A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008"— Transcrição da apresentação:

1 TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008
SECRETARIA SAÚDE DE FORTALEZA ESTADO DO CEARÁ TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL Coordenador: Maurício Bucciolli Guernelli

2 Usuários: Saúde Suplementar x SUS
23,9% 76,1% SUS BR Total Fonte: MS/ANS (dez/2006) Saúde Suplementar 11,2% NE 88,8% SUS Fonte: MS/ANS (dez/2006) Saúde Suplementar 14% 86% CE SUS Total Fonte: MS/ANS (set/2007) Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

3 Usuários: Saúde Suplementar x SUS
FORTALEZA Saúde Suplementar 36% 64% SUS Total Saúde Suplementar engloba: Ambulatorial, Hospitalar o/ou Odontológica de forma Individual ou coletiva, combinadas ou não, podendo ser repetida a contagem do indivíduo. Fonte: Sistema de Informações de Beneficiários - ANS/MS - 09/2007 IBGE – Estimativa da população para nov/2007 Nota: O termo “beneficiário” refere-se a vínculos aos planos de saúde, podendo incluir vários vínculos para um mesmo indivíduo Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

4 Tabela Unificada Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

5 Prorrogação para janeiro ►PT GM/MS Nº 2848 DE 07/11/2007
BASE LEGAL: ► PT GM/MS Nº DE 07/07/2005; Consulta Pública ►PT SAS/MS Nº 05 DE 04/10/2005; Grupo de Trabalho ► PT. GM/MS Nº 321 DE 08/02/2007. Publicação da Tabela ► PT. GM/MS Nº DE 27/06 DE 2007 Prorrogação para janeiro ►PT GM/MS Nº 2848 DE 07/11/2007 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

6 IMPACTO PREVISTO DA TABELA UNIFICADA:
OBJETIVO Integrar as bases de informações dos Sistemas SIA e SIH/SUS, tendo em vista a construção de um Sistema unificado de Informações de Atenção à Saúde; Transformar a Tabela de Procedimentos em um instrumento de gestão para as ações de planejamento, programação, regulação e avaliação em saúde. IMPACTO PREVISTO DA TABELA UNIFICADA: R$ ,00 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

7 CONSTRUÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO/UNIFICADO DE ATENÇÃO À SAÚDE
SISTEMA INTEGRADO DE ATENÇÃO À SAÚDE Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

8 TABELA UNIFICADA O QUE MUDA?
Extinção das tabelas SIH/SUS e SIA/SUS a partir da competência 01/2008 A partir da implantação da Tabela Unificada somente será permitida apresentação da produção de até 03 (Três) Competências, tanto para o SIA, quanto para o SIH: AIH: 03 (Três) competências, a contar da data de alta do paciente APAC: 03 (Três) competências, a contar da data de validade inicial da APAC Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

9 TABELA UNIFICADA O QUE MUDA?
REDEFINIÇÃO DOS VALORES DOS PROCEDIMENTOS UNIFICADOS (FEITOS PELA MÉDIA DE FUSÃO DOS PROCEDIMENTOS) INCLUSÃO DE PROCEDIMENTOS DO LABORATÓRIO DE SAÚDE PÚBLICA – LACEN REDEFINIÇÃO DOS TIPOS DE FINANCIAMENTO, ADEQUANDO AO PACTO DE GESTÃO. OS PROCEDIMENTOS CLÍNICOS: FORAM AGRUPADOS  COM A LÓGICA DA CATEGORIA DA CID10 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

