A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

dedução das equações de conservação

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "dedução das equações de conservação"— Transcrição da apresentação:

1 dedução das equações de conservação
Aula 8 dedução das equações de conservação

2 sistema físico modelo de camadas múltiplas La
transporte em suspensão La transporte por arrastamento camada de mistura substrato h = hs + hb: profundidade do escoamento hs : espessura da camada de transporte em suspensão hb : espessura da camada de transporte por arrastamento La : espessura da camada de mistura Yb : cota do fundo

3 sistema físico modelo de camadas múltiplas La
transporte em suspensão La transporte por arrastamento camada de mistura substrato h = hs + hb: profundidade do escoamento hs : espessura da camada de transporte em suspensão hb : espessura da camada de transporte por arrastamento La : espessura da camada de mistura Yb : cota do fundo

4 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
dada uma grandeza extensiva e ausência de fontes ou sumidouros

5 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)

6 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
primeira parcela:

7 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
segunda parcela:

8 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
segunda parcela:

9 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
segunda parcela:

10 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#1)
somando as duas parcelas: teorema do transporte de Reynolds (#2) volume de controlo não coincide com o sistema em t = t0 + t velocidade do fluido relativamente à fronteira do volume de controlo

11 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#2)

12 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#2) notar que: se

13 modelo conceptual teorema do transporte de Reynolds (#2)
por definição:

14 modelo conceptual conservação da massa na camada [1]
exemplo: sedimentos transportados em suspensão fronteiras fixas transporte em suspensão fronteiras móveis La transporte por arrastamento camada de mistura substrato considerando que não há fontes ou sumidouros e que e = s(1) (massa volúmica aparente dos sedimentos transportados em suspensão)

15 modelo conceptual conservação da massa na camada [1]
sedimentos transportados em suspensão conservação da massa de sedimentos transporte em suspensão La transporte por arrastamento camada de mistura substrato taxa de variação local fluxo fronteira fixa 1 fluxo fronteira fixa 2 fluxo fronteira fundo B  largura do canal

16 modelo conceptual conservação da massa na camada [1]
sedimentos transportados em suspensão considerando que e integrando no tempo, fica note que, porque não há segregação entre os sólidos transportados em suspensão e o fluido,

17 modelo conceptual conservação da massa na camada [1]
sedimentos transportados em suspensão eliminando a largura do canal, B, e a massa volúmica dos grãos, (g), e considerando que regra de Leibnitz que teorema fundamental do cálculo e que

18 modelo conceptual conservação da massa na camada [1]
equação de conservação da massa de sedimentos transportados em suspensão na forma integral considerando que o espaço de integração é não nulo equação de conservação da massa de sedimentos transportados em suspensão na forma diferencial cumprindo um processo idêntico ao anterior, a equação da massa de água na camada de transporte em suspensão é notar que massa volúmica aparente da água é

19 modelo conceptual conservação da massa na camada [2]
sedimentos transportados por arrastamento conservação da massa de sedimentos transporte em suspensão La transporte por arrastamento camada de mistura substrato equação de conservação dos sedimentos transportados por arrastamento na camada [2] como os sedimentos grosseiros e a água têm velocidades diferentes (há segregação) “depth-averaging” e “flux-averaging” são conceitos diferentes! nota:

20 modelo conceptual conservação da massa na camada [2]
consequências da segregação de sedimentos grosseiros transportados por arrastamento prova-se que em que e, para concentrações baixas, que

21 modelo conceptual conservação da massa na camada [2]
súmula de equações de conservação da massa sedimentos grosseiros sedimentos finos água conservação da massa no leito sedimentos água

22 modelo conceptual conservação da massa total massa total na camada [1]
massa total no leito massa total no sistema

23 modelo conceptual conservação da quantidade de movimento
exemplo: camada [1] taxa de variação temporal da quantidade de movimento (forças de inércia) forças de massa forças no contorno forças de pressão (normais) força da gravidade forças tangenciais variação local variação convectiva : aceleração da gravidade : pressão : tensões tangenciais hipótese fundamental: as camadas são meios contínuos sólidos água

