A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Sérgio Ap. II - Aziz Mód. 07 Pág. 47 O Solo e o Meio Ambiente....ou será Pedologia....

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Sérgio Ap. II - Aziz Mód. 07 Pág. 47 O Solo e o Meio Ambiente....ou será Pedologia...."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Sérgio Ap. II - Aziz Mód. 07 Pág. 47 O Solo e o Meio Ambiente....ou será Pedologia....

2 O solo é formado: rocha mãe (mat. Origem); tempo; clima; organismos vivos; relevo. É composto de: de ar; água; matéria orgânica; mineral. Formação do solo

3 Decomposição da rocha (intemperismo) FísicoQuímico Originam componentes minerais Material orgânico Húmus SOLO Responsável pela fertilidade do solo

4 Perfil e Horizontes dos Solos rocha mãe solos jovens (neossolo) argissolo

5 Degradação do solo principais problemas ambientais erosão superficial ou desgaste (três fases): intemperismo, transporte e sedimentação. agriculturaerosão adubagem mineração desertificaçãoplantio mata ciliar

6 Erosão: prejudica grandemente a fertilidade do solo pela retirada da camada de humos, deixando o solo pobre e improdutivo. É causada pela ação das águas da chuva, rios, mares, geleiras, pelo vento e pela ação do homem.

7 Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo Lixiviação: Comum nas regiões equatoriais. Consiste na varredura dos nutrientes minerais leves, pela enxurrada, diminuindo o poder de reestruturação do solo, favorecendo o processo de empobrecimento do solo. Assoreamento: Deposito de acumulo sedimentos nos rios, geralmente provocada pela retirada das matas ciliares, para fins de agricultura, o que facilita o desmoronamento do leito. Desmatamento: A retirada da vegetação natural, favorece a quebra do equilíbrio original, favorecendo e desgaste acelerado do solo. Queimadas: Provoca a extinção dos nutrientes minerais, orgânicos e gasosos que compõem o solo. Exploração excessiva: O solo muito utilizado, principalmente para monocultura, tende a perder nutrientes, pois os vegetais consomem do solo esses elementos.

8 Lixo: pode ser classificado como doméstico, comercial, público, hospitalar e industrial. 75% do lixo coletado no Brasil é jogado em lixões a céu aberto, contaminando o solo e conseqüentemente poluindo lençóis subterrâneos de água.

9 Aterro Sanitário: São construídos com procedimentos de segurança, diminuindo o contato das pessoas com o lixo. Possuem sistemas de drenagem e tratamento de resíduos. O lixo é lançado ao solo, coberto com terra e comprimido.

10 Agrotóxicos: produtos utilizados para combater seres vivos que prejudicam plantações ou animais de criação. Podem ser denominados como: inseticidas, fungicidas, herbicidas, acaricidas, etc.

11 A laterização: Com o processo de lixiviação decorrente das enxurradas das chuvas, muitos minerais são levados, (os chamados minerais hidrossolúveis: sódio, potássio, cálcio e outros) facilitando para que aflorem os minerais pesados como hidróxido de alumínio e ferro. O ferro cria uma coloração avermelhada e um pH alto, entre 8 e 9. Como resultado, forma-se a laterita (crosta endurecida), inviabilizando a fertilidade do solo. No Brasil o solo laterítico é chamado de Canga e aparece principalmente nas chapadas da região centro Oeste.

12 Salinização: Comum nas regiões áridas e semi-áridas; Também em regiões que em outrora (tempo geológico) fora coberta por oceanos A constante irrigação do solo também pode provocar esse fenômeno, pois quando a água evapora pode facilitar o afloramento do sal.

13 Solos Férteis do Brasil Massapé – decomposição do gnaisse e do calcário – argiloso, castanho escuro, ocorre na Zona da Mata –NE – Utilizado no plantio de cana, cacau e fumo principalmente Terra Roxa – decomposição do basalto e do diabásio – argiloso, vermelho escuro, ocorre no Centro sul do país – Utilizado no plantio de café, cana, algodão e laranja principalmente Solo de várzea (Aluvial) – arenoso, rico em humus, ocorre junto às várzeas dos rios – Utilizado para o cultivo de arroz, cabola, juta Salmourão – decomposição do granito em áreas úmidas – argiloso, certa fertilidade, ocorre no Planalto Atlântico e Centro sul

14 Formas de conservação do solo Para combater a erosão superficial são necessárias aplicar algumas técnicas e mudança de comportamento. Para evitar a lixiviação: Aplicar curvas de níveis no terreno inclinado; Fazer as plantações nos terraços; Eliminar a técnica das queimadas; Fazer uso de corretivo, com previa analise de profissionais especializados, como: geólogos, pedólogos e biólogos; Rotatividade de culturas, evitar o uso excessivo de monocultura; Praticar a rotatividade com pousio, ou seja, deixar uma parte do solo sem plantação comercial, recolocando de preferências as vegetações nativas, a fim de propiciar ao solo sua regeneração.


Carregar ppt "Prof. Sérgio Ap. II - Aziz Mód. 07 Pág. 47 O Solo e o Meio Ambiente....ou será Pedologia...."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google