A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: PREVENÇÃO DA OBESIDADE Enfª. Marcia Maria Giglio Pense Magro Reeducação Alimentar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: PREVENÇÃO DA OBESIDADE Enfª. Marcia Maria Giglio Pense Magro Reeducação Alimentar."— Transcrição da apresentação:

1 ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: PREVENÇÃO DA OBESIDADE Enfª. Marcia Maria Giglio Pense Magro Reeducação Alimentar

2 PROBLEMÁTICA Sendo a obesidade um dos fatores de risco mais importantes para as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), e compreendida como um agravo de caráter multifatorial, verificou-se a importância de criar um grupo de apoio a pessoas com sobrepeso e obesidade utilizando a atenção básica como um espaço privilegiado a fim de realizar essas ações de educação em saúde.

3 Custos financeiros da Obesidade para o SUS Fontes de dados: Sistema de Informações Hospitalares (SIH) / Sistema de Informações Fontes de dados: Sistema de Informações Hospitalares (SIH) / Sistema de Informações Ambulatoriais (SIA) / Pesquisa Nacional de Orçamentos familiares – POF 2008/2009 Ambulatoriais (SIA) / Pesquisa Nacional de Orçamentos familiares – POF 2008/2009 Pesquisa da Universidade de Brasília, Pesquisa da Universidade de Brasília, com dados do Ministério da Saúde, com dados do Ministério da Saúde, revelou que o valor gasto no SUS (2011) revelou que o valor gasto no SUS (2011) em ações de média e alta complexidade em ações de média e alta complexidade voltadas ao tratamento da obesidade e voltadas ao tratamento da obesidade e no cuidado de 26 doenças relacionadas no cuidado de 26 doenças relacionadas foi de R$488 milhões foi de R$488 milhões

4 Custos financeiros da Obesidade para o SUS Patologias relacionadas Diabetes tipo 2 Insuficiência cardíaca congestiva Diabetes tipo 2 Insuficiência cardíaca congestiva Dorsalgia Câncer de pâncreas Dorsalgia Câncer de pâncreas Embolia pulmonar Acidente vascular cerebral Embolia pulmonar Acidente vascular cerebral Câncer do endométrio Leucemia Câncer do endométrio Leucemia Doenças isquêmicas do coração Câncer de tireoide Doenças isquêmicas do coração Câncer de tireoide Câncer renal Câncer de ovário Câncer renal Câncer de ovário Hipertensão Arterial Mieloma múltiplo Hipertensão Arterial Mieloma múltiplo Pancreatite Câncer gástrico Pancreatite Câncer gástrico Colelitíases e colecistites Câncer de colón Colelitíases e colecistites Câncer de colón Câncer esofágico Linfoma não-Hodgkin Câncer esofágico Linfoma não-Hodgkin Osteoartrites Câncer de mama Osteoartrites Câncer de mama Câncer da vesícula biliar Câncer de reto Câncer da vesícula biliar Câncer de reto Asma Asma

5 Doenças da obesidade PSICOLÓGICAS PSICOLÓGICAS Baixa auto-estima Baixa auto-estima Ansiedade Ansiedade Depressão Depressão compulsão alimentar compulsão alimentar SOCIAIS SOCIAIS Segregação Segregação Descriminação laboral Descriminação laboral

6

7 Objetivos Auxiliar os indivíduos com sobrepeso e obesidade reduzir sua massa corporal gradativamente, prevenir ou controlar as comorbidades, promover a autonomia de escolha, o senso crítico e a corresponsabilização através de orientação nutricional, incentivo aos hábitos de vida saudáveis, troca de saberes e apoio psicológico visando a promoção da saúde.

