A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Contabilidade Básica Ementa Contabilidade: conceito, objeto, finalidade, campo de aplicação; Patrimônio: equação patrimonial; situações líquidas típicas;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Contabilidade Básica Ementa Contabilidade: conceito, objeto, finalidade, campo de aplicação; Patrimônio: equação patrimonial; situações líquidas típicas;"— Transcrição da apresentação:

1 Contabilidade Básica Ementa Contabilidade: conceito, objeto, finalidade, campo de aplicação; Patrimônio: equação patrimonial; situações líquidas típicas; conceitos de capital. Procedimentos contábeis básicos; contas: conceito, função, classificação, contas de compensação, plano de contas; noções de débito e crédito; métodos das partidas dobradas; escrituração: conceito; métodos, escrituração de atos e fatos administrativos, das variações do patrimônio líquido, receitas e despesas, receitas e despesas antecipadas; contas a pagar e a receber, estoques de materiais; operações com mercadorias; operações financeiras ; encerramento do exercício: elaboração do balancete de verificação - ajustes necessários; encerramento das contas de resultados do exercício; demonstração do resultado do exercício: forma e conteúdo. Balanço patrimonial; depreciação, amortização e exaustão.

2 Contabilidade Básica Ementa Contabilidade Básica Ementa Bibliografia: MARION. José Carlos. CONTABILIDADE EMPRESARIAL. Ed. Atlas RIBEIRO, Osny Moura. CONTABILIDADE BÁSICA - FÁCIL. Editora Saraiva - 23ª edição. Bibliografia Complementar: IUDÍCIBUS, Sérgio. CONTABILIDADE GERENCIAL - Editora Atlas FRANCO, Hilário. CONTABILIDADE GERAL - Ed. Atlas

3 Contabilidade Contabilidade Básica – Depreciação DEPRECIAÇÃO Depreciação é a diminuição parcelada de valor que sofrem os Bens de Uso da empresa, em decorrência do desgaste pelo uso, da ação da natureza e da obsolescência.

4 Contabilidade Contabilmente, depreciar consiste em considerar como Despesa ou custo de um período, parte do valor gasto na compra dos Bens de Uso da empresa. Contabilidade Básica – Depreciação Os bens sujeitos à Depreciação são os tangíveis ou materiais. Ex.: computadores, móveis e utensílios, imóveis (construções), instalações, veículos, etc. esses bens são contabilizados em Contas que figuram no Ativo Permanente, subgrupo Imobilizado.

5 Contabilidade Por que precisamos Depreciar? Contabilidade Básica – Depreciação Quando a empresa compra Bens para uso próprio, ela efetua um gasto. Esse gasto, considerado investimento, não pode ser Contabilizado como Despesa no momento em que a compra foi efetuada. Entretanto, esses Bens, sendo utilizados pela empresa, desgastam-se e perdem valor. Por esse motivo é feita a Depreciação. Por meio dela, a empresa pode considerar como Despesa o valor gasto na aquisição dos seus Bens de uso.

6 Contabilidade Quais as causas que justificam a Depreciação? Contabilidade Básica – Depreciação Desgaste pelo uso: você compra um automóvel hoje. Daqui a cinco anos esse automóvel, sendo usado diariamente, não terá o mesmo rendimento de quando novo. Ação da natureza: o próprio automóvel por ficar exposto ao sol, à chuva, sofre essas influências climáticas e se desgasta. Obsolescência : quando o automóvel fica velho, por conta do tempo, por aparecerem modelos mais novos, modernos e com nova tecnologia.

7 Contabilidade Além de desgaste pelo uso, ação da natureza, obsolescência, e por tais Bens serem usados pelas empresas em vários Exercícios Sociais, é correto que se incorpore ao custo de cada Exercício uma parcela do valor gasto na aquisição desses Bens, ao longo do período estimado de sua vida útil. Contabilidade Básica – Depreciação É tecnicamente correto que as empresas procedam, no final de cada Exercício Social, à Depreciação dos Bens materiais constantes do Ativo Imobilizado.

8 Quais procedimentos devem ser tomados para se contabilizar a Depreciação? Contabilidade Básica – Depreciação Prazos usualmente admitidos, e suas respectivas taxas de Depreciação dos Bens mais comuns, são: Estimar o tempo de vida útil para o Bem e, fixar a taxa anual de Depreciação. CONTASVIDA ÚTILTAXA ESTIMADA Computadores5 anos20% a.a. Imóveis (exceto terrenos)25 anos4% a.a. Instalações10 anos10% a.a. Móveis e Utensílios10 anos10% a.a. Veículos5 anos20% a.a.

9 Qual o método de Depreciação utilizaremos? Contabilidade Básica – Depreciação Prazos usualmente admitidos, e suas respectivas taxas de Depreciação dos Bens mais comuns, são: Aqui no Brasil, o mais utilizado é o método linear ou em linha reta, que consiste em aplicar taxas constantes durante o tempo de vida útil estimado para o Bem. Ex.: se o tempo de vida útil de um Bem foi determinado em 10 será de 10%. A Depreciação pode ser anual ou mensal. Anual quando é calculada e contabilizada um única vez ao ano. O valor da quota anual é obtido aplicando-se a taxa normal de Depreciação sobre o valor do Bem. É Mensal quando calculada e contabilizada mensalmente. O valor da quota mensal é obtido dividindo-se o valor da quota anual por 12.

