A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O fenómeno da integração

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O fenómeno da integração"— Transcrição da apresentação:

1 O fenómeno da integração
A UNIÃO EUROPEIA O fenómeno da integração Aula de 07/05/2013

2 Sumário Noção e formas de integração económica
Os blocos de integração económica regional

3 NOÇÃO E FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA
Desde a 2ª guerra mundial MUNDIALIZAÇÃO DOS PROBLEMAS ECONÓMICOS INTERDEPENDENCIA ECONÓMICA CRESCENTE CRESCENTE COMPLEXIFICAÇÃO NAS RELAÇÕES AUMENTO DO RITMO DAS TRANSACÇÕES TRANSACCIONAIS FORMAÇÃO DE BLOCOS ANTAGÓNICOS NOVA DISTRIBUIÇÃO MONETÁRIA INTERNACIONAL NOVA REPARTIÇÃO DE PODER NEGOCIAL NOVAS SOLUÇÕES E NOVOS INSTRUMENTOS

4 NOÇÃO DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA
SIGNIFICADO DE INTEGRAÇÃO LING. ECONÓMICA LING. CORRENTE

5 NOÇÃO DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA
“PROCESSO QUE TENDE A UNIR VÁRIOS ESPAÇOS ECONÓMICOS NACIONAIS C/O OBJECTIVO DE OBTER UM ÚNICO ESPAÇO ECONÓMICO MAIS VASTO” ELIMINAR MEDIDAS PROTECCIONISTAS VIGENTES VANTAGENS DESVANTAGENS

6 VANTAGENS E DESVANTAGENS DA IE
Crescimento económico Eficiência dos recursos de cada país Economias de escala Potenciam outras actividades Poder negocial Coerência e rigor nas políticas económicas Dinamização das economias Liberalização das trocas VANTAGENS Perda de receitas importação (deixa de haver taxas) Perda de autonomia (cedências) DESVANTAGENS

7 INTEGRAÇÃO ECONÓMICA E SOBERANIA COMUM
Um dos objectivos da IE é: DIMINUIR AS DIFERENÇAS ESTRUTURAIS ENTRE OS PAÍSES Paralelamente é necessário a partir de certo ponto: Criação de instituições comuns a todos Progressiva transferência de parte da soberania nacional para tais instituições Ex: UE

8 INTEGRAÇÃO ECONÓMICA E SOBERANIA COMUM
Processo de união entre países que acordam eliminar as barreiras à livre troca entre si, ou seja, união de mercados antes separados p/ constituírem um só mercado de maior dimensão e c/ características próprias favorecendo a cooperação entre os participantes a vários níveis SOBERANIA COMUM Processo que significa a renuncia de alguns países da respectiva soberania em favor da forma de integração económica onde se inserem, conferindo a esta última poderes próprios e independentes dos estados-membros

9 FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA
IMPORTANTE DISTINGUIR ENTRE INTEGRAÇÃO FORMAL vs INTEGRAÇÃO INFORMAL Acordo entre 2 ou mais países no sentido de derrubar entre si algumas barreiras ao comércio livre e à livre circulação de pessoas e capitais Atribuição de algumas vantagens comerciais a um ou mais países, mas sem o compromisso de estabelecer um verdadeiro compromisso

10 FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA
SISTEMA DE PREFERENCIAS ADUANEIRAS ZONA DE COMÉRCIO LIVRE UNIÃO ADUANEIRA MERCADO COMUM UNIÃO ECONÓMICA UNIÃO ECONÓMICA E MONETÁRIA UNIÃO POLITICA (ou UNIÃO ECONÓMICA TOTAL) >integração < integração Formas de integração consoante o grau de integração desejado

11 FORMAS DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA TRF DAS SOBERANIAS NACIONAIS
FORMAL Vantagens Aduaneiras Livre circulação de bens Pauta exterior comum Livre circulação serv., pess. e capitais Politicas econom.comuns Moeda única Autori// supranacional SPA X ZCL UA MC UE UEM UP/UET INTEGRACÃO MAIS PROFUNDA À MEDIDA QUE É MAIOR O GRAU DE INTEGRAÇÃO SOBERANIA COMUM CRIAÇÃO INSTITUIÇÕES COMUNS TRF DAS SOBERANIAS NACIONAIS

12

13

14 ORGANIZAÇÕES DE INTEGRAÇÃO ECONÓMICA NO MUNDO
A crescente globalização e dimensão económica da actualidade tem levado à necessidade dos países se associarem em BLOCOS ECONÓMICOS p/ resistirem à enorme competitividade das economias Fenómeno cada vez mais frequente Vídeo Google

15

16


Carregar ppt "O fenómeno da integração"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google