A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

11 QUÍMICA I – 1 0 SEMESTRE 2011 AULA 6 Profa. Dra. Luciana Farias.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "11 QUÍMICA I – 1 0 SEMESTRE 2011 AULA 6 Profa. Dra. Luciana Farias."— Transcrição da apresentação:

1 11 QUÍMICA I – 1 0 SEMESTRE 2011 AULA 6 Profa. Dra. Luciana Farias

2 2 Aula anterior: Id é ias e Modelos atômicos: de Dem ó crito at é Rutherford.

3 3 Tópicos da aula: O á tomo: estrutura, s í mbolo, f ó rmulas e equa ç ões.O á tomo: estrutura, s í mbolo, f ó rmulas e equa ç ões.

4 4 1.O pequeno núcleo, compreendendo toda a carga positiva e praticamente toda a massa do átomo. 2.A região extranuclear (o restante), composta de elétrons. O modelo atual do átomo é um descendente direto do átomo de Rutherford:

5 5 Apesar do sucesso de Rutherford, na tentativa de explicar a estrutura do átomo, continuavam muitos aspectos por esclarecer. Por exemplo, sabia-se que o hidrogênio continha um próton e o hélio 2 prótons, mas a relação de massas não era de 2:1 mas sim de 4:1 (despreza-se a massa dos elétrons que é muito pequena comparada com a dos prótons).

6 6 Atualmente, sabemos que o nêutron é uma das partículas fundamentais que, juntamente aos prótons, formam o núcleo dos átomos. Ao redor destes últimos existem as nuvens de elétrons, as quais são responsáveis pela condução de corrente elétrica nos materiais condutores, por exemplo. James Chadwick (1891 – 1974) prótons elétrons PrótonsElétronsNêutrons núcleons

7 7 PROPRIEDADES DAS PARTÍCULAS SUBATÔMICAS PartículaSímbolo Unidade de Carga CargaMassa Elétron e-e-e-e- -1,602x C 9,109x Prótonp+1 +1,602x C 1,673x Nêutronn00 1,675x10 -27

8 8 ELEMENTO QUÍMICOELEMENTO QUÍMICO Hoje são conhecidos mais 100 elementos qu í micos, ou seja, mais de 100 á tomos diferentes. Cada elemento tem um nome e um s í mbolo.

9 9 NÚMERO ATÔMICONÚMERO ATÔMICO É representado por (Z), é usado para indicar o número de prótons contidos dentro do núcleo, esse número atômico caracteriza o átomo, ou seja, não é possível a existência de dois átomos diferentes com o mesmo número atômico. É representado por (Z), é usado para indicar o número de prótons contidos dentro do núcleo, esse número atômico caracteriza o átomo, ou seja, não é possível a existência de dois átomos diferentes com o mesmo número atômico. Átomo de cloro: Z=17 Átomo de sódio: Z=11

10 10 REPRESENTAÇÃO DO ÁTOMOREPRESENTAÇÃO DO ÁTOMO A = massa do átomo. Z = número atômico. N – número de Nêutrons. Número de massa (A) é a soma de prótons e nêutrons do núcleo de um átomo, medida em unidade de massa atômica, representado por u.m.a ou simplesmente u. prótonsnêutronsátomounidade de massa atômicaprótonsnêutronsátomounidade de massa atômica

11 11 MASSA ATÔMICAMASSA ATÔMICA * Para determinar a massa atômica, os cientistas precisavam de algo que pudesse ser usado como padrão, e foi assim, que em 1961, eles adotaram como á tomo-padrão o á tomo do carbono com o n ú mero atômico igual a seis e o n ú mero da massa igual a unidade atômica Historicamente, o carbono-12 foi escolhido como substância de referência porque é o mais abundante dos isótopos do elemento carbono e porque sua massa atômica podia ser medida de maneira bastante precisa.

