A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Capacitação em Ensino a Distância - EAD Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Eng. Professor do Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Capacitação em Ensino a Distância - EAD Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Eng. Professor do Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Capacitação em Ensino a Distância - EAD Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Eng. Professor do Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento Laboratório de Ensino a Distância – LED Engenharia e Gestão do Conhecimento - EGC Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

2 Motivação e Futuro da EAD Escola do Futuro Porque Educação a Distância? Tecnologias para EAD Cultura para EAD.

3 Escola do Futuro Os limites da minha linguagem denotam os limites do meu mundo (Ludwig Wittgenstein)

4 Escola do Futuro … A vida humana não é o transcorrer monótono de sua rotina quotidiana; a vida humana é, sobretudo, a sublime inquietação de conhecer e de saber. … A casa onde se acolhe toda a nossa sede de saber e toda a nossa sede de melhorar, é a universidade. Anísio Teixeira

5 Qual a imagem que temos hoje da Universidade? Qual a imagem que fazemos dos nossos professores?

6

7 EPISTEME PEDAGOGIA BIOLOGIA

8 MEMES GENES CÉREBROS EPISTEME

9 Escola do Futuro Cegueira Paradigmática Ensino das Incertezas Conhecimento pertinente Identidade Terrena Ensino da Condição Humana Ensino da Compreensão Humana Ética do Gênero Humano Os sete saberes de Morin

10 Escola do Futuro APRENDER A SER APRENDER A FAZER APRENDER A APRENDER APRENDER A VIVER JUNTOS APRENDER A SENTIR Os quatro pilares de Delors, com um a mais do Fialho

11 Escola do Futuro A escola do futuro já está aí, com hortas e imersão virtual, com o jornal de Frenet e as tecnologias de EAD.

12 Porque Educação a Distância Como conhecemos Aprendizagem por descoberta Saber e Sabor EAD com sabor.

13 Fatos Estamos cercados por energias. Dessas podemos acessar, apenas, o que entra pelos sentidos, ou o que registramos em nossos instrumentos. Dados (naturais ou artificiais)

14 Dados correspondem às Situações. O Meio Geográfico segundo os psicólogos da Gestalt.

15 Situações, que são DADOS, se convertem em... SITUAÇÕES CONHECIMENTOS REPRESENTAÇÕES RACIOCÍNIOS Representações são INFORMAÇÕES, DADOS a que atribuímos SIGNIFICADO

16 REPRESENTAÇÕES Na aprendizagem por instrução, a internalização acontece por repetição. SITUAÇÕES de aprendizagem por instrução

17 Construção de conhecimentos Um Saber Fazer Resolução de problemas Seqüência de ações Avaliação SITUAÇÕES de aprendizagem por descoberta REPRESENTAÇÕES

18 Pela repetição, adquirimos competências. Pela prática, transformamos Competências em Habilidades. atividades de execução automatizadas atividades de execução, não automatizadas

19 Transformarinformações em conhecimento explícito(competências), ou tácito (habilidades),demanda tempo...

20 DADOS SITUAÇÕES INFORMAÇÕES REPRESENTAÇÕES CONHECIMENTOS FATOS Filtrados pelos sentidos (Naturais), ou artificias, se tornam. Se com significado, são. Quando nos apropriamos destas, obtemos.

21 Temos uma tecnologia e ciência incríveis, sem alma, sem coração, sem espírito.

22 O que é um ser humano?

23

24 EAD com sabor Funções do Professor Sabedoria Sapiência EAD com sabor.

25 FUNÇÕES DO PROFESSOR Função crítica: os dogmas têm que ser transformados em dúvidas, as respostas em questionamento, os pontos de chegada em pontos de partida.

26 FUNÇÕES DO PROFESSOR Função criativa: o educador é um criador de utopias concretas, um indicador de horizontes utópicos, de novas formulações, novas sínteses.