10 TABELA UNIFICADA O QUE MUDA?
TODAS AS APAC´S E AIH´S DEVERÃO SER ENCERRADAS NA COMPETÊNCIA DEZEMBRO/2007 e INICIAIS NA COMPETÊNCIA JANEIRO/2008.(SEGUNDO PORTARIA GM 1541) OBS.: AGUARDA-SE A REPUBLICAÇÃO DESSA PORTARIA EM VIRTUDE DE MOVIMENTO NACIONAL; SERÃO REDEFINIDOS OS TIPOS DE APAC´S E AIH´S QUE DEVERÃO SER ENCERRADAS. O CÓDIGO DO CNS DO PACIENTE: PERMANCERÁ OBRIGATÓRIO NAS APAC (REGRA ATUAL) NÃO EXISTE CBO DE PLANTONISTA: CONVERTIDO P/ MÉDICO GENERALISTA, CLÍNICO GERAL. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

11 INSTRUMENTO DE REGISTRO
TABELA UNIFICADA NOVOS ATRIBUTOS (CONCEITOS) MODALIDADE INSTRUMENTO DE REGISTRO AMBULATORIAL ASSIST. DOMICILIAR BPA CONSOLIDADO BPA INDIVIDUALIZADO APAC PRINCIPAL APAC SECUNDÁRIO HOSPITALAR AIH PRINCIPAL HOSPITAL DIA AIH ESPECIAL INTER. DOMIC. AIH SECUNDÁRIO INCREMENTO: % ACRESCIDO AO VALOR ORIGINAL OS PROCEDIMENTOS COM INCREMENTO SERÃO CALCULADOS PELA HABILITAÇÃO. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

12 NOVOS ATRIBUTOS (CONCEITOS)
TABELA UNIFICADA NOVOS ATRIBUTOS (CONCEITOS) CONCEITOS: SIH PROCEDIMENTO GERA AIH EXIGE AUTORIZAÇÃO TEM VALOR Principal SIM Especial NÃO Secundário CONCEITOS: APAC PROCEDIMENTO EXIGE AUTORIZAÇÃO TEM VALOR Principal SIM Secundário NÃO Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

13 O QUE MUDA NOS SISTEMAS COM A IMPLANTAÇÃO DA
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

14 ESTUTURA DA TABELA UNIFICADA GRUPO FORMA DE SUBGRUPO ORGANIZAÇÃO
PROCEDIMENTO Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

15 ESTUTURA DA TABELA UNIFICADA TABELA ATUAL TABELA UNIFICADA ESTRUTURA
SIH SIA SIA/SIH % Grupos 459 33 492 8 - 98,37 Subgrupos - 224 54 - 75,89 Formas de Organização 445 303 - 31,91 Procedimentos 5.385 2.718 8.103 4.098 - 49,42 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

16 COMPARATIVO DAS ESTRUTURAS DAS TABELAS SIA/SIH
E DA TABELA UNIFICADA - 98,37% - 75,89% - 31,91% - 49,42% ATUAL UNIFICADA SAS/DRAC/CGSI Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

17 GRUPO Agrega os procedimentos por determinada área de atuação, de acordo com a finalidade das ações a serem desenvolvidas. GRUPO DESCRIÇÃO 01 AÇÕES DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE 02 PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNÓSTICA 03 PROCEDIMENTOS CLÍNICOS 04 PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS 05 TRANSPLANTES DE ÓRGÃS E TECIDOS 06 MEDICAMENTOS 07 ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS 08 AÇÕES COMPLEMENTARES DA ATENÇÃO À SAÚDE Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

18 SUBGRUPO Agrega os procedimentos por tipo de área de atuação. CÓDIGO
DESCRIÇÃO SUBGRUPO 03 Procedimentos Clínicos 01 Consultas/Atendimentos 02 Terapias em Odontologias Tratamento Clínico Especializado 04 Terapias Especializadas Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

19 Agrega os procedimentos por diferentes critérios: Área Anatômica
FORMA DE ORGANIZAÇÃO Agrega os procedimentos por diferentes critérios: Área Anatômica Diferentes Sistemas do corpo humano Por Especialidades Por Tipo de Exames Por Tipos de Órtese e Prótese Por Tipos de Cirurgias Outros Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