8 Causas da obesidade Geralmente é familiar: ambiente obesogênico Geralmente é familiar: ambiente obesogênico Hábitos alimentares inadequados; Hábitos alimentares inadequados; Fast food Fast food Refrigerantes Refrigerantes Sorvetes Sorvetes Falta de frutas e verduras no cardápio diário Falta de frutas e verduras no cardápio diário Sedentarismo Sedentarismo Hidratação deficiente Hidratação deficiente Repouso insuficiente Repouso insuficiente

9 Pense Magro – Reeducação Alimentar Plano alimentar ao invés de dieta Vários estudos científicos já demonstraram que o que realmente funciona a longo prazo é a mudança de hábitos alimentares. De nada adianta seguir-se esta ou aquela dieta e depois de algum tempo voltar a comer errado. Fatalmente engorda-se tudo de novo. Por vezes até mais do que se tinha perdido. Plano alimentar ao invés de dieta Vários estudos científicos já demonstraram que o que realmente funciona a longo prazo é a mudança de hábitos alimentares. De nada adianta seguir-se esta ou aquela dieta e depois de algum tempo voltar a comer errado. Fatalmente engorda-se tudo de novo. Por vezes até mais do que se tinha perdido.

10 Pense Magro – Reeducação Alimentar COMO EVITAR A RECUPERAÇÃO DO PESO PERDIDO? A maior parte das pessoas que conseguem emagrecer acabam recuperando tudo que perderam. Em alguns casos, engordam mais do perderam com o tratamento. Para evitar que isto aconteça, é muito importante que se planeje desde o início do tratamento uma estratégia para manutenção do peso. COMO EVITAR A RECUPERAÇÃO DO PESO PERDIDO? A maior parte das pessoas que conseguem emagrecer acabam recuperando tudo que perderam. Em alguns casos, engordam mais do perderam com o tratamento. Para evitar que isto aconteça, é muito importante que se planeje desde o início do tratamento uma estratégia para manutenção do peso.

11 Pense Magro – Reeducação Alimentar QUAL É A MELHOR MANEIRA DE EMAGRECER? QUAL É A MELHOR MANEIRA DE EMAGRECER? FAZENDO UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR FAZENDO UMA REEDUCAÇÃO ALIMENTAR OBESIDADE É UMA DOENÇA, QUE NÃO TEM CURA, PORÉM PODE SER TRATADA COM UMA DIETA EQUILIBRADA OBESIDADE É UMA DOENÇA, QUE NÃO TEM CURA, PORÉM PODE SER TRATADA COM UMA DIETA EQUILIBRADA O IDEAL É ORIENTAR SUA DIETA DE ACORDO COM A PIRÂMIDE DE ALIMENTOS O IDEAL É ORIENTAR SUA DIETA DE ACORDO COM A PIRÂMIDE DE ALIMENTOS

12

13 Beba água! 70% do nosso corpo é formado dela. Melhora a hidratação da pele, função renal e intestinal Melhora a hidratação da pele, função renal e intestinal Evita pedra nos rins Evita pedra nos rins Evita pedra na vesícula Evita pedra na vesícula Previne dor de cabeça Previne dor de cabeça

14 Atividade Física Aumenta o metabolismo Aumenta o metabolismo Melhora o sono Melhora o sono Melhora o humor Melhora o humor Melhora a auto- estima Melhora a auto- estima Melhora o coração Melhora o coração

15 Importância do sono Equilíbrio hormonal Equilíbrio hormonal Grelina/Leptina Grelina/Leptina Melatononia e hormônio de crescimento Melatononia e hormônio de crescimento Cortizol Cortizol

16 Pense Magro – Reeducação Alimentar Propostas para melhorar sua saúde: Propostas para melhorar sua saúde: Bons hábitos alimentares; Bons hábitos alimentares; Beber água suficiente para o bom funcionamento do organismo; Beber água suficiente para o bom funcionamento do organismo; Prática diária de exercício físico; Prática diária de exercício físico; Dormir cedo. Dormir cedo.

