A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A modelagem de Negócio com UML. Introdução A passagem do Modelo do Negócio para o Modelo do Sistema envolve a definição de quais Casos de Uso do Negócio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A modelagem de Negócio com UML. Introdução A passagem do Modelo do Negócio para o Modelo do Sistema envolve a definição de quais Casos de Uso do Negócio."— Transcrição da apresentação:

1 A modelagem de Negócio com UML

2 Introdução A passagem do Modelo do Negócio para o Modelo do Sistema envolve a definição de quais Casos de Uso do Negócio deverão ser automatizados; No momento em que os requisitos do sistema tornarem-se melhor identificados e compreendidos, estes atores e casos de uso iniciais poderão ser redefinidos conforme necessário. 2SBJ

3 Definições Técnica utilizada para compreensão dos processos dos negócios de uma organização. Finalidade: criar uma abstração, uma visão simplificada do negócio. Mostra o ambiente da organiza ç ão e como a organiza ç ão age em rela ç ão a este ambiente. Por ambiente entende-se tudo com que a organiza ç ão interage para realizar os seus processos de neg ó cio, tais como clientes, empregados, parceiros.

4 Objetivos Compreender a estrutura e a dinâmica da organiza ç ão na qual um sistema de informa ç ão ser á implantado; Compreender os principais problemas atuais da organiza ç ão e identificar melhorias potenciais; Garantir que clientes, usu á rios e desenvolvedores tenham um entendimento comum sobre a organiza ç ão; Apoiar na identifica ç ão dos requisitos do sistema.

5 Conceitos Recursos de Negócio Processos de Negócio Regras de Negócio

6 Recursos do negócio São os objetos do neg ó cio, tais como: materiais, informa ç ões e produtos, que são utilizados ou produzidos pelo neg ó cio; Os recursos são organizados em estruturas e têm rela ç ão uns com os outros. São manipulados (usados, consumidos, transformados, produzidos) atrav é s dos processos. Exemplo: Biblioteca Obras (Livros, teses, revistas), Fichas de identifica ç ões dos t í tulos, etc.

7 Processos de Negócios As atividades conduzidas no negócio durante o qual o estado dos recursos do negócio mudam. Os processos descrevem como o trabalho é feito no negócio (como o negócio é conduzido). O processo é então um conjunto ordenado de atividades de trabalho ao longo do tempo, com um começo e fim bem definidos com entradas e saídas. Também governado pelas regras. Exemplo (Biblioteca): Emprestar Obras, Reservar Títulos, Devolver Obras

8 Regras do Negócio Sentenças que definem ou restringem algum aspecto do negócio. Representam um conhecimento o respeito do negócio. As regras definem como o negócio deve ser conduzido (como os processos devem ser executados). Regras podem definir como os recursos devem ser estruturados e relacionados uns com os outros.

9 Ator de Negócio Descrição: breve descrição das necessidades do ator em relação a organização e sua esfera de relacionamento com a mesma; Características: aplicável principalmente a clientes e fornecedores da organização, refere-se a aspectos peculiares ao ator, tais como quantidade de indivíduos que o ator representa, conhecimento do domínio, familiaridade com tecnologia aplicada a sistemas computacionais, etc. Representação: 9SBJ

10 Casos de Uso de negócio Descreve uma seqüência de ações - incluindo suas variantes - que um processo do negócio deve executar com o objetivo de produzir como resultado algo de valor para o atendimento das necessidades de um ator do negócio. Do ponto de vista da organização, um caso de uso do negócio está associado aos objetivos e resultados organizacionais. Um caso de uso do negócio: Deve ser iniciado por um ator do negócio, embora haja exceções; Descreve uma funcionalidade completa de um processo do negócio conforme percebida por um ator do negócio; Gera como resultado algo de valor tangível para um ator do negócio (usuário); Expressam os requisitos do negócio. 10SBJ