20 Grupo x Subgrupo x Forma de organização
Exemplo: Grupo x Subgrupo x Forma de organização CÓDIGO GRUPO DESCRIÇÃO SUBGRUPO F. ORG. F. ORGANIZ. 03 Procedim. Clínicos 01 Consultas Atendimentos Consultas Médicas 02 Médicos Cons. outros Prof. Nível Superior 04 Atend. outros Prof. 05 Atend. por Prof. Nível Médio 06 Parto Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

21 Procedimento com finalidade diagnóstica SUBGRUPO 06
Exemplo Detalhado: GRUPO 02 Procedimento com finalidade diagnóstica SUBGRUPO 06 Diagnóstico por tomografia FORMA DE ORGANIZAÇÃO 02 Tomografia do tórax e membros superiores PROCEDIMENTO ???-? – TC do tórax – TC dos segmentos apendiculares – Tomografia do hemitórax ou mediastino por plano Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

22 Exemplo DIRETO: Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

23 ENTENDENDO A ALTERAÇÃO DOS CÓDIGOS DE PROCEDIMENTOS:
08 Dígitos 10 Dígitos ALTERAÇÃO ALTERAÇÃO Grupo Subgrupo Forma de Organização Procedimento Dígito Verificador Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

24 TABELA UNIFICADA DE CNES CNS
SISTEMAS QUE TEM ALTERAÇÕES COM A IMPLANTAÇÃO DA TABELADE DE PROCEDIMENTOS, MEDICAMENTOS E OPM DO SUS TABELA UNIFICADA DE PROCEDIMENTOS CNES CNS Sistemas Gestores SMS/SES Bancos de Dados Gestão federal Bancos de Dados Gestão federal Aplicativos de Captação De Atendimento (Estabelecimentos) BPA/APAC/GIL/ SISAIH01/HOSPUB/ SIST. LOCAIS SIA/SIHD/SIAB/ FPO/SISREG/ SISPPI SIST. LOCAIS BANCO SIA e SIH BANCO SIAB SIST.GERENC. TAB.UNIFICADA ARQUIVOS PARA TABULAÇÃO: TABWIN/ TABNET Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

25 SIA/SIHD ALGUNS ATRIBUTOS INCLUÍDOS:
Modalidade de Atendimento - O SIA (BPA e APAC) verifica os procedimentos com modalidade ambulatorial; O SIHD (SISAIH01) modalidade hospitalar, hospital dia e Internação Domiciliar. Incremento - É um percentual acrescido ao valor do procedimento, vinculado a um incentivo decorrente de uma determinada habilitação. Ex. Audiometria CBO Substitui atividade profissional O CBO será verificado pelo SCNES Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

26 ANÁLISE DAS CONVERSÕES
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

27 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

28 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

29 TABELA PUBLICADA NA PORTARIA: GM 2848
ANEXO XI - PROC. AMBULATORIAIS E HOSPITALARES EXCLUIDOS Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

30 FPO Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

31 (PRÓXIMA TELA - EXEMPLO)
 A FPO ATUAL JÁ MOSTRA OS PROCEDIMENTOS EXCLUÍDOS E OS QUE NÃO SERÃO CONVERTIDOS PARA OS NOVOS. A CONVERSÃO SERÁ FEITA COM O COMANDO DO OPERADOR (UM PARA UM OU MAIS DE UM PARA UM). (PRÓXIMA TELA - EXEMPLO) Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

32 Antes da conversão Após a conversão Após a conversão
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

33 SIA/SUS Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

34 SIA/SUS Atributos que serão atualizados ou alterados:
Faixa etária – Será substituída pela informação IDADE, a ser informada em anos. Quando for menor de 1 ano, informar 00. O campo idade deve dispor de 03 dígitos Os procedimentos em grupo não precisam informar idade. Serviço/classificação – tabela do SCNES atualizada; Tabela de habilitação – Atualização no SCNES; Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

