A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DOS ÓRGÃOS E ENTIDADES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DOS ÓRGÃOS E ENTIDADES."— Transcrição da apresentação:

1 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DOS ÓRGÃOS E ENTIDADES ESTADUAIS

2 ... tentar fazer o futuro acontecer é arriscado; mas é uma atividade racional. E é menos arriscado do que continuar a trajetória com a confortável convicção de que nada vai mudar... O propósito da tarefa de construir o futuro não é decidir o que deve ser feito amanhã, mas o que deve ser feito hoje, para que haja um amanhã... Impor ao futuro, que ainda não nasceu, uma nova idéia que tenda a dar uma direção e um formato ao que está por vir. Isso poderia ser chamado de FAZER O FUTURO ACONTECER. (Peter Drucker) Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI

3 AGENDA Abertura(15 minutos) 8h30 às 8h45 Definição da Missão (1 hora) 8h45 às 9h45 Público de Interesse/Expectativas (30 minutos) 9h45 às 10h15 Intervalo(15 minutos)10h15 às 10h30 Processos e Produtos (1 hora)10h30 às 11h30 Intervalo para Almoço (1 hora e 30 minutos)12h00 às 13h30 Anomalias e Ações Corretivas (1 hora)13h30 às 14h30 Estratégias (1 hora)14h30 às 15h30 Intervalo(15 minutos)15h30 às 15h45 Diretrizes (Metas e Indicadores) (1 hora)15h45 às 16h45

4 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI ESCOPO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO ELABORAÇÃO DO PLANO DE AÇÃO DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS DEFINIÇÃO DAS DIRETRIZES (METAS E INDICADORES) DEFINIÇÃO DA MISSÃO DEFINIÇÃO DOS PROCESSOS E PRODUTOS DEFINIÇÃO DAS ANOMALIAS E AÇÕES CORRETIVAS IDENTIFICAÇÃO DO PÚBLICO DE INTERESSE E EXPECTATIVAS

5 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE MISSÃO Missão é a declaração que sintetiza a essência, a razão de ser de uma entidade ou instituição (no caso em foco, a Área de Tl). Ela serve de bússola para a tomada de decisão, na definição de objetivos e no suporte à escolha das decisões estratégicas. Segundo Peter Drucker, elaborar a missão é difícil, doloroso e arriscado, mas é só assim que se consegue estabelecer políticas, desenvolver estratégias, concentrar recursos e começar a trabalhar para ter um desempenho ótimo. A missão da Área de Tl deve definir a razão da sua existência, deve ser declarada, preferencialmente em uma frase concisa, que seja fácil de ser assimilada por todos. Devem ser evitados textos longos e complexos.

6 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI EXEMPLOS DE MISSÃO Prover e integrar soluções em Tecnologia da Informação e Comunicações para o êxito da gestão das finanças públicas e da governança do Estado, em benefício da sociedade. (missão do SERPRO) Ser um instrumento de modernização e de fortalecimento da governança, contribuindo para um Estado eficiente, justo e transparente. (missão da ETICE) Definir estratégias e avaliar as ações de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), visando a melhoria de sua gestão no Governo do Estado do Ceará (missão da ASETI) Prover e gerenciar soluções de TIC, visando a qualidade, agilidade e transparência dos processos da SEPLAG (missão da COTEC)

7 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO A MISSÃO Prestar serviços de financiamento e outros correlatos (fazer o que?), a pessoas físicas e jurídicas (para quem?) e em qualquer país (onde), de modo que sejam antecipadas e satisfeitas as necessidades dos clientes a um alto nível de qualidade nos serviços e no desempenho do pessoal (como?) e atendendo, de forma adequada, aos interesses dos acionistas, clientes, funcionários e à comunidade como um todo (com que finalidade?). O que fazer (âmbito de atuação) Para quem (quem deve ser atendido ou impactado) Onde (prioridade, estratégia de segmentação) Como (Desafio e diferencial) Com que finalidade (Grupos de Interesse)

8 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO A MISSÃO 60 MINUTOS (15 Minutos para reflexão individual 45 Minutos para reflexão em grupo)

9 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI IDENTIFICAÇÃO DO PÚBLICO DE INTERESSE E SUAS EXPECTATIVAS Público de Interesse é o público relevante para a área de TI. São as pessoas que estejam ativamente envolvidas com a área de TI ou cujos interesses possam ser afetados de forma positiva ou negativa. Elas podem também exercer influência sobre a área de TI e seus resultados.