11 Casos de Uso de negócio Nome: uma frase representando de forma significativa um processo do negócio. deve representar uma ação sendo expresso através de um verbo no gerúndio ou no infinitivo seguido de um substantivo. Representação: 11SBJ

12 Especificando Casos de Uso de Negócio Feita por meio da descrição de seqüências de eventos em formato de texto. Descreve como o ator do negócio e o caso de uso interagem. Deve ser considerado: como e quando o caso de uso inicia e termina; quando o caso de uso interage com um ator envolvido; a seqüência padrão (cenário de sucesso principal); as seqüências alternativas ou de exceções (extensões). 12SBJ

13 Exemplo 13SBJ

14 Casos de Uso de Negócio 14SBJ

15 Exemplo com ramificações 15SBJ

16 Exemplo 16SBJ

17 Trabalhador de Negócio Descrição: breve descrição de seu papel e propósito; Características: aplicável basicamente a humanos, refere-se a aspectos peculiares ao Trabalhador do Negócio, tais como quantidade de indivíduos que ele representa, conhecimento do domínio, familiaridade com tecnologia aplicada a sistemas computacionais, etc. 17SBJ

18 Trabalhador de Negócio Atributos: informações que o trabalhador pode ser requisitado a fornecer para outros Trabalhadores ou Entidades do Negócio durante a execução de um Caso de Uso do Negócio, tais como identificação, senha, , etc; Responsabilidades: identificação das responsabilidades definidas para o Trabalhador do Negócio. A descrição das responsabilidades de um Trabalhador do Negócio podem limitar-se a uma descrição genérica na forma de um texto. Uma especificação mais detalhada requer a definição explicita de cada atividade associado ao seu trabalho na forma de uma operação, Para cada operação, se necessário, pode ser complementada com uma descrição textual. 18SBJ

19 Trabalhador de Negócio Operação: Representa uma atividade específica realizada por um trabalhador do negócio; É disparada por uma requisição de outro trabalhador do negócio ou de um ator do negócio; Uma operação tem um nome e opcionalmente parâmetros. Exemplo: Operação: Sacar dinheiro conta corrente(conta, senha, quantia) Descrição da operação: O Caixa efetiva a retirada da quantia solicitada pelo Cliente de sua conta corrente mediante a correção da senha informada e existência de saldo para cobertura do saque 19SBJ

20 Especificação de um Trabalhador do Negócio Cada trabalhador do negócio deve ter uma associação com as entidades do negócio que ele deve criar/manter/utilizar; Cada trabalhador do negócio deve ter uma associação com os outros trabalhadores do negócio que ele deve comunicar-se; Um trabalhador do negócio deve ser utilizado em pelo menos um caso de uso do negócio; Uma operação de um trabalhador do negócio deve ser utilizada em pelo menos um caso de uso do negócio; Os relacionamentos de um trabalhador do negócio devem ser utilizados em pelo menos um caso de uso do negócio. 20SBJ

21 Identificando Casos de Uso do sistema Para cada Caso de Uso do Negócio: Associe cada Trabalhador do Negócio a um candidato a ator do sistema; Para cada candidato a ator do sistema associe um caso de uso. 21SBJ

22 Automatizando atividades dos trabalhadores de negócio Um Trabalhador do Negócio pode ter suas atividades automatizadas total ou parcialmente pelo sistema. Como conseqüência, o Ator do Negócio se comunicará diretamente com o sistema passando a ser Ator do Sistema. As responsabilidades não automatizadas do Trabalhador do Negócio são transferidas para o Ator do Negócio (agora Ator do Sistema). 22SBJ

23 Entidade de negócio (Business Entity) representa uma informação significante e persistente que é manipulada por atores do negócio e trabalhadores do negócio. são passivas, não iniciam interações por si próprio. pode ser usada na realizações de diferentes de casos de uso do negócio. fornece a base para o compartilhamento de informações (fluxo de documentos) entre trabalhadores do negócio participantes em diferentes casos de uso do negócio. Como as classes, uma entidade do negócio pode ter atributos e operações associadas. 23SBJ