24 modelo conceptual conservação da quantidade de movimento [1]
- forças de inércia - forças de pressão - força da gravidade La - forças de resistência - outras forças tangenciais membro esquerdo, segundo x:

25 modelo conceptual conservação da quantidade de movimento [1]
membro direito, segundo x: força da gravidade forças de pressão forças de resistência

26 modelo conceptual conservação da quantidade de movimento [1]
eliminando a largura do canal (canal prismático ou cilíndrico) a equação de conservação da quantidade de movimento na forma diferencial obtém-se considerando que o espaço de integração é não-nulo e que

27 modelo conceptual conservação da quantidade de movimento [2]
seguindo um procedimento idêntico ao anterior obtém-se a eq. cons. na forma integral a equação de conservação da quantidade de movimento na forma diferencial é

28 modelo conceptual súmula das equações de conservação das camadas de transporte e do leito massa total nota: entre eq. de conservação dos sedimentos (S), a eq. de conservação da água (W) e a eq. de conservação da massa total (T) só 2 equações são independentes (T=S+W). usa-se a eq. de conservação da massa total e não a da água. massa de sedimentos, leito massa de sedimentos, fracção k, camada [1] massa de sedimentos, fracção k, camada [2] nota: sempre que as fracções correspondentes não segregarem. quantidade de movimento da mistura, camada [1] quantidade de movimento da mistura, camada [2]

29 modelo conceptual camada de mistura Hipóteses:
- não há movimento longitudinal - fluxos de massa são exclusivamente verticais - existe mistura instantânea do material entrado nesta camada La nota: a camada de mistura age como um filtro fluxo da fracção k através da fronteira superior acumulação da fracção k erosão fluxo da fracção k através da fronteira inferior deposição

30 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho
: profundidade do escoamento : velocidade média na camada de transporte em suspensão [1] : velocidade média na camada de transporte por arrastamento [2] : cota do fundo : concentração de sedimentos da fracção granulométrica k em [1] : concentração de sedimentos da fracção granulométrica k em [2] : percentagem da fracção granulométrica k na camada de mistura 4 + 3(k-1) variáveis dependentes para 4 + 3(k-1) equações!

31 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho
: fluxo da fracção k entre o fundo e a camada de transporte [1] : fluxo da fracção k entre as camadas de transporte [1] e [2] : velocidade média vertical entre as camadas [1] e [2] : tensão de arrastamento de [2] para [1] : tensão de arrastamento de [1] para [2] : tensão de arrastamento junto ao fundo : espessura da camada de mistura : percentagem da fracção k entre a camada de mistura e o fundo : espessura da camada de transporte por arrastamento

32 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho
equações de fecho, exemplos: : coeficiente de resistência; calcular com uma fórmula apropriada de resistência e.g., só resistência do grão (tipo Keulegen, Einstein, etc...), ou resistência do grão e de forma (Garde e Raju, Brownlie, Ackers et al., Van Rijn). : espessura da camada de transporte por arrastamento com ou sem formas de fundo. : espessura da camada de mistura com ou sem formas de fundo.

33 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho
equações de fecho, exemplos: : caudal sólido em equilíbrio, calculado por uma fórmula de capacidade de transporte (e.g., Einstein, Meyer-Peter & Mueller, Van Rijn, etc...). nota: deve incorporar um critério de sobreexposição/ocultamento (exposure/hiding). exemplo, na fórmula de Meyer-Peter & Mueller: mobilidade indiferente:  = 0 deposição: erosão: equilíbrio:

34 modelo conceptual granulometria uniforme, equações de conservação
massa total conservação da massa de sedimentos do leito massa de sedimentos, camada [1] massa de sedimentos, camada [2] quantidade de movimento da mistura, camada [1] quantidade de movimento da mistura, camada [2]

