A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Serigne Ababacar Cissé Ba Brasília- DF 04 e 05/12/2012 3 CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTINDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Serigne Ababacar Cissé Ba Brasília- DF 04 e 05/12/2012 3 CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTINDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Serigne Ababacar Cissé Ba Brasília- DF 04 e 05/12/ CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTINDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO Um ambiente desfavorável no emprego é um fator de risco para 60% das doenças não transmissíveis Ban Ki-Moon

2 Agenda de Trabalho 1. Mutações no mundo do trabalho 2. O indivíduo nas organizações 3. A qualidade 4. O serviço público: realidades e descompassos 5. A Qualidade de Vida no Trabalho - QVT

3 Dados alarmantes 1. Entre 2000 e 2010, o segmento de supermercados, bancos e industrias de ponta dobrou o faturamento, com 10% menos gente trabalhando; 2. Há metade das pessoas trabalhando o dobro para produzir o triplo; 3. Apenas 50% dos executivos chegam ao final da semana com a sensação de dever cumprido. Efeito workaholic; 4. O Brasil ocupa o 2º lugar no ranking de países onde os profissionais mais desenvolvem doenças devido à tensão do trabalho; 5. 1/3 dos brasileiros sofre de problemas de saúde por causa do estresse no trabalho.

4 7. A pressão por resultados e sobrecarga aumentam consumo de drogas e álcool: há organizações em que 5% dos funcionários são dependentes químicos; 8. Os gastos com saúde representam a segunda maior despesa das organizações; 9. 74,5% dos executivos declaram-se insatisfeitos com o trabalho – o excesso de tarefas é um dos principais geradores de tensão. 10. O que as organizações tanto públicas como privadas precisam fazer para atender às necessidades dos funcionários? Certamente não é instalar academias no local de trabalho nem assinar convênios com farmácias!

5 O Homem e o Trabalho Jeremy Rifkin

6 Introdução da Psicologia nos Estudos organizacionais 1889 – Em Modena, Itália, Luigi Patrizi montou um laboratório para estudo da fadiga; Advento da Psicodinâmica do trabalho Christophe Dejours (1994); Reconsideração do Indivíduo nas organizações: dimensões esquecidas – Jean François Chanlat (1990).

7 A evolução da visão das necessidades que o Trabalho atende: Etimologia: Segundo Albornoz (2002), tripalium é o instrumento feito de três paus aguçados, algumas vezes ainda munidos de pontas de ferro, no qual os agricultores batiam o trigo, as espigas de milho, o linho, para rasgá-los e esfiapá-los. Função Econômica: fonte de sustento; Função Social: traz uma coesão social; Função Psicológica: ocupa a mente.

8 A qualidade no serviço público Exigência crescente na reforma do estado; Público informado (LAI, Portal da transparência); Cumprimento de metas (Ex. das comarcas); Prêmios de inovação (CNMP, AGU, BB, etc.); Promoções com base na meritocracia (Goiás); Etc..

9

10

11 Definição de Qualidade de Vida no Trabalho Qualidade de Vida no Trabalho tem como objetivo principal a busca do equilíbrio psíquico, físico e social dos empregados, dentro do contexto organizacional considerando as pessoas como seres integrados nessas três dimensões, através de ações que refletem em um aumento na produtividade e na melhoria da imagem da empresa tanto no contexto interno, como externamente, levando a um crescimento pessoal e organizacional. (Arellano, 2003)

12 QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO PRODUTIVIDADE BEM ESTAR

13 Um modelo de QVT Walton (1976), propõe um modelo conceitual para avaliar a QVT nas organizações através de oito categorias: 1.Remuneração justa e adequada (trabalho x pagamento) 2. Segurança e salubridade no trabalho (riscos mínimos) 3. Oportunidade de uso e desenvolvimento das capacidades humanas (autonomia, perspectivas, tarefas completas) 4. Oportunidade de Crescimento e Segurança no emprego 5. Integração Social na Organização ( preconceitos, igualitarismo ) 6. Constitucionalismo (equidade, privacidade, processo justo) 7. O Trabalho e o espaço total da vida (equilíbrio entre vidas) 8. Relevância social do trabalho na vida (auto-estima)

