A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nova Modelagem para a Desestatização de FURNAS FURNAS, há 43 anos produzindo energia para o desenvolvimento do Brasil. Democratização do Capital.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nova Modelagem para a Desestatização de FURNAS FURNAS, há 43 anos produzindo energia para o desenvolvimento do Brasil. Democratização do Capital."— Transcrição da apresentação:

1 Nova Modelagem para a Desestatização de FURNAS FURNAS, há 43 anos produzindo energia para o desenvolvimento do Brasil. Democratização do Capital

2 2 Nova Modelagem de Desestatização A nova modelagem de desestatização de FURNAS, anunciada pelo Exmo. Sr. Presidente da República, em entrevista coletiva no dia 09 de junho último, que se fundamenta na pulverização das ações da Empresa, compreende, dentre outros, os seguintes passos: A nova modelagem de desestatização de FURNAS, anunciada pelo Exmo. Sr. Presidente da República, em entrevista coletiva no dia 09 de junho último, que se fundamenta na pulverização das ações da Empresa, compreende, dentre outros, os seguintes passos: l Cisão da ELETROBRÁS e criação da ELETRO/FURNAS; l Incorporação de FURNAS pela ELETRO/FURNAS; l Reestruturação Societária de FURNAS; l Transformação da Empresa numa Corporação; l Realização de Ofertas Públicas de suas ações, em Leilões realizados no País e no exterior. A nova modelagem de desestatização de FURNAS, anunciada pelo Exmo. Sr. Presidente da República, em entrevista coletiva no dia 09 de junho último, que se fundamenta na pulverização das ações da Empresa, compreende, dentre outros, os seguintes passos: A nova modelagem de desestatização de FURNAS, anunciada pelo Exmo. Sr. Presidente da República, em entrevista coletiva no dia 09 de junho último, que se fundamenta na pulverização das ações da Empresa, compreende, dentre outros, os seguintes passos: l Cisão da ELETROBRÁS e criação da ELETRO/FURNAS; l Incorporação de FURNAS pela ELETRO/FURNAS; l Reestruturação Societária de FURNAS; l Transformação da Empresa numa Corporação; l Realização de Ofertas Públicas de suas ações, em Leilões realizados no País e no exterior.

3 3 Cisão da ELETROBRÁS (spin off) Ajustamento do Inciso I do art. 5 o da Lei N o 9.648, de 1998, de forma a dar fundamentação legal à reestruturação societária da ELETROBRÁS,com vistas à privatização de FURNAS mediante a democratização de seu Capital; Ajustamento do Inciso I do art. 5 o da Lei N o 9.648, de 1998, de forma a dar fundamentação legal à reestruturação societária da ELETROBRÁS,com vistas à privatização de FURNAS mediante a democratização de seu Capital; Realização de AGE para cisão da ELETROBRÁS, com a constituição de nova Sociedade (ELETRO/FURNAS) para a qual serão vertidos os Ativos correspondentes à participação Societária em FURNAS; Realização de AGE para cisão da ELETROBRÁS, com a constituição de nova Sociedade (ELETRO/FURNAS) para a qual serão vertidos os Ativos correspondentes à participação Societária em FURNAS; A sociedade ELETRO/FURNAS, assim criada, terá a mesma estrutura societária da ELETROBRÁS. A sociedade ELETRO/FURNAS, assim criada, terá a mesma estrutura societária da ELETROBRÁS. Passo 1

4 4 78,4% Estado Iniciativa Privada 21,6% Estrutura de Controle Sociedade Anônima de Capital Fechado, com 99,82% de suas Ações Ordinárias em poder do Estado. ELETROBRÁS FURNAS ITAIPU CHESFELETRONORTEELETROSULELETRONUCLEARLIGHTPAR Estrutura Societária da ELETROBRÁS Atual

5 5 União FND BNDESPAR Minoritários Residentes Minoritários Residentes Minoritários Não - Residentes Minoritários Não - Residentes 58,4% 5,0% 14,4% 15,0% 7,2% 20,7% 42,1% 37,2% 52,5% 4,2% 18,8% 12,7% 11,8% Ações Ordinárias Ações Preferenciais TOTAL Estrutura de Capital da ELETROBRÁS Atual

6 6 ELETROBRÁS ELETRO FURNAS 78,4% Iniciativa Privada 21,6% Estado União, FND e BNDESPAR holding FURNAS Cisão da ELETROBRÁS Passo 1

