A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Campo Petrolífero de Xaréu (Sub-Bacia de Mundaú, Bacia do Ceará – Nordeste do Brasil) no Contexto Transcorrente/Transformante da Margem Equatorial Atlântica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Campo Petrolífero de Xaréu (Sub-Bacia de Mundaú, Bacia do Ceará – Nordeste do Brasil) no Contexto Transcorrente/Transformante da Margem Equatorial Atlântica."— Transcrição da apresentação:

1 O Campo Petrolífero de Xaréu (Sub-Bacia de Mundaú, Bacia do Ceará – Nordeste do Brasil) no Contexto Transcorrente/Transformante da Margem Equatorial Atlântica Brasileira: Caracterização Estrutural por Meio de uma Abordagem Multiescala Autor Doutorando Alex Francisco Antunes Orientação Prof. Dr. Emanuel Ferraz Jardim de Sá Coorientação Prof. Dr. Fernando César Alves da Silva

2 OBJETIVOS Aperfeiçoamento de uma metodologia de caracterização da trama de fraturamento natural em reservatórios petrolíferos não-aflorantes. Determinação da influência que o fraturamento exerce sobre o acúmulo, selo e fluxo de óleo no reservatório. Aplicação da técnica desenvolvida na viabilização de perfurações de poços multilaterais no campo petrolífero estudado e em similares de outras regiões.

3 LOCALIZAÇÃO DA ÁREA E EXEMPLOS DE TÉCNICAS UTILIZADAS Análise de Imagens Orbitais

4 EXEMPLOS DE TÉCNICAS UTILIZADAS Estudos de Análogos de Campo Estudo de Testemunhos de Sondagem

5 Interpretação Sísmica EXEMPLOS DE TÉCNICAS UTILIZADAS

6 MOTIVAÇÃO Calcário Trairí: principal reservatório no Campo de Xaréu. Reservatório estruturalmente controlado, ou seja, o óleo está armazenado e migra em fraturas. Fraturamento no reservatório: distribuição pouco conhecida, implicando em um baixo fator de recuperação de óleo no campo. Assim, o estudo estrutural detalhado é muito importante na determinação da distribuição, orientação e densidade das fraturas e sua influência na permo-porosidade do reservatório, visando aumentar o seu fator de recuperação.

7 DESAFIOS Determinação do padrão de fraturamento em um reservatório profundo e submerso, sem o auxílio de observações diretas, como aquela disponível em superfície, mas sim por análogos de terreno, geofísica, poços etc. Escassez, distribuição irregular e qualidade dos dados disponíveis no Campo de Xaréu. Orientação das fraturas: Qual direção drena melhor ou acumula mais petróleo? ??

8 APLICABILIDADE Os resultados obtidos foram utilizados na viabilização da perfuração de uma categoria especial de poços, chamados multilaterais, que percorrem horizontalmente a rocha-reservatório e em mais de uma direção, propiciando uma melhor drenagem do óleo contido nas rochas.

9 APLICABILIDADE A perfuração dos poços horizontais somente pode ser otimizada pelo conhecimento da orientação e distribuição das fraturas no reservatório, uma vez que eles devem preferencialmente interceptá-las em alto ângulo, e amostrando o maior número possível de fraturas. É também importante conhecer a direção preferencial de fluxo dos fluidos, conidicionada pelos esforços tectônicos recentes.

10 RESULTADOS Definição do arcabouço estrutural do Campo de Xaréu pela interpretação de seções sísmicas, mapeando as falhas principais de direção NW-SE; Recomposição das etapas de deformação por meio da técnica de balanceamento de seções; Caracterização em mesoescala do padrão de fraturamento pela análise de testemunhos de sondagem e perfis geofísicos de poços; Relatório com descrição recomendações sobre a metodologia de trabalho desenvolvida.

11 As técnicas desenvolvidas têm trazido ótimos resultados na tarefa de caracterização estrutural do Campo de Xaréu. Este conhecimento auxiliou no domínio da técnica de perfuração multilateral e foi utilizado na perfuração de um poço com duas pernas horizontais pela PETROBRAS, que apresentou um incremento considerável na produção de petróleo, fato que incentiva a construção de novos poços no Campo de Xaréu e em outros similares. A técnica aplicada permite continuar explorando campos maduros (preservando o meio ambiente em outras áreas), impedindo o fechamento e conseqüente manutenção da atividade econômica petrolífera no Estado cearense. BENEFÍCIOS SOCIAIS E ECONÔMICOS

12 Ao projeto Caracterização Geomecânica de Reservatórios Heterogêneos para o Aumento do Fator de Recuperação através da Perfuração de Poços Multilaterais (FINEP/CT-PETRO/PETROBRAS) pelo financiamento das pesquisas À PETROBRAS UN-RN/CE pela cessão dos dados À equipe de Geólogos e Geofísicos da PETROBRAS UN- RN/CE e do CENPES por todas as discussões e contribuições AGRADECIMENTOS


Carregar ppt "O Campo Petrolífero de Xaréu (Sub-Bacia de Mundaú, Bacia do Ceará – Nordeste do Brasil) no Contexto Transcorrente/Transformante da Margem Equatorial Atlântica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google