A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O índice de qualidade do ar – IQAr é uma escala informativa das concentrações, estabelecida pelo CONAMA 03/90. A mesma legislação estabelece ainda os.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O índice de qualidade do ar – IQAr é uma escala informativa das concentrações, estabelecida pelo CONAMA 03/90. A mesma legislação estabelece ainda os."— Transcrição da apresentação:

1

2 O índice de qualidade do ar – IQAr é uma escala informativa das concentrações, estabelecida pelo CONAMA 03/90. A mesma legislação estabelece ainda os padrões primários e secundários da qualidade do ar. Padrões primários: são as concentrações de poluentes que, ultrapassadas, poderão afetar a saúde da população. Padrões secundários de qualidade do ar: são as concentrações de poluentes atmosféricos abaixo das quais se prevê o mínimo efeito adverso sobre o bem estar da população, aos materiais e ao meio ambiente em geral. Padrões de emissões AR

3 CONAMA 008/1990 CONAMA 264/1999 CONAMA 316/2000 CONAMA 382/2006 Padrões de Emissões

4 Duas redes de monitoramento da qualidade do ar: A rede de monitoramento do pólo industrial de Camaçari e a rede de monitoramento da região metropolitana de Salvador. A rede de monitoramento do pólo industrial é composta de 10 estações fixas do monitoramento do ar, distribuídas no entorno do Pólo Industrial de Camaçari, monitorando continuamente 54 poluentes atmosféricos em atendimento à Portaria CRA 5210/05. A rede é gerenciada pela CETREL, a empresa responsável pela proteção ambiental do pólo industrial de Camaçari.. Monitoramento Bahia

5 No pólo industrial são: Material Particulado Inaliável (PI) – em 5 estações Dióxido de Enxofre (SO2) – em 10 estações Óxidos de Nitrogênio (NO+NO2) – em 7 estações Monóxido de Carbono (CO) – em 4 estações Ozônio (O3) – em 4 estações Metais (Chumbo, Cromo, Cobre, Ferro, Níquel, Arsênio, Mercúrio) – em 2 estações 38 Compostos Orgânicos Voláteis (COVs) – em 6 Estações Amônia (NH3) – em 3 estações Compostos Reduzidos de Enxofre (TRS) – em 4 estações Hidrocarbonetos Totais (melânicos e não-metânicos) – em 2 estações Parâmetros Monitorados

6 Na região de Salvador: Atualmente estão em operação cinco estações localizadas: no Dique do Tororó, Campo Grande, Pirajá, Rio vermelho e Paralela. Os parâmetros monitorados visam estabelecer às emissões relacionadas aos grandes centros urbanos, associadas, sobretudo, às emissões automotivas. Os parâmetros são os seguintes: Dióxido de Enxofre (SO2) Óxidos de Nitrogênio (NO+NO2) Monóxido de Carbono (CO) Ozônio (O3) Parâmetros Monitorados

7 A escolha dos monitores de poluição deve levar em consideração, além dos padrões legais, os recursos necessários para aquisição, operação e manutenção dos equipamentos. Várias metodologias e equipamentos foram desenvolvidos para detectar a quantidade de material particulado e de gases tóxicos presentes no ar atmosférico. Metodologia e Equipamento de Monitoramento

8 Controle do processo poluidor( Ex: combustão); Controle dos padrões de emissão; Controle da eficiência de um equipamento; Comparação de métodos diferentes de medição; Calcular fatores de emissão; Testar a consequência causada pela mudança de um processo Motivos para medição de emissões

9 A água doce é considerada um recurso ou bem econômico, porque é finita, vulnerável e essencial para a conservação da vida e dos ecossistemas. Além disso, sua escassez impede o desenvolvimento de diversas regiões (BORSOI; TORRES, 1997). A legislação brasileira assegura em seus fundamentos o uso múltiplo das águas, priorizando, em situação de escassez, o consumo humano e a dessedentação de animais (BRASIL, 1997). Conama : 274, 357 Água Foto: Mary Burman

