A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Introdução à Linguística Ponto 1. Linguagem verbal e línguas naturais Bases biológicas e propriedades distintivas da.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Introdução à Linguística Ponto 1. Linguagem verbal e línguas naturais Bases biológicas e propriedades distintivas da."— Transcrição da apresentação:

1 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Introdução à Linguística Ponto 1. Linguagem verbal e línguas naturais Bases biológicas e propriedades distintivas da linguagem humana

2 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Linguagem humana vs. linguagem animal (Cf. Fromkin, 1989, Capítulo 11) Os animais comunicam, entre outras razões, respondendo a uma necessidade adaptativa (ex.: dança das abelhas) e a reflexos condicionados, usando para isso um sistema de comunicação particular, reactivo, limitado e pouco criativo.

3 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Linguagem humana vs. linguagem animal (Cf. Fromkin, 1989, Capítulo 11) O Homem desenvolve o seu próprio sistema de comunicação (desde que em contacto com ele), a partir de um dado momento (em condições normais de sociabilização – ex.: crianças selvagens).

4 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Linguagem humana vs. linguagem animal (Cf. Fromkin, 1989, Capítulo 11) A linguagem (humana) permite abstracção e a capacidade de criar universos simbólicos, ausentes (falar do futuro, do ontem) e não apenas do imediato.

5 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Linguagem humana vs. linguagem animal (Cf. Fromkin, 1989, Capítulo 11) A linguagem humana é criativa, uma vez que, de um número finito de símbolos, consegue criar uma infinitude de enunciados; os sistemas de comunicação dos animais são finitos (as abelhas, por exemplo, têm um conjunto limitado de movimentos) – Ex.: e-u-p-e-n-s-o.

6 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Linguagem humana vs. linguagem animal (Cf. Fromkin, 1989, Capítulo 11) Dupla-articulação da linguagem – é combinada. Os fonemas combinam-se entre si de modo a ter um sentido.

7 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Aspectos biológicos (cf. Faria et al., 1996:35-55) Linguagem humana – especificação dos sistemas nervosos central e periférico. Sist. nervoso central – responsável pelo processamento da informação (cérebro); Sist. nervoso periférico – produção motora da informação recebida via sist. nervoso central (aparelho articulatório). Corresponde a uma capacidade cognitiva mais alargada, quando comparada com a das outras espécies (cérebro maior, determinadas áreas mais desenvolvidas, etc.).

8 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Aspectos biológicos e cognitivos da linguagem Fig. 1 - Mapa de superfície, visto de lado, da zona da linguagem das regiões no hemisfério esquerdo, em volta do rego de Sylvius (zona a escuro).

9 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Aspectos biológicos e cognitivos da linguagem Fig. 2 - Centros de processamento da linguagem no cérebro: Area de Broca e Área de Wernicke

10 Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Características distintivas da linguagem humana Independência do contexto – propósito Carácter discreto e combinatório Dupla-articulação ou dualidade Criatividade/carácter infinito Produtividade Carácter económico Arbitrariedade


Carregar ppt "Out.2004ESSaF Terapêutica da Fala Introdução à Linguística Ponto 1. Linguagem verbal e línguas naturais Bases biológicas e propriedades distintivas da."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google