A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento embriológico humano Prof. Regis Romero.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento embriológico humano Prof. Regis Romero."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento embriológico humano Prof. Regis Romero

2 CLIVAGEM DO ZIGOTO Mórula (3 dias após fertilização) 12 a 15 blastômeros Células internas mórula – massa celular interna envolvidas camada células achatadas – camada celular externa ou trofoblasto

3 FORMAÇÃO DO BLASTOCISTO Fluido da cavidade uterina zona pelúcida formando CAVIDADE BLASTOCÍSTICA Aumento do fluido separa em 2 partes: TROFOBLASTO (nutrição) – delgada camada externa células parte embrionária da placenta Massa celular interna – blastômeros localizados centralmente origem ao embrião EMBRIOBLASTO

4 Zona pelúcida degenera e desaparece

5 Cerca 6 dias blastocisto prende-se ao epitélio do endométrio pelo lado da massa celular interna; Trofoblasto prolifera-se e diferencia-se 2 camadas: Citotrofoblasto – camada interna células Sinciotrofoblasto - camada externa – massa multinucleada Sinciciotrofoblasto expande-se do polo embrionário produz enzimas erosão tecidos maternos penetração blastocisto no endométrio 7 º dia camada células cubóides – hipoblasto aparece superfície da massa celular interna voltada para cavidade blatocística

6 Trofoblasto diferencia-se em: citotrofoblasto e sinciciotrofoblasto sinciciotroboblasto – produz hormônio – gonodotrofina coriônica humana (hCG) – penetra no sangue materno das lacunas do sinciciotrofoblasto hCG - mantém atividade endócrina do corpo lúteo durante gravidez constitui a base dos teste de gravidez

7 2ª SEMANA - Término da implantação e continuação do desenvolvimento embrionário Células da decídua – degeneram nas adjacências do sinciciotrofoblasto que está penetrando capturadas fonte de nutrição do embrião FORMAÇÃO DA CAVIDADE AMNIÓTICA, DISCO EMBRIONÁRIO E SACO VITELINO

8 Aparece pequena cavidade no embrioblasto primórdio da CAVIDADE AMNIÓTICA amnioblastos (células âmnio) se separam do epiblasto e formam âmnio – envolve cavidade amniótica TRANSFORMAÇÕES EMBRIOBLASTO formação da placa bilaminar – achatada, quase circular – disco embrionário 2 camadas: EPIBLASTO – células colunares forma assoalho cavidade amniótica HIPOBLASTO – células cubóides teto da cavidade exocelômica DISCO EMBRIONÁRIO fica entre cavidade amniótica e saco vitelino primitivo;

9

10 Células endoderma do saco vitelino originam o mesoderma extra-embrionário (tec conjuntivo frouxo) – envolve o âmnio e saco vitelino (mesoderma extra-embrionário)

11 Cavidades isoladas – lacunas aparecem no sinciciotrofoblasto 12 º dia lacunas fundem-se redes de lacunas constituem os primórdios do espaço interviloso da placenta capilares do endométrio dilatam-se sinciciotrofoblasto erode os capilares (sinusóides) sangue materno flui para redes de lacunas sangue entra e sai das redes se estabelece a CIRCULAÇÃO UTEROPLACENTÁRIA PRIMITIVA

12 Falha no epitélio do endométrio – preenchida por tampão Epitélio regenerado cobre o tampão Com implantação células tecido conjuntivo do endométrio sofre transformação – reação decidual – chamam-se células da decídua – função imunidade Tampão

13 FORMAÇÃO SACO VITELINICO Células hipoblasto membrana exocelômica envolvem a cavidade blastocística cavidade exocelômica modifica-se formando saco vitelino primitivo Mesoderma extra-embrionário aumenta e espaços isolados aparecem espaços se fundem formando cavidade isolada o celoma extra-embrionário

14 Formação celoma extra-embrionário saco vitelino primitivo diminui de tamanho forma saco vitelino secundário (definitivo) Função transferência seletiva de nutrientes para disco embrionário.

15 DESENVOLVIMENTO SACO CORIÔNICO Aparecimento de vilosidades coriônicas primárias Proliferação células citotrofoblasto penetram no sinciciotrofoblasto Celoma extra-embrionário dividi o mesoderma extra-embrionário em : Mesoderma somático extra-embrionário – forra o trofoblasto e reveste o âmnio Mesoderma esplâncnico extra-embrionário – envolve saco vitelino

16 Mesoderma somático extra-embrionário e 2 camadas do trofoblasto córion Córion forma parede saco coronário (saco de gestação) Saco coronário embrião, saco amniótico e vitelino estão suspensos pelo pedículo do embrião Celoma extra-embrionário cavidade coriônica Formação placa precordal área espessada disco bilaminar futuro local boca e região cabeça

17

18 Desenvolvimento fetal 1º mês

19 Desenvolvimento fetal 2º mês

20

21 Desenvolvimento fetal 4º mês

22 Desenvolvimento fetal 5º mês

23 Desenvolvimento fetal 6º mês

24 Desenvolvimento fetal 7º mês

25 Desenvolvimento feta 8º mês

26


Carregar ppt "Desenvolvimento embriológico humano Prof. Regis Romero."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google