A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Humanismo e Renascimento

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Humanismo e Renascimento"— Transcrição da apresentação:

1 Humanismo e Renascimento
História dos Registros Humanos

2 Humanismo Grupo de indivíduos (ligados às Universidades) que desde o século XIV procuram modificar ou renovar o ensino ministrado nas Universidades Medievais. Todos os que se dedicam a crítica da cultura tradicional e a elaboração de valores centrados no indivíduo. Quem eram: professores, cientistas, clérigos, estudantes, poetas, artistas plásticos.

3 Studio Generalia Teologia Medicina Direito Canônico Direito Civil
Concepção estática, hierárquica e dogmática do saber e da natureza.

4 Studio Humanitas Proposta Humanista:
Atualizar, dinamizar e revitalizar os estudos tradicionais. Poesia, filosofia, história, matemática, eloqüência, retórica. Conhecimento das línguas clássicas: latim e grego. Centrados exclusivamente no conhecimento greco-romano.

5

6 Religião Os Humanistas eram muitas vezes homens da religião, e estavam imbuídos da tarefa de reinterpretar o evangelho sob a ótica e os valores da antiguidade.

7 Valores Exaltavam o indivíduo;
Buscavam o estudo dos feitos históricos da antiguidade; Propunham a liberdade de pensamento; Defendiam a capacidade de ação do ser humano. Eram antropocentristas.

8

9 Sobrevida Em geral não eram bem vistos pela Igreja, por isto garantiam sua sobrevivência atrelando-se a príncipes, reis, Universidades ou famílias burguesas que pudessem protegê-los.

10 Perseguições Dante e Maquiavel – exilados;
Campanella e Galileu – prisão e tortura; Thomas Morus – decapitado; Giordano Bruno – queimado na fogueira; Miguel de Servet – queimado pelos calvinistas; Erasmo de Rotterdam e Paracelso – fugas constantes.

11 Erasmo de Roterdam.

12 Homem O ser humanos era considerado a mais importante criatura de Deus. Por sua razão, inteligência e sua perspicácia o homem explica o mundo. Cria, desenvolve e entende o mundo. Portanto não é um ser qualquer, para os humanistas o homem está entre os seres superiores (anjos).

13 “Ser” escolhido Está acima dos animais e próximo a Deus.
Tem portanto o dever de dominar a natureza. Criticavam os medievais e suas interpretações de mundo. Buscavam obras da antiguidade que não tivessem sido “mexidas” pelos mosteiros.

14 Escola A escola era considerada pelo humanistas como o lugar certo para o aprendizado, onde a experiência era considerada. Os objetivos da escolas, para os humanistas deveria ser: conhecer as estrelas, propor leis e estudar a estrutura das cidades, ler criticamente os textos medievais. Escreviam nas línguas nacionais. Público principal dos humanistas: aristocracia, conselhos reais.

15

16 Renascimento Movimento no campo das artes e da literatura, ocorrido no século XV, que decorreu do Humanismo. Carregava ideais semelhantes, porém se revelou menos filosófico e mais prático. Buscou fazer “renascer” a cultura pagã da antiguidade. Ocorreu em vários pontos da Europa, mas teve seu foco na região da Itália.

17 A crise da Idade Média Séculos XI a XIV. Crise do modelo de organização feudal. Século XIII: Renascimento Urbano e Comercial a partir de contatos com o Oriente pelo comércio e pelas Cruzadas. Itália e Flandres dominam o comércio marítimo e as rotas comerciais internas.

18 Mudanças A grande Crise do século XIV.
Crise social (peste), Crise militar (armas de fogo), Crise clerical (revoltas populares), Crise monetária (esgotamento das minas de ouro e prata). Resultado: ascensão das monarquias, fortalecimento da burguesia, unificação dos territórios (surgimento dos estados nacionais com moeda própria, língua nacional, exército, funcionários, leis nacionais, etc.).

19 Bancos e casas comerciais
Dominadas por burgueses ricos que buscavam estabelecer-se entre os grupos mais importantes da sociedade. Apoiavam os humanistas e renascentistas pois estes ideais iam ao encontro de seus interesses. Recebiam dos reis concessões, direitos e monopólios. Principais: Medici, Fugger, Godard, Sforza, Borgia.

20 Maquiavel Escritas que caíram no gosto dos príncipes do período.
Segundo o autor o sucesso era resultado do acaso, do engenho, da astúcia e da riqueza.

21 Nicola Machiavelo.

22 Criatividade O foco dos renascentistas era ativar a capacidade criativa de cada indivíduo. Resultou em um período de extrema criatividade técnica (imprensa, guerra). Pautavam-se pela observação atenta e metódica da natureza.

23 Experimentos Nova atitude em relação à natureza. Buscavam imitar Deus ao recrias pela arte a natureza. Objetivo dominar o meio natural, explorar os recursos. Estudos de anatomia. A Linguagem principal dos artistas era a matemática. Difundiram os números arábicos e as técnicas de álgebra.

24 Leonardo da Vinci. Estudo das proporções do corpo humano.

25 Instrumentos Criaram um instrumental matemático, administrativo e contábil muito importante (letras de câmbio). Luneta – instrumento que permitiu comprovar a tese do heliocentrismo. Relógio – contagem precisa do tempo, desvinculação com a natureza, maquinização do tempo.

26 Onde foi mais revelador
Arquitetura, escultura e pintura. Fez reaparecer o gosto pela vida, pela sensibilidade, pelas cores e pela luz. Hedonismo – apreciavam a beleza do corpo humano. Abandonam o além (ou paraíso religioso) e buscam o paraíso (beleza) na terra. Um paraíso de formas e cores extasiantes.

27 Leonardo da Vinci. A Santa Ceia.

28 Leonardo da Vinci. Leda e o Cisne.

29 Michelangelo Buonarroti. David.

30 Catedral de Santa Maria la Fiore. Firenze. Itália.

31 O Renascimento transformou-se em uma festa, como exaltação e como excesso, por isto se expressou fundamentalmente nas artes que se dirigem aos sentidos: a pintura e a arquitetura. Principais características: preocupação com a figura humana, valorização do nu, busca da perfeição ao retratar o homem, associação entre arte e ciência, técnica da perspectiva, realismo, harmonia, técnica do claro escuro, senso de equilíbrio e proporção.

32 Sandro Botticelli. O nascimento de Vênus.

33 Rubens. O Rapto das filhas de Leucipo.

34 Por que na Itália Onde os laços medievais eram mais frágeis. A partir do século XIV a região se organiza em cidades-Estado. Rotas comerciais com o Oriente que passavam por este local. Acumulação de capital oriunda dos tributos eclesiásticos. Berço das operações financeiras na Europa.

35 Mecenas Reis, príncipes, papas, bispos, banqueiros comerciantes que patrocinavam os artistas durante o período. Esta atividade proporciona a ascensão dos burgueses, que se igualam ás camadas superiores. A pintura e arquitetura renascentista, assim como parte da literatura humanista foram patrocinadas pelos mecenas.

36 Oposições Nos séculos XIV e XV alimentava-se a idéia de que se vivia um novo tempo. Antropocentrismo X teocentrismo; Individualismo X coletivismo; Racionalismo X tradição; Hedonismo X misticismo e ascetismo medievais.


Carregar ppt "Humanismo e Renascimento"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google