24 Entidade de negócio (Business Entity) Propriedades: Descrição: breve descrição de seu papel e propósito; Responsabilidades: identificação das responsabilidades definidas para a Entidade do Negócio. Pode incluir o ciclo de vida da entidade. Atributo: representa uma informação sobre um objeto de uma classe Entidade do Negócio mantida pelo mesmo. Um atributo é identificado por um nome e por um tipo. Exemplo: NumeroContaCorrente: string Saldo: currency 24SBJ

25 Entidade de negócio (Business Entity) Operações: representa a forma como o Trabalhador do Negócio manipula uma Entidade do Negócio durante a realização de suas responsabilidades. É disparada por uma requisição de um Trabalhador do Negócio ou de outra Entidade do Negócio; Uma operação tem um nome e opcionalmente parâmetros. Exemplo: Debitar conta corrente(quantia) Creditar conta corrente(quantia) 25SBJ

26 Entidade de negócio (Business Entity) - Características Nome e descrição claros e significativos; Todas as coisas do negócio, tais como produtos, documentos, contratos, etc, devem ser modelados como entidades do negócio; Uma entidade do negócio deve ser utilizada em pelo menos um caso de uso do negócio; Uma entidade do negócio deve ter um trabalhador do negócio ou ator do negócio responsável por sua existência; Os relacionamentos entre as entidades do negócio devem ser independentes e utilizados em pelo menos um caso de uso do negócio. 26SBJ

27 Regras de Negócio Declaração de política ou condição associada aos requisitos do negócio que deve ser considerada em um processo do negócio. Aparecem: na descrição dos casos de uso do negócio e nos diagramas utilizados para representar a realização dos casos de uso do negócio. 27SBJ

28 Regras de Negócio: exemplo Preparar entrega do pedido ao cliente SOMENTE SE informação para entrega completa 28SBJ

29 Regras de Negócio: exemplo SEMPRE DEVE SER GARANTIDO QUE Um pedido tenha pelo menos um produto relacionado 29SBJ

30 Modelo de Análise de Negócio Descreve a realização dos casos de uso do negócio pela interação entre trabalhadores do negócio e entidades do negócio. Trata-se de uma abstração que permite representar como os trabalhadores do negócio e entidades do negócio se relacionam e colaboram na execução dos casos de uso do negócio. 30SBJ

31 Exemplo Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Classes de Negócio 31SBJ

32 Modelo de Análise de Negócio Diferenças entre o Modelo de Casos de Uso do Negócio e o Modelo de Análise do Negócio: o Modelo de Casos de Uso do Negócio descreve o que acontece entre os atores do negócio e o negócio em si; o Modelo de Análise do Negócio define os trabalhadores do negócio e as informações por eles utilizados (entidades do negócio) internamente, descrevendo sua organização estrutural dentro das unidades independentes (sistemas do negócio), estabelecendo como eles interagem para realizar o comportamento descrito nos casos de uso do negócio. 32SBJ

33 Realização de Casos de Uso de Negócio Descreve como os trabalhadores do negócio, entidades do negócio e eventos do negócio colaboram para executar um determinado caso de uso do negócio. Caso de uso do negócio descreve os passos a serem executados para gerar um resultado de valor para um ator do negócio; descritos a partir de uma perspectiva externa (o que); Realização de um caso de uso descreve como estes passos são realizados dentro da organização; descritos a partir de uma perspectiva interna (como). 33SBJ

34 Realização de Casos de Uso de Negócio Diagrama de Atividades: cada raia representa um Trabalhador do Negócio participante do caso de uso do negócio. Diagramas de Comunicação e Seqüência: representam a interação entre os Atores do Negócio e Trabalhadores do Negócio, e como as Entidades do Negócio são acessada durante a execução de um caso de uso do negócio. Diagramas de Classes: representa os Trabalhadores do Negócio e as Entidades do Negócio participantes na realização de um acaso de uso do negócio. Para cada caso de uso do negócio pode haver mais de um diagrama de atividades, considerando seus diferentes cenários. 34SBJ