14 Outros modelos de QVT Injustiça Insegurança Isolamento Anomia Elementos: Organizacionais Ambientais Comportamentais Variedade de Habilidades Identidade da tarefa Significado da tarefa Autonomia Feedback do próprio trabalho (intrínseco) WESTLEYDAVIS & WERTHERHackman & Oldham Temos ainda os modelos de Westley (1979); Davis & Werther e Hackman & Oldham

15 Práticas Premiadas em Programas de Qualidade de Vida no Brasil ABB LTDA Avon Cosméticos Ltda Banco Itaú Holding Financeira S/A BMS-Arcelor Brasil Celulose Nipo-Brasileira S. A. - CENIBRA Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo-SABESP Condomínio Conjunto Nacional CPFL Energia CPTM - Companhia Paulista de Trens Metropolitanos Dow Brasil S.A EDITORA ABRIL S/A ELEKTRO Eletricidade e Serviços S/A EMATER - Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Rio Grande do Norte EMPRESA BRASILEIRA DE TELECOMUNICAÇÕES S.A. – EMBRATEL Givaudan do Brasil Ltda INMETRO- Instituto Nacional de Metrologia e Qualidade Industrial MOTOROLA INDUSTRIAL LTDA Nestlé Brasil Ltda PHILIPS DO BRASIL LTDA Prefeitura Municipal de Curitiba Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A Serasa S/A SIEMENS Ltda TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1.a REGIAO (MOSTRAR A RESULTADO DO DIAGNÓSTICO) TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 3.a REGIAO ThyssenKrupp Bilstein Brasil Molas e Componentes de Suspensão Ltda Votorantim Celulose e Papel AS

16 Práticas Premiadas em Programas de Qualidade de Vida no Brasil

17 Ações desenvolvidas por Órgãos Públicos

18 Modelo conceitual explicativo da QVT: Diálogo entre a ergonomia e a psicodinâmica do trabalho (Mendes e Ferreira, 2003, 2007) Fracasso Cultura Organizacional Contexto de trabalho e Condições de Trabalho Relações Socioprofissionais Organização do Trabalho Prazer- sofrimento no trabalho Custo humano do trabalho Estratégias de mediação Saúde e QVT Sucesso Doenças ocupacionais Danos físicos e psicossociais Saúde Mental no Trabalho

19 Etapas para Implantação de um Programa de QVT 1. Definir a concepção e a política de QVT (Preventiva e/ou curativa) 2. Realização periódica de Pesquisa Diagnóstica; 3. Apresentação das pesquisas e debates das ações com especialistas e os próprios servidores; 4. Criação de um Comitê ou Grupo de Trabalho;(CQVT ou GQVT) 5. Implantação e gestão das ações pelo comitê.

20 Papel e Importância deste Congresso: uma ação de QVT 1. Reflexão coletiva, debates e participações dos atores sobre concepções de QVT; 2. Reflexão sobre diretrizes e propostas de ação; 3. Criação de perspectivas e desafios; 4. Esse evento e as propostas que dele decorrerão consistem em um avanço positivo para reforçar o bem-estar coletivo, o desenvolvimento pessoal e profissional dos servidores e o exercício da cidadania no cargo público.

21 Referências Bibliográficas Arellano, E.B. Práticas Premiadas em Programas de Qualidade de Vida no Brasil in Prêmio Nacional de Qualidade de Vida – A trajetória de uma década, Lombardi, T.M et al. (orgs.), SP: ABTD, Arellano, E.B. Qualidade de Vida no trabalho: Como a nutrição está inserida nos programas de QVT. Dissertação para obtenção de grau de mestre, FCF/FEA/FSP/USP, JENKINS, R. Lifting the Global burden of Mental Disorders, Behavioral Healthcare Tomorrow, 6 (4), August, Limongi-França, A.C; Arellano, E.B., Qualidade de Vida no Trabalho in Fleury. M.T.L. (org.), As Pessoas na Organização, SP: Gente, 2002.

22 Aplicação de Dinâmica Distribuir a primeira parte do instrumento; Dar 5 mn para o preenchimento (23 questões); Discussão final; Agradecimentos.

23


Carregar ppt "Prof. Serigne Ababacar Cissé Ba Brasília- DF 04 e 05/12/2012 3 CONGRESSO BRASILEIRO DE GESTÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DISCUTINDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google