35 Procedimentos de Média/Alta Complexidade
APLICATIVO DE CAPTAÇÃO DO ATENDIMENTO AMBULATORIAL O SIA/SUS permanece recebendo a produção ambulatorial por meio dos aplicativos: A T U I S SIA APAC MAGNÉTICO BPA MAGNÉTICO *Procedimentos de Alta Complexidade com Tratamento Continuado e CNRAC Individualizado Procedimentos de Média/Alta Complexidade Consolidado Consolidado TABUN I F * Procedimentos: Oncologia, Nefrologia, Medicamentos de Dispensação Excepcional/Estratégicos, Transplante, Atenção a Saúde Auditiva e CNRAC Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

36 SIA/SUS RECAPITULANDO... O SIA/SUS permanece recebendo a produção ambulatorial por meio dos aplicativos: BPA MAGNÉTICO – 2 TIPOS: Consolidado e Individualizado (permanece um único aplicativo com estas 02 funcionalidades); APAC – Somente permanecerão em APAC os procedimentos de alta complexidade, de tratamento contínuo (Procedimentos de Oncologia, Nefrologia, Medicamentos de dispensação excepcional/estratégicos, Transplante, Atenção Auditiva). Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

37 BPA MAGNÉTICO BPA CONSOLIDADO: Campos do BPA que terão alterações:
Código procedimento 10 dígitos; CBO Substitui a Atividade Profissional Idade - Substitui a Faixa Etária PROC ATV. PROF QDE TIPO GRUPO FAIXA ETÁRIA 08 36 01 02 05 55 10 223149 Excluído * Idade Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

38 BPA MAGNÉTICO BPA INDIVIDUALIZADO: CNS do profissional CNS do usuário
CBO 2002 Data de Nascimento: (MÊS/ANO); Município de Residência Código procedimento 10 dígitos Quantidade CID; Nº Autorização (Campo facultativo para o gestor) NOTA:APÓS A ESTABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO TODOS OS PROCEDIMENTOS AMBULATORIAIS PODERÃO SER INDIVIDUALIZADOS Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

39 ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO
ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO 2007 Atividade Prof. ■ Campos que serão SUBSTITUÍDOS CBO 2002 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

40 ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO
ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO IDADE ■ Campos que serão SUBSTITUÍDOS 2007 Faixa Etária Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

41 ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO
ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO ► BPA MAGNÉTICO CONSOLIDADO ■ Código do Procedimento = 08 para 10 dígitos; ■ Campos que serão EXCLUÍDOS 2007 TIPO e GRUPO Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

42 BPA MAGNÉTICO BETA 2 (MODELO NOVO)
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

43 TELA INICIAL Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

44 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA CONSOLIDADO
Utilize o mouse para incluir ou alterar uma produção, ou utilize as teclas INS ou ENTER. A tecla DEL exclui a produção selecionada após uma confirmação. Menu: BPA -> Produção Consolidada Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

45 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA CONSOLIDADO
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

46 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA CONSOLIDADO
Deve-se informar o código CNES, competência e folha da produção. Em seguida informe os procedimentos que fazem parte desta folha, separados pelo CBO do Profissional atendente e por idade. Se o CBO informado for invalido o sistema emite um aviso, permitindo ao usuário a imediata correção ou não. O mesmo pode acontecer com a idade, em alguns procedimentos temos uma idade mínima e/ou máxima, caso a idade não seja compatível com o procedimento, o sistema também emite um aviso. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

47 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA INDIVIDUALIZADO
Assim como visto no Consolidado, o Individualizado pode ser Incluído, alterado ou excluído com o mouse ou com o teclado. Menu: BPA -> Produção Individualizada Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

48 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA INDIVIDUALIZADO
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

49 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA INDIVIDUALIZADO
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

