A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Exposição de suporte Biênio 2011 -2012 Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves Corregedor-Geral.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Exposição de suporte Biênio 2011 -2012 Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves Corregedor-Geral."— Transcrição da apresentação:

1 Exposição de suporte Biênio Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves Corregedor-Geral

2 Desafios da Corregedoria-Geral Atuar como órgão de atividade essencialmente preventiva e corretiva, e excepcionalmente punitiva; Não se limitar ao campo da mera repressão a desvios, mas, também, atuar de modo preventivo, procurando evitar práticas que tenham o potencial de gerar desperdício de recurso público, preservando interesse da sociedade.

3 Ações de suporte Intensificar a atuação com os demais órgãos da administração superior, sobretudo o Eg. Conselho Superior, nas questões polêmicas pertinentes ao exercício do magistério, movimentação na carreira e vitaliciamento; Dar continuidade organizada e permanente às correições e inspeções; Acompanhar o cumprimento de metas estabelecidas pelos órgãos de execução, em seus planos de atuação, e propugnar pelo aperfeiçoamento do sistema.

4 Aprimorar o trabalho que vem sendo desenvolvido, no tocante aos Procedimentos Disciplinares Preliminares (PDP) e Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD), conferindo a justa correção pelo ato praticado, quando necessário se fizer, garantindo-se, intransigentemente, a ampla defesa e o contraditório; Prosseguir com a postura orientadora que vem sendo aplicada pela Corregedoria-Geral, visando o aperfeiçoamento da atividade profissional do membro, agregando valor à sociedade. Ações de suporte

5 Trabalhar em conjunto com a PGJ, para a uniformização dos procedimentos extrajudiciais, e normatização interna, dos quais destaco as diferentes terminologias de procedimentos: Procedimento Administrativo Disciplinar (PA), Procedimento Administrativo Investigatório (PAI), Expediente Administrativo, Procedimento Administrativo, Procedimento Extrajudicial, possibilitando a integração e co-responsabilidade nas ações institucionais. Ações de suporte

6 Persistir com o atual trabalho desenvolvido pela Corregedoria-Geral no acompanhamento do estágio probatório de novos membros, buscando forma de apurar os critérios de vitaliciamento e a fiscalização da conduta e atividade laboral, para melhor assegurar o exercício da independência funcional com efetividade, excelência e propriedade. Ações de suporte

7 Trabalhar em conjunto e interagir com o CSMP, de modo a alcançar a real produtividade elaborada pelos membros, e informada no Sistema de Atividades dos Membros do MP – SIAMP, aprimorando o Relatório Circunstanciado, buscando a excelência organizacional. Ações de suporte

8 Expedir, com parcimônia e bom senso, atos normativos de atribuição da CGMP, visando o aperfeiçoamento dos serviços. Dirigir os serviços administrativos da CGMP, promovendo maior interação entre suas divisões, com vistas à unidade de procedimento e ordenamento de seus fluxogramas. Ações de suporte

9 Manter o bom relacionamento existente com o CNMP, observando e fazendo observar suas resoluções, recomendações e enunciados, objetivando alcançar a transparência e a qualidade no atendimento ao cidadão e à sociedade em geral, lembrando sempre as atribuições constitucionais, a autonomia e os princípios do MPPA, contemplados na Constituição do Brasil. Ações de suporte

10 Avaliar, registrar e disseminar as melhores práticas em Gestão do Conhecimento e da Ética nas organizações brasileiras, contribuindo para o desenvolvimento da fiscalização, orientação e da conduta funcional do membro Ações de suporte

11 A vida está cheia de desafios que, se aproveitados de forma criativa, transformam-se em oportunidades. Maxwell MaltzMaxwell Maltz Tudo é possível, o impossível apenas demora mais. Dan Brown

12 É atravessar desertos fora de si, Mas ser capaz de encontrar um oásis No recôndito da sua alma. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver Apesar de todos os desafios, Incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas E se tornar um autor da própria história. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um não. É ter segurança para receber uma crítica, Mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo... Fernando Pessoa


Carregar ppt "Exposição de suporte Biênio 2011 -2012 Raimundo de Mendonça Ribeiro Alves Corregedor-Geral."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google