12 12 MASSA ATÔMICAMASSA ATÔMICA * A massa atômica (MA) representa o quanto mais pesado que 1/12 de um á tomo de carbono-12 um á tomo de elemento qu í mico qualquer é. * Por exemplo, o Oxigênio tem massa atômica de 16u, pois é mais pesado 16 vezes em rela ç ão à 1 parte de 12 de um á tomo de carbono unidade atômica

13 13 MASSA ATÔMICAMASSA ATÔMICA O valor de 1 u é de 1,66 · 10 –24 g, o que corresponde aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

14 14 ÁTOMOS DE UM MESMO ELEMENTO QUÍMICO PODEM DE ALGUMA MANEIRA SE DIFERENCIAR ENTRE SI?

15 15 Os elementos químicos podem possuir vários isótopos (mesmo número atômico porém massa diferente), mas não seria viável representá-los todos na tabela periódica. númerotabela periódica númerotabela periódica Por isso, as massas atômicas que vemos nessas tabelas, são médias ponderadas das massas dos diversos isótopos estáveis existentes no universo que esse elemento químico possui. médias ponderadasmédias ponderadas Por exemplo, o oxigênio possui três isótopos estáveis: - 16 O – MA = 16u, equivale à 99,7% de todos os átomos de oxigênio O – MA = 17u, são apenas 0,03% dos átomos de O - 18 O – MA = 18u, abundância de 0,2% Número Atômico do (Z) do O = 8

16 16 Exemplo: O cobre ocorre na natureza como uma mistura isotópica de 69,09% de Cu-63 (massa = 62,93 u) e 30,91 % de Cu-65 (massa = 64,93 u). Qual é a massa atômica do cobre? NÚMERO DE MASSA É IGUAL À MASSA ATÔMICA?

17 17 Isótopos são átomos de um mesmo elemento que apresentam o mesmo numero atômico e diferentes números de massa. Ex: 8 O 16 8 O 17 8 O 18 Isóbaros são átomos de elementos distintos que apresentam o mesmo numero de massa e diferentes números atômicos Ex: Argônio (Ar): 18 Ar 40 A = 40 Z = 18 n = 22 C á lcio (C): 20 Ca 40 A = 40 Z = 20 n = 20

18 18 Isótonos são átomos de elementos químicos distintos que apresentam diferentes números atômicos, diferentes números de massa e mesmo numero de nêutrons. Ex: Boro: 5 B 11 A = 11 p = 5 n = 6 Carbono: 6 C 12 A = 12 p = 6 n = 6

19 19 Isoeletrônicos: átomos que apresentam o mesmo número de elétrons. Ex: 2 Mg 2+ = 10 el é trons (MG = Magn é sio) 9 F 1- = 10 el é trons (F = Fl ú or) 1 N 3- = 10 el é trons (N = Nitrogênio)

20 20 ÍONS Íons são variações dos átomos (neutros) com carga positiva (+) ou negativa (-). Íons com carga positiva são chamados de cátions e íons com carga negativa são chamados de ânions. Formação de Íons Os elétrons da eletrosfera são mais facilmente retirados que os prótons no núcleo. O número de prótons definem o elemento. Cargas positivas são formadas a partir da retirada de elétrons e cargas negativas são formadas a partir do fornecimento de elétrons a um átomo do elemento. EX: cátion - H + ânion - Cl -.

21 21 MOLÉCULAS E COMPOSTOS Assim como os á tomos são elementos e têm s í mbolos, as mol é culas formam substâncias. Para representar as mol é culas, usam-se as f ó rmulas qu í micas. As f ó rmulas indicam quantos á tomos de cada elemento compõe as mol é culas de uma substância. Ela nos mostra que cada mol é cula de á gua tem 2 á tomos de Hidrogênio e 1 á tomo de Oxigênio. O n ú mero que vem abaixo, no canto direito inferior de um elemento é chamado de í ndice, e indica a quantidade daquele elemento na mol é cula. H2OH2OH2OH2O

