A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Salvador, Julho de 2011. PROJETO TELESSAÚDE BAHIA: Qualificando a Atenção Básica com acesso à tecnologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Salvador, Julho de 2011. PROJETO TELESSAÚDE BAHIA: Qualificando a Atenção Básica com acesso à tecnologia."— Transcrição da apresentação:

1 Salvador, Julho de PROJETO TELESSAÚDE BAHIA: Qualificando a Atenção Básica com acesso à tecnologia.

2 Instituições responsáveis pelo projeto: Secretaria da Saúde do Estado da Bahia - SESAB Superintendência de Atenção Integral à Saúde – SAIS Diretoria da Atenção Básica - DAB Superintendência de Recursos Humanos da Saúde – SUPERH Escola Estadual de Saúde Pública – EESP Escola Formação Técnica em Saúde – EFTS Diretoria de Gestão da Educação e do Trabalho na Saúde - DGETS Universidade Federal da Bahia – UFBA Instituto de Saúde Coletiva – ISC Hospital Universitário Professor Edgard Santos – HUPES Faculdade de Medicina da Bahia – FAMEB COSEMS/BA Instituição Interveniente/Gestora: Secretaria da Saúde do Estado da Bahia - SESAB Instituições de Apoio: MS/SGTES/DEGES INTITUIÇÕES ENVOLVIDAS:

3 OBJETIVO GERAL: Ampliar a resolubilidade e fortalecer a Estratégia de Saúde da Família, a partir da oferta da denominada 'Segunda Opinião Formativa' e outras ações educacionais dirigidas aos diversos profissionais destas equipes. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Constituir uma rede de apoio aos trabalhadores da Estratégia de Saúde da Família; Instrumentalizar as equipes com tecnologias que possibilitem uma maior resolutividade; Estabelecer uma ferramenta de educação permanente que qualifica a assistência prestada pelas equipes; Compor com as Instituições de Ensino uma rede Educação Permanente voltada para Atenção Básica; Ofertar aos trabalhadores da Estratégia de Saúde da Família uma Segunda Opinião Formativa; Ofertar Qualificação da Clínica aos Profissionais da Atenção Básica. Integrar as Equipes de Saúde da Família dos diversos municípios do Estado da Bahia com as universidades públicas com cursos de graduação na área de saúde; Diminuir o custo de saúde através da qualificação profissional local; Reduzir a quantidade de deslocamentos desnecessários de pacientes aumentando a acessibilidade local aos serviços de saúde, sobretudo os de prevenção de doenças; Contribuir para redução da mortalidade infantil do Estado da Bahia.

4 Ofertas do Telessaude para as Equipes de Saúde da Família: Implantar 100 (cem) pontos em 100 municípios (Projeto Piloto) Equipamentos de informática. Site do Telessaúde Bahia. Segunda Opinião Formativa (Síncrona e Assíncrona), para profissionais dos núcleos da Medicina, Enfermagem, Odontologia e profissionais do NASF, nas áreas: Saúde da Família, Saúde da Mulher, Saúde da Criança, Saúde mental, Saúde do Idoso e Doenças Crônicas. Qualificação mediante cursos de curta duração a distância. Vídeoaula.

5 Núcleo Universitário do Telessaúde – UFBA- Núcleo Avançado do Telessaúde – EESP- Núcleo Avançado do Telessaúde – EFTS- Ponto do Telessaúde -USF- -Referência Municipal Ponto do Telessaúde -USF- -Referência Municipal Estrutura Organizacional

6 CRITÉRIOS DE IMPLANTAÇÃO: I – Critérios obrigatórios A) Adesão e comprometimento do Gestor (Termo de Adesão); B) e Municípios com infra-estrutura mínima de telecomunicação - acesso a internet (Contrapartida do município); C) e Municípios com Saúde da Família implantada. I – Critérios obrigatórios A) Adesão e comprometimento do Gestor (Termo de Adesão); B) e Municípios com infra-estrutura mínima de telecomunicação - acesso a internet (Contrapartida do município); C) e Municípios com Saúde da Família implantada. MUNICÍPIOS COM MAIS DE 80 MIL HABITANTES MUNICÍPIOS COM MAIS DE 80 MIL HABITANTES (5% dos Municípios da BA) Critérios de priorização Para municípios com 80 mil habitantes ou mais: A) Maior cobertura de Saúde da Família; B) Maior taxa de mortalidade infantil; C) e Menor PIB per capta. Critérios de priorização Para municípios com 80 mil habitantes ou mais: A) Maior cobertura de Saúde da Família; B) Maior taxa de mortalidade infantil; C) e Menor PIB per capta. MUNICÍPIOS COM MENOS DE 80 MIL HABITANTES (95% dos Muncípios da BA) Critérios para municípios com menos de 80 mil habitantes: Prioritários para a redução da mortalidade infantil; ou A) Maior cobertura de Saúde da Família; B) e Maior percentual de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal C) e Menor PIB per capta. Critérios para municípios com menos de 80 mil habitantes: Prioritários para a redução da mortalidade infantil; ou A) Maior cobertura de Saúde da Família; B) e Maior percentual de nascidos vivos de mães com 7 ou mais consultas de pré-natal C) e Menor PIB per capta.