17 Direitos do Obeso O OBESO MÓRBIDO TEM O DIREITO DE : alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer, liberdade, acesso e posse da terra e acesso a serviços de saúde.COMO TODO CIDADÃO BRASILEIRO. O OBESO MÓRBIDO TEM O DIREITO DE : alimentação, habitação, educação, renda, meio ambiente, trabalho, transporte, emprego, lazer, liberdade, acesso e posse da terra e acesso a serviços de saúde.COMO TODO CIDADÃO BRASILEIRO. Essa denição envolve reconhecer o ser humano como ser integral e a saúde como qualidade de vida. prevenção à violência, contra a exclusão e discriminação, com aplicação de protocolos de atendimento interdisciplinar adequados, xando e exigindo a noticação compulsória no SUS, encaminhando as vítimas para serviços de apoio, proteção e tratamento, e com o acompanhamento dos referidos casos. Essa denição envolve reconhecer o ser humano como ser integral e a saúde como qualidade de vida. prevenção à violência, contra a exclusão e discriminação, com aplicação de protocolos de atendimento interdisciplinar adequados, xando e exigindo a noticação compulsória no SUS, encaminhando as vítimas para serviços de apoio, proteção e tratamento, e com o acompanhamento dos referidos casos.

18 HUMANIZAÇÃO AO OBESO MÓRBITO Implementar no SUS, com recursos especícos, a atenção nutricional, considerando a importância da nutrição e da alimentação na promoção e na recuperação da saúde, no controle da obesidade e de outras disfunções Implementar no SUS, com recursos especícos, a atenção nutricional, considerando a importância da nutrição e da alimentação na promoção e na recuperação da saúde, no controle da obesidade e de outras disfunções Cirurgia bariátrica a partir dos 16 anos Cirurgia bariátrica a partir dos 16 anos

19 Metodologia Os pacientes são encaminhados pelo profissional médico da ESF ou de especialistas para avaliação e acompanhamento nutricional, após a primeira consulta com a nutricionista os interessados são inscritos no grupo de apoio. Inicialmente os participantes são acolhidos pelo Agente Comunitário de Saúde responsável pelo grupo, em um segundo momento verifica-se os dados antropométricos (peso, altura e circunferência abdominal) pelo técnico de enfermagem

20 Metodologia Neste encontro são abordadas várias temáticas ligadas ao assunto obesidade geralmente levantadas pelas próprias participantes como por exemplo: dietas da moda, mitos, medicamentos, gastroplastia, hábitos culturais, dificuldades em aderir a dietas, ansiedade, depressão, além de ser um espaço para compartilhar experiências. Cabe ao profissional nutricionista a coordenação do grupo esclarecendo dúvidas, sugerindo alimentos e preparações saudáveis e nutritivas, valorizando resultados alcançados, ressaltando a importância de cada quilograma reduzido da massa corporal para a saúde e estimulando hábitos de vida saudáveis.

21 Metodologia Todos os participantes são convidados a participar também do grupo de atividade física, desde que não tenham restrições médicas. Os encontros tem a duração aproximada de 90 minutos e são realizados quinzenalmente no auditório das Unidades Básicas de Saúde(UBS). O Grupo é formado por participantes do sexo feminino com idade média de 50 anos moradoras da área de abrangência da ESF e conta com o apoio da equipe multidisciplinar do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

22 Resultados Observou-se perda de peso gradativa, redução da circunferência abdominal, através de relatos das participantes verificou-se melhora no sono e na função intestinal, aumento do consumo de frutas e verduras, redução do consumo de sódio e gorduras, mudança de hábitos no cotidiano, melhora nos exames laboratoriais, controle da pressão arterial, melhora do autocuidado e autoestima. Por interagir e influenciarem-se mutuamente houve uma melhor adesão dos pacientes ao processo de emagrecimento, bem como promoveu o convívio social e o vínculo usuário – UBS.

23 Referências de-apoio-a-pessoas-com-sobrepeso-e- obesidade-nas-estrategias-de-saude-da-familia de-apoio-a-pessoas-com-sobrepeso-e- obesidade-nas-estrategias-de-saude-da-familia de-apoio-a-pessoas-com-sobrepeso-e- obesidade-nas-estrategias-de-saude-da-familia de-apoio-a-pessoas-com-sobrepeso-e- obesidade-nas-estrategias-de-saude-da-familia

24 Obrigado! Agora é hora de perguntar. Agora é hora de perguntar.


Carregar ppt "ESTILO DE VIDA SAUDÁVEL: PREVENÇÃO DA OBESIDADE Enfª. Marcia Maria Giglio Pense Magro Reeducação Alimentar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google