A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sumário 1.PRH30 / Comissão Gestora 2.Historico 3.Objetivos 4.Cursos Integrantes (Anterior e Atual) 5.Linhas de Pesquisas e Disciplinas das ênfases 6.Laboratórios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sumário 1.PRH30 / Comissão Gestora 2.Historico 3.Objetivos 4.Cursos Integrantes (Anterior e Atual) 5.Linhas de Pesquisas e Disciplinas das ênfases 6.Laboratórios."— Transcrição da apresentação:

1 Sumário 1.PRH30 / Comissão Gestora 2.Historico 3.Objetivos 4.Cursos Integrantes (Anterior e Atual) 5.Linhas de Pesquisas e Disciplinas das ênfases 6.Laboratórios Apoiados 7.Aplicaçao Recursos da Taxa de Bancada 8.Biênio Resultados mais expressivos 10. Atividades Previstas 11. Dificuldades encontradas

2 Marta Costa – Coordenadora Comissão Gestora: Antonio Eduardo Martinelli Rosangela de Carvalho Balaban Marta Costa PROGRAMA MULTISDISCIPLINAR EM PETRÓLEO E GÁS Reunião Annual de Avaliação dos PRH´s N-NE 2012, Natal/RN, 10 e 11 de Outubro

3 Inicio do Convênio – 2000 Rosangela Balaban Comissão Gestora Antonio Eduardo Martinelli Rosangela de Carvalho Balaban – Vice-coo Marta Costa - Coo

4 Formar mão de obra qualificada em nível de graduação e pós- graduação para atuar no setor de petróleo, gás e biocombustíveis através do compartilhamento de disciplinas e orientação acadêmica; Programar estratégias e ações (Projetos, Cursos de Extensão, Prestação de Serviços, Seminários e Visitas Técnicas) visando aumentar a empregabilidade de seus bolsistas através da interação com o setor produtivo. Desenvolver novos compostos, produtos, formulações e tecnologias específicos para o setor de Petróleo e Gás. Objetivos

5 Química Aplicada à Indústria do Petróleo, Gás e Biocombustíveis Química e Química do Petróleo (Grad, MSc e Dr) Processamento e Análise de Materiais utilizados na Indústria do Petróleo e Gás Engenharia de Materiais (Grad, MSc e DSc) Ênfases envolvidas

6 Métodos químicos de recuperação aumentada de petróleo Controle de incrustação em poços produtores Desenvolvimento de fluidos de perfuração de alta performance Desenvolvimento e Avaliação do desempenho de catalisadores mesoporosos para biocombustiveis Obtenção, caracterização e analises das propriedades físico-químicas e avaliação de diferentes matrizes para biodiesel (Cártamo, Girassol, Estresse Oxidativo e Hidrico); Interaçao atraves de base de pesquisa multid. Botanica e Bioquimica Obtençao de inibidores antioxidante (aminofenois) e Avaliação de seu desempenho na estabilidade oxidativa de biodiesel e no seqüestro de metais (o estudo comparativo com antioxidantes comerciais mostra ação mais efetiva) Cultivo de diferentes cepas de microalgas visando e avaliacao da produtivadade em óleo para obtençao de biocombustiveis (1ª Planta Piloto da America Latina) Química Aplicada à Indústria do Petróleo, Gás e Biocombustíveis Química (Grad, MSc e Dr)

7 Processamento e Análise de Materiais utilizados na Indústria do Petróleo e Gás Engenharia de Materiais (Grad, MSc e Dr) Cimentos para poços de petróleo Aditivos para cimentação Aproveitamento de rejeitos e resíduos Células a Combustível Materiais Resistentes a Altas Temperaturas e ao Desgaste Materiais Catalíticos Materiais e meio ambiente Materiais para dutos Microestrutura e propriedades de materiais metálicos aplicados à indústria do petróleo

8 Laboratórios apoiados com recursos da taxa de bancada 1)Laboratório de Cimentação, 2)Laboratório de Tecnologias Ambientais, 3)Laboratório de Materiais Cerâmicos, 4)Laboratório de Pesquisas em Petróleo, 5)Laboratório de Combustíveis de Lubrificantes), 6)Laboratório de Catalise e Petroquímica, 7) Laboratório de Quimica Organica Aplicada

9 A taxa de bancada visa contribuir com as despesas destinadas à melhoria e à manutenção de atividades e serviços necessários ao desenvolvimento do Programa ou curso, principalmente em relação àquelas relacionadas com as atividades laboratoriais e de pesquisa dos alunos. Aplicação do auxílio Taxa de Bancada

