A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIDERANÇA COACHING: instrumento da

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIDERANÇA COACHING: instrumento da"— Transcrição da apresentação:

1 LIDERANÇA COACHING: instrumento da
administração para desenvolvimento da equipe de Enfermagem de um Hospital público de ensino —Fortaleza — CE UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ – Hospital Universitário Walter Cantídio Maria Dayse Pereira¹, Sílvio Paulo da Costa Araújo Rocha Furtado², Lucilene Maria Sales da Silva³, Maria de Fátima Bastos Nóbrega4, Rita Paiva Pereira Honório5 INTRODUÇÃO MODULO III – Dinâmicas de grupo - 40hs O termo liderança vem sendo estudado desde o século XIX. Hoje a liderança está sendo exigida por toda empresa, seja qual for sua natureza, e as empresas hospitalares devem estar incluídas nesta demanda. De acordo com Araújo (1999), o termo coach está relacionado ao papel desempenhado por uma pessoa que se compromete a apoiar alguém a obter determinado resultado. O Coaching na Liderança é um processo no qual o gestor orienta seu colaborador no desenvolvimento do seu desempenho, usando metas claras para criar alvos mensuráveis. O líder coach deve ser capaz de reconhecer potenciais e desenvolver competências da sua equipe. Assumir uma co-responsabilidade com respeito ao desenvolvimento e alcance de metas estabelecidas pelo grupo. Chiavenato (2002), também relaciona “Coaching” a um tipo de parceria exercida por uma pessoa que seria denominada coach e outra que seria o aprendiz. Essa relação levaria o aprendiz a um processo de desenvolvimento, dos valores, crenças e visão, capaz de gerar resultados extraordinários. Entretanto, o coaching não significa um compromisso apenas com os resultados, mas sim com a pessoa como um todo, seu desenvolvimento e sua realização. Por meio do processo de Coaching, novas competências surgem, tanto para o coach quanto para seu cliente. Neste cenário, o Serviço de Enfermagem nas Instituições de saúde, se relaciona diuturnamente com todas as demais áreas, numa interdependência que, em maior ou menor grau, exige disposição, competência e habilidade de relacionamento. Nesta perspectiva, os profissionais de Enfermagem necessitam como instrumento de gestão, o desenvolvimento da estratégia de liderança no processo de gestão de pessoas nas organizações de saúde. TEMA INSTRUTOR DATA C. H 1.a origem e o desenvolvimento histórico da dinâmica de grupo Felipe Saraiva Nunes de Pinho 07/08 04 2. o homem, o grupo e suas relações: o interpessoal, o intergrupal e intra-pessoal 10/08 3.teoria dos papéis 14/08 4.natureza, conceito e características do grupo 17/08 5.o homem e suas relações institucionais: família, escola e empresa 21/08 6.o homem e suas relações institucionais: família, escola e empresa 24/08 7. os elementos básicos da ação grupal: regras, papéis, liderança, ética grupal e as relações de poder 28/08 8. os elementos básicos da ação grupal: regras, papeis, liderança, ética grupal e as relações de poder 31/08 9. preparação e escolha de técnicas, vivências e jogos empresariais alinhados aos objetivos organizacionais 04/09 10. preparação e escolha de técnicas, vivências e jogos empresariais alinhados aos objetivos organizacionais 11/09 RESULTADOS O curso foi avaliado por 80% dos participantes, entre os conceitos: excelente e satisfatório. As sugestões apresentadas resumiram-se em: diversificação do horário do curso, continuidade da capacitação através de novos cursos e oportunidade de mais momentos de discursão da realidade hospitalar vivenciada. A participação dos enfermeiros, assim como a troca de experiências, foi um momento ímpar e salutar no processo de aprendizagem, possibilitando crescimento mútuo e complementação de saberes entre estes profissionais. OBJETIVOS Objetivou-se nesse estudo relatar a experiência das ações administrativas na formação dos enfermeiros de um hospital de ensino em liderança coaching. METODOLOGIA Trata-se de um relato de experiência das ações administrativas, na formação do enfermeiro realizada em um hospital universitário, utilizando como referencial o conceito de liderança coaching. As ações realizadas são referentes ao período de abril a setembro de O Serviço