A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERÍODO REGENCIAL. - Regência Provisória mostra a clara tendência de afastar os membros radicais do governo e montar uma estrutura baseada nos Moderados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERÍODO REGENCIAL. - Regência Provisória mostra a clara tendência de afastar os membros radicais do governo e montar uma estrutura baseada nos Moderados."— Transcrição da apresentação:

1 PERÍODO REGENCIAL

2 - Regência Provisória mostra a clara tendência de afastar os membros radicais do governo e montar uma estrutura baseada nos Moderados - Fase Liberal: anistia aos presos políticos e reintegração do Ministério dos Brasileiros, dentro das tropas militares: naturalização ou expulsão (lusofobia). - P. Moderador na mão dos Regentes com limitações as ações de desmando.

3 GRUPOS POLÍTICOS Liberais Exaltados: militares, jornalistas, bacharéis em Direito, sacerdotes. Esquerda! Não jacobiniana. Razão: falta de um programa social. Liberais Exaltados: militares, jornalistas, bacharéis em Direito, sacerdotes. Esquerda! Não jacobiniana. Razão: falta de um programa social. Defendiam: final do Poder Moderador e do Senado Vitalício, federalismo, criação de Assembléias Legislativas Provinciais. Uma parte apenas era republicana. Ganhavam o termo farroupilhas ou jurujubas. Principal personagem Cipriano Barata Defendiam: final do Poder Moderador e do Senado Vitalício, federalismo, criação de Assembléias Legislativas Provinciais. Uma parte apenas era republicana. Ganhavam o termo farroupilhas ou jurujubas. Principal personagem Cipriano Barata

4 Restauradores: direita! Nobreza burocrática, clero, comerciantes portugueses. Figura central José Bonifácio. Conhecidos como Caramurus. Restauradores: direita! Nobreza burocrática, clero, comerciantes portugueses. Figura central José Bonifácio. Conhecidos como Caramurus. Liberais Moderados: representavam a aristocracia agrária. Adeptos da Monarquia, temiam apenas o autoritarismo imperial. Defendiam o censitarismo. Conhecidos como Chimangos (ave que se alimenta de carniça). Principal membro Padre Feijó. Liberais Moderados: representavam a aristocracia agrária. Adeptos da Monarquia, temiam apenas o autoritarismo imperial. Defendiam o censitarismo. Conhecidos como Chimangos (ave que se alimenta de carniça). Principal membro Padre Feijó. Feijó: dentro das Cortes lutou contra a Recolonização e sua visão era estatal ligada a burocracia militarista. Feijó: dentro das Cortes lutou contra a Recolonização e sua visão era estatal ligada a burocracia militarista.

5

6 GUARDA NACIONAL Agitação promovidas na capital pelas insubordinações militares eram sufocadas pela Guarda Municipal. Na data de 14 de julho a cidade dormiu sem polícia. Este período ficou conhecido como a Crise de Julho. Agitação promovidas na capital pelas insubordinações militares eram sufocadas pela Guarda Municipal. Na data de 14 de julho a cidade dormiu sem polícia. Este período ficou conhecido como a Crise de Julho. Aprovação da Criação da Guarda Nacional: força paramilitar, subordinada ao Juiz de Paz no plano local e ao Ministro da Justiça no plano Nacional (Feijó). Critério de inclusão censitárico. Renda de 200 mil réis nas grandes cidades e 100 mil nas pequenas. Admitia-se a eleição para postos de oficiais: coronel. Aprovação da Criação da Guarda Nacional: força paramilitar, subordinada ao Juiz de Paz no plano local e ao Ministro da Justiça no plano Nacional (Feijó). Critério de inclusão censitárico. Renda de 200 mil réis nas grandes cidades e 100 mil nas pequenas. Admitia-se a eleição para postos de oficiais: coronel.

7 Inspiradas na Guarda Nacional francesa, teve um processo de abrasiliamento. Também teve ligação com a Natinal Guard americana Inspiradas na Guarda Nacional francesa, teve um processo de abrasiliamento. Também teve ligação com a Natinal Guard americana Relação: contribuiram para manter o exército reduzido e só enfrequeceu quando os conflitos passaram da dimensão interna para a externa. Relação: contribuiram para manter o exército reduzido e só enfrequeceu quando os conflitos passaram da dimensão interna para a externa. Visão econômica: despesas mínimas, não recebiam soldos, o Estado arcava apenas com o armamento e instrutores. Visão econômica: despesas mínimas, não recebiam soldos, o Estado arcava apenas com o armamento e instrutores.