35 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #2
: profundidade do escoamento : velocidade média na camada de transporte em suspensão [1] : velocidade média na camada de transporte por arrastamento [2] : cota do fundo : concentração de sedimentos em [1] : concentração de sedimentos em [2] 6 variáveis dependentes para 6 equações

36 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #2
: fluxo de sedimentos entre o fundo e a camada de transporte [1] : fluxo de sedimentos entre as camadas de transporte [1] e [2] : velocidade média vertical entre as camadas [1] e [2] : tensão de arrastamento de [2] para [1] : tensão de arrastamento de [1] para [2] : tensão de arrastamento junto ao fundo : espessura da camada de transporte por arrastamento exemplo:

37 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média massa total
conservação massa sedimentos, leito massa de sedimentos, camada [1] massa de sedimentos, camada [2] quantidade de movimento da mistura

38 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #3
: profundidade do escoamento : velocidade média na totalidade da “coluna de água” : cota do fundo : concentração de sedimentos em [1] : concentração de sedimentos em [2] 5 variáveis dependentes para 5 equações

39 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #3
: fluxo de sedimentos entre o fundo e a camada de transporte [1] : fluxo de sedimentos entre as camadas de transporte [1] e [2] : velocidade média na camada de arrastamento : tensão de arrastamento junto ao fundo : espessura da camada de transporte por arrastamento exemplo: : velocidade média na camada de arrastamento, água e sedimentos velocidade média dos sedimentos velocidade média da água

40 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações massa total conservação da massa de sedimentos no leito massa de sedimentos em movimento quantidade de movimento da mistura porque:

41 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #4
: profundidade do escoamento : velocidade média do escoamento : cota do fundo : concentração total de sedimentos 4 variáveis dependentes para 4 equações

42 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #4
: fluxo de sedimentos entre o fundo e o escoamento : tensão de arrastamento junto ao fundo exemplo: : caudal sólido em equilíbrio, calculado por uma fórmula de capacidade de transporte, de preferência total (e.g., Einstein, Ackers & White, Van Rijn, etc...).

43 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações, equilíbrio massa total conservação da massa de sedimentos quantidade de movimento da mistura

44 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #5
: profundidade do escoamento : velocidade média do escoamento : cota do fundo 3 variáveis dependentes para 3 equações

45 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #5
: concentração de sedimentos (igual à capacidade de transporte) : tensão de arrastamento junto ao fundo exemplo: em que qS é caudal sólido em equilíbrio, calculado por uma fórmula de capacidade de transporte, de preferência total (e.g., Einstein, Ackers & White, Van Rijn, etc...).

46 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações, equilíbrio, regime permanente massa total conservação da massa de sedimentos quantidade de movimento da mistura

47 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #6
: profundidade do escoamento : velocidade média do escoamento : cota do fundo 3 variáveis dependentes para 3 equações (1 eq. algébrica)

48 modelo conceptual variáveis dependentes e equações de fecho, #6
: concentração de sedimentos : tensão de arrastamento junto ao fundo exemplo: em que qS é caudal sólido em equilíbrio, calculado por uma fórmula de capacidade de transporte, de preferência total (e.g., Einstein, Ackers & White, Van Rijn, etc...).

49 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações, equilíbrio, regime permanente se se desprezar a acumulação de sedimentos na coluna de água, i.e., note-se que a equação de conservação da quantidade de movimento é, ausência de descontinuidades no escoamento, equivalente à equação de Bernoulli

50 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações, equilíbrio, regime permanente considerando que que e que obtém-se e, portanto

51 modelo conceptual granulometria uniforme, velocidade média, baixas concentrações, equilíbrio, regime permanente massa total conservação da massa de sedimentos quantidade de movimento da mistura variáveis dependentes: equações de fecho: : profundidade do escoamento : concentração de sedimentos : velocidade média do escoamento : declive da linha de energia : cota do fundo


Carregar ppt "dedução das equações de conservação"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google