22 22 Quando queremos representar mais que uma mol é cula ou á tomo de determinada substância, colocamos o n ú mero que desejamos na frente do s í mbolo ou f ó rmula. Esse n ú mero é chamado de coeficiente. Por Exemplo: 3 O 2 = 3 mol é culas de G á s Oxigênio 3 O 2 = 3 mol é culas de G á s Oxigênio 2 He = 2 á tomos de G á s H é lio 2 He = 2 á tomos de G á s H é lio 7 CH 3 O = 7 mol é culas de á lcool et í lico 7 CH 3 O = 7 mol é culas de á lcool et í lico

23 23 EQUAÇÃO QUÍMICA Uma equação química é a representação gráfica de uma reação química. É representada com os reagentes à esquerda e os produtos à direita, separados por uma flecha. gráficareação químicareagentes produtosdireitagráficareação químicareagentes produtosdireita H 2 + O 2 H 2 O É preciso tomar cuidado, entretanto, para que a equa ç ão esteja balanceada, ou seja, para que a quantidade de á tomos de cada elemento seja igual dos dois lados da equa ç ão.

24 24 SEGUNDO O CIENTISTA FRANCÊS, ANTOINE LAURENT LAVOISIER, EM UMA REAÇÃO QUÍMICA: CIENTISTA A SOMA DAS MASSAS DAS SUBSTÂNCIAS REAGENTES É IGUAL À SOMA DAS MASSAS DOS PRODUTOS DA REA Ç ÃO. A SOMA DAS MASSAS DAS SUBSTÂNCIAS REAGENTES É IGUAL À SOMA DAS MASSAS DOS PRODUTOS DA REA Ç ÃO. PRODUTOS Para que uma reação química esteja de acordo com a Lei de Lavoisier, os números de átomos dos elementos devem ser iguais nos dois membros da equação, ou seja, a equação deve estar corretamente balanceada. ESSE ENUNCIADO É CONHECIDO COMO LEI DE LAVOISIER OU LEI DA CONSERVAÇÃO DAS MASSAS CONSERVAÇÃO

25 25 12 H CO > C 6 H 12 O H O 2 Exemplo de um balanceamento - Equação da Fotossíntese: A fotossíntese é o processo através do qual as plantas, e alguns outros organismos transformam energia luminosa em energia química processando o dióxido de carbono (CO 2 ), água (H 2 O) e minerais em compostos orgânicos e produzindo oxigênio gasoso (O 2 ). A equação geral do processo: 12 H CO > C 6 H 12 O H O 2 Quando um vegetal clorofilado realiza fotossíntese, para cada 6 moléculas de gás carbônico que reagem, são necessárias 6 moléculas de água para produzirem 1 molécula de glicose e 6 de oxigênio. Se um dos coeficientes da equação for multiplicado por um número, todos os coeficientes dessa equação deverão ser multiplicados pelo mesmo número.

26 26 Verifique o número de átomos, de cada elemento no 1º e 2º membros da equação acima: C: 6 átomos no 1º membro e 6 átomos no 2º membro. O: 24 átomos no 1º membro e 24 átomos no 2º membro. H: 24 átomos no 1º membro e 24 átomos no 2º membro. Isto significa que a equação acima está corretamente balanceada, ou seja, os seus coeficientes estão ajustados. 12 H CO > C 6 H 12 O H O 2

27 27 Exemplo: Fa ç a o Balanceamento da Equa ç ão abaixo. CH 4 + O 2 CO 2 + H 2 O CH 4 + 2O 2 CO 2 + 2H 2 O Devemos lembrar que para ajustar uma equação química usamos unicamente os coeficientes. Em nenhum caso trocamos os índices das fórmulas. Se fizermos isso vamos alterar a identidade da substância.

28 28 PARA REFLETIR


Carregar ppt "11 QUÍMICA I – 1 0 SEMESTRE 2011 AULA 6 Profa. Dra. Luciana Farias."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google