A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gimnospermas Profª Fernanda Landim. Gimnospermas do grego Gymnos: 'nu'; e sperma: 'semente Formação de sementes nuas Plantas terrestres que vivem, preferencialmente,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gimnospermas Profª Fernanda Landim. Gimnospermas do grego Gymnos: 'nu'; e sperma: 'semente Formação de sementes nuas Plantas terrestres que vivem, preferencialmente,"— Transcrição da apresentação:

1 Gimnospermas Profª Fernanda Landim

2 Gimnospermas do grego Gymnos: 'nu'; e sperma: 'semente Formação de sementes nuas Plantas terrestres que vivem, preferencialmente, em ambientes de clima frio ou temperado. Nesse grupo incluem-se plantas como pinheiros, as sequoias, cicas, ginkgo biloba e os ciprestes. Vasculares Possuem raízes, caule e folhas. Reprodução sexuada independe (não depende) da água Possuem também ramos reprodutivos com folhas modificadas chamadas estróbilos ou cones. A fase mais duradoura e permanente é a esporofítica bem como em todos os vegetais vasculares Há produção de sementes

3 Araucárias Cyca Cones ou estróbilos

4 Reprodução das gimnospermas Existem dois tipos de estróbilos, um grande e outro pequeno Estróbilo maior é considerado feminino cada esporângio, chamado de óvulo, produz esporos ( megásporo) O megásporo (esporo) fica retido no esporângio, não é liberado O contato com o grão de pólen provoca o desenvolvimento do esporo no interior do estróbilo feminino, que origina o gameta feminino chamado de oosfera. É no interior do óvulo que está a oosfera.

5 Reprodução das gimnospermas O estróbilo menor é considerado masculino O esporângio masculino é chamado de saco polínico que produz muitos esporos Cada esporo origina um gametófito masculino, também chamado de grão de pólen, que produz gametas chamado de núcleo espermático A ruptura dos sacos polínicos libera inúmeros grãos de pólen (gametófito masculino jovem) Carregados pelo vento, podem atingir os óvulos que se encontram nos estróbilos femininos.

6 Reprodução das gimnospermas Cada grão de pólen, aderido a uma abertura existente no óvulo, inicia um processo de crescimento que culmina com a formação de um tubo polínico, correspondente a um grão de pólen adulto (gametófito masculino adulto). Quando o núcleo espermático atinge o interior do óvulo corre a fecundação da oosfera Após a ocorrência da fecundação e da formação do embrião, o óvulo converte-se em semente A dispersão das sementes, em condições naturais, pode ocorrer pelo vento, no caso do pinheiro comum, ou com ajuda de animais (gralhas-azuis ou esquilos) como acontece com os pinhões do pinheiro-do-paraná.

7 Semente Presente a partir de gimnospermas Possui casca resistente que fornece uma eficiente proteção ao embrião contra o calor, o frio, ou ação de certos organismos Contém nutrientes em seu interior garantindo o desenvolvimento do embrião até a ocorrência de sua germinação A semente foi outra aquisição evolutiva que adaptou as gimnospermas ao ambiente terrestre.

8

9

10

11 Ciclo de vida: gimnospermas Ao longo do seu ciclo de vida, apresenta uma fase mais duradoura e permanente, o esporófito, que faz reprodução assexuada e forma gametófito, que é menos duradoura e fará uma reprodução sexuada para formar um esporófito e assim sucessivamente.

12 Será que vocês aprenderam? 1- Quais as novidades evolutivas que as gimnospermas apresentam em relação às pteridófitas? Grãos de pólen e a semente 2- Qual a função dos estróbilo (cones)? São estruturas reprodutoras, formadas por folhas modificadas, que ocorrem nas gimnospermas. Nessas estruturas formam-se os gametas necessários para a reprodução dessas plantas.

13 3- Cite quatro exemplos de plantas do grupo das gimnospermas. Ginkgo biloba Pinheiro Sequoias Cicas Cipestre

14 4- Explique os fatores que tornaram as plantas do grupo gimnospermas independentes da água para a reprodução. Isso ocorre devido a presença do grão de pólen e do tubo polínico. O grão de pólen permite que o gameta masculino seja transportado pelo ar até a parte feminina da planta. O tubo polínico possibilita que o gameta masculino atinja o gameta feminino.

15 5- Como se chama o gameta feminino das gimnospermas? Onde está localizado? Gameta feminino é chamado de oosfera. A oosfera encontra-se dentro de uma cápsula chamada de óvulo. *ATENÇÃO: Nos animais o termo óvulo corresponde ao gameta feminino. Nos vegetais, porém, o óvulo é uma cápsula e o gameta feminino, a oosfera, está dentro dele.

16 Bons estudos!!!!


Carregar ppt "Gimnospermas Profª Fernanda Landim. Gimnospermas do grego Gymnos: 'nu'; e sperma: 'semente Formação de sementes nuas Plantas terrestres que vivem, preferencialmente,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google