A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Católica de Pelotas Programa de Aperfeiçoamento Docente

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Católica de Pelotas Programa de Aperfeiçoamento Docente"— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Católica de Pelotas Programa de Aperfeiçoamento Docente
2o Encontro A identidade católica na vivência do professor

2 Programa do 2o Encontro Abertura
Padre Reges – A identidade católica da UCPel Intervalo (café) Atividades para os professores Atividades de encerramento

3 Categorias utilizadas nos depoimentos do 1o Encontro
A docência fundamenta-se nos saberes oriundos: - da história de vida dos professores - do conhecimento científico da área - da prática que realizam como professores - da formação profissional para o magistério - daquilo que é valor entre seus pares.

4 Dados do 1o Encontro Pareceres Gerais muito válido excelente positivo
necessário compensador desafiador acolhedor revitalizador boa iniciativa

5 Temas sugeridos 1 - Identidade universitária (pólo de educação permanente, identidade católica) missão – visão – valores - diretrizes integração PDI-PPI (Plano de Desenvolvimento Institucional-Projeto Pedagógico Institucional) políticas – Instituição/Escola 2 - Currículo Acadêmico: Processo ensino-aprendizagem

6 Sugestões antecipação do horário de início/maior disponibilidade de tempo depoimentos breves e vivenciais/novos relatos maior aprofundamento comunicação antecipada da duração momento avaliativo ao final de 2006 caracterização da graduação por ações como esta; incentivo ao professor para que escreva e divulgue sua história de vida (abertura de espaço no site para história de vida)

7 Sugestões convite a palestrantes de projeção nacional
realização de seminários de excelência em docência e em educação a distância criação de grupos permanentes de discussões diversificadas alavancar o pensamento crítico (situar no ensino superior) continuidade à proposta

8 Sugestões abertura de maior espaço para o trabalho individualizado por escola/instituto continuidade/permanência da proposta promoção de palestras sobre: a correlação ensino/pesquisa/extensão, relatos/teorizações sobre docência universitária participação mais ativa dos professores sobre como avaliar o ensino

9 Ressalvas alguma dispersividade falta de objetividade tempo curto
não-abordagem do tema: articulação ensino/pesquisa/extensão temas muito técnicos temas muito pedagógicos dinâmica inadequada

10 PERFIL DOCENTE: construção e síntese das Escolas e Institutos

11 Escola de Medicina e Fisioterapia
O professor deve: ter um bom domínio do conteúdo da sua área reconhecer a necessidade de buscar novos conhecimentos reconhecer suas limitações, buscando sempre superá-las ter em mente sempre o perfil do profissional que está sendo formado mostrar no seu exemplo diário uma convivência harmônica com os demais profissionais mostrar pelo exemplo (atitudes e ações) no cotidiano de assistência e ensino, o profissionalismo, tornando prático realmente o que realmente se ensina evitar a dicotomia entre o ensino e a prática motivar para que seja posta em prática a missão da universidade e os valores de verdade, liberdade justiça, apontados pela instituição.

12 Instituto de Filosofia
Questões específicas do Instituto de Filosofia: grande dilema atual: ser professor e pesquisador (prática da extensão) postura pedagógica que leve em conta o mundo, a realidade dos alunos, levando-os a ampliar seus horizontes. Levar os alunos a uma postura crítica, autônoma diante da realidade. Questões comuns a todas as escolas e institutos: relacionar teoria e prática: levar o aluno a refletir sobre seu mundo, teoricamente, a partir dos conceitos teóricos elaborados, reelaborando sua concepção comum, a fim de que, ao termo, seja um sujeito epistemologicamente crítico e autônomo.

13 Instituto de Cultura Religiosa
capacidade de conviver testemunhando os valores cristãos favorecer o colegium do saber enquanto diálogo interdisciplinar capacidade de propor a fé cristão sem impor, na fidelidade às diretrizes da Universidade.

14 Escola de Ciências Ambientais
comprometido com a VIDA, o MEIO e a missão da UCPel: atendimento aos alunos, responsável, disponível apto a lidar com a complexidade sensível às questões ambientais e sociais estudioso, pesquisador e extensionista queira crescer junto.

