A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A crise do Socialismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A crise do Socialismo."— Transcrição da apresentação:

1 A crise do Socialismo

2 Guerra Fria 1985 - 1989 1) COEXISTÊNCIA PACÍFICA (1956 – 1968):
Nikkita Krushev (1955 – 1964): XX Congresso do PCUS – condenação pública do stalinismo; ataque ao culto a personalidade e autoritarismo (expurgos e prisões do regime anterior).

3 Disputas restritas ao campo econômico.
Ênfase em bens de consumo. Maior liberdade política (relativa). Nikkita Krushev

4 Invasão soviética a Hungria (1956): Ministro húngaro Imre Nagy é deposto após defender a exclusão de seu país das tropas do Pacto de Varsóvia. Rompimento de relações entre URSS e CHI (1960) Início oficial da corrida espacial.

5 Construção do Muro de Berlim (1961): maior símbolo da Guerra Fria.

6 Crise dos Mísseis (out/1962):
URSS tenta instalar mísseis nucleares em Cuba (150 km dos EUA). EUA ameaçam resposta com armas nucleares.

7 URSS não instala os mísseis com o compromisso dos EUA de não invadir Cuba e retirar seus mísseis nucleares da Turquia. Maior proximidade de uma guerra nuclear já vivida na história.

8 1963: Início da intervenção armada norte americana no Vietnã.
1963: Tratado de Moscou – limitação de testes nucleares a céu aberto. 2) DÉTENTE ou DISTENSÃO ( ): Continuação de políticas internacionais que reduzissem enfrentamentos diretos entre as potências.

9 Leonid Brejnev (1964 – 82): Práticas stalinistas. Centralismo e repressão internas. Burocratização. Estagnação Econômica e ineficiência.

10 Primavera de Praga ( TCH - 1968):
Alexander Dubcek – reformas políticas liberais. Maior liberdade de imprensa, direitos individuais, autonomia para agricultores. Tropas do Pacto de Varsóvia invadem o país e depõe Dubcek.

11 Eurocomunismo: Partidos comunistas da Europa Ocidental rompem
com práticas soviéticas. Defesa de transição pacífica ao socialismo pela via democrática.

12 Maio de 1968 (FRA): Estudantes pedem reformas educacionais, maior liberdade e criticam o conservadorismo em geral. Trabalhadores entram em Greve.

13 Repressão aos manifestantes.
Movimento francês inspira manifestações nos EUA contra a Guerra do Vietnã e no Brasil contra a ditadura militar. Acordos Salt-1(1972) e Salt-2 (1979): redução de mísseis intercontinentais e bombardeios estratégicos.

14 Escândalo Watergate, descoberto em 1972 provoca a renúncia do presidente americano Richard Nixon em 1974. 1973: EUA perdem Guerra do Vietnã. 1979: URSS invade o Afeganistão.

15 1980: EUA comanda boicote às Olimpíadas de 1980, em Moscou.

16 2) A NOVA GUERRA FRIA (1980 - 1989):
Retomada de hostilidades e militarismo acentuado. Ronald Reagan (EUA 1981 – 1989): Corrida armamentista. Apoio aos “Contras” na Nicarágua.(Rev.Sandinista)

17 Invasão da Ilha de Granada (1983).
Projeto “Guerra nas Estrelas”

18 Mikhail Gorbatchev (URSS 1985 – 1991):
Perestroika (reestruturação) – mudanças econômicas. Abertura para empresas estrangeiras. Propriedade privada (limitada). Redução de custos com armamentos. Redução de apoio financeiro aos países do bloco.

19 Glasnost (transparência) – mudanças políticas.
Pluripartidarismo. Democratização. Desburocratização.

20 Retirada do Afeganistão (1988).
Fim do Pacto de Varsóvia (1991). Ago/91: Burocratas contrários às mudanças tentam derrubar Gorbatchev (impedidos por Bóris Yeltsin, presidente da Rússia). Explosão de movimentos separatistas.

21 Lituânia, Letônia e Estônia separam-se da URSS (set/1991)
Lituânia, Letônia e Estônia separam-se da URSS (set/1991). Dez/1991: Rússia, Ucrânia e Bielarus proclamam a criação da CEI (Comunidade dos Estados Independentes) – Acordo de Minsk. Gorbatchev oficializa o fim da URSS em 25 de dezembro de 1991.

22

23 COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES (CEI)

24 3) A DESINTEGRAÇÃO DO BLOCO SOCIALISTA:
A crise do “socialismo real”: Unipartidarismo. Economia planificada (empresas estatais, pouca qualidade). Indústria de base (carência de bens de consumo).

25 Fracassos agrícolas. Burocratização – alto custo, privilégios. Mudanças desencadeadas por Gorbatchev são assimiladas por países do leste europeu. Redução de despesas militares da URSS enfraquece seu domínio sobre os países do leste europeu.

26

27 Alemanha Oriental: 1973 – Aceita na ONU. Década de 1980: aproximação com Alemanha Ocidental. 1989: Erich Honecker renuncia após pressões populares. Luta por democracia. Nov/1989: Queda do Muro de Berlim. Out/1990: Reunificação das Alemanhas.

28

29 Romênia: Nicolae Ceaucescu (1965 – 1989): ditadura familiar (cópia de Stálin) Securitate – polícia política. Dez/1989: manifestações contra o governo. Ampla repressão – Timiosara. Ceaucescu e esposa são executados sumariamente. 1990: eleições livres – comunistas derrotados.

30 Ceaucescu e esposa: executados sumariamente

31 Tcheco-Eslováquia: “Revolução de Veludo” – sem violência. Renúncia de Milos Jakes (Partido Comunista) após manifestações populares (1989). Pluripartidarismo, eleições livres. Alexander Dubcek e Vaclav Havel – novo governo.

32 1991 – Privatização da economia
1991 – Privatização da economia – Desmembramento: República Tcheca e Eslováquia.

33 Polônia: 1979: Movimento sindical Solidariedade desencadeia greve no estaleiro Lênin, em Gdansk. Sindicato é legalizado em 1989, formando um governo de coalizão com maioria não comunista.

34 Desestatização e democratização
Desestatização e democratização. 1990: Lech Walesa (Solidariedade) elege-se presidente.

35 Hungria: János Kádar (1956 – 1988) – alinhamento com URSS. 1989: pluripartidarismo, privatizações, aproximação com países capitalistas ocidentais.

36 Bulgária: Tudor Jivkov (1954 – 1989) – dependência da URSS. Mudanças na postura da URSS provoca renúncia de Jivkov. 1991: Eleições livres com derrota dos comunistas.

37 ADAPTADO DE: FIM


Carregar ppt "A crise do Socialismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google