10 Normal: quando o Bem é utilizado durante um único turno ( período de oito hora – o dia tem três turnos). Será aplicada a taxa normal. Contabilidade Básica – Depreciação Acelerada: quando o mesmo bem é utilizado em mais de um turno. Se for utilizado durante dois turnos, será aplicada a taxa multiplicada pelo coeficiente 1,5. Se for utilizado durante três turnos, será aplicada a taxa multiplicada pelo coeficiente 2,0. Diferenciação de Depreciação em relação ao número de turnos em que é utilizada.

11 Temos: taxa * valor do Bem = quota de Depreciação 100 Contabilidade Básica – Depreciação Veja os cálculos: 10 * = Ex: vamos calcular o valor da quota de Depreciação da Conta Móveis e Utensílios, sabendo que o saldo da Conta é de $ e a taxa anual é de 10%.

12 A contabilização da quota de Depreciação é feita mediante o seguinte lançamento: Contabilidade Básica – Depreciação Depreciação a Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios quota do período, conf. Cálculos $ Ex: vamos calcular o valor da quota de Depreciação da Conta Móveis e Utensílios, sabendo que o saldo da Conta é de $ e a taxa anual é de 10%.

13 No Balanço Patrimonial, a Conta Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios aparecerá do lado do Ativo como Conta Retificadora da Conta Móveis e Utensílios, a qual foi utilizada como base para o seus cálculo. Contabilidade Básica – Depreciação A conta creditada, Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios, é Patrimonial e representará, sempre, o valor acumulado das depreciações efetuadas durante o tempo de vida útil do bem. Obs.: a conta debitada, Depreciação, corresponde à Despesa do período; portanto, seu saldo será transferido para a Conta Resultado do Exercício, juntamente com os saldos das demais Despesas da empresa, no momento da apuração do Resultado Líquido do Exercício.

14 Logo: 15 * = Contabilidade Básica – Depreciação Taxa normal * coeficiente = taxa acelerada 10% * 1,5 = 15% Ex. de aplicação de taxa acelerada: Uma máquina contabilizada por $20.000, é utilizada pela empresa durante dois turnos de oito horas. Sabendo que a taxa normal de Depreciação aplicável ao referido Bem é de 10%, faremos: Contabilmente teremos: Depreciação a Depreciação Acumulada de Móveis e Utensílios Quota do período, conf. Cálculos $ 3.000

15 Contabilidade Básica – Depreciação Notas: Um Bem só poderá ser depreciado a partir do mês em que for colocado em uso Quando um Bem for adquirido e colocado em uso durante o ano, sua taxa de Depreciação deverá ser proporcional ao número de meses durante o qual foi utilizado. Neste caso, considera-se como mês integral a fração do mês no qual o Bem foi posto em utilização, mesmo que tenha sido usado por apenas um dia Não são depreciados os Bens cujo tempo de vida útil seja inferior a um ano nem os de pequeno valor, conforme estabelece a Legislação do Imposto de Renda

16 Contabilidade Básica – Amortização Amortização é a diminuição do valor dos Bens imateriais em razão do tempo. A amortização é usada para os Bens imateriais (intangíveis), como Benfeitorias em Bens de Terceiros, Gastos de Organização, etc. Cálculo da quota de Amortização: Para se conhecer o valor da quota de Amortização, basta aplicar a taxa sobre o valor da Conta a ser amortizada. Convém salientar que, usualmente, o prazo mínimo para Amortização é de cinco anos, e máximo de dez anos. Entretanto, há casos em que esses prazos podem ser diferentes.

17 Contabilidade Básica – Amortização Ex.: suponhamos que a Conta Benfeitorias em Bens de Terceiros apresente saldo de $ , o qual deve ser amortizado à taxa de 10% a.a. Temos: taxa * valor do Bem = quota de Amortização 100 Veja os cálculos: 10 * = Nesse caso, o valor a ser amortizado é de $

18 Contabilidade Básica – Amortização Veja como ficará o registro no livro Diário: Amortização a Amortização Acumulada de Benfeitorias em Bens de Terceiros Quota do Exercício, conf. Cálculos $ 4.000

19 Contabilidade Básica – Amortização a Conta Debitada, Amortização, corresponde à Despesa do período. Portanto, seu saldo será transferido para a Conta Resultado do Exercício, juntamente como os saldos das demais Contas de Despesas da empresa, no momento da apuração do Resultado do Exercício. a Conta creditada, Amortização Acumulada de Benfeitorias em Bens de Terceiros, é Patrimonial e representará, sempre, o total acumulado das amortizações. No Balanço Patrimonial, esta conta constará no lado do Ativo como Retificadora da Conta Benfeitorias em Bens de Terceiros, a qual foi utilizada como base para o seu cálculo Obs:

20 Contabilidade Básica – Amortização no Exercício em que o valor da Conta Amortização Acumulada de um Bem imaterial atingir 100% do valor da Conta que o registrava, as duas Contas deverão ser baixadas, debitando-se a Conta Amortização Acumulada e creditando-se a Conta que registrava o referido Bem por razões práticas, pode-se adora uma só Conta, para registrar a Amortização de todos os bens a Amortização também poderá ser calculada e contabilizada mensalmente. Para se obter o valor da quota mensal de Amortização, basta dividir o valor da quota anual por doze Obs:


Carregar ppt "Contabilidade Básica Ementa Contabilidade: conceito, objeto, finalidade, campo de aplicação; Patrimônio: equação patrimonial; situações líquidas típicas;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google