15 Escola de Educação O que somos?
professores abertos ao diálogo, apaixonados pelo fazem professores que sentem necessidade de refletir sobre novas teorias, sobre sua prática professores articulados e articuladores no contexto social professores comprometidos com a atualidade do conhecimento professores responsáveis pela formação de professores O que queremos atingir? desenvolver um posicionamento de educador que nos distinga como profissionais pela excelência desenvolver a ética, constantemente, em novo ambiente de trabalho.

16 Escola de Serviço Social
alinhado com os anseios da população na defesa dos direitos alinhado ao projeto pedagógico e que este seja o fio condutor de todo o processo compromisso ético-profissional competência técnico-operativa e ético-política capaz de realizar o exercício interdisciplinar.

17 Escola de Ciências Econômico-Empresariais
Este docente necessita de muitos atributos, dentre esses podemos citar: comunicador criativo, motivado atualizado facilitador da construção do conhecimento possuidor de visão sistêmica, interdisciplinar dinâmico na execução do plano de ensino e na forma de transmitir o conhecimento contribuir na transposição do conteúdo da teoria para a prática motivar o aluno instigar o aluno à pesquisa e ao raciocínio crítico ético e esclarecedor da responsabilidade social.

18 Escola de Direito visão sistemática e interdisciplinar do Direito
capacidade de motivar o aluno para a aprendizagem visão crítica da realidade e da prática pedagógica flexibilidade diante das diferenças capacidade de estimular o aluno a complementar a aprendizagem de classe, através de leituras, pesquisas e extensão estimular a autonomia intelectual dos alunos estimular a capacidade do aluno para pesquisa de iniciação e para extensão estimular a formação ética dos alunos percepção de importância do papel docente capacidade de articulação com os colegas sintonia com a missão da UCPel, suas diretrizes e normas.

19 Escola de Informática conhecer e valorizar os princípios da UCPel
conhecimento específico na sua área de competência caráter humanitário comprometido com a ética posicionamento crítico ante o contexto social, científico e tecnológico em que se insere sua atuação e a do profissional de informática provocar o pensamento crítico, tornando o aluno um agente transformador considerar relevante na sua prática docente a integração entre ensino, pesquisa e extensão.

20 Escola de Psicologia atualizado, flexível, crítico, responsável com o conteúdo, sem descuidar dos aspectos relacionados: o centro deve ser a aprendizagem contextualizada na prática alguém que acompanhe as relações valorativas de um mundo em mudança uma postura de eterno aprendiz, relacionado ao perfil de aluno e ao da escola rediscutir o tema na escola em postura de processo contínuo.

21 Escola de Farmácia professor motivado em trabalhar o conhecimento científico (ensino-pesquisa-extensão) juntamente com a relação humanística entre docente e discente, trabalhando a vinculação entre o conhecimento e a realidade.

22 Escola de Engenharia um docente com conhecimento das áreas de saber, teórico e prático, com capacidade de interação interdisciplinar, respeito às individualidades nos relacionamentos interpessoais e comprometimento com a qualidade do ensino prática e vivência profissional nível de formação compatível com a complexidade das disciplinas.

23 Escola de Comunicação Social
compromisso com o conhecimento e com a prática universitária (querer ser professor) compromisso com as diretrizes da UCPel (apenas ser professor na UCPel) competência epistemológica (não basta querer, é preciso poder ser um professor) capacidade de refletir capacidade de estabelecer relacionamentos (socialização do conhecimento, diálogos, relações interdisciplinares) habilidade em relacionar teoria e prática predisposição para enfrentar desafios e aceitar inovações e mudanças de paradigmas.

24 Síntese das Escolas e Institutos
Comprometido permanentemente com a missão da Universidade, na construção de sua identidade, como referencial contínuo a todas as suas ações. O docente da UCPel terá de ser possuidor das seguintes características e condições:

25 fidelidade às diretrizes da Instituição
testemunho dos valores e princípios cristãos comprometimento com a dimensão ético-profissional de seu trabalho

26 capacidade de: manter coerência entre o seu ensino, a postura e o discurso adotados relacionar teoria e prática, ciência e vida reconfigurar práticas, questionando teorias dominar conhecimentos gerais e específicos pertinentes à área de formação que atua conviver segundo princípios de fraternidade e solidariedade na comunidade acadêmica visão sistêmica.


Carregar ppt "Universidade Católica de Pelotas Programa de Aperfeiçoamento Docente"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google