A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Liberdade. índiceÍndice Páginas Introdução……………………………………………………………..………………2 Liberdade na Arte……………………………..………………………………..………3 Liberdade e Opção pelo Bem……………………….............………..………………….4/5.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Liberdade. índiceÍndice Páginas Introdução……………………………………………………………..………………2 Liberdade na Arte……………………………..………………………………..………3 Liberdade e Opção pelo Bem……………………….............………..………………….4/5."— Transcrição da apresentação:

1 Liberdade

2 índiceÍndice Páginas Introdução……………………………………………………………..………………2 Liberdade na Arte……………………………..………………………………..………3 Liberdade e Opção pelo Bem……………………… ………..………………….4/5 Consciência Moral……………………………………………………………….……6 Manipulação da Liberdade……………………………………………………………..7 Páscoa, festa de Libertação…………..…………………………………………………8 Conclusão.………………………………………………………………………………9

3 Introdução Introdução Realizamos este trabalho no âmbito da disciplina de Educação de Moral Religiosa Católica orientado pelo docente José António. Iremos falar sobre a Liberdade.

4 Liberdade na Arte A palavra Liberdade é utilizada como palavra mágica, digamos assim, para resolver todos os problemas da Humanidade. Liberdade na Arte A liberdade na Arte consiste na liberdade de nos podermos exprimir através da arte. Existem muitos quadros, e esculturas que são inspiradas na liberdade. Um dos exemplos é a Estátua da Liberdade nos Estados Unidos ( Nova Iorque ). A estátua foi um presente dado por Napoleão III, como prémio aos Estados Unidos após uma batalha vencida contra a Inglaterra. Também existe outro que é o Desterrado, de António Soares dos Reis, um importante escultor português do século XIX ( ). Esta escultura encontra-se no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto, que representa a angústia do exílio a que um ser humano fora forçado, remete para a liberdade negada e para as consequências que essa negação tem sobre o espírito humano.

5 Liberdade e Opção pelo Bem Viver a liberdade é ser capaz de rejeitar o mal e procurar o bem. Se praticamos o bem e as nossas opções forem conduzidas para o ele, mais nos tornaremos livres. Resumindo, a liberdade é fruto das nossas escolhas boas, enquanto que, se optarmos pelo mal iremos ter consequências, iremos ser escravizados. Nós para sermos livres devemos optar sempre pelo bem, porque iremos ser recompensados.

6 Eu Consciência pelo Bem Discernimento Critérios de decisão Consequências Valores Decisão Acção Situação concreta

7 Consciência Moral C onsciência Moral C onsciência Moral A consciência moral permite à pessoa julgar as situações e decidir, optando pelo que está bem e rejeitando o que está mal. Julgar, decidir e actuar implicam liberdade, entendida como possibilidade de escolha. Consciência e Liberdade estão intimamente relacionadas; sem consciência não há liberdade.

8 Manipulação da Liberdade A manipulação consiste em privar alguém da sua liberdade, usando estratégias que escondem a verdade, a fim de conduzir a pessoa a assumir uma opinião ou adoptar um comportamento desejado pelo manipulador. Manipular é construir no outro uma imagem não verdadeira do real, com aparência de autenticidade.

9 Páscoa, festa de Libertação A Páscoa é considerada a Festa da Libertação, é celebrada sempre no primeiro Domingo depois do plenilúnio ( Lua Cheia ) que ocorre imediatamente a seguir ao equinócio da Primavera ( 21 de Março ). Nunca é antes de 22 de Março nem depois de 25 de Abril.

10 Conclusão Concluímos este trabalho dizendo que o gostamos de fazer e que foi bom para o nosso enriquecimento. Esperamos que tenha sido do vosso agrado.

11 Fim


Carregar ppt "Liberdade. índiceÍndice Páginas Introdução……………………………………………………………..………………2 Liberdade na Arte……………………………..………………………………..………3 Liberdade e Opção pelo Bem……………………….............………..………………….4/5."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google