10 Observaçoes: Material de Consumo – reagentes, solventes, gases, etc Pessoa Juridica – Servico Manutencao Apoio a eventos de bolsistas e Professores – maiores demandas A maioria dos laboratórios tem estrutura consolidada e captam recursos de diversos órgãos de fomento

11 Incentivo ao Intercambio no Exterior de bolsistas/Professores 1.Gislâine Bezerra Pinto Ferreira (Advanced Ceramics – UniBremen – Alemanha (DSc sandwich) 2.Luzia Patrícia F. de Carvalho Galvão(DSc) – Universidade de Malaga - Atividades Desenvolvidas – Analise fisico quimicas e avaliacao de catalisadores para biocombustiveis; 3. Anne Gabriela (DSc) – Universidade de Malaga – Intercambio com desenvolvimento de trabalho experimental 4. Jorge Carlos Lopes Brás Silva Pereira (DSc) - Portugal – Desenvolveu parte do trabalho experimental na Universidade do Minho

12 Bienio Disciplinas : Na Química – Quadro de disciplinas bastante consolidado, exceto na linha de energias Renovaveis – proposta de complementaçao de formaçao no tema Na Engenharia de Materiais – Disciplinas consolidadas, mas há carencia nesse sentido. Quadro de professor ainda pequeno.

13 Resultados mais expressivos Empregabilidade dos bolsistas – bastante elevada Weatherford UFRJ Petrobras PATHFINDER ENERGY SERVICE NEW PARK BAKER HUGHES MI SWACO ENGEPET Captacao de recursos via projetos em diversos orgaos de formento–

14 Alguns Projetos Aprovados ProjetoDescriçãoFinanciador FUNPEC/CENPES/UFRN/REDE 12/04 - FASE 1 ESTUDO DA ESTABILIDADE TERMICA E OXIDATIVA DO BIODIESEL (DE ORIGEM VEGETAL E ANIMAL) E DE SUAS MISTURAS COM O DIESEL MINERAL PETROLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS/CENPES* FUNPEC/FINEP/BIONORTEREDE NORTE DE LABORATORIOS DE BIODIESEL FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP FUNPEC/FINEP/RDBIONOR-2 COMPLEMENTACAO DA INFRA-ESTRUTURA LABORATORIAL DA REDE NORTE DE LABORATORIOS DE BIODIESEL FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP FUNPEC/FINEP/REDE 12 - FASE 03 REDE NORTE E NORDESTE DE COMBUSTIVEIS E LUBRIFICANTES. FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP FUNPEC/FINEP/REDE 12 - RECOL - MIXBIO REDE DE COMBUSTIVEIS E LUBRIFICANTES DO NORTE E NORDESTE FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP FUNPEC/FINEP/UFRN/REDE 12/01 FASE 2 ESTUDO DA ESTABILIDADE TERMICA E OXIDATIVA DO BIODIESEL (DE ORIGEM VEGETAL E ANIMAL) E DE SUAS MISTURAS COM O DIESEL MINERAL FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP FUNPEC ANALISES FISICO-QUIMICAS NO PROJETO IMPLEMENTACAO DE UMA PLANTA PILOTO PRA PRODUCAO DE BIODIESEL DE MICROALGAS PETROBRAS TECNICAS DE EXTRACAO DE LIPIDIOS DE MICROALGAS IBP FUNPEC INFRA-ESTRUTURA PARA MELHORIA CRIACAO DE LABORATORIO DE BIODIESEL A PARTIR DE DIFERENTES MATRIZES FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS - FINEP BB CULTIVO SUSTENTÁVEL DE CÁRTAMO, COMO MATRIZ PARA O BIODIESEL E DESENVOLVIMENTO DO SEMI-ÁRIDO NORDESTINO CNPq