50 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA INDIVIDUALIZADO
Para cada linha digitada na folha, o sistema apresenta uma tela para a informação do procedimento de forma individualizada, onde deve-se incluir os dados sobre paciente e informações adicionais do procedimento. Os dados obrigatórios nesta tela são: nome, data de nascimento, sexo e município de residência do usuário, data de atendimento, código do procedimento, quantidade, CID e caráter do atendimento. O procedimento pode exigir uma idade mínima ou máxima, a idade do paciente é calculada entre a sua data de nascimento e a data de atendimento do procedimento. Caso seja informada alguma idade incompatível o sistema emite um aviso. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

51 MÓDULO PRODUÇÃO – BPA INDIVIDUALIZADO
O procedimento pode estar relacionado a CBO, se o procedimento não for compatível com o CBO do profissional (informado na tela anterior) o sistema emite um aviso.  O CID tem que ser relacionado ao procedimento, salvo procedimentos que se relacionam com qualquer CID, em caso de diferença, o sistema emite um aviso. O Numero da Autorização pode ser preenchido de forma livre, utiliza-se como informação extra do gestor. Teclando-se ESC, as alterações nesta tela são perdidas, para confirmar os dados, deve-se acionar o botão “OK”. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

52 RELATÓRIOS DO SISTEMA O sistema contém 2 relatórios de produção:
Para produção consolidada vai no menu: Relatórios -> Produção Consolidada Para produção individualizada vai no menu: Relatórios -> Produção Individualizada Em ambas as opções, o gestor pode informar uma ou todas as unidades e escolher entre exibir apenas as linhas de procedimento com erro ou não. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

53 EXPORTAÇÃO Menu: Exportação -> Exportação para o SIA/SUS
O sistema destina-se a geração da produção em meio magnético para ser utilizada pelo SIASUS. Nesta opção deve-se informar o drive/pasta e o nome do arquivo. O próprio sistema já inclui o início e extensão do arquivo de forma automática. Menu: Exportação -> Exportação para o SIA/SUS Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

54 APAC Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

55 APAC MAGNÉTICO CAMPOS DA APAC QUE TERÃO ALTERAÇÕES
Código procedimento 10 dígitos CBO 2002 (Substituirá o campo de atividade profissional) Utilização do Novo laudo ( prorrogado para janeiro/08) CAMPOS DA APAC QUE NÃO TERÃO ALTERAÇÕES Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

56 SIH/SUS Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

57 ATRIBUTOS DE PROCEDIMENTOS QUE SERÃO “ALTERADOS OU ATUALIZADOS”
Será disponibilizado um novo aplicativo para a captação das aih (novo sisaih 01). As informações do cnes serão muito mais valorizadas: cbo com carga horária semanal hospitalar, terceiros cadastrados no hospital, serviço classificação para apoio diagnóstico a disposição do hosp., leitos de hospital dia discriminados Novo campo modalidade no SISAIH 01 Todos os profissionais de nível superior deverão ser identificados e não somente médicos como ocorre atualmente Cálculos de cirurgias múltiplas, de cirurgias em politraumatizado e de cirurgias seqüenciais: ficam mantidos os métodos atuais Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

58 ATRIBUTOS DE PROCEDIMENTOS QUE SERÃO “ALTERADOS OU ATUALIZADOS”
VALOR TOTAL SH O valor da internação terá apenas 02 componentes - SH e SP. O valor do SADT ficou incorporado ao componente SH QUANTIDADE DE PONTOS Permanecerá apenas para o SP CBO 2002 Substituirá Tipo de Ato. A CBO será verificada pelo SCNES SERVIÇO/CLASSIFICAÇÃO Consistir com o SCNES se existe o Serviço/Classificação compatível TABELA DE HABILITAÇÃO Atualização no SCNES Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

59 ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO
SISAIH01 ► Campo que será Substituído CBO 2002 Tipo de Ato Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

60 ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO
SISAIH01 Procedimentos Realizados ► Campo que será Substituído Atos Profissionais Outros Proced. Ato Profissional Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

61 ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO
SISAIH01 ► Campo que será Excluído Nota Fiscal Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

