇAS DEBILITANTES PERMANÊNCIA PROLONGADA NO LEITO. SINTOMATOLOGIA INICIO SÚBITO FEBRE ALTA COM CALAFRIOS, DOR TORACICIA, TOSSE, PROSTRAÇÃO, DORES MUSCULARES ARTRALGIAS

4 TIPOS DE PNEUMONIA BACTERIANA VIRAL FUNGICA QUANDO UM OU MAIS LOBOS PULMONARES SÃO ACOMETIDOS PNEUMONIA LOBAR

5 Hiv Pneumonias atipicas e oportunistas Pneumocystis carinii ou Mycoplasma Pneumoniae. BACTERIANA. Presença de estreptococos nos alvéolos, exudato Que interfere nos movimentos de difusão do oxigênio, leucocitose, edema e bronco espasmos.

6 Pode ocorrer oclusão parcial dos brônquios.... Manifestações; Calafrios, elevação térmica, 39,5% a 40,5%, dor toracica, tosse taquipnéia, batimento de asa de nariz Acometidos por câncer ou imunossupressor Febre, estertores, murmúrios vesiculares, ou bronquicos.

7 Posição no leito decubito lateral ou dorsal Ficar inclinado para frente no leito facilita as trocas gasosas. Observar escarro purulento esta acompanhado de sangue hemoptise pode sugerir P.estafilococica e streptococica ou Klebisiella Diagnostico rx exame fisico, bacteriológico escarro. Cuidados enfemagem dispensados igual a doenças resp por infecção.

8 BRONCOPNEUMONIA AFECÇÃO PULMÃO NORMALMENTE ESPONJOSO COM PROCESSO INFLAMATÓRIO, MAIS SÓLIDO, MENOS ESPAÇO AÉREO. FORMA –SE PLACAS EM VOLATA DOS BRONQUIOLOS E DOS ALVEOLOS. CAUSAS VIRAIS BACTERIANAS ASPIRAÇÃO POR ALIMENTOS VOMITOS SECREÇÃO NASO FARINGEO, IRRITANTES QUIMICOS, DESNUTRIÇÃO MÁ ALIMENTAÇÃO

9 SINTOMAS FEBRE MAL ESTAR DOR TORACICA TAQUICARDIA, TAQUIPNEIA, TOSSE SECA, DEPOIS PRODUTIVA, COM ESCARRO DE COR FERRUGEM. CUIDADOS ENFERMAGEM MANTER HIDRATAÇÃO, ALIMENTAÇÃO, FISIOTERAPIA RESPIRATORIA, OXIGENOTERAPIA, NEBULIZAÇÃO PRESCRITA MEDICAÇÕES.

10 ABCESSO PULMONAR LESÃO NECRÓTICA LOCALIZADA PARENQUIMA PUMONAR CONTENDO MATERIAL PURULENTO. A LESÃO COLABA E FORMA UMA CAVIDADE. CAUSAS ASPIRAÇÃO DE MATERIAL INFECTADO TRATO RESP SUPERIOR. OBSTRUÇÃO CRÕNICA TUBERCULOSE, TRAUMATISMOS TORACICOS

11 SINTOMAS TOSSE PRODUTIVA ABUNDANTE, E ODOR FÉTIDO FEBRE BAIXA, MAL ESTAR GERAL, DOR PLEURÍTICA. TRATAMENTO ANTIBIOTICO, DRENAGEM POSTURAL, DFISIOTERAPIA RESPIRATORIA ASPIRAÇÃO.

12 ATELECTASIA PULMONAR EXPANSÃO INCOMPLETA DOS PULMÕES PELO COLABAMENTO DOS BRÔNQUIOS. CAUSAS ACUMULO DE SECREÇÕES BRONQUICAS VIAS AEREAS INFERIORES, PNEUMOTÓRAX, HEMOTÓRAX, DERRAME PLEURAL TUMORES

13 SINTOMAS ATELECTASIA DISPNEIA, CIANOSE, DOR PLEURAL, PROSTRAÇÃO. TRATAMENTO ASSIST ENFERMAGEM BROSCOSCOPIA, EMOÇÃO CAUSA, FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA, MUDANÇA DECUBITO, OXIGENOTERAPIA, REPOUSO COM O DECUBITO ELEVADO.

14 DERRAME PLEURAL COLEÇÃO DE LIQUIDO NO ESPAÇÕ PLEURAL QUE RARAMENTE CONSTITUI UM PROCESSO PATOLÓGICO PRIMÁRIO EM GERAL SECUNDÁRIO A OUTRAS DOENÇAS. PODE SER LIQUIDO CLARO ( TRASUDATO OU EXSUDATO) SANGUE, PUS, SE VERIFICA ATRAVES RXTORACICA, ULTRASONOGRAFIA EX. FISICO TORACOCENTESE.