7 Distribuição das Unidades Municipais de Referência de Telessaúde no Estado da Bahia, julho de 2011 Municípios com 80 mil habitantes ou mais Municípios com menos de 80 mil habitantes prioritários para redução da Mortalidade Infantil Municípios com menos de 80 mil habitantes

8 1Juazeiro 2Porto Seguro 3Teixeira de Freitas 4Paulo Afonso 5Santo Antônio de Jesus 1Jaguaquara 2Guanambi 3Santo Amaro 4Irecê 5Santa Maria da Vitória 6Itapetinga 7Itamaraju 8Itaberaba 9Senhor do Bonfim 10Jacobina 11Bom Jesus da Lapa 12Serrinha 13Ribeira do Pombal 14Dias d'Ávila 15Casa Nova 1Canápolis41Maetinga 2Mortugaba42Nordestina 3Campo Alegre de Lourdes43Glória 4Rio do Antônio44Boa Nova 5Matina45Mairi 6Pindaí46Andaraí 7Abaré47Tanhaçu 8Caturama48Serra Dourada 9Tabocas do Brejo Velho49Tanque Novo 10Chorrochó50São Domingos 11Ichu51Dom Basílio 12Igaporã52Lagoa Real 13Caém53São Félix 14Abaíra54Rio de Contas 15Jussiape55Barrocas 16Rio do Pires56Caraíbas 17Licínio de Almeida57Santa Teresinha 18Paramirim58Bom Jesus da Serra 19Caculé59Baianópolis 20Uibaí60Iaçu 21Cristópolis61Presidente Dutra 22Érico Cardoso62Santa Inês 23Ibipitanga63Pintadas 24Botuporã64Ibotirama 25Jacaraci65Pedrão 26Cordeiros66Sebastião Laranjeiras 27Ibiassucê67Malhada de Pedras 28Ipupiara68Macajuba 29Governador Mangabeira69Nova Fátima 30Cabaceiras do Paraguaçu70Ouriçangas 31Pedro Alexandre71Jitaúna 32Coronel João Sá72Ibitiara 33Souto Soares73Mundo Novo 34Barra do Mendes74Umburanas 35Barro Alto75Capela do Alto Alegre 36Urandi76Morpará 37Lamarão77Muritiba 38Macururé78Guajeru 39Mirante79Oliveira dos Brejinhos 40Aracatu80Presidente Jânio Quadros Bloco C: Municípios com menos de 80 mil hab Bloco B: Municípios com menos de 80 mil hab Prioritários para a redução da mortalidade infantil Bloco A: Municípios com 80 mil habitantes ou mais. 100 Municípios Elegíveis

9 ETAPAS DE IMPLANTAÇÃO IMPLANTAÇÃO DE 20 PONTOS DO TELESSAÚDE Set/2011 a Jan/2012 IMPLANTAÇÃO DE 30 PONTOS DO TELESSAÚDE Fev/2012 a Mai/2012 IMPLANTAÇÃO DE 50 PONTOS DO TELESSAÚDE Jun/2012 a Set/2012 FASE I FASE IIFASE III

10 Comitê Estadual de Coordenação do Telessaúde Brasil, composta conforme descrito a seguir: I - 1 (um) representante da Secretaria Estadual de Saúde (Diretoria de Atenção Básica); II - o Coordenador da Comissão de Integração Ensino Serviço (CIES); III - 2 (dois) representantes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS); IV - o Coordenador do Núcleo Universitário de Telessaúde (UFBA); V - a Diretora da Escola Técnica do SUS (EFTS); VI - a Diretora da Escola Estadual de Saúde Pública (EESP); VII – representante da Assessoria de Saúde da UFBA.


Carregar ppt "Salvador, Julho de 2011. PROJETO TELESSAÚDE BAHIA: Qualificando a Atenção Básica com acesso à tecnologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google