A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A II Guerra Mundial e a Guerra Fria Principais países beligerantes: Aliados – Reino Unido, EUA, URSS Eixo – Alemanha, Japão, Itália.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A II Guerra Mundial e a Guerra Fria Principais países beligerantes: Aliados – Reino Unido, EUA, URSS Eixo – Alemanha, Japão, Itália."— Transcrição da apresentação:

1 A II Guerra Mundial e a Guerra Fria Principais países beligerantes: Aliados – Reino Unido, EUA, URSS Eixo – Alemanha, Japão, Itália

2 Cronologia 1936 – Formação do eixo Berlim-Roma- Tóquio – A Alemanha anexa a Áustria e invade a Checoslováquia – A Alemanha e a URSS assinam um pacto de não agressão. A Alemanha invade a Polónia. Na sequência dessa invasão o Reino Unido e a França declaram-lhe guerra – A Alemanha ataca e invade diversos países europeus. A França é ocupada – Ano do início dos ataques à Inglaterra (Blitzkrieg).

3 A Europa nazi

4 Blitzkrieg sobre Londres

5 1941 – Ataque a Pearl Harbour. A guerra alastra ao Pacífico. Os EUA entram no conflito – O ano de viragem a favor dos aliados: desembarque em África e ocupação da Itália, batalha de Estalinegrado (o exército vermelho derrota o exército alemão) – O início do fim da guerra na Europa (dia D – desembarque na Normandia) Entrada do exército vermelho em Berlim. Capitulação alemã.

6 Pearl Harbour

7 Dia D – desembarque na Normandia

8 Dia D – o desembarque na Normandia

9 A perseguição aos judeus

10 As teorias nazis de supremacia racial

11 1945 – A guerra continua no Pacífico. O Japão não capitula. O governo americano decide utilizar uma nova arma que tinha vindo a ser desenvolvida secretamente – a bomba atómica. 6 de Agosto de 1945 – É lançada a primeira bomba atómica sobre a cidade de Hiroshima. Três dias depois uma outra bomba é lançada sobre Nagasaki. Termina a guerra com a rendição incondicional do Japão, que fica sob ocupação americana. Inicia-se a ERA ATÓMICA e a GUERRA FRIA.

12 Hiroshima

13 O fim da guerra mais mortífera da história

14 Curiosidade

15 Conferências de Ialta e de Potsdam Estas conferências ( Ialta, Fevereiro de 45 e Potsdam, Agosto de 45), entre os principais vencedores ( EUA, URSS e Reino Unido ), tiveram como objectivo preparar a nova ordem mundial que surgia depois do conflito – o mundo estava agora dividido em dois blocos – capitalista e comunista, que iniciaram imediatamente uma luta, a maior parte das vezes surda, pela supremacia no mundo. Inicia-se a GUERRA FRIA.

16 GUERRA FRIA Capitalismo vs comunismo

17 Alterações económicas e políticas A Europa perdeu a preponderância que ainda possuía entre as duas guerras, sendo substituída pelos EUA e URSS (devido ao conflito a produção industrial decaiu para cerca de metade, as infra-estruturas foram em grande parte destruídas, as moedas desvalorizaram-se e a inflação instalou-se). Para combater esta decadência e para evitar futuros conflitos surge uma nova realidade – a Comunidade Económica Europeia ( CEE ).

18 Alterações políticas As novas fronteiras

19 Uma guerra Fria com momentos Quentes

20 Alterações políticas A criação da ