A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Vigilância em Saúde Ambiental.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Vigilância em Saúde Ambiental."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador SEMINÁRIO NACIONAL COM AS CENTRAIS SINDICAIS E ORGANIZAÇÕES SOCIAIS 21/22 de março de 2014

2 Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Causas MORTALIDADE I – Infecciosas, materna, perinatais, nutricionais , , , Infecciosas Perinatais Nutricionais Maternas , , ,7 2,5 0,6 0, ,3 2,3 0,6 0, II – Não transmissíveis , , Cardiovasculares Outros não transmissíveis Neoplasias malignas Outras neoplasias , ,5 23,0 15,3 0, ,0 23,2 15,3 0, III –Externas , , , Externa Intencional / acidentes Externa indeterminada Acidentes de Transporte , ,5 1, ,1 1, IV – Mal definidas Mal definidas sintomas Mal definidas (senil/sem.assistência) , , ,3 4,5 2, ,3 2,8 4, TOTAL

3 ACIDENTES DE TRABALHO – BRASIL 2009/2010/2011 QUANTIDADE TOTAL COM CAT REGISTRADA SEM CAT REGISTRADA MOTIVO Típico Trajeto Fonte: Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho 2011/ Ministério da Previdência SocialAnuário Estatístico de Acidentes do Trabalho 2011 DADOS DE 2011 – ACIDENTES DE TRABALHO POR REGIÕES - BRASIL Região SudesteRegião SulRegião NordesteRegião Centro-OesteRegião Norte

4 Auxílios Doença - Previdenciário Concedidos (B-31): casos. Dados - INSS Principais Grupos de Causas (CID-10, 2010)

5 Dados - INSS Aposentadoria por invalidez – Previdenciários concedidos: total casos Principais causas (CID-10, 2010)

6 Agravo *Total Acidentes fatais, com mutilação e em menores de 18 anos Acidentes com Material Biológico Ler / Dort Intoxicação exógena rel. ao trabalho Dermatoses Pneumoconioses Transtorno mental relacionada ao trabalho PAIR Câncer TOTAL Distribuição das notificações de agravos à saúde relacionados ao trabalho, por agravo, segundo o ano de notificação. Brasil, * Fonte: Sistema de Informação de Agravos de Notificação – SINAN Banco de atualizado em: 30/07/2013 *Dados referentes ao mês de julho de 2013

7 No Brasil entre os anos de 2007 a 2013* foram notificados no SINAN casos de acidentes por exposição à material biológico com a ocupação do trabalhador reconhecida, desse total 76,86% ( ) são de trabalhadores e trabalhadoras do Setor Saúde. Foi levantado um total de 161 ocupações notificadas ligadas ao Setor Saúde, as que apresentam o maior número de ocorrência, para o período são: -Técnico de Enfermagem: ; -Auxiliar de Enfermagem: ; -Médico: ; -Enfermeiro: ; -Dentista: *(30/07/2013)

8 Em relação as acidentes de trabalho grave o número total de notificações relacionados ao profissionais de saúde representam para os anos de 2007 a 2013* um percentual de 2,66% (7.810) dos casos notificados no SINAN as ocupações que apresentam o maior número de ocorrência, para o período são: -Auxiliar de Enfermagem: 3.290; -Técnico em Enfermagem: 1.796; -Agente Comunitário de Saúde: 1.346; -Enfermeiro: 897; -Médico: 371. Salienta-se que a ocupação Técnico de Enfermagem foi a que apresentou a maior aumento ao longo dos anos analisados partindo de 56 casos em 2007 para 611 no ano de 2012, para o 1º semestre de 2013 já são 282 notificações. *(30/07/2013)

9 As informações sobre as notificações de agravos e doenças relacionadas ao trabalho, por Cadastro Brasileiro de Ocupação - CBO entre os anos de 2007 a 2013, no Banco de Dados do SINAN, dos seguintes agravos: - Acidentes com Exposição à Material Biológico; - Acidente de Trabalho Grave e Fatal; - DRT _ Câncer; - DRT _ Dermatose; - DRT _ Pneumoconiose; - DRT _ LER/DORT; - DRT _ PAIR; - DRT _ Transtorno Mental; - Intoxicação Exógena Relacionado ao Trabalho; - Acidente com Animais Peçonhentos; - Leishmaniose – LTA; - Violência. Para a análise foram levantadas os CBO com maior percentual de registros para cada um dos agravos e doenças.