7 7 Incorporação de FURNAS Realização de AGE para Incorporação da atual sociedade FURNAS Centrais Elétricas S.A. pela ELETRO/FURNAS, sociedade criada na cisão da ELETROBRÁS, que então adotaria a razão social FURNAS Centrais Elétricas S.A. Realização de AGE para Incorporação da atual sociedade FURNAS Centrais Elétricas S.A. pela ELETRO/FURNAS, sociedade criada na cisão da ELETROBRÁS, que então adotaria a razão social FURNAS Centrais Elétricas S.A. Neste passo, duas transformações relevantes se processam: Neste passo, duas transformações relevantes se processam: FURNAS Centrais Elétricas S.A. passa a ser uma Sociedade Anônima de Capital Aberto, com ADRs no exterior (por rebatimento da situação da ELETROBRÁS), e FURNAS Centrais Elétricas S.A. passa a ser uma Sociedade Anônima de Capital Aberto, com ADRs no exterior (por rebatimento da situação da ELETROBRÁS), e O Governo Federal e os demais Acionistas da ELETROBRÁS passam a ser acionistas diretos de FURNAS. O Governo Federal e os demais Acionistas da ELETROBRÁS passam a ser acionistas diretos de FURNAS. Passo 2

8 8 FURNAS Iniciativa Privada 21,6% Estrutura de Controle 78,4% FURNAS União, FND e BNDESPAR Sociedade Anônima de Capital Aberto, estruturada como holding, com 21,74% de suas Ações Ordinárias em poder da Iniciativa Privada. ELETRO FURNAS holding Iniciativa Privada 21,74% Estrutura de Controle 78,26% União, FND e BNDESPAR Incorporação de FURNAS Passo 2

9 9 União FND BNDESPAR Minoritários Residentes Minoritários Residentes Minoritários Não - Residentes Minoritários Não - Residentes 20,4% 41,5% 38,1% 58,3% 5,0% 14,4% 14,9% 7,4% 51,8% 4,1% 18,5% 12,5% 13,1% Ações Ordinárias Ações Preferenciais TOTAL Estrutura de Capital de FURNAS Nova

10 10 Reestruturação Societária de FURNAS (nova) O Inciso III do art. 5 o da Lei N o 9.648, de 1998, já oferece fundamentação legal à criação das duas subsidiárias integrais de FURNAS. O Inciso III do art. 5 o da Lei N o 9.648, de 1998, já oferece fundamentação legal à criação das duas subsidiárias integrais de FURNAS. Com a preservação da integridade do grupo FURNAS, superam-se questões polêmicas e complexas associadas à privatização, tais como: Com a preservação da integridade do grupo FURNAS, superam-se questões polêmicas e complexas associadas à privatização, tais como: cisão da geração, com perda de capacitação tecnológica e de alavancagem de investimentos para s expansão; cisão da geração, com perda de capacitação tecnológica e de alavancagem de investimentos para s expansão; l reequilíbrio atuarial do Fundo de Pensão (REAL GRANDEZA); l equacionamento de débitos incluídos no REFIS. Passo 3

11 11 FURNAS Geração FURNAS Transmissão FURNAS holding Subsidiárias Integrais de FURNAS, atendendo a disposições do Modelo Setorial e à estratégia gerencial de focalização de negócio. Restruturação Societária de FURNAS Passo 3

12 12 FURNAS holding Subsidiárias Integrais. FURNAS Transmissão FURNAS Geração SPE Hidro I SPE Termo I SPE LT I Expansão por meio de Sociedades de Propósito Especial - SPE, onde FURNAS deteria participação no Capital. Configuração Societária de FURNAS Futura

13 13 Configuração Societária de FURNAS A Estruturação Societária de FURNAS, nos moldes propostos, assegura o cumprimento da diretiva Setorial de segregação das atividades de Geração e Transmissão, ao tempo em que permite melhor organização empresarial para a participação da Sociedade na expansão da oferta de energia para o País. A Estruturação Societária de FURNAS, nos moldes propostos, assegura o cumprimento da diretiva Setorial de segregação das atividades de Geração e Transmissão, ao tempo em que permite melhor organização empresarial para a participação da Sociedade na expansão da oferta de energia para o País. A nova modelagem de privatização, agregando participação intensiva da Sociedade, minimiza reações contrárias ao processo, fortalece o mercado de capitais brasileiro e cria uma importante alternativa de alavancagem de recursos para a Empresa. A nova modelagem de privatização, agregando participação intensiva da Sociedade, minimiza reações contrárias ao processo, fortalece o mercado de capitais brasileiro e cria uma importante alternativa de alavancagem de recursos para a Empresa. Futura


Carregar ppt "Nova Modelagem para a Desestatização de FURNAS FURNAS, há 43 anos produzindo energia para o desenvolvimento do Brasil. Democratização do Capital."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google