A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUNGOS Prof. Víctor Pessoa. SERIAM OS FUNGOS PLANTAS? Por muito tempo, os fungos foram considerados vegetais ("semelhantes a plantas), isso porque a maioria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUNGOS Prof. Víctor Pessoa. SERIAM OS FUNGOS PLANTAS? Por muito tempo, os fungos foram considerados vegetais ("semelhantes a plantas), isso porque a maioria."— Transcrição da apresentação:

1 FUNGOS Prof. Víctor Pessoa

2 SERIAM OS FUNGOS PLANTAS? Por muito tempo, os fungos foram considerados vegetais ("semelhantes a plantas), isso porque a maioria das espécies cresce continuamente se ramificando, são imóveis e suas paredes celulares assemelham-se as das plantas. Embora os fungos apresentem um núcleo organizado, pertencendo assim, ao grupo dos organismos eucarióticos por apresentarem estrutura celular "avançada", eles não são vegetais, pois não produzem clorofila e, portanto, não realizam fotossíntese; não possuem folhas, caules ou raízes. Os fungos não ingerem alimentos, mas absorvem os nutrientes dissolvidos no ambiente, sendo, portanto, heterotróficos.

3 * Podem ser uni ou pluricelulares e são heterótrofos por absorção. * A maioria tem vida livre. Alguns são coloniais. Há espécies parasitas. * O glicogênio é a reserva energética. * Reproduz-se de forma assexuada ou sexuada. * Na maioria dos fungos a parede celular é de quitina; alguns fungos têm celulose e hemicelulose na parede celular. (!) dimorfismo celular * Tipos morfológicos básicos: LEVEDURAS (células arredondadas) e BOLORES (células filamentosas septadas ou não). Há espécies de fungos que exibem dimorfismo celular (bolor levedura). CARACTERÍSTICAS GERAIS Paracoccidioides brasiliensis 23ºC (Micélio)37ºC (Levedura)

4 Os bolores são fungos que apresentam muitas células, organizadas como filamentos, que, observados em lentes de grande aumento, parecem pequenas árvores, todas ramificadas. Cada filamento ou ramo é denominado HIFA, os quais crescem e formam uma massa ou conjunto de filamentos enovelados denominado MICÉLIO.

5 As leveduras são fungos unicelulares e, geralmente, não formam filamentos com micélio. São maiores que a maioria das bactérias, podem ter forma oval, podendo ser alongadas e esféricas.

6 OBSERVAÇÃO! Os COGUMELOS são fungos filamentosos macroscópicos que formam grandes estruturas denominadas "corpos de frutificação (hifas especiais, formadas durante os processos de reprodução sexuada). Vivem no solo ou ainda podemos vê-los sobre o tronco das árvores. Alguns servem como alimento (fungos comestíveis). Os cogumelos, têm muitos apelidos, como "orelha de pau", "chapéu de sapo", "bufa de lobo"; os franceses os chamam de champignon e os espanhóis de hongo.

7 REPRODUÇÃO A reprodução se dá por meio de ciclos assexuados e sexuados. Na reprodução assexuada, o núcleo da célula se divide dando origem a duas células iguais, por um processo de divisão celular chamado mitose. Nos bolores, ocorre a formação de esporos, que são unidades reprodutivas assexuadas imóveis e podem ser transportados pelo vento. Já para um fungo filamentoso, a maneira mais fácil de reproduzir-se assexuadamente é por meio de sua fragmentação (um micélio fragmenta-se originando novos micélios).

8 Muitos fungos filamentosos, como o zigomiceto Rhizopus sp. (bolo negro do pão), reproduzem-se assexuadamente pela formação de células haploides dotadas de paredes resistentes, os esporos, processo denominado esporulação. Ao encontrar condições ele (esporo) dá origem a um novo micélio, completando o ciclo assexuado.

9 Em algumas leveduras, o processo de reprodução assexuada é denominado brotamento ou gemulação. Neste processo, a célula filha no início da reprodução é muito menor do que a célula mãe. À medida que o broto cresce, o núcleo da célula mãe se divide e um deles passa para o broto e, em seguida, as duas células se desligam.