62 ALTERAÇÕES / ATUALIZAÇÕES ESPECÍFICAS NOS APLICATIVOS DE CAPTAÇÃO
SISAIH01 ► Campos que serão Alterados: Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

63 TELAS DO NOVO SISAIH01 SISTEMA EM DELPHI
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

64 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

65 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

66 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

67 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

68 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

69 Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

70 PROCEDIMENTOS COM “VALORES ABSOLUTOS” Anatomia patológica.
Coleta por punção ou biopsia. Tomografia. Endoscopia. Radiologia intervencionista. Medicina nuclear in vivo. Ultra-sonografia. Ressonância magnética. Fisioterapia. Diagnóstico em hemoterapia. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

71 Métodos diagnósticos em especialidade: ECG.
PROCEDIMENTOS COM “VALORES ZERADOS” Radiologia. Laboratório clínico. Métodos diagnósticos em especialidade: ECG. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

72 CNES Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

73 SCNES Atualizações constantes: Serviço/Classificação Leitos
Profissionais (CBO, Carga Horária, Vínculo) Serviço/Classificação Leitos Habilitação Consultas Internet Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

74 ESTRATÁGIAS ADOTADAS DEZEMBRO/2007
Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

75 ESTRATÉGIAS ADOTADAS PELA DPRHL
JUNTAMENTE COM O SETOR DE DESENVOLVIMENTO Elaboração de coletânea de portarias e material áudio-visual com informações pertinentes ao processo para ser entregue aos prestadores e equipes técnicas da SMS para conhecimento; Divulgado na WEB (Central de Regulação listas de avisos com portarias mais urgentes a serem conhecidas e orientações diversas; Definiu-se que: TODOS os procedimentos informados a Central de Regulação com relação ao AGENDAMENTO, TODOS os procedimentos de BPA digitados no SISTEMA PRONTUÁRIO, TODOS os procedimentos de AIH cadastrados no momento da digitação do PRE LAUDO bem como informados no LAUDO MÉDICO e finalmente TODOS os procedimentos dos LAUDOS de APAC que são encaminhados para a SMS DEVEM SER INFORMADOS COM OS CÓDIGOS ANTIGOS, ou seja, anteriores as portarias citadas acima. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

76 ROTINA DO SIA/SUS DEZEMBRO/07 JANEIRO/2008 FEVEREIRO/2008
Apresentação e Processamento usando a tabela atual do SIA. Apresentação e Processamento usando a TABELA NOVA TABUNIF (unificada e de 10 digitos) No SIA a produção refere-se aos atendimentos realizados na comp. Novembro e três meses anteriores. No SIA a produção refere-se aos atendimentos realizados na comp. Dezembro e três meses anteriores. No SIA a produção refere-se aos atendimentos realizados na comp. Janeiro e três meses anteriores. Em 31 de Dezembro tevem ser encerradas todas as APAC’s usando o motivo de cobrança: Alta Administrativa Abrir novas APAC’s iniciais segundo as normas da tabela nova. - A produção das competências (apresentações e reapresentações) deverá nos novos aplicativos ser digitada BPA e APAC com os novos códigos. - Utilizacão do novo SIA e FPO. - Nova Num. de APAC série 2008. - Somente APAC Inicial ou Continuidade. Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

77 ROTINA DO SIH/SUS DEZEMBRO/07 JANEIRO/2008 FEVEREIRO/2008
Apresentação e Processamento usando a tabela atual do SIH. Apresentação e Processamento usando a TABELA NOVA TABUNIF (unificada e de 10 digitos) A produção refere-se as altas com data até 6 meses anteriores a competência do processamento. A produção refere-se as altas com data até 3 meses anteriores a competência do processamento. Out, Nov, Dez e Janeiro. Em 31 de Dezembro tevem ser encerradas todas as AIH’s de continuidade (tipo 5) usando o motivo de saída/permanência Alta Administrativa. Será necessário então abrir outra AIH com as normas da Tabela Nova. - A produção das competências (apresentações e reapresentações) deverá ser digitada no novo SISAIH01, com os novos procedimentos da tabela. O processamento destas competências deverá ser realizada com a nova versão do SIHD com a nova tabela de proced. só serão aceitas AIH’s iniciais (tipo1) Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