8 AVANÇO LIBERAL Período caracterizado pelas medidas descentralizadoras. Período caracterizado pelas medidas descentralizadoras. 1832: criação do Código do Processo Criminal, passando a se fazer eleições para os Juizes de Paz. Sua atuação se dá como se ele fosse um prefeito pois tinha funções juridicas e administrativas. 1832: criação do Código do Processo Criminal, passando a se fazer eleições para os Juizes de Paz. Sua atuação se dá como se ele fosse um prefeito pois tinha funções juridicas e administrativas. Ato Adicional de 1834: data 6 de agosto de Ato Adicional de 1834: data 6 de agosto de 1834.

9 MEDIDAS CENTRALISTAS DO ATO ADICIONAL Províncias não podiam ter Constituição próprias. Províncias não podiam ter Constituição próprias. Presidentes das Províncias continuavam a ser escolhidos pelo Poder Central Presidentes das Províncias continuavam a ser escolhidos pelo Poder Central Autonomia dos municípios foi suprimida Autonomia dos municípios foi suprimida Regência de Trina passou a ser Una Regência de Trina passou a ser Una

10 MEDIDAS DESCENTRALISTAS Fim do Conselho de Estado Fim do Conselho de Estado Fim dos Conselhos Provinciais e Criação das Assembléias Legislativas Provincias Fim dos Conselhos Provinciais e Criação das Assembléias Legislativas Provincias Eleição direta e secreta para o Cargo de Regente Eleição direta e secreta para o Cargo de Regente Manutenção do Poder Moderador – enfraquecido pela ação legislativa Manutenção do Poder Moderador – enfraquecido pela ação legislativa

11 A Cabanada (PE/AL 1831 –1836): A Cabanada (PE/AL 1831 –1836): –Zebrão do vestibular (não confundir com a Cabanagem). –Zebrão do vestibular (não confundir com a Cabanagem). –Contradições: –Contradições: –Discurso:defesa da grande propriedade, da religião (que teria sido ofendida com a saída de D. Pedro I), e da volta de D. Pedro I (em nome da autoridade divina). –Discurso:defesa da grande propriedade, da religião (que teria sido ofendida com a saída de D. Pedro I), e da volta de D. Pedro I (em nome da autoridade divina). –Prática:saques de fazendas, assassinatos de proprietários, ocupação de terras, libertação de escravos. –Prática:saques de fazendas, assassinatos de proprietários, ocupação de terras, libertação de escravos. –Presença inicial de grandes proprietários (defendendo seus privilégios) e permanente das camadas humildes e exploradas. –Presença inicial de grandes proprietários (defendendo seus privilégios) e permanente das camadas humildes e exploradas. –Sem lideranças expressivas. –Sem lideranças expressivas. –Violentamente reprimida. –Violentamente reprimida.

12 Revolta dos Malês (BA 1835): –Revolta de negros escravos islâmicos (alfabetizados que liam o Alcorão). No mínimo 100 negros foram massacrados.

13 Cabanagem (PA/AM 1835 –1840): Cabanagem (PA/AM 1835 –1840): –Ampla participação popular (índios, negros, mestiços, escravos ou livres, porém, todos sem posses). –Ampla participação popular (índios, negros, mestiços, escravos ou livres, porém, todos sem posses). –Luta contra desigualdades. –Luta contra desigualdades. –Sem programa político definido. –Sem programa político definido. –Chegaram a tomar o poder mas foram traídos (Antônio Malcher, Francisco Vinagre e Eduardo Angelim). –Chegaram a tomar o poder mas foram traídos (Antônio Malcher, Francisco Vinagre e Eduardo Angelim). –Por ser a mais popular das revoltas, foi a mais severamente reprimida (30 mil mortos ou 25% da população total da Província). –Por ser a mais popular das revoltas, foi a mais severamente reprimida (30 mil mortos ou 25% da população total da Província).

