A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

L EGITIMAÇÃO É TICA. Argumenta-se, que não se pode falar de moralidade em situações-limite. Por exemplo, no caso da sobrevivência física ou no chamado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "L EGITIMAÇÃO É TICA. Argumenta-se, que não se pode falar de moralidade em situações-limite. Por exemplo, no caso da sobrevivência física ou no chamado."— Transcrição da apresentação:

1 L EGITIMAÇÃO É TICA

2 Argumenta-se, que não se pode falar de moralidade em situações-limite. Por exemplo, no caso da sobrevivência física ou no chamado estado de necessidade, quando um agente sacrifica o direito do outro para garantir o seu. É o caso de uma calamidade natural: a ação visa a salvar o agente do perigo atual. Estariam então suspensos os padrões morais? O que pensa disso a coletividade?

3 Não faz sentido que as pessoas só tenham humanidade em situações de normalidade e se convertam em monstros quando tudo desanda. No momento em que os padrões morais estão em jogo, cabe perguntar-se: a coletividade aceita ou não a escolha feita? Ex: Assassinato em legítima defesa.

4 Redefinir a aplicação de certas normas morais, dadas certas circunstâncias, não significa que deixa de haver moralidade, nem significa que deixa de haver reflexão ética. A necessidade de justificação ética permanece haja o que houver. Defender a ideia de que os padrões morais tornam- se supérfluos em situações extremas destrói os fundamentos da civilidade e institui a desordem.

5 Portanto, no estado de necessidade, as escolhas feitas pelos agentes não estão isentas de conotação moral. Então qual a dificuldade em percebê-la? Na crença de que existe apenas uma teoria, a ética da convicção

6 Ex: Saque para saciar a fome; Matança de inimigos para defender a pátria; Morte de assaltantes em legítima defesa; Direito de rebelião contra a tirania; São todos exemplos da adoção da ética da responsabilidade e não casos de imoralidade.

7 Em 1972, 16 jovens uruguaios, cujo avião caiu nos Andes, esgotados os víveres, optaram pelo canibalismo e saciaram sua fome com a carne congelada dos 29 passageiros mortos. A ética da convicção sustenta que não há circunstância que justifique a quebra do tabu do canibalismo. Porém, a partir do momento em que a opinião pública internacional esposou a ética da responsabilidade, o problema deixou de existir

8 Muitas ações podem ser justificadas no âmbito nacional pela ética da responsabilidade, como a pirataria de remédios ou de softwares. Ao mudar de perspectiva, em outra região do mundo, tais ações seriam aceitas?

9 Ou seja, para que o olhar e a reflexão possam mudar de foco, é preciso que existam forças sociais interessadas em trilhar novas abordagens. E sobretudo, forças capazes de impor politicamente esta outra perspectiva. As perspectivas éticas necessitam de agentes coletivos que as personifiquem e as traduzam no terreno prático.

10 Situações justificáveis a partir de teorias éticas Defesa da pátria como mandamento, o faz por que assim exige a lei. Vertente do princípio Professores que dão aula pois tem um dever a cumprir, já que abraçaram a profissão

11 Vertente da finalidade O comandante que sacrifica alguns soldados com o propósito de salvar outros. Os fins justificam os meios Vertente utilitarista O professor que acredita que o conhecimento faz a diferença no mundo, e que estão preparando o futuro.

12 Jogo de bixo Imoral Crime organizado Sonegação de imposto Interesses egoístas Situações onde, embora possa se procurar uma justificativa dentro das teorias éticas, a ação é antiética e imoral. Sem justificativa ética

13 Mensalão Imoral Consolidação de Poder Anti democrático Não há nada de ético ou moral

14 I NDÚSTRIA DE CONSERVAS G INI Botulismo CVS Produção inadequada Queda das vendas em 40%.

15 E XEMPLOS Vertente do princípio Vertente da esperança Vertente utilitarista Vertente da finalidade.

16 S ALTY S P OTATO C HIP Batata chip light Existia a duvida se tal produto poderia existir Vertente da finalidade Exemplos

17 O MISSÕES COMPETENTES Sigilo da fonte, no caso da mídia Segredo de confissão dos padres católicos Segredo de justiça(magistrados) Sigilo profissional de profissionais liberais

18 S ÓCRATES Conhece-te a ti mesmo Não devemos cometer injustiças contra os que as cometem contra nós Jamais se devem cometer injustiças, nem pagar o mal com o mal, seja lá o que for que nos tiverem feito

19 G ANDHI Santo, ditador esquálido e um rebelde masoquista. Juramento de castidade e relação sexual no quarto ao lado onde seu pai agonizava.

20 M AX W EBER A ética não é uma carruagem que se pode parar a seu bel prazer para nela subir ou descer segundo o caso. Manter uma conduta altruísta.

21 E M RESUMO Ações coletivas ou individuais, com repercussões morais e que não sejam egoístas. Convicção X Responsabilidade Em função do que?


Carregar ppt "L EGITIMAÇÃO É TICA. Argumenta-se, que não se pode falar de moralidade em situações-limite. Por exemplo, no caso da sobrevivência física ou no chamado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google