78 ESTRATÉGIAS ADOTADAS PELA DPRHL
JUNTAMENTE COM O SETOR DE DESENVOLVIMENTO Após essa medida, as numerações da APAC e/ou AIH serão liberadas normalmente para apresentação nos respectivos sistemas do DATASUS para apresentação junto à SMS. Definiu-se que: No momento da digitação, seja da AIH feita pelo SISAIH01 (atualmente na versão 1392) ou da APAC feita pelo sistema APAC (atualmente na versão 718) para ENTREGA DA CMPT para processamento, TODOS OS CÓDIGOS DOS PROCEDIMENTOS DIGITADOS DEVEM SER OS NOVOS, ou seja, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO AS PORTARIAS DE EXCLUSÃO, INCLUSÃO E ALTERAÇÃO EXISTENTES ATÉ A PRESENTE DATA. Essa rotina é válida, inclusive, para a cmpt de 2008 até segunda ordem. O setor de desenvolvimento ficou encarregado de executar as rotinas de conversão (DE-PARA) internamente pós produção a fim de garantir a compatibilidade e processar as rotinas de auditoria de sistema. (solução em desenvolvimento juntamente com a DPRHL) Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

79 ESTRATÉGIAS ADOTADAS PELA DPRHL
JUNTAMENTE COM O SETOR DE DESENVOLVIMENTO É fundamental a compreensão dos demais setores de que a Diretoria de Programação, bem como o Setor de Desenvolvimento passará por uma tremenda sobrecarga pelo período mínimo de 3 competências e dessa forma as demandas paralelas sofrerão impacto nesse período. O momento proporciona uma oportunidade impar para que o município refaça sua FPO e POSTERIORMENTE redefina sua PPI. A redefinição dos TETOS de produção é de suma importância para que o sistema de informação interno possa funcionar minimamente na questão de controle de autorização ... ou seja, há necessidade de divisão de tarefas Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

80 FONTES DE INFORMAÇÃO: Site oficial do SIHD (Sistema referente à produção hospitalar): Site oficial do SIA (Sistema referente à produção ambulatorial): Site do CORAC – SESA (Informações da Secret. de Saúde do Estado): Site oficial da Secretaria de Atenção à Saúde – SAS (public. de portarias): Apresentações e videoconferências MS/CGSI Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

81 EQUIPE MINISTERIAL RESPONSÁVEL
ROSANE DE MENDONÇA GOMES COORDENADORA GERAL DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO- CGSI/DRAC/SAS/MS EQUIPE CGSI/DRAC/SAS/MS: ANA LOURDES, DEA GOMES , EMÍLIA TOMASSINI, FREDERICO AUGUSTO, LUZIA SANTANA, NEREIDE LAGO, TEREZA FAILACE, VIRGINIA LUCAS E ANA EMÍLIA. Telefone: (061) / / Diretoria de Programação da Rede Hospitalar e Laboratorial DPRHL - SMS Fortaleza/CE

82 TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008
(TODOS OS DADOS COLETADOS DE FONTES OFICIAIS ATÉ A DATA DE 17/12/2007) APRESENTAÇÃO: Mauricio Bucciolli Guernelli Coordenador da DPRHL SMS – Fortaleza/CE SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE DE FORTALEZA - SMS CÉLULA DE ATENÇÃO ESPECIALIZADA – CAE DIRETORIA DE PROG. DA REDE HOSPITALAR LABORATORIAL - DPRHL Rua do Rosário, 283 – Centro / CEP Fortaleza - CE Telefone: (85)


Carregar ppt "TREINAMENTO: TABELA UNIFICADA IMPLANTAÇÃO: JANEIRO/2008"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google