A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Teorias de Desenvolvimento Os Autores Nuno Rosário – FCTUC Psicologia Educacional II 2006.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Teorias de Desenvolvimento Os Autores Nuno Rosário – FCTUC Psicologia Educacional II 2006."— Transcrição da apresentação:

1 Teorias de Desenvolvimento Os Autores Nuno Rosário – FCTUC Psicologia Educacional II 2006

2 Jean Piaget Jean Piaget Jean Piaget nasceu em Neuchâtel, Suiça, em 1896 e faleceu em 1980 Escreveu mais de cinquenta livros e monografias, tendo publicado centenas de artigos. Estudou a evolução do pensamento até a adolescência, procurando entender os mecanismos mentais que o indivíduo utiliza para captar o mundo Como epistemólogo, investigou o processo de construção do conhecimento, sendo que nos últimos anos de sua vida centrou seus estudos no pensamento lógico-matemático A partir da observação cuidadosa de seus próprios filhos e de muitas outras crianças, concluiu que em muitas questões cruciais as crianças não pensam como os adultos. Por ainda lhes faltarem certas habilidades, a maneira de pensar é diferente, não somente em grau (quantitativamente), como qualitativamente

3 Jean Piaget Perspectiva biológica Adaptação Posição epistemológica Interaccionista/Relativista Interaccionista/Relativista Estádios de Desenvolvimento Cognitivo Estádios de Desenvolvimento Cognitivo

4 Adaptação A inteligência é uma forma de adaptação do indivíduo ao meio O desenvolvimento intelectual resulta de sucessivos equilíbrios entre: –Assimilação: incorporação de elementos do meio de forma a integrarem as estruturas do sujeito (com modificação desses elementos) –Acomodação: transformação do sujeito sob acção dos elementos do meio (modificação ou criação de estruturas)

5 Interaccionismo/Relativismo O conhecimento não radica apenas na experiência (empirismo) nem no pensamento (racionalismo), mas na sua interacção O conhecimento é construído através da interacção entre o sujeito e os objectos / situações O sujeito tem um papel activo na construção do seu conhecimento e no seu desenvolvimento Não basta experienciar, é necessário racionalizar os dados dessa acção Acção + Racionalização

6 Concepção de Estádios de Desenvolvimento Cognitivo Estádios de Desenvolvimento Cognitivo Estádios de Desenvolvimento Cognitivo A inteligência vai mudando profundamente ao longo do desenvolvimento O sujeito passa por períodos de reorganização profunda, seguidos de períodos de integração durante os quais um novo estádio é alcançado e as mudanças são assimiladas A cada estádio de desenvolvimento corresponde um sistema cognitivo específico, que determina todo o funcionamento do sujeito Cada estádio resulta do anterior e prepara o seguinte

7 Estádios 3 Estruturas / correspondendo aos 3 estádios Inteligência sensório-motora (0-2A) conhecimento prático dos objectos (situações) resolução de problemas de acção exº: manipulação de objectos Inteligência operatória concreta (2-11/12A) representação mental das acções pensamento concreto operações sobre objectos exº: relação entre objectos Inteligência operatória formal (11/12-14/15A) reflexão, abstracção pensamento formal operações sobre (os resultados das) operações exº proporção: relação entre relações

8 Lev Semionovitch Vygotsky Lev Semionovitch Vygotsky Nasceu a de 1896 em Orcha (BieloRussia) e faleceu a 11 de Junho de 1934 em Moscovo Nasceu a 17 de Novembro de 1896 em Orcha (BieloRussia) e faleceu a 11 de Junho de 1934 em Moscovo Foi um psicólogo bielorusso, descoberto nos meios académicos ocidentais depois da sua morte, causada por tuberculose, aos 37 anos. Pensador importante, foi pioneiro na noção de que o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interacções sociais e culturais (e condições de vida) –Perspectiva socio-interaccionista /socio-historico-cultural As obras de Vygotsky incluem alguns conceitos que se tornaram incontornáveis na área do desenvolvimento da aprendizagem. Um dos conceitos mais importantes é o de zona de desenvolvimento próximo ou proximal. Outra contribuição vygotskiana de relevo foi a relação que estabelece entre pensamento e linguagem, desenvolvida no seu livro "Pensamento e Linguagem"

9 Lev Semionovitch Vygotsky Mediação Social Mediação Social Linguagem Zona de Desenvolvimento Próximo Zona de Desenvolvimento Próximo Jogo

10 Mediação Social O desenvolvimento cognitivo é mediado e modelado pela cultura, o contexto sociocultural, com as suas actividades e expectativas As ferramentas que a cultura proporciona para promover o pensamento e desenvolver o conhecimento passam pela linguagem A linguagem tem um papel fundamental de mediação, nas transmissões e nas interacções socioculturais O desenvolvimento intrapsíquico (interno) passa primeiro por um desenvolvimento interpsíquico (relacional, social)