10 Percentuais das Principais Profissões por CBO Ac_Bio - Brasil a (SINAN, 2014) OSTEOMUSCULARES

11 Percentuais das Principais Profissões por CBO Ac_Graves - Brasil a (SINAN, 2014) o

12 Percentuais das Principais Profissões por CBO DRT _ Câncer - Brasil a 2013 (SINAN, 2014)

13 Percentuais das Principais Profissões por DRT_Dematose - Brasil a (SINAN, 2014) o

14 Percentuais das Principais Profissões por CBO DRT _ LER/DORT - Brasil a (SINAN, 2014) S

15 Percentuais das Principais Profissões por CBO DRT _ PAIR - Brasil a 2013 (SINAN, 2014) o e descentralização

16 Percentuais das Principais Profissões por CBO DRT _ S. Mental - Brasil a scentralização

17 Percentuais das Principais Profissões por CBO DRT _ Pneumoconiose - Brasil a o

18 Percentuais das Principais Profissões por CBO Int_Exógena - Brasil a 2013 tenção;

19 Percentuais das Principais Profissões por CBO Ac_An_Peç - Brasil a do SUS

20 Percentuais das Principais Profissões por CBO LTA - Brasil a 2013

21 Percentuais das Principais Profissões por CBO Violência - Brasil a 2013

22 Percentuais Situação Mercado de Trabalho - Brasil a 2013 Todas as Notificações. (SINAN, 2014 )

23 Fatores que influenciam adoecimento Aumento da carga horária de trabalho/Terceirização Implantação de sistema de gratificação / metas institucionais Implantação de sistema de avaliação, com > remuneração Decréscimo do quadro de pessoal/ aposentadorias massivas/ > carga de trabalho - servidores ativa Ambientes de Trabalho não saudáveis (instalações antigas, móveis antigos, ergonomia) Ambientes Estressantes ( Saúde, Segurança, Educação ) Pressão da população / Saúde / Falta insumos / Assistencial Dificuldades de Execução de Ações/orçamento

24 Fatores de Morbidade/Principais causas de afastamento HIPERTENSÃO DIABETES SOBREPESO/OBESIDADE INGESTÃO ACENTUADA DE GORDURAS/SAL/AÇUCAR FALTA DE ATIVIDADE FÍSICA TRANSTORNOS MENTAIS E COMPORTAMENTAIS DOENÇAS OSTEOMUSCULARES

25 POLITICA NACIONAL DE SAÚDE DO TRABALHADOR E DA TRABALHADORA – PNST Princípios e Diretrizes PORTARIA GM/MS 1.823/2012 Universalidade Integralidade Equidade Responsabilidade Sanitária Precaução Participação da comunidade, dos trabalhadores e do Controle Social Hierarquização e descentralização

26 OBJETIVOS da PNST FORTALECER a Vigilância em Saúde do Trabalhador e a integração com os demais componentes da Vigilância em Saúde PROMOVER a saúde e ambientes e processos de trabalho saudáveis GARANTIR a integralidade na atenção à Saúde do Trabalhador AMPLIAR o entendimento de que a Saúde do Trabalhador deve ser concebida como uma ação transversal, devendo a relação saúde- trabalho ser identificada em todos os pontos e instâncias da rede de atenção;

27 OBJETIVOS INCORPORAR a categoria trabalho como determinante do processo saúde-doença dos indivíduos e da coletividade, incluindo-a nas análises de situação de saúde e nas ações de promoção em saúde ASSEGURAR que a identificação da situação do trabalho dos usuários seja considerada nas ações e serviços de saúde do SUS e que a atividade de trabalho realizada pelas pessoas, com as suas possíveis conseqüências para a saúde, seja considerada no momento de cada intervenção em saúde ASSEGURAR a qualidade da atenção à saúde do trabalhador usuário do SUS

28 Nós fizemos a reforma sanitária que criou o SUS, mas o núcleo dele, desumanizado, medicalizado, está errado. Temos de entrar no coração deste modelo e mudar. Qual o fundamento? Primeiro é a promoção da saúde e não da doença. O SUS tem de, em primeiro lugar, perguntar o que está acontecendo no cotidiano das vidas das pessoas e como eu posso interferir para torná-la mais saudável. Fonte: Sergio Arouca, O Pasquim, 21, n° 28, 20 de agosto de social e a adequação e ampliação da capacidade institucional Reflexão SUS – Novos e Velhos Desafios

29 ROQUE VEIGA


Carregar ppt "Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Vigilância em Saúde Ambiental."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google