27 AS FEIRAS QUE PROPÕE SANTO AGOSTINHO 1ª FEIRA DA CIÊNCIA DE UTILIDADES Utensílios, ferramentas Escolas, saberes Instrumentos Colher, bicicleta, aspirina... Coisas que usamos para poder viver. Necessários, estes objetos não nos dão felicidade. 2ª FEIRA DA SAPIÊNCIA DA FRUIÇÃO FRUTA Come- se pelo prazer Sonata, canto gregoriano, valsinha, chorinho... Poemas, pôr de sol, beijo... Inúteis, atividades lúdicas, de deleite, prazer Elisabeth Farah

28 Tecnologias em EAD Imersão Virtual; Sistemas Tutoriais Inteligentes; Comunidades Virtuais; E-world.

29 REALIDADE VIRTUAL (RV) IMERSÃO IMERSÃO EXISTÊNCIA DE UM PONTO DE REFERÊNCIAEXISTÊNCIA DE UM PONTO DE REFERÊNCIA MANIPULAÇÃO INTERAÇÃO PERCEPÇÃO VR SIMULAÇÃO CARACTERÍSTICAS ELEMENTOS NAVEGAÇÃO NAVEGAÇÃO

30 REALIDADE VIRTUAL (RV) : APLICAÇÕES REALIDADE VIRTUAL (RV) : APLICAÇÕES MEDICINA TELEPRESENÇA SIMULADOR DE VÔO ARQUITETURA AZER LAZER MANUFATURA VIRTUAL VISUALIZAÇÃO CIENTÍFICA

31 RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: PODEROSA FERRAMENTA DE ENSINO RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: PODEROSA FERRAMENTA DE ENSINO SUPORTA EXPERIÊNCIA DIRETA DE FENÔMENOS TRIDIMENSIONALTRIDIMENSIONAL FACILITA MÚLTIPLOS FRAMES DE REFERENCIAS OFERECE COMUNICAÇÃO MULTISENSORIAL FISICAMENTE IMERSIVA

32 RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: EXPERIÊNCIAS RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: EXPERIÊNCIAS DIMENSÃODIMENSÃO TRANSDUÇÃOTRANSDUÇÃO REIFICAÇÃOREIFICAÇÃO

33 RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: FATORES COGNITIVOS DA IMERSÃO VIRTUAL RV E CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO: FATORES COGNITIVOS DA IMERSÃO VIRTUAL SUCEPTIBILIDADE PARA A IMERSÃO SUCEPTIBILIDADESUCEPTIBILIDADE IMAGINÁRIO VIVIDO CONCENTRAÇÃO E ATENÇÃO AUTOCONTROLE QUALIDADE DA IMERSÃO MEIO AMBIENTE DISTRAÇÕES DEVIDO AO MEIO AMBIENTE EFEITOS PSICOLÓGICOS EFEITOS OUTROS

34 SISTEMAS TUTORIAIS INTELIGENTES: CENTRALIZADOS SISTEMAS TUTORIAIS INTELIGENTES: CENTRALIZADOS MÓDULO ESPECIALISTA MÓDULO TUTOR MÓDULO INTERFACE MÓDULO MODELO DE ESTUDANTE MÓDULO MODELO DE ESTUDANTE ESTUDANTEESTUDANTE CONHECIMENTO CONHECIMENTO ESTRATÉGIA DE ENSINOAPRENDIZAGEM ENSINOAPRENDIZAGEM COMUNICAÇÃOCOMUSUÁRIOCOMUNICAÇÃOCOMUSUÁRIO CONHECIMENTO SOBRE O ESTUDANTECONHECIMENTO ESTUDANTE

35 SISTEMAS TUTORIAIS INTELIGENTES: DISTRIBUÍDOS SISTEMAS TUTORIAIS INTELIGENTES: DISTRIBUÍDOS AGENTE DE COMUNICAÇÃO AGENTE ESTRATÉGIA DE SELEÇÃO AGENTE NAVEGAÇÃO AGENTE DIAGNÓSTICO AGENTE ESTADO MUNDO AGENTE PERFORMANCE AGENTE MÓDULO DE ESTUDANTE AGENTE DE MOTIVAÇÃO FORNECEDOR DE AJUDA AGENTE DE SELEIÇÃO DE TÓPICOS AGENTE FORNECEDOR DE PRÁTICAS