14 –As lideranças anônimas da Cabanagem: Domingos Onça, Mãe da Chuva, João do Mato, Sapateiro, Remeiro, Gigante do Fumo, Piroca Cana, Chico Viado, Pepira, Zefa de Cima, Zefa de Baixo, Maria da Bunda, etc.

15 A Sabinada (BA –1837 –1838): A Sabinada (BA –1837 –1838): –Francisco SabinoBarroso (líder). –Francisco SabinoBarroso (líder). –Dificuldades econômicas da Província (causa principal) e recrutamento forçado para lutar contra os Farrapos no sul (causa imediata). –Dificuldades econômicas da Província (causa principal) e recrutamento forçado para lutar contra os Farrapos no sul (causa imediata). –Obj: República Provisória até a maioridade de D. Pedro II. –Obj: República Provisória até a maioridade de D. Pedro II. –Adesão da classe média urbana. –Adesão da classe média urbana. –Líderes presos ou mortos e expulsos da Bahia. –Líderes presos ou mortos e expulsos da Bahia.

16 REVOLTAS NO CEARÁ Revolta de Pinto Madeira(1832). Poderoso e influente coronel da milícia que defendia a restauração de D. Pedro I no poder (caramuru de tendência absolutista). Soma-se o fato do antagonismo das oligarquias rurais de Jardim e do Crato. Revolta de Pinto Madeira(1832). Poderoso e influente coronel da milícia que defendia a restauração de D. Pedro I no poder (caramuru de tendência absolutista). Soma-se o fato do antagonismo das oligarquias rurais de Jardim e do Crato. Pinto Madeira foi acusado pelos liberais, consegue o apoio do Padre Penca (padre Benze-cacetes) e assim lidera centenas de caboclos do Cariri para a volta de D. Pedro. Também conhecida como Revolta do Benze-Cacete. Pinto Madeira foi acusado pelos liberais, consegue o apoio do Padre Penca (padre Benze-cacetes) e assim lidera centenas de caboclos do Cariri para a volta de D. Pedro. Também conhecida como Revolta do Benze-Cacete. Tropas do governo lideradas por Labutt dissolvem o movimento. Pinto Madeira é morto. Tropas do governo lideradas por Labutt dissolvem o movimento. Pinto Madeira é morto. Levante de Sobral (1840) próxmo ao Golpe da Maioridade o movimento morreu antes de nascer. Levante de Sobral (1840) próxmo ao Golpe da Maioridade o movimento morreu antes de nascer.

17 DOS CABANOS A BALAIADA A abdicação de D. Pedro I levou a região a choques entre várias facções – Setembrada A abdicação de D. Pedro I levou a região a choques entre várias facções – Setembrada O quadro de tensões cresce devido ao alto número de marginalizados: negros fugindo da escravidão, barqueiros, artesãos, boiaderios, etc O quadro de tensões cresce devido ao alto número de marginalizados: negros fugindo da escravidão, barqueiros, artesãos, boiaderios, etc Bastava uma faísca! Ela ocorreu em O mulato vaqueiro Raimundo Gomes (o Cara Preta) pertencente a facção bem-te-vi( liberais). Liderando um grupo de vaqueiros tomou de assalto a cadeia pública onde estava seu irmão acusado de cometer um crime e de lá libertou todos os presos. Prisões feitas pelos cabanos para cumprirem o serviço militar. Detalhe a guarnição de soldados aderiu ao movimento. Bastava uma faísca! Ela ocorreu em O mulato vaqueiro Raimundo Gomes (o Cara Preta) pertencente a facção bem-te-vi( liberais). Liderando um grupo de vaqueiros tomou de assalto a cadeia pública onde estava seu irmão acusado de cometer um crime e de lá libertou todos os presos. Prisões feitas pelos cabanos para cumprirem o serviço militar. Detalhe a guarnição de soldados aderiu ao movimento.

