A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Exercício Complementar

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Exercício Complementar"— Transcrição da apresentação:

1 Exercício Complementar
TMA 01 Exercício Complementar Um recipiente contem 1000 g de alumínio líquido, adiabaticamente, a 700 ºC. Calcular a quantidade de Cr2O3 que, quando adicionada ao alumínio líquido ( que reagem para formar Cr e Al2O3), aumenta a temperatura resultante da mistura de Al2O3 (s) , Cr(s) e Cr2O3(s) a 1000 ºC. A temperatura inicial do Cr2O3 é 25º. C. Dados Cp (Al2O3(s)) = 106,6 +17, T –28,5 105T-2 J/Kmol entre 298 e 1873 Cp(O2(g)) = ,18x10-3T-1,7x105T-2 J/Kmol 298 a 3000 K Cp (Al(s)) = 20,7 +12, T J/Kmol entre 298 a 932 K Cp (Al (l)) = 29 J/Kmol entre 932 a 1273 K Cp (Cr(s)) = 24,4 +9, T–3,7 105T-2 J/Kmol entre 298 a 2130 K Cp (Cr2O3(s)) = 119,4 +9, T –15,6 105T-2 J/Kmol entre 298 e 1800 K HCr2O3 (s)= J/mol a 298K HAl2O3 (s)= J/mol a 298K Hf (Al) = J/mol a 932 K Inicio Término Cr2O3(s) + Cr (s) + Al2O3(s) a 1000º.C 1 Kg de Al(l) a 700º.C X Kg de Cr2O3 a 25º.C

2 Energia interna como função de estado
TMA 01 Energia interna como função de estado

3 TMA 02 Energia interna

4 Energia interna – Capacidade calorífica
TMA 03 Energia interna – Capacidade calorífica

5 Energia interna – pressão interna
TMA 04 Energia interna – pressão interna

6 TMA 05 Pressão interna

7 TMA 06 Experiência de Joule

8 Entalpia como função de estado
TMA 07 Entalpia como função de estado

9 Experiência de Joule-Thomson
TMA 08 Experiência de Joule-Thomson

10 Coeficiente de Joule-Thomson isotérmico
TMA 09 Coeficiente de Joule-Thomson isotérmico

11 Coeficiente de Joule-Thomson x temperatura x pressão
TMA 10 Coeficiente de Joule-Thomson x temperatura x pressão

12 TMA 11 Refrigerador Linde


Carregar ppt "Exercício Complementar"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google