15 CAUSAS DERRAME PLEURAL TUBERCULOSE PNEUMONIA, ICC, INFECÇÕES PULMONARES VIRAIS, TUMORES NEOPLASICOS. SINTOMAS FEBRE, CALAFRIOS, DOR TORACICA, PODE PROVOCAR DIFICULDADE RESPIRATORIA.( DE ACORDO COM A QUANTIDADE DE LIQUIDO). TRATAMENTO DESCOBRIR CAUSA BASICA EVITAR OS LIQUIDOS PLEURA

16 ASMA PULMONAR. DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA COM A DIMINUIÇÃO CALIBRE DAS RAMIFICAÇÕES DOS BRÕNQUIOS E BRONQUIOLOS( BRONCOCONSTRICÇÃO) DEVIDO A BRONCOESPASMO, EDEMA DA MCOSA BRONQUICA E PRODUÇÃO DE MUCO ESPESSO.

17 CAUSAS ASMA INALAÇÃO DE ALERGENOS COMO PÓS DOMICILIAR, ÁCAROS, EXERCICIO FISICO EXAGERADO, INFECÇÃO TRATO RESPIRATORIO EMOÇÕES INTENSASCOMO TENSÃO E PREOCUPAÇÃO. ASPIRINA, TABAGISMO, ARFRIO, POLUIÇÃO CHEIORS DE PERFUME, INSETICIDA, COSMÉTICOS.

18 SINTOMAS ASMA DISPNEIA SIBILOS, TOSSE INICIALMENTE,E SECA, POSTERIORMENTE COM ESCARRO E MUCO FINO, CIANOSE, TAQUICARDIA, SUDORESE ABUNDANTE, ANSIEDADE, AGITAÇÃO SENSAÇÃO DE OPRESSÃO NO PEITO, PEITO DE POMBO.

19 ASSISTÊNCIA ENFERMAGEM.RETIRAR FATORES DESENCADEANTES TROCA DE COLCHÃO, TRAVESSEIROS, SUPRESSÃO DE TAPETES, CORTINAS DA CASA, BICHOS DE PELUCIA, OXIGENOTERAPIA, REMOÇÃO DE SECREÇÕES, USO BRONCODILATADORES, CORTICOIDES, ANTIBIOTICOS.

20 BRONQUITE INFLAMAÇÃO DE MUCOSA BRÔNQUICA CARACTERIZADA POR SECREÇÃO ESCESSIVA DE SECREÇÃO NA ÁRVORE BRÔNQUICA; CAUSAS POLUIÇÃO AMBIENTAL, FUMO, INALAÇÃO DE AR FRIO, HISTORICO FAMILIAR SINTOMAS TOSSE COM EXPECTORAÇÃO MUCO OU PURULENTA, RUIDOS PULMONARES DISPNEIA, CIANOSE, INFECÇÕES RESP.

21 TRATAMENTO ASSISTÊNCIA ENF PROFILAXIA DAS CRISES BRONQUITE,REDUZINDO A EXPOSIÇÃO DOS AGENTES IRRITANTES, POLUENTES, FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA, DRENAGEM POSTURAL, HIDRATAÇÃO, INAÇLAÇÃO, OXIGENOTERAPIA, MEDIAÇÕES EXPECTORANTES E MUCOLITICOS,BRONCODILATADORES, CORTICÓIDES E ANTIBIOTICOS.

22 ENFISEMA PULMONAR É UMA DOENÇA CARACTERIZADA PELA DESTRUIÇÃO DOS ALVEOLOS E DAS TERMINAÇÕES DA ÁRVORE BRONQUICA E PERDA DA ELASTICIDADE PULMONAR. CAUSAS ASSOCIADO A BRONQUITE CRONICA, OCUPACIONAL, FUMANTES. COMPLICAÇÕES EM CASOS DE INFECÇÕES REPETIDAS OU CRONICAS COMO A TUBERCULOSE.

23 SINTOMAS ENFISEMA DISPNEIA QUE TORNA-SE BASTANTE INTENSA, TOSSE COM EXPECTORAÇÃO PEQUENA QUANTIDADE, TEMPO EXPIRATÓRIO PROLONGADO, TÓRAX DE BARRIL, INFECÇÕES RESPIRATÓRIAS FREQUENTES. TRATAMENTO ENFERMAGEM RETIRAR FUMO, CONTROLE DA BRONQUITE, OXIGENIO E INALAÇÃO, BRONCODILATADORES, CORTICÓIDES, SEDATIVOS, DRENAGEM POSTURAL.

24 EXERCICIOS RESPIRATÓRIOS, HIDRATAÇÃO. O DIAGNÓSTICO INCLUI EX FÍSICO, RX, TROCAS GASOSAS, NEBULIZAÇÃO, EX RESPIRATÓRIOS, ENCORAJAR A TOSSE, PARA FACILITAR A LIMPEZA DAS VIAS AEREAS, INGESTÃO HIDRICA, FLUIDIFICAÇÃO DE SECREÇÃO O QUE FACILITA A EXPULSÃO. ( EX RESPIRATORIO, LIQUIDOS ) PACIENTE GRAVE É ENTUBADO E SE FAZ A ASPIRAÇÃO TRAQUEAL.


Carregar ppt "Saúde do Adulto DOENÇAS RESPIRATÓRIAS. pneumonia Doença que APRESENTA PROCESSO INFLAMATORIO QUE ACOMETE O PARENQUIMA PULMONARCAUSADA POR MICRORGANISMOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google