11 Linguagem A linguagem é o principal instrumento de interacção e mediação Para além da função de comunicação, a linguagem tem um papel ordenador do meio ambiente, indispensável para a progressiva representação do mundo exterior. É fundamental para o desenvolvimento cognitivo, como mediadora e como organizadora dos conhecimentos e capacidades individuais O ensino baseia-se e é amplamente facilitado pela linguagem A fala individual (falar consigo mesmo) ajuda a pensar, a resolver problemas e a orientar o comportamento A linguagem é importante também na aprendizagem cooperativa (diálogos cooperativos), que intervém decisivamente ao nível da zona de desenvolvimento proximal

12 Zona de Desenvolvimento Próximo Zona situada entre o nível de desenvolvimento real e o nível de desenvolvimento potencial, em cada momento, para determinado indivíduo Relaciona-se com a diferença entre o que a criança consegue aprender sozinha e aquilo que consegue aprender com a ajuda de outrem. Corresponde ao que a criança pode adquirir em termos intelectuais quando lhe é dado o suporte educacional devido Nesta zona existe abertura à intervenção externa - importância do ensino e da aprendizagem formais - papel do professor

13 Jogo Vygotsky estabelece uma relação estreita entre jogo e aprendizagem Mesmo considerando que existe uma grande diferença entre o comportamento na vida real e o comportamento no jogo, a actuação no mundo imaginário cria uma Zona de Desenvolvimento Próximo composta de conceitos, ou processos em desenvolvimento. As interacções requeridas no jogo possibilitam a internalização do real e promovem o desenvolvimento cognitivo A relação entre o jogo e o desenvolvimento cognitivo na criança passa também pela actividade combinatória do cérebro, a essência da criatividade Uma prática pedagógica adequada passará não apenas por deixar as crianças brincar, mas sobretudo por ajudar as crianças a brincar e por brincar com as crianças, ou até mesmo por ensinar as crianças a brincar

14 Jerome Bruner Jerome Bruner Jerome Bruner nasceu em New York in É um cognitivista, acreditando que a aprendizagem é um processo que ocorre internamente, mediado cognitivamente, e não um produto directo do ambiente, das pessoas ou de factores externos àquele que aprende. Bruner desenvolveu uma teoria de ensino ou instrução, que sugere metas e meios para a acção do educador. O seu livro, "Uma Nova Teoria da Aprendizagem", em português, data de A teoria de Bruner leva em consideração a curiosidade do aluno e o papel do professor como instigador dessa curiosidade, daí ser denominada teoria ( ou método ) da descoberta. É também uma teoria desenvolvimentista, que tenta explicar como a criança, em diferentes etapas da vida, representa o mundo com o qual interage.

15 Jerome Bruner Teoria de Ensino Teoria de Ensino Linguagem Estádios e Sistemas de Representação Estádios e Sistemas de Representação

16 Teoria de Ensino Conceitos fundamentais - motivação - estruturação dos conhecimentos - optimização das sequências de apresentação do material - natureza e ritmo de recompensas e punições Importância do recurso a métodos activos - método da descoberta Desenvolvimento curricular - curriculum em espiral

17 Linguagem Segundo Bruner, o desenvolvimento cognitivo depende da interiorização dos objectos e acontecimentos num sistema de armazenamento que corresponde ao meio ambiente, uma representação do universo ultrapassando os dados sensoriais imediatos O principal e mais elaborado sistema de representação baseia-se na linguagem, que tem um papel fundamental na construção do conhecimento Para além da função de comunicação, a linguagem tem um papel ordenador do meio ambiente, indispensável para a progressiva representação do mundo exterior O papel dos educadores, realizando uma mediação com suporte da linguagem, é essencial, não só para transmitir, mas também para interpretar a cultura

18 Estádios e Sistemas de Representação 1º estádio: respostas motoras (enactive) (0-3A) acção como forma de representação da realidade representar o mundo é tocar, manipular, deslocar,... objectos aprendizagem de respostas e hábitos orientação da própria acção 2º estádio: icónico (3-9/10A) representação visual da realidade recurso a imagens sistematizadoras capacidade de reprodução de imagens, ainda sem transposição: propriedades exteriores são fixadas através das imagens memória visual concreta e específica 3º estádio: simbólico (10A-) linguagem como forma de representação da realidade, sistema mais elaborado e especializado de actividade simbólica


Carregar ppt "Teorias de Desenvolvimento Os Autores Nuno Rosário – FCTUC Psicologia Educacional II 2006."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google