A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENERGIA COMO VETOR DE DESENVOLVIMENTO

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENERGIA COMO VETOR DE DESENVOLVIMENTO"— Transcrição da apresentação:

1 ENERGIA COMO VETOR DE DESENVOLVIMENTO
COORDENAÇÃO ESTADUAL DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS COMITÊ GESTOR DO ESTADO DO AMAZONAS ENERGIA COMO VETOR DE DESENVOLVIMENTO Ministério de Minas e Energia

2 ENTIDADE/INSTITUIÇÃO
COMITÊ GESTOR REPRESENTANTES ENTIDADE/INSTITUIÇÃO 1 Robson de Bastos Coordenador Estadual - MME 2 Wenceslau Abtibol Manaus Energia e CEAM 3 Marcoaurélio de Mendonça Secretaria Estadual de Infra-Estrutura - SEINF 4 João Ferdinando Barreto Secretaria Estadual da Produção - SEPROR 5 Paulo Sérgio Benzecry SUFRAMA 6 Rui Moura Bananeira Associação Amazonense de Municípios 7 Fernando Raimundo Moreira Vasques ARSAM 8 Rubem César Rodrigues Souza Universidade Federal do Amazonas - UFAM 9 Carlos Jorge Ataíde de Oliveira INCRA COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

3 ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ GESTOR
I - avaliar as demandas da sociedade e definir as obras de eletrificação rural a serem priorizadas segundo os critérios estabelecidos neste Manual; II - encaminhar ao Coordenador Regional, mensalmente, relatório de acompanhamento com as Principais decisões tomadas, inclusive resultado das prioridades de obras definidas. Desse relatório poderão constar, ainda, informações técnicas e financeiras dos Programas de Obras apresentados pelos Agentes Executores; III - atuar como facilitador, para que os Agentes Executores cumpram as metas do Programa LUZ PARA TODOS que atendam, simultaneamente, às metas estabelecidas pela ANEEL; IV - acompanhar a execução física e financeira das obras nos Estados, verificando o cumprimento de cronogramas, dificuldades encontradas na execução etc; V - identificar e articular ações de desenvolvimento rural integrado que possibilitem o uso social e produtivo da energia elétrica; e VI - avaliar as demandas das comunidades isoladas e definir as aplicações dos estoques dos equipamentos remanescentes do processo de revitalização do PRODEEM. COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

4 ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES EXECUTORES
Manaus Energia e CEAM levantar as demandas de sua área de concessão e/ou atuação e elaborar o Programa de Obras, baseando-se nos critérios estabelecidos neste Manual; encaminhar à ELETROBRÁS o Programa de Obras, para análise técnica e orçamentária, que atenda às metas estabelecidas pelo Programa LUZ PARA TODOS; implantar o Programa de Obras, observando as obras priorizadas pelo CGE; prestar contas à ELETROBRÁS do andamento físico e financeiro do Programa de Obras, para fins de liberação de recursos; instalar, obrigatoriamente no início das obras, placas de obras do Programa LUZ PARA TODOS, conforme critérios estabelecidos no Anexo III. Os custos correrão por conta dos Agentes Executores e poderão ser contabilizados como sua contrapartida;e - receber as demandas, organizando-as por comunidade e/ou Municípios e encaminhá-las ao CGE, para definição das prioridades. prestar informações aos novos consumidores sobre o uso adequado e eficiente da energia elétrica, além de alertá-los quanto aos cuidados necessários para sua utilização com segurança; COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

5 DEMANDAS APROVADAS PELO CGE
A Coordenação Estadual aprovou no Comitê Gestor solicitações de comunidades rurais, correspondente aos 62 municípios do Estado do Amazonas; As solicitações foram encaminhadas aos Agentes Executores Manaus Energia e CEAM para providencias de levantamentos técnicos nas comunidades solicitantes, visando a viabilidade de atendimento das comunidades; A CEAM já realizou levantamentos técnicos com georreferenciamentos de domicílios, para serem inseridos nos próximos Programas de obras; e A Manaus Energia conta com um levantamento de domicílios localizados nas margens dos Rios Negro e Amazonas. Essa demanda deverá fazer parte do Terceiro Programa de Obras da referida concessionária. COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

