A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jornalismo Multiplataformas Tecnologias, Redes e Convergência Carlos Pernisa Júnior Eduardo Barrére UFJF.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jornalismo Multiplataformas Tecnologias, Redes e Convergência Carlos Pernisa Júnior Eduardo Barrére UFJF."— Transcrição da apresentação:

1 Jornalismo Multiplataformas Tecnologias, Redes e Convergência Carlos Pernisa Júnior Eduardo Barrére UFJF

2 Tecnologias, Redes e Convergência Ementa da disciplina: O uso das tecnologias de comunicação em rede para a produção jornalística. O ambiente digital e suas possibilidades de conexão. Jornalismo transmidiático - transmídia - e jornalismo multimídia como casos de convergência. O jornalismo na TV digital interativa (TVDI). Mônadas abertas: um modo de produção da reportagem jornalística na Web.

3 Tecnologias de comunicação em rede Modelo da comunicação de massa Modelo da comunicação digital (em rede)

4 Comunicação Eras da comunicação Lucia Santaella – Por que as comunicações e as artes estão convergindo?

5 COMUNICAÇÃO Oral – um-um - Palavra falada – conversa ou diálogo - Equilíbrio entre emissor e receptor com troca de papéis - Oralidade – ausência de uma memória documental – mitos e lendas

6 COMUNICAÇÃO Escrita (manuscrito) - Leitura em voz alta – analfabetismo alto - Detenção do saber – mesmo que instrumental (leitura) - Desequilíbrio entre emissor e receptor – com pouca troca de papéis - Oralidade e escrita – início de uma memória documental

7 COMUNICAÇÃO Impressa (imprensa) - Leitura silenciosa – receptor único e alfabetizado - Saber distribuído aos letrados – menor analfabetismo - Desequilíbrio entre emissor e receptor sem troca de papéis - Fim da tradição oral como modelo

8 COMUNICAÇÃO De Massa (meios de massa) – um-todos - Emissor único com inúmeros receptores - Receptor não diferenciado, presumido, médio (com grau de instrução baixo) – massa - Oralidade de volta – mas com mudanças em relação à memória - Influência de elementos paralelos à comunicação central – publicidade e propaganda, por exemplo

9 COMUNICAÇÃO Digital (redes e suportes) - Possibilidades variadas de relações entre emissor e receptor - Oralidade e escrita em debate – sem uma predominância clara – retomada do texto - Hipertexto e hipermídia

10 COMUNICAÇÃO Mudança de paradigma Da comunicação de massa: -Modelo do início do século XX -Segmentação e volta do público -Crise do conceito – problema da informação

11 COMUNICAÇÃO Mudança de paradigma Para a comunicação digital: -Segmentação e público -Modelo mais participativo -Volta da ideia da comunicação – troca (um-um ou todos-todos)

12 O ambiente digital e suas possibilidades de conexão O ambiente digital As redes Conexões e convergências

13 Redes A mudança para a comunicação digital está determinando uma nova configuração na área. Se antes havia uma ideia de passagem, hoje a formação rizomática em rede determina a comunicação. Rede hipertextual (Lévy): seis princípios: - Metamorfose; heterogeneidade; multiplicidade e de encaixe de escalas; exterioridade; topologia e mobilidade dos centros.

14 Convergência Analógica – alguma convergência Digital – convergência quase total A convergência é digital

15 Leituras desta aula LÉVY, Pierre. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Tradução de Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, SANTAELLA, Lucia. Por que as comunicações e as artes estão convergindo? São Paulo: Paulus, 2005.

16 Leituras para a próxima aula PERNISA JÚNIOR, Carlos. Jornalismo Transmidiático ou Multimídia? Curitiba: Interin, v. 10, n. 2, jul./dez Disponível em: w/35 ALZAMORA, Geane; TARCIA, Lorena. Brazilian Journalism Research. Convergência e transmídia: galáxias semânticas e narrativas emergentes em jornalismo. Disponível em:


Carregar ppt "Jornalismo Multiplataformas Tecnologias, Redes e Convergência Carlos Pernisa Júnior Eduardo Barrére UFJF."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google