15 Alguns Porjetos Aprovados ProjetoDescriçãoFinanciador Petrobras Comportamento mecânico e dilatométrico de novos materiais cimentantes contendo polímeros para poços de alta temperatura. (MECPOL) Antonio Eduardo Martinelli A Petrobras Desenvolvimento de pastas de cimento com aditivos químicos alternativos resistentes a altas temperaturas para a cimentação de poços onshore (ADITIVOHT) Antonio Eduardo Martinelli A Petrobras Adição de materiais nanoestruturados para a redução da permeabilidade a hidrocarbonetos leves de liners de polietileno de alta densidade (NANOLINER) Antonio Eduardo Martinelli A Petrobras/ FUNPEC Implementação de um planta piloto para produção de biomassa de microalgas, visando à obtenção de biodiesel. Marta Costa -Coordenadora do Subprojeto: Analises Físico-Químicas do Óleo e Biodiesel A UFRN/FUNPEC Implementacao do LABCIM Antonio Eduardo Martinelli A Petrobras, SA OP RNCE Pastas para revestimentos de poços sujeitos a injeçao de CO2 Dulce Maria de Araujo Melo FUNPEC/FINEP NANOCOMPOSITO POLI Edson Ito Em andamento PETROBRAS Pastas para poços sujeitos à migração de gás.-MIGRAS Dulce de Araujo Melo Em andamento FUNPEC/UFRN/FINEP/PPGPOTI CAMPI REGIONAI Estruturaçao: Pesquisa e Pos-graduacao nos Campi Potiguares Vater Fernandes Junior PETROBRAS Fomento à formação de recursos humanos em química engenharia de materiais na indústria do petróleo e gás por meio do apoio ao PRH 30 - Programa Multidisciplinar em Petróleo e Gás. Coordenadora Marta Costa Em andamento

16 Planta Piloto de Cultivo de Microalgas Inauguracao Planta Piloto Visita a Planta Piloto Visao Reservatorio de Agua Produzida e Agua de Poço

17 Cultivo de diferentes cepas de microalgas visando e avaliacao da produtivadade em óleo para obtençao de biocombustiveis (1ª Planta Piloto da America Latina) 1ª etapa: Garrafões de 10L ou 20L; 2ª etapa: Garrafões de 20L ou um raceway; 3ª etapa: Início do experimento propriamente dito. Cultivo de Microalgas 1ª etapa: Garrafões de 10L ou 20L; 2ª etapa: Garrafões de 20L ou um raceway; 3ª etapa: Início do experimento propriamente dito.

18 Cursos ofertados na temática de Petróleo e Gás por professores do PRH30 1. Palestra "INTEGRAÇÃO ENERGÉTICA NA AMÉRICA LATINA" no auditório do Centro de Tecnologia - Prof. Ericson de Paula - palestra para todos os alunos do PRH-30 (graduação e pós); 2. I Workshop de Novos Materiais: materiais particulados e nanotecnologia. O workshop foi realizado de 5 a 8 de dezembro de 2011, como ação de extensão integrada entre os Departamentos de Engenharia de Materiais e Odontologia e a Escola de Ciência e Tecnologia da UFRN. – Antonio Eduardo Martinelli 3. CAPACITAÇÃO EM FLUIDOS DE PERFURAÇÃO, COMPLETAÇÃO E ESTIMULAÇÃO, de 05/09/2011 a 30/01/2012, Carga horária total: 411 horas, realizado no Laboratório de Pesquisas em Petróleo - LAPET/UFRN. O curso tem como objetivo a capacitação de profissionais da química para atuação como técnicos de fluidos de nível superior na indústria do petróleo. O corpo docente é constituído por professores permanentes da UFRN e profissionais graduados do setor industrial com reconhecida competência no tema abordado. O conteúdo programado, com carga horária de 411h, será ministrado sob a forma de aulas teóricas e práticas presenciais. Rosangela de Carvalho Balaban

19 ATIVIDADES PREVISTAS (acordadas com PV – em fase de contratacao) 1. Mini curso em Energias Renováveis - Biodiesel e Etanol 2ª Geração (Teórico – prático); Carga horária a definir – Sistema de módulos a serem aplicados no final de semana; 2. Visita a planta piloto de microalgas 3. Viagem de Campo e visita a refinaria Clara Camarao

20 Dificuldades A duplicidade da fonte de recurso, bem vinda pelo aporte de maior numero de bolsa, dificulta o gerenciamento. Muitos atores para responder por papeis. Tempo de planejamento das atividades tecnico-cientifica é bem menor. Bolsistas com prazo de bolsa muito diversificado Dificuldade na contratacao de serviço relacionados a viagem de campo


Carregar ppt "Sumário 1.PRH30 / Comissão Gestora 2.Historico 3.Objetivos 4.Cursos Integrantes (Anterior e Atual) 5.Linhas de Pesquisas e Disciplinas das ênfases 6.Laboratórios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google