6 Metas Físicas Realizadas
AG. EXECUTOR Nº DE MUNICIPIOS ATENDIDOS Nº DE LIGAÇÕES REALIZADAS Nº. DE PESSOAS BENEFICIADAS Manaus Energia 1 4.616 27.696 CEAM 39 13.647 81.882 TOTAL 40 18.263 agosto/2007 Fonte: Manaus Energia e CEAM COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

7 EVOLUÇÃO DE EXECUÇÃO ANUAL - CEAM
Financiamento 2004 à 2006 Ano 2007 Total Geral Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 1º - ECFS 009/04 7.800 - 7.024 2º - ECFS 124/05 840 825 980 1.200 1.650 1.780 2.900 3.800 3.639 3.500 28.714 1.614 236 373 421 409 343 1.023 1.181 6.623 Total Geral Previstas (1º e 2º Financiamento): 36.514 Total Geral Realizadas até jul/2007: 13.647 COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

8 BENEFICIOS VIABILIZADOS
Nos municípios e localidades beneficiados pelo Programa Luz para Todos, vários projetos em diversas áreas estão sendo possíveis de realizações: EDUCAÇÃO 109 escolas em 30 municípios atualmente contam com energia elétrica 24 horas, podendo dinamizar o processo de aprendizagem da população local. Como destaque, citamos o PROJETO DE ENSINO MÉDIO PRESENCIAL COM MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA desenvolvido pela SEDUC nas comunidades rurais. A partir da eletrificação, o Estado e municípios têm conseguido dotar de estrutura as escolas das comunidades rurais, proporcionando mais conforto para os alunos, bem como, implementar os ensinos médio e fundamental nos três turnos (matutino, vespertino e noturno), fato que antes não era possível. COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

9 ÁREA DE PRODUÇÃO (agricultura)
As iniciativas, seja particular ou através de projetos de Instituições Públicas, já é notório nas comunidades atendidas pelo PLpT. A SEPROR, IDAM, AFEAM, SEBRAE, SENDEL(Manaus) e SEMAGA (Manaus) estão viabilizando investimentos importantes no processo produtivo: Agroindústria de Polpa de Frutas MUNICIPIO: Itacoatiara LOCALIZAÇÃO: AM – 010, Vila do Engenho/Novo Remanso. ATENDIMENTO: 500 famílias e 08 comunidades. BENEFICIAMENTO: cupuaçu, graviola e taperebá. Obs. a localidade destaca-se como a maior produtora de abacaxi, com uma produção de 2 milhões p/ano, que abastece mercados e feiras de Manaus. COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

10 COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM
EMPREGO A execução do Programa Luz para Todos tem mobilizado a mão-de-obra em diversas categorias de profissionais envolvidos diretamente na execução do programa no Estado do Amazonas (técnicos, engenheiros, e administrativos e outros): Para cada 01 emprego direto gerou-se 04 empregos indiretos; e Até o ano de 2006 haviam sido contratados diretamente trabalhadores, gerando, portanto, empregos indiretos, totalizando a criação de empregos gerados a partir da execução do Programa Luz para Todos. COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

11 Agroindústria – Vila do Engenho Município de Itacoatiara
COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

12 Escola Rosalina Almeida Pinheiro
Monte Sinai - Autazes Nº de Salas de aula: 10 Nº de alunos: 435 Ensinos: médio, fundamental e infantil COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

13 Escola Municipal “Professor Paulo Freire”
Agrovila - Município de Manaus Ensinos: médio, fundamental e infantil Nº. de alunos: 98 Localização: M.E do Rio Negro Município: Manaus Está sendo construída outra escola com 04 salas de aula. Obs. Prevista para atendimento no Programa de obras da Manaus Energia COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM

14 Principais parceiros no Estado do Amazonas:
Ações Integradas O “Luz para Todos” vai além de um Programa Técnico de eletrificação. Ele propõe uma verdadeira revolução de desenvolvimento social e econômico na zona rural do País. O acesso a energia elétrica permitirá um desenvolvimento integrado de políticas públicas nas esferas Federal, Estadual e Municipal. As entidades públicas e privadas estão convidadas para a implementação dessa revolução. O Governo Federal propõe a união de todos, em busca do cumprimento do protocolo assumido pelo Brasil para o desenvolvimento do milênio. Principais parceiros no Estado do Amazonas: Estado, Municípios e Entidades não governamentais COORDENAÇÃO ESTADUAL/CGE - AM


Carregar ppt "ENERGIA COMO VETOR DE DESENVOLVIMENTO"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google