36 MODELOS ABORDADOS COM O PARADIGMA DA IA CONSTRUTIVISTA EntidadesEntidades Processador Primário fomes físicas fomes de afeto fomes cognitivas vontades fomes físicas fomes de afeto fomes cognitivas vontades Espaço de Restrições Memória Episódica Resistência Repressão Dimensões Física Afetiva Cognitiva Espiritual Dimensões Física Afetiva Cognitiva Espiritual Domínios Lingüístico Cognitivo Conduta Observação Domínios Lingüístico Cognitivo Conduta Observação Domínio de Auto-observação AtributosAtributos Vinculos com outras unidades

37 OBJETIVOS MODELO DE AMBIENTE INTELIGENTE USUÁRIO EM AMBIENTE DE RV

38 O quê pensas que são? Canetas?...

39 Dê mais uma olhadinha…

40 Não, não são canetas.

41 Isto é um computador completo e seus periféricos. Como?! Vê no próximo slide.

42 Montado fica assim…

43 Uma peça forma o ecrã e a outra o teclado.

44 O teclado pode ter várias cores. Como funciona?...

45 É só colocar os dedos na imagem formada e digitar…. Fácil, não?!... Existem vários modelos diferentes.

46 Também existe em modelo para PDAs.

47 Sei não, mas acho que o teu está meio ultrapassado… Você concorda?!...

48 Cultura para EAD Os limites da minha linguagem denotam os limites do meu mundo (Ludwig Wittgenstein)

49 O prazer engravida, mas só o sofrimento faz parir (William Blake) Nas relações intelectuais só há gravidez se houver prazer e só há resultado se houver sacrifício. Cultura para EAD

50 A mente só guarda e opera conhecimentos de dois tipos: 1) os conhecimentos que dão prazer. 2) os conhecimentos instrumentais, que podem ser usados como ferramentas. Cultura para EAD

51 O que realmente importa? Alunos. Aqueles que são os construtores. Movidos pelo impulso mais profundo da alma humana Impulso para o prazer e a alegria Os saberes têm que estar a serviço da felicidade

52 O que realmente importa? Entrega-se ao esquecimento e deduz que o importante não é o saber, mas o sabor. A sapiência é um saber saboroso. (Roland Barthes)

53 TAREFAS DO PROFESSOR Abrir os olhos do aluno. Vendo, ele não precisa de argumentos. (Nietzsche) Convencer o aluno pelas avenidas dos sonhos fundamentais, não por argumentação (Bachelar)

54 TAREFAS DO PROFESSOR Ser um artista. O artista não explica, faz ver (Paul Klee). O professor como o artista, deve mostrar, apontar, indicar. Fazer ver.

55 TAREFAS DO PROFESSOR Criar desejos e sonhos, erotizar o aluno para despertar nele o desejo de aprender. O desejo desperta as inteligências. Trazer à existência tudo aquilo que não existe.

56 COMO EMOCIONAMOS COMO CONHECEMOS COMO NOS COMPORTAMOS COMO PODEMOS SER FORMAÇÃO EDUCAÇÃO - PEDAGOGIA

57 Uma visão sem ação é somente um sonho. Uma ação sem visão é apenas um passatempo. Uma visão com ação pode transformar o mundo.

58 TEMPO INSTITUCIONAL Kairós Tempo Pedagógico Cronos

59 Rubem Alves: Não queremos alunos que saibam de cor os mapas e os seus caminhos já conhecidos. Para isto basta a memória. Queremos alunos que, sabendo a linguagem dos mapas, sejam capazes de encontrar os caminhos em mapas que nunca viram

60 Links para mais informações


Carregar ppt "Curso de Capacitação em Ensino a Distância - EAD Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Eng. Professor do Programa de Pós Graduação em Engenharia e Gestão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google