A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEPENDÊNCIA QUÍMICA SSMN / DAS SES RS 2010. Definição Síndrome caracterizada pela perda do controle do consumo de uma substância psicoativa (SPA) A SPA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEPENDÊNCIA QUÍMICA SSMN / DAS SES RS 2010. Definição Síndrome caracterizada pela perda do controle do consumo de uma substância psicoativa (SPA) A SPA."— Transcrição da apresentação:

1 DEPENDÊNCIA QUÍMICA SSMN / DAS SES RS 2010

2 Definição Síndrome caracterizada pela perda do controle do consumo de uma substância psicoativa (SPA) A SPA atua sobre o sistema nervoso central (SNC) provocando sintomas psíquicos e estimulando o consumo repetido

3 Critérios Diagnósticos Tolerância Síndrome de Abstinência Ingestão de doses maiores e por mais tempo Tentativas fracassadas de diminuir ou controlar o uso Aumento do tempo com atividades para obtenção, consumo e recuperação Negligência com atividades sociais, ocupacionais e familiares Persistência no uso da SPA apesar das consequências danosas

4 Prevalência Nicotina : 25 a 35% dos adultos Álcool: 17% homens 6% mulheres DQ: 10% 6homens:1mulher

5 Considerações Quanto mais cedo o início, maior a probabilidade de aumento da dose e experiências diferentes; Os adolescentes são menos capazes de limitar o uso; Hoje o número de experimentadores é maior; O uso ilegal é um delito; Difícil aceitar ajuda; Reabilitação é difícil e frustrante com baixo índice de recuperação

6 Entre estudantes de 1º e 2º graus O álcool é também a droga mais utilizada: 80,5% já usaram e 18,6% usam frequentemente Cigarro: 28% já usaram e 5,3% uso frequente Medicamentos Anfetaminas Maconha Cocaína: 2% já usaram e 0,7% uso frequente

7 Fatores Predisponentes

8 Fatores Predisponentes: GENÉTICA AMBIENTE FATORES ATUAIS FAMÍLIA

9 Fatores Predisponentes: Ambiente Familiar Modelo de comportamento permissivo em relação ao uso de substâncias químicas Forma de resolver conflitos Uso de substâncias químicas como alternativo para a solução imediata de suas angústias Busca do prazer em objetos Relações distantes Automedicação Uso de SPA lícita em casa Exemplo e coerência

10 Fatores Predisponentes: Adolescência Imediatismo Grupo Experimentos Onipotência

11 Fatores de Risco: Pai ou parente próximo com abuso ou dependência de spa; Fracasso ou dificuldades escolares; Auto-estima baixa; Personalidade agressiva ou impulsiva; Instabilidade familiar, falta de supervisão; Miséria; História de abuso físico e/ou sexual; Transtornos psiquiátricos, especialmente depressão, bulimia e distúrbios de atenção; Grupo de iguais

12 Trata-se de Um Distúrbio Crônico e Recorrente Uma Doença Bio-Psico-Social Fórmula: Droga + Ambiente + Genética + Condições Psíquicas

13 Mecanismo de Ação SISTEMA DE RECOMPENSA CEREBRAL: área encarregada de receber estímulos prazerosos e transferir para o corpo todo Ex.: emoção gratificante, alimentação, sexo, temperatura agradável DQ: perversão deste sistema CÍRCULO VICIOSO: droga – prazer – culpa – desprazer - droga

14 CRACK

15 História do Crack Primeiros artigos no início da década de 80 nos Estados Unidos sobre uma nova e potente forma de uso de cocaína. Quando queimada em um cachimbo ou outro recipiente, fazia um ruído típico de estalo. A pedra custava 25 dólares.

16 Folha de Coca

17 Processo de refino da cocaína e seus subprodutos

18 Pedra de crack

19 Formas de uso:

20 Via de administração, início de ação, duração de efeito e biodisponibilidade

21

22

23

24 Time (min) % of Basal DA Output NAc shell Empty BoxFeeding Source: Di Chiara et al. FOOD Recompesas Naturais elevam níveis de DA

25 hr Time After Amphetamine % of Basal Release DA DOPAC HVA Accumbens CRACK hr Time After Cocaine % of Basal Release DA DOPAC HVA Accumbens COCAINE hr Time After Nicotine % of Basal Release Accumbens Caudate NICOTINE Source: Di Chiara and Imperato Efeito das Drogas na liberação de Dopamina

26 Insula - registra estímulos viscerais, sensoriais e autonômicos Córtex órbito-frontal – Envolvido na tomada de decisão e inibição dos comportamentos Córtex Temporal – Altamente envolvido nos comportamentos emocionais Cingulado – Papel crucial na iniciação, motivação e comportamentos dirigidos a um objetivo- planejamento - 4 mm -14 mm

27 Cocaína no cérebro após o uso da cocaína Normal Cocaine Abuser (10 days) Cocaine Abuser (100 days) Photo courtesy of Nora Volkow, Ph.D. Volkow ND, Hitzemann R, Wang C-I, Fowler IS, Wolf AP, Dewey SL. Long-term frontal brain metabolic changes in cocaine abusers. Synapse 11: , 1992; Volkow ND, Fowler JS, Wang G-J, Hitzemann R, Logan J, Schlyer D, Dewey 5, Wolf AP. Decreased dopamine D2 receptor availability is associated with reduced frontal metabolism in cocaine abusers. Synapse 14: , 1993.

28

29 Tratamento Um dos fatores mais importantes para seu sucesso: M O T I V A Ç Ã O

30 Tratamento P A R T I C I P A Ç Ã O D A F A M Í L I A

31 Tratamento F A R M A C O T E R A P I A

32 Tratamento: Psicoterapia Modelo Cognitivo-Comportamental Prevê a abstinência da droga Evitação de situações de perigo Treinamento para resistir

33 Tratamento GRUPOS DE AUTO-AJUDA

34 Tratamento: Internação Risco de Suicídio Psicose Severa Agressividade Física

35 Considerações Adesão ao Tratamento Reinternações Procura por Atendimento Judicial


Carregar ppt "DEPENDÊNCIA QUÍMICA SSMN / DAS SES RS 2010. Definição Síndrome caracterizada pela perda do controle do consumo de uma substância psicoativa (SPA) A SPA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google