A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tema E: Formatos de armazenamento ótico I – CD

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tema E: Formatos de armazenamento ótico I – CD"— Transcrição da apresentação:

1 Tema E: Formatos de armazenamento ótico I – CD
Aplicações Informáticas B Ano Letivo 2013/2014 Tema E: Formatos de armazenamento ótico I – CD Elaborado Por: Data de Apresentação: Carlos Oleiro nº6 12ºB e 23 de Janeiro Carlos Vieira nº7 12ºB1 Diogo Correia nº9 12ºB1

2 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Introdução INTRODUÇÃO CD (abreviatura de Compact Disc, "disco compacto" em inglês); Pode ser utilizado como meio de armazenamento de dados, de vídeo e de áudio; É um dos mais populares meios de armazenamento de dados digitais, principalmente de música comercializada e softwares de computador (quando este último acontece, o CD recebe o nome de CD-ROM). Formatos de armazenamento ótico I - CD

3 Formatos de armazenamento ótico I - CD
O que é? O que é? Um CD é um disco de acrílico sobre o qual é impressa uma longa espiral (22,188 voltas, totalizando 5,6 km de extensão); As informações são gravadas em furos nessa espiral, o que cria dois tipos de irregularidades físicas: pontos claros e pontos escuros; Estes pontos são chamados de bits, e é o que concede as informações ao CD. Formatos de armazenamento ótico I - CD

4 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Leitura do CD Leitura do CD A leitura da superfície do CD é analisada por um laser, utilizando luz no comprimento infravermelho. Essa luz é refletida pela superfície do disco e captada por um detector. Esse detetor envia ao controlador do aparelho a sequência de pontos claros e escuros (a informação codificada no CD), que são convertidos em "uns ou zeros", os bits (dados binários). Para garantir a fidelidade do CD é necessário evitar sujidades que podem prejudicar a leitura do mesmo, assim é colocado um disco de plástico especial em cima da superfície do CD. Formatos de armazenamento ótico I - CD

5 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Tipos de CDs Tipos de CDs CD-ROM CD-R CD-RW Formatos de armazenamento ótico I - CD

6 Formatos de armazenamento ótico I - CD
CD-ROM CD-ROM CD-ROM (Compact Disc Read-Only Memory - Disco Compacto Memória Apenas de Leitura) Foi desenvolvido em 1985. Memória apenas para leitura deve-se ao facto do seu conteúdo poder apenas ser lido e nunca alterado. O termo foi herdado da memória ROM que contrasta com tipos de memória R e RW. A gravação neste tipo de CD é feita pelo seu fabricante, ao contrário dos CD-R e CD-RW, onde o utilizador pode fazer a sua própria gravação. Formatos de armazenamento ótico I - CD

7 Formatos de armazenamento ótico I - CD
CD-R CD-R CD-R (Compact Disc Recordable - Disco Compacto Gravável) Mais conhecidos por CD Virgem, este tipo de CD surgiu depois do CD-ROM, trazendo uma grande vantagem: ao contrário do CD-ROM, o CD-R pode ser gravado pelo utilizador, ou seja, uma pessoa compra o CD-R vazio de informação, podendo assim o gravar nele o que pretender. Formatos de armazenamento ótico I - CD

8 Formatos de armazenamento ótico I - CD
CD-RW CD-RW CD-RW (Compact Disc ReWritable - Disco Compacto Regravável) Este CD utiliza tecnologia semelhante à do CD-R, só que este torna-se ainda mais útil, pois este tipo de CD permite o utilizador grave várias vezes o conteúdo que quiser, ou seja, permite a substituição dos ficheiros por outros. Formatos de armazenamento ótico I - CD

9 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Armazenamente de Dados Armazenamento de Dados Todos nós já armazenamos dados num CD à alguns anos, não havia ainda as pen-drives agora utilizadas, sendo mais do que suficiente os 700 MB para armazenamento de dados, tais como: fotos, música, ficheiros de Word, etc. Formatos de armazenamento ótico I - CD

10 Formatos de armazenamento ótico I - CD
CDs Áudio CDs Áudio Hoje em dia a principal utilização dos CD é na comercialização da música, devido principalmente ao tamanho não muito grande destes ficheiros comparando com os jogos ou com filmes, onde têm de ser utilizados outros tipos de armazenamentos de maior capacidade. Formatos de armazenamento ótico I - CD

11 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Armazenamente de vídeo Armazenamento de vídeo Desde de 1995 que os vídeos passaram a ser armazenados maioritariamente em DVD, pois têm muito maior capacidade de armazenamento. A gravação de ficheiros de vídeo em CD é da mesma forma que os ficheiros comuns. O CD devido ao seu tamanho, limita o tempo de vídeo que pode ser nele armazenado. Formatos de armazenamento ótico I - CD

12 Formatos de armazenamento ótico I - CD
Webgrafia Webgrafia https://www.google.pt/search?q=cds&espv=210&es_sm=93&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ei=FIDZUtbyHOLe7AaK2YHADQ&ved=0CAkQ_AUoAQ&biw=1280&bih=708#imgdii=_ Formatos de armazenamento ótico I - CD

13 FIM FIM


Carregar ppt "Tema E: Formatos de armazenamento ótico I – CD"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google