A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A liderança e o papel do pedagogo nas organizações MARCOS VELTRI MAIO/2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A liderança e o papel do pedagogo nas organizações MARCOS VELTRI MAIO/2012."— Transcrição da apresentação:

1 A liderança e o papel do pedagogo nas organizações MARCOS VELTRI MAIO/2012

2 OBJETIVOS DA AULA: Sistematizar os conceitos: visão, valores (pessoais e organizacionais) e empowerment Apresentar algumas ideias acerca do exercício da liderança e do perfil do líder sustentável. Problematizar o estilo de liderança autocrático e a construção de valores organizacionais (aculturação), a partir do filme e do artigo: O diabo veste Prada.

3 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa

4 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa A partir da leitura e da discussão do texto: 1) Por que a liderança é um dos temas mais debatidos atualmente no mundo corporativo? 2) Como o desenvolvimento da liderança pode ser trabalhado nos tempos atuais?

5 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa A realidade a construir: Características do líder Estilos de liderança A liderança é passível de ser desenvolvida Unidade entre visão, crenças e valores Valores pessoais e cultura da organização Liderança participativa e inspiradora Fim do líder forte e carismático Líder-guia orientado para o desenvolvimento dos liderados.

6 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa Um líder-guia, sim, mas capaz de sair de cena após ter indicado e alinhado, com seus liderados, o caminho a se percorrer. Cultura e valores devem ser preocupações cotidianas, para que a instituição ganhe uma identidade e que possa se sustentar e diferenciar em uma realidade na qual as regras, somente, não garantem mais fronteiras claras. (p. 95)

7 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa A complexidade de hoje requer que as pessoas saibam traduzir, em atos práticos e realizações subjetivas e de grupo, a visão e o empowerment, tendo de definir metas próprias e objetivos possíveis e coerentes com a visão, em nome dos, às vezes distantes, líderes formais. (p. 96)

8 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa Líderes são pessoas equilibradas, movidas por valores, apaixonadas por gente, emocionalmente atraídas pela descoberta do outro e de suas potencialidades. Os líderes modernos escutam mais do que falam e sabem agir com coerência (walk the talk) em relação à venda de uma visão, às vezes difícil de ser assimilada (...) (p. 96)

9 COMO SE FORMA UM LÍDER?

10 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa COMO SE FORMA ESSA LIDERANÇA? Parece que estamos no vácuo (...) aqueles que comandam têm olhares fixos no presente e estão pouco orientados para o futuro e a sustentabilidade. (p. 97)

11 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa Temos medo de mudar ou não criamos as alternativas de formação adequadas?

12 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa COMO FORMAR OS LÍDERES DO FUTURO? Visão Empowerment Valores Crenças pessoais.

13 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa VISÃO A visão requer curiosidade, vontade de ver o que está além. É necessário dar tempo aos jovens líderes em formação para que possam dedicar-se, dialogar com visionários experientes. Deve ser trabalhada com aprendizagem em ação (action learning) É curiosidade, sonho; visão é o desejo de aprender e descobrir; visão é estar disposto a fazer de tudo para aprender o todo. (p. 98)

14 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa VISÃO Será que nós, operadores da formação, estamos dispostos a oferecer esse tipo de aprendizagem? Será que as empresas e seus atuais líderes querem realmente formar novos líderes, ou simples gerentes resolvem a questão? (p. 98)

15 LIDERANÇA SUSTENTÁVEL Marco Dalpozzo e Djalma G. Barbosa EMPOWERMENT Reconhecimento, motivação e autonomia, além de senso de participação e vínculo Importância de cada colaborador compreender quais são os resultados esperados e de que forma sua atuação pode contribuir. Portanto, o líder deve: mobilizar, informar estrategicamente, incentivar a ação e o novo, discutir os resultados e aprender com eles. (p. 100)

16 VALORES E CRENÇAS PESSOAIS CONFLITO DE VALORES

17 CONVERSAS COM LÍDERES SUSTENTÁVEIS Ricardo Voltolini

18 1 - Segundo o autor o que é necessário para formar um Líder Sustentável? O autor, ainda cita dois desafios aos Educadores, um de natureza curricular, outro de natureza pedagógica. (p. 21 – 24) Comente esses desafios. 2 - Qual o perfil do Líder Sustentável? Quais características o definem? 3 - Por que é tão difícil colocar a ética no coração da gestão dos negócios. (p.28)

19 CONVERSAS COM LÍDERES SUSTENTÁVEIS Ricardo Voltolini 4- Comente: Para converter uma visão desafiadora em prática transformadora, além de obstinação, a doutora Zilda precisou combinar o como fazer com o como ser, isto é, capacidades de gestão e de liderança. Como gestora, mostrou que toda ação solidária resulta em maior impacto social quando acompanhada de planejamento, avaliação, administração rigorosa de recursos e estratégias de desenvolvimento e motivação de pessoas. No papel de líder, enxergou o futuro melhor que poucos divisavam, converteu uma causa desprezada em política pública nacional, mobilizou milhões de pessoas e conectou uma rede de 270 mil brasileiros, na sua grande maioria mulheres de baixa renda, para trabalhar voluntariamente em torno do mesmo ideal. (p. 33 e 34)

20 CONVERSAS COM LÍDERES SUSTENTÁVEIS Ricardo Voltolini LIDERANÇA seria: Uma questão de como ser, e não de como fazer. Frances Hesselbein

21 O DIABO VESTE PRADA? PELO MENOS TEM BOM GOSTO! Adams Auni

22 O DIABO VESTE PRADA? PELO MENOS TEM BOM GOSTO! Quais os valores e crenças das personagens Miranda e Andréa? Quais os possíveis conflitos de valores vividos pelas personagens?


Carregar ppt "A liderança e o papel do pedagogo nas organizações MARCOS VELTRI MAIO/2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google