10 Oxigênio dissolvido,importante determinante da qualidade da agua em rios, lagos e outros cursos dágua; Demanda bioquímica de oxigênio, constitui um importante parâmetro indicador de potencial poluente de vários tipos de resíduos despejados nos cursos de água; Sólidos, elementos sólidos suspensos e residuos solidos totais, inclusive componentes que incluem sólidos dissolvidos, alguens dos quais podem ser prejudiciais a vida aquatica ou a saúde das pessoas que consomem a água; Nitrogênio, um parâmetro útil para medir a qualidade da agua em rios e lagos; Parâmetros bacteriológicos, necessários para determinar o potencial de agentes infecciosos, como bactérias e vírus patogênicos. Em geral, essas determinações são indiretas devido a problemas para conseguir amostras suficientes para variedade literalmente infinita de micro organismos Parâmetros medição Q. A

11 Medidor de O.D O. D é medido com este medidor com sonda, este é o mais simples e mais antigo, opera com uma célula galvânica com eletrodos de chumbo e prata colocados dentro um solução eletrolítica e um microamperímetro entre eles.

12 Avaliação da qualidade da água Avaliação Eua: Teste de micróbios e 80 elementos químicos em um determinado número de vezes ao ano. Outros parametros: pH Alcalinidade Dureza Patógenos Metais pesados Nutrientes e Poluentes orgânicos prioritários

13 Avaliação da qualidade da água Tabela 1: Utilização de análises de laboratório no tratamento de água residual AnáliseUso caracteristicas fisicas corcondição da agua residuaria odor requisito para tratamento sólidos temperaturaplanejamento e operação dos processos biológicos turbidezqualidade do efluente transmissão caracteristicas inorganicas alcalinidadepolanejamento e operação dfo processo de tratamento cloretopotencial de reutilização de efluente acido sulfiricooperação do processo de tratamento, requisitos de controle de odor metais potencial de reutilização de efluentes e lodo, ploanejamento e operação do processo de tratamento nitrogênio planejamento e operação do processo de tratamento, potencial de reutilização de efluentes e lodo oxigênioplanejamento e operação do processo de tratamento. pHplanejamento e operação do processo de tratamento. Fósforo planejamento e operação do processo de tratamento, potencial de reutilização de efluentes e lodo. Sulfatopotencial fonte de odor, possibilidade de tratamento do lodo

14 Avaliação da qualidade da água Tabela 1: Utilização de análises de laboratório no tratamento de água residual caracteristicas organicas DBOplanejamento e operação do processo de tratamento DQOoperação do processo de tratamento. metanooperação do processo de tratamento, potencial para recuperação de energia. DNOplanejamento e operação do processo de tratamento(nitrificação/desnitrificação) elementos organicos especificosplanejamento e operação do sistema de tratamento caracteristicas biológicas Coliformesplanejamento e operação do sistema de desinfecção Micro-organismos específicosoperação do sistema de tratamento Fonte: Crites, Ron e George Tchobanoglous. Small and decentralized wastewater managerment systems. Boston 1998

15 Padrões primários para água potável

16 Danos aos cursos dágua Materiais orgânicos, conforme medidos pela DBO; Nitrogênio; Fósforos;. Sólidos suspensos; Organismos patogênicos (conforme estimados por coliformes)

17 Divisão das estações de tratamento Tratamento preliminar-remoção de sólidos grandes para evitar dano para o restante das operações da unidade; Tratamento primário – remoção de sólidos suspensos por sedimentação; Tratamento secundário – remoção da demanda de oxigênio; Tratamento terciário (ou avançado) – nome aplicado a qualquer serie de processos de polimento ou limpeza, um dos quais é a remoção de nutrientes como fosforo; Tratamento e descarte de sólidos – coleta, estabilização e subsequente descarte dos sólidos removidos por outros processos.


Carregar ppt "O índice de qualidade do ar – IQAr é uma escala informativa das concentrações, estabelecida pelo CONAMA 03/90. A mesma legislação estabelece ainda os."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google