de Educação Continuada em Enfermagem viabilizou a concretização do curso. Participaram enfermeiros das diversas unidades de serviço, num total de 30 participantes, o que representou 30% do total de enfermeiros assistenciais da instituição. A carga horária de 120h foi ministrada através de exposição oral, trabalhos de grupo, oficinas relatos de experiência, tendo no seu corpo docente, enfermeiros que compõem a Diretoria de Enfermagem, o Serviço de Educação Continuada em Enfermagem e o Serviço de Recursos Humanos da referida instituição. A formação foi constituída por três módulos integrados e interdependentes, descritos a seguir: Profissionais de Enfermagem do Hospital Universitário Walter Cantídio/UFC CONSIDERAÇÕES FINAIS MODULO I – Liderança em enfermagem – 40hs Além da realização da formação, a liderança coaching deverá acontecer por meio de sessões periódicas de atendimento individual. A proposta sugerida para a referida instituição, é que as sessões aconteçam mensalmente, de acordo com a disponibilidade de horário dos enfermeiros. Entende-se que cada sessão de Coaching deve ser personalizada, única e especificamente planejada para ajudar os enfermeiros a obter os resultados que necessitam. Desta forma, compreendemos a liderança coaching como uma tecnologia do conhecimento da gestão, que pode ser incorporada no processo de trabalho do enfermeiro, como diferencial competitivo, capaz de modificar o panorama administrativo das organizações, contribuindo para o aperfeiçoamento das competências gerenciais, técnicas e pessoais, desses profissionais. TEMAS INSTRUTOR DATA C. H 1. as teorias administrativas e a enfermagem Maria Dayse Pereira 13/04 04 2. as dimensões da competência gerencial da enfermagem 20/04 3. liderança no serviço de enfermagem 27/04 4. teorias recentes de liderança 04/05 5. gestão atual: importância do “coach”no desenvolvimento de pessoas 18/05 6. a responsabilidade do Enfermeiro e o exercício da cidadania 25/05 7. aspectos éticos, valores pessoais e fontes de poder na ação gerencial do Enfermeiro 01/06 8. gestão e o processo de trabalho do Enfermeiro 08/06 9. gestão do conhecimento organizacional e a enfermagem 15/06 10. cultura organizacional do serviço de enfermagem do HUWC/UFC 22/06 MODULO II – Ferramentas de gestão - 40 hs TEMA INSTRUTOR DATA C. H 1. planejamento administrativo em enfermagem Lucia Regina Ferreira da Silva 17/04 04 2. planejamento, organização e administração do tempo Rita Paiva Pereira Honório 24/04 3. comunicação e seu poder organizacional 08/05 4. relações interpessoais 15/05 5. avaliação de desempenho 22/05 6. produção/metas de produção e indicadores 29/05 7. gerenciamento para qualidade total 05/06 8. marketing pessoal 12/06 9. técnicas de reuniões 19/06 10. gerenciamento de conflitos 26/06 BIBLIOGRAFIA ARAÚJO A. COAH: um parceiro para seu sucesso. São Paulo: Ed. Gente; 1999. CHIAVENATO, I. Construção de talentos. 3ª ed. Rio de Janeiro: Campus; 2002. CHIAVENATO, I. Administração nos novos tempos. 2ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. CUNHA, K. C. Gerenciamento na enfermagem: novas práticas e competências. São Paulo: Martinari, 2005. LEITÃO, R.E.R.; KURCGANT, P. Qualidade na prática gerencial da enfermagem: as duas faces da mesma moeda. Niterói: Intertexto, 2004. MAXIMIANO, A.C.A. Introdução à administração. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2000. 1.Enfermeira, Diretora de Enfermagem /HUWC/UFC. Especialista em Gestão Universitária, Administração dos Serviços de Saúde, Enfermagem em Saúde Pública; Mestranda em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior. 2. Médico, Diretor Geral do HUWC/UFC. Especialista em Hematologia. 3. Enfermeira, Professora adjunta da UECE, Doutora em Enfermagem. 4. Enfermeira, Gerente do Curso de Educação Multiprofissional do CEAPS/HUWC/UFC; Mestre em Cuidados Clínicos. 5. Enfermeira, Gerente do Serviço de Educação Continuada em Enfermagem do HUWC/UFC; Especialista em Enfermagem Oncológica e Médico-cirúrgica; Mestranda em Enfermagem. Hospital Universitário Walter Cantídio/UFC Rua Capitão Francisco Pedro, Rodolfo Teófilo – Fortaleza/Ceará


Carregar ppt "LIDERANÇA COACHING: instrumento da"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google