35 Diagrama de Atividades Descreve a ordenação das atividades necessárias para a realização de um caso de uso do negócio, a partir das relações e atribuições dos atores do negócio e dos trabalhadores do negócio envolvidos. Uma atividade pode ser executada de forma manual ou automatizada. Cada ator do negócio e trabalhador do negócio deve ser representado em uma raia. Exemplo: Caso de Uso do Negócio Efetuar Venda 35SBJ

36 Exemplo: Efetuar vendas 36SBJ

37 Recapitulando... Atividade: refere-se a execução de um processamento não atômico, envolvendo uma ou mais ações. Um Estado de Atividade pode: conter ações de entrada e saída, representar um estado composto 37SBJ

38 Recapitulando... Ação: consiste em um processamento atômico que resulta em uma mudança de estado no sistema ou no retorno de um valor. Abrangem: chamadas de operações, envio de sinais, criação ou destruição de um objeto, ou; algum processamento computacional puro, tal como uma avaliação de uma expressão. 38SBJ

39 Recapitulando... Transição: Quando uma ação ou atividade de um estado é completada, o fluxo de controle passa imediatamente para o próximo estado de ação ou atividade. 39SBJ

40 Recapitulando... Condição de Guarda: Condiciona a ocorrência de uma transição para a execução de uma atividade. 40SBJ

41 Recapitulando... Decisão (desvio): Representada através de uma ramificação no Diagrama de Atividades. reúne condições que resultam em uma ramificação no Diagrama de Atividades 41SBJ

42 Recapitulando... Desvio e intercalação 42SBJ

43 Recapitulando... Barra de Sincronização : Permite a representação de fluxos de controle concorrentes. Bifurcação representa a divisão de um fluxo de controle em dois ou mais fluxos de controle concorrentes e independentes Abaixo da bifurcação, as atividades associadas com cada um dos caminhos continua em paralelo União representa a sincronização de dois ou mais fluxos concorrentes. Na união, os fluxos concorrentes devem sincronizar-se, isto é, o fluxo de controle abaixo da união somente inicia após todos os fluxos de controle acima da união terem encerrado. 43SBJ

44 Recapitulando... Bifurcação e União 44SBJ

45 Recapitulando... Raia (swinlane): especifica o responsável pela execução de um conjunto de atividades. O responsável pode ser um ator ou sistema. Quando o Diagrama de Atividades é utilizado para a modelagem de workflows, as raias representam as unidades organizacionais, sendo nelas apropriada as suas respectivas atividades. Workflows são utilizados para visualizar, especificar, construir e documentar processos do negócio atinentes ao sistema em desenvolvimento. 45SBJ

46 Diagrama de Atividades para um Caso de Uso 46SBJ

47 Variação com inclusão 47SBJ

48 Efetuar Vendas 48SBJ

49 Diagrama de Atividades para Workflow 49SBJ

50 Com fluxo de objetos... 50SBJ

51 Diagrama de Classes Apresentam as associações, agregações e generalizações entre os trabalhadores do negócio e as entidades do negócio. 51SBJ

52 Modelo de Análise de Negócio 52SBJ

53 Diagramas de Interação Representam os detalhes da interação entre os trabalhadores do negócio, atores do negócio e entidades do negócio durante a execução de um caso de uso do negócio. Descrevem o que fazem os trabalhadores do negócio, como as entidades do negócio são manipuladas e como ocorre a comunicação pela troca de mensagens entre os participantes. 53SBJ

54 Diagramas de Interação Diagr. Seqüência 54SBJ

55 Casos de Uso de Negócio 55SBJ


Carregar ppt "A modelagem de Negócio com UML. Introdução A passagem do Modelo do Negócio para o Modelo do Sistema envolve a definição de quais Casos de Uso do Negócio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google