18 Seu manifesto pedia a expulsão dos portugueses, por onde iam recebiam adesão em massa. Destas revoltas e adesões destaca-se a de Manoel dos Anjos Ferreira apelidado de Balaio que teve duas filhas estupradas por um capitão do governo. Seu manifesto pedia a expulsão dos portugueses, por onde iam recebiam adesão em massa. Destas revoltas e adesões destaca-se a de Manoel dos Anjos Ferreira apelidado de Balaio que teve duas filhas estupradas por um capitão do governo. Outro destaque se dá ao negro Cosme que assinava seu nome como Dom Cosme Bento das Chagas – Tutor e Imperador das Liberdades Bem-te-vis! Outro destaque se dá ao negro Cosme que assinava seu nome como Dom Cosme Bento das Chagas – Tutor e Imperador das Liberdades Bem-te-vis! A medida que aumentava a participação popular o movimento ia cindindo. Grandes proprietários, jornalistas e todos os liberais que tivessem bens iam se omitindo e retirando-se da luta. A medida que aumentava a participação popular o movimento ia cindindo. Grandes proprietários, jornalistas e todos os liberais que tivessem bens iam se omitindo e retirando-se da luta. Os populares chegaram a tomar a cidade de Caxias onde organizaram uma junta provisória. O Movimento se irradia pelo PI e CE, levando o governo a pedir ajuda a Guarda Nacional de todo NE e mais de tropas militares comandadas por Luís Alves de Lima e Silva. Os populares chegaram a tomar a cidade de Caxias onde organizaram uma junta provisória. O Movimento se irradia pelo PI e CE, levando o governo a pedir ajuda a Guarda Nacional de todo NE e mais de tropas militares comandadas por Luís Alves de Lima e Silva. Em 1841 o movimento foi inteiramente sufocado e muitos ganharam a anistia. Em 1841 o movimento foi inteiramente sufocado e muitos ganharam a anistia.

19 FARROUPILHA O RG do Sul teve uma história de invasões sejam elas castelhanas (Guerra Guaranítica) confrontos com índios, platinos, bandeirantes. Motivados pela terra, gado. O RG do Sul teve uma história de invasões sejam elas castelhanas (Guerra Guaranítica) confrontos com índios, platinos, bandeirantes. Motivados pela terra, gado. Gado: couro era vendido a Europa e o charque destinado ao mercado interno. Coexistiam grandes propriedades com médias e pequenas na mão de açorianos. Mão de obra básica o negro. Gado: couro era vendido a Europa e o charque destinado ao mercado interno. Coexistiam grandes propriedades com médias e pequenas na mão de açorianos. Mão de obra básica o negro. Em 1832 foi fundado o Partido Farroupilha reunindo liberais exaltados que defendiam (alguns) as idéias republicanas. A República também era defendida pels casas maçônicas. Em 1832 foi fundado o Partido Farroupilha reunindo liberais exaltados que defendiam (alguns) as idéias republicanas. A República também era defendida pels casas maçônicas. Isto favoreceu fortes oposições das oligarquias provinciais afastadas do governo central (RJ). Assim o governo incentivou a entrada do charque platino por preços menores. As tarifas as charque gaúcho eram altas e o sal produzido em Portugal e na Espanha tinha impostos altíssimos. Isto favoreceu fortes oposições das oligarquias provinciais afastadas do governo central (RJ). Assim o governo incentivou a entrada do charque platino por preços menores. As tarifas as charque gaúcho eram altas e o sal produzido em Portugal e na Espanha tinha impostos altíssimos.

20 Os episódios se aceleraram quando Rodrigues Braga governador da Província denunciou a existência de um projeto separatista. Acusava Bento Gonçalves coronel das forças militares da fronteira e rico proprietário do Rio Grande e no Uruguai de líder. Exaltados (farroupilhas), monarquistas moderados e republicanso moderados se uniram e tomaram Porto Alegre e as tropas da Guarda Nacional aderiram ao movimento. Os episódios se aceleraram quando Rodrigues Braga governador da Província denunciou a existência de um projeto separatista. Acusava Bento Gonçalves coronel das forças militares da fronteira e rico proprietário do Rio Grande e no Uruguai de líder. Exaltados (farroupilhas), monarquistas moderados e republicanso moderados se uniram e tomaram Porto Alegre e as tropas da Guarda Nacional aderiram ao movimento. O governo central da mão do Regente Uno Feijó aderiu a uma política de conciliação. Em 1838 os farrapos apresentaram o Manifesto de 29 de agosto de 1838, declarando seu rompimento com o Império e a construção de um estado republicano. O governo central da mão do Regente Uno Feijó aderiu a uma política de conciliação. Em 1838 os farrapos apresentaram o Manifesto de 29 de agosto de 1838, declarando seu rompimento com o Império e a construção de um estado republicano.

21 A soberania do movimento estava assegurada no Plano econômica através da adminsitração das riquezas naturais da região. A soberania do movimento estava assegurada no Plano econômica através da adminsitração das riquezas naturais da região. Proclama-se a República Piratini liderada por Bento Gonçálves liberto da prisão na BA. Soma-se a força de rebelião as figuras de Giuseppe Garibaldi (carbonário) e Davi Canabarro invadiram Santa Catarina e criaram a República Juliana ou República Catarinense. A conquista de Laguna deu aos farroupilhas a saída para o mar. Proclama-se a República Piratini liderada por Bento Gonçálves liberto da prisão na BA. Soma-se a força de rebelião as figuras de Giuseppe Garibaldi (carbonário) e Davi Canabarro invadiram Santa Catarina e criaram a República Juliana ou República Catarinense. A conquista de Laguna deu aos farroupilhas a saída para o mar. A mudança do governo regencial para as mãos do conservador Pedro de Araújo e Lima (1839) ano em que Garibladi conhece Ana Maria de Jesus Ribeiro. A mudança do governo regencial para as mãos do conservador Pedro de Araújo e Lima (1839) ano em que Garibladi conhece Ana Maria de Jesus Ribeiro. A perda de Laguna começa a mudar os rumos da batalha, que começam as ações mais defensivas. A perda de Laguna começa a mudar os rumos da batalha, que começam as ações mais defensivas. O golpe da Maioridade seguiu a concessão da ansitia política. As tropas imperiais muito superirores em armas e números levou o Barão de Caxias em 1842 para ser comadante das armas da região. Por não querer se dar a anistia aos negros estes foram massacrados nos campos de batalha. O golpe da Maioridade seguiu a concessão da ansitia política. As tropas imperiais muito superirores em armas e números levou o Barão de Caxias em 1842 para ser comadante das armas da região. Por não querer se dar a anistia aos negros estes foram massacrados nos campos de batalha.

22 OS REGRESSISTAS NO PODER A política brasileira tem a perturbá-la, intimimente, secretamente, desde os dias longínquos da Independência, o sentimento de que o povo é uma espécie de vulcão adormecido. Todo perigo está em despertá-lo. Nossa política nunca aprendeu a pensar normalmente o povo, aceitar a expressão da vontade popular como base da vida representativa. Raymundo Faoro. A política brasileira tem a perturbá-la, intimimente, secretamente, desde os dias longínquos da Independência, o sentimento de que o povo é uma espécie de vulcão adormecido. Todo perigo está em despertá-lo. Nossa política nunca aprendeu a pensar normalmente o povo, aceitar a expressão da vontade popular como base da vida representativa. Raymundo Faoro.

23 Muitos historiadores afirmam que Feijó não se importava que as Províncias do Norte se separam-se do Brasil. Também alegavam a falta de pulso na repressão a Farroupilha. Assim a sua renúncia colocou Pedro Lima (ministro da Justiça de Feijó). Muitos historiadores afirmam que Feijó não se importava que as Províncias do Norte se separam-se do Brasil. Também alegavam a falta de pulso na repressão a Farroupilha. Assim a sua renúncia colocou Pedro Lima (ministro da Justiça de Feijó). Em seu governo foi criado o Ministério das Capacidades que criou a Lei Interpretativa do Ato Adicional, lei que foi apresenta ainda na época de Feijó e só aprovada em Em seu governo foi criado o Ministério das Capacidades que criou a Lei Interpretativa do Ato Adicional, lei que foi apresenta ainda na época de Feijó e só aprovada em Os Liberais foram contra a Lei Interpretativa lançando a idéia da necessidade da maioridade de D. Pedro II. Os Liberais foram contra a Lei Interpretativa lançando a idéia da necessidade da maioridade de D. Pedro II.

24 AS REBELIÕES DO PERÍODO REGENCIAL Brasil: Primeiro Reinado AS PRINCIPAIS REBELIÕES DA REGÊNCIA Saga. Op. cit. V. 3, p. 172.


Carregar ppt "PERÍODO REGENCIAL. - Regência Provisória mostra a clara tendência de afastar os membros radicais do governo e montar uma estrutura baseada nos Moderados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google