10 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO PÚBLICO DE INTERESSE E SUAS EXPECTATIVAS 30 MINUTOS (Reflexão em grupo)

11 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE PROCESSOS E PRODUTOS Quais são nossos processos? Ou seja, quais são nossas macroatividades? PROCESSO é um conjunto de atividades interligadas logicamente ou relacionadas, que tomam um insumo (input/entrada) agrega-lhe valor e o transforma para criar/gerar um resultado (output/saída), que são os produtos, visando atender as necessidades e exigências dos clientes. EXEMPLOS: Atendimento ao Usuário, Prospeção de Soluções Tecnológicas, Segurança da Informação, Implantação de Soluções Tecnológicas, Provimento de Infra-estrutura, Manutenção de Soluções Tecnológicas, Administração de Dados

12 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE PROCESSOS E PRODUTOS Quem são nossos clientes? Quais os produtos (bens/serviços) que necessitam? PRODUTO é um termo genérico utilizado para qualquer coisa produzida por um processo, podendo ser um bem ou serviço. EXEMPLOS: Parecer técnico, Relatórios, Plano de Contingência, Integridade de Dados.

13 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO PROCESSOS E PRODUTOS 60 MINUTOS (Reflexão em grupo)

14 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE ANOMALIAS E AÇÕES CORRETIVAS ANOMALIAS: Uma anomalia é uma meta não atingida (um problema / um resultado indesejável) - neste trabalho quando for definir as anomalias faça a seguinte pergunta: quais são as anomalias que impedem a área de TI de atingir seus resultados com eficiência e eficácia? O que está impedindo a área de TI de ser hoje o que ela sonha ou deseja ser amanhã?

15 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE ANOMALIAS E AÇÕES CORRETIVAS AÇÕES CORRETIVAS: São medidas adotadas para que a meta seja atingida. Ao serem realizadas com eficiência e eficácia, asseguram a área de TI ser hoje o que ela almeja ser amanhã. Quais são as ações corretivas que eliminam as anomalias identificadas? Exemplos: AnomaliasAções Corretivas Qdte de licenças de software insuficienteAlocar recurso para licenciamento Equipamentos obsoletosAquisição de equipamentos modernos Sistemas desenvolvidos sem metodologiaImplantar metodologia de desenvolviment

16 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI ANOMALIAS E AÇÕES CORRETIVAS 60 MINUTOS (Reflexão em grupo)

17 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE ESTRATÉGIAS Segundo Ansoff, estratégia é um conjunto de regras de tomada de decisão para orientação do comportamento de uma organização. Estratégia é o caminho escolhido para posicionar a área de TI de forma competitiva e garantir seu desenvolvimento no longo prazo. As estratégias determinam como a setorial de TI vai trabalhar considerando o ambiente interno e externo, para cumprir a sua missão.

18 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI EXEMPLOS DE ESTRATÉGIAS Foco em Modernização: Tornar as áreas de negócios parceiras estratégicas de TIC, visando a prestação de serviços integrados e seguros, com inovação, disponibilidade de informações e ampla facilidade de acesso pela sociedade. Foco em Inclusão Digital: Integrar as ações de TIC com ênfase na educação e geração de renda focadas no desenvolvimento regional e Inclusão Social. Foco em Governança: Prover, em conjunto com o cliente, tecnologias e informações que atendam suas necessidades e que fortaleçam a capacidade administrativa e financeira do Governo para executar suas políticas públicas.

19 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO ESTRATÉGIAS 60 MINUTOS (Reflexão em grupo)

20 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFINIÇÃO DE DIRETRIZES (metas e indicadores) Normas gerais de caráter permanente, que orientam a tomada de decisão nos diversos escalões da organização, determinando prioridades e concentração de esforços para empreendimentos de maior importância. O conjunto de instruções, procedimentos, propósitos, normas ou indicações que devem ser considerados para se levar a termo um plano de ação. Metas - são níveis de desempenho pretendidos para um determinado período de tempo. Quantificam os indicadores. Indicadores - direcionam os indivíduos para o que precisam realizar dentro da estratégia da organização. Os indicadores oferecem um vínculo concreto com os objetivos e a estratégia.

21 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI DEFININDO DIRETRIZES (metas e indicadores) 60 MINUTOS (Reflexão em grupo)

22 Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI ENCERRAMENTO


Carregar ppt "Assessoria de Estratégias de Tecnologia da Informação - ASETI PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DOS ÓRGÃOS E ENTIDADES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google