A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A CORRENTE CIRCUMPOLAR ANTÁRTICA E BACIAS DOS OCEANOS ATLÂNTICO, ÍNDICO E PACÍFICO (BOX_CHANNEL TEST) Leonardo D Silva.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A CORRENTE CIRCUMPOLAR ANTÁRTICA E BACIAS DOS OCEANOS ATLÂNTICO, ÍNDICO E PACÍFICO (BOX_CHANNEL TEST) Leonardo D Silva."— Transcrição da apresentação:

1 A CORRENTE CIRCUMPOLAR ANTÁRTICA E BACIAS DOS OCEANOS ATLÂNTICO, ÍNDICO E PACÍFICO (BOX_CHANNEL TEST) Leonardo D Silva

2 Sumário Introdução Objetivos Metodologia Resultados Conclusões

3 Introdução MOM4, para o caso teste Box_Channel; Hemisfério Sul com fundo oceânico chato; Corrente com sentido predominante zonal que circula todo o globo situada ao Sul; Interação observada entre a corrente circumpolar antártica e as bacias dos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico

4 Objetivos Verificar, utilizando as saídas do modelo oceanográfico MOM4, as características de temperatura, salinidade e circulação (vetor velocidade) dominantes na interação entre a corrente circumpolar antártica e as bacias dos oceanos Atlântico, Índico e Pacífico.

5 Metodologia Rodada de 6 meses. Saídas de 10 em 10 dias; 18 passos de t e 39 níveis de Z; Comparações entre S e T para prof. de 5 e 185m, nos dias 15/02, 15/04 e 14/06/80; Plotado o campo de velocidade da corrente na profundidade de 17 e 195m nos dias 10/02 e 01/03/80.

6 Resultados Campo de velocidades – início de giro no sentido anti-horário no trecho oceânico correspondente aos oceanos Atlântico e Índico; corrente predominantemente zonal com velocidades maiores que as do giro supracitado a Sul;

7 Resultados

8 Campo de temperaturas – movimento para S de águas mais quentes no lado W da área; Advecção de temperatura não pareceu afetar a área da corrente zonal localizada a S;

9 Resultados

10 Campo de salinidade - movimento para S de águas mais frescas no lado W da área; Intrusão de água menos salina em latitudes mais altas não afetou a distribuição da salinidade na área antártica;

11 Resultados

12 Conclusões 1.O movimento no sentido horário da corrente no experimento transportou águas mais quentes para S no lado W da área estudada. Tal dinâmica fez com que a salinidade na área SW, acima da Corrente Circumpolar Antártica diminuísse em função do aumento da temperatura e conseqüente diminuição da densidade induzida no local;

13 Conclusões 2.Toda a dinâmica de giro ocorrida no oceano idealizado parece não ter afetado os padrões de temperatura e salinidade da Corrente Circumpolar Antártica; e

14 Conclusões 3.Tal experimento, por limitação de recursos computacionais, foi rodado para um período de 6 meses e não permitiu visualizar um giro completo nos oceanos Atlântico e Índico e na Corrente Antártica. Esta escala temporal pode ter nos impedido de observar padrões de alteração na salinidade e temperatura em todas as correntes aqui analisadas.

15


Carregar ppt "A CORRENTE CIRCUMPOLAR ANTÁRTICA E BACIAS DOS OCEANOS ATLÂNTICO, ÍNDICO E PACÍFICO (BOX_CHANNEL TEST) Leonardo D Silva."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google