10

11 Nos fungos que apresentam reprodução sexuada observa-se a fusão de núcleos celulares haploides, com formação de zigotos diplóides. O processo sexuado começa pela fusão de hifas, a plasmogamia, com formação de hifas dicarióticas, em que os núcleos originários da fusão dos citoplasmas distribuem-se, agora, numa única massa citoplasmática. Posteriormente ocorre cariogamia, ou seja, fusão dos núcleos haploides, que originam núcleos zigóticos diploides. Estes dividem-se imediatamente por meiose (meiose zigótica) e dão origem aos esporos sexuais.

12

13 Resumo esquemático dos ciclos assexuados e sexuados de reprodução nos fungos

14 PRINCIPAIS GRUPOS E RELAÇÕES FILOGENÉTICAS ChytridiomycotaZygomycotaAscomycotaBasidiomycota Basidiocarpo Basidiósporo Ascocarpo Ascósporo Corpo de frutificação Zigósporo Perda do flagelo Reprodução por esporos Hifas Absorção de nutrientes do meio Parede celular com quitina

15 Cythridiomycota (Citridiomicetos ou Mastigomicetos) * Apresentam flagelo em algum estágio da vida (só eles!). * Ausência de quitina na parede celular. * Apresentam hifas cenocíticas com núcleos diploides. * Micolaminarina como substância de reserva (algas pardas e diatomáceas). CARACTERÍSTICAS QUE SUGEREM A RETIRADA DOS CITRIDIOMICETOS DO REINO FUNGI Nas classificações mais modernas, estão inseridos no grupo Stramenopila, juntamente com as algas diatomáceas e crisóficeas

16 Zygomycota (Zygomicetos) * Não apresentam corpos de frutificação durante os processos sexuados. * São os únicos fungos multicelulares que apresentam hifas cenocíticas (semelhança com os citridiomicetos). Ex. Rhizopus stolonifer (bolor do pão). * Micorrizas (associação entre fungos e raízes de árvores). O fungo aumenta a capacidade de a raiz absorver sais minerais do solo

17 Ascomycota (Ascomicetos) * Hifas em forma de saco (ascos), onde são formados os esporos sexuais, denominados ascósporos. * Em certas espécies o corpo de frutificação é carnoso (ascocarpo). * Saccharomyces cerevisae (fermento biológico), Penicillium, Candida e Trichophyton.

18 Liquens – associações entre fungos (ascomicetos) e algas ou cianobactérias

19 Basidiomycota (Basidiomicetos) * Hifas especiais, denominadas basídios, durante o processo de reprodução sexuada. * São os únicos que apresentam corpos de frutificação elaborados, os chamados basidiocarpos, ou ainda, cogumelos. Orelhas-de-pau Champignon fungo comestível fungo comestível

20 Deuteromycota (Deuteromicetos) * Fungos que não apresentam reprodução sexuada. CUIDADO! Classificação em desuso Pela análise filogenética, muitos fungos classificados como deuteromicetos são, atualmente, classificados em outros filos (basidiomicetos, asomicetos etc.)

21 Penicillium sp. Candida albicans Trichophyton

22 IMPORTÂNCIA DOS FUNGOS * São decompositores (reciclagem da matéria no ambiente). * Na fabricação de bebidas alcoólicas, como o vinho e a cerveja. * Podem ser utilizados como alimentos, uma vez que são muito ricos em proteínas e vitaminas do complexo B. * Na fabricação de queijos. * Na fabricação de pães é usada grande quantidade de leveduras chamadas Sacharomyces cerevisiae que produzem gás, fazendo a massa de farinha crescer. * Na produção de antibióticos como por exemplo a penicilina, produzida pelo fungo Penicillium. * Alguns são causadores de MICOSES, como são denominadas genericamente as doenças causadas por fungos.

23

24

25


Carregar ppt "FUNGOS Prof. Víctor Pessoa. SERIAM OS FUNGOS PLANTAS? Por muito tempo, os fungos foram considerados vegetais ("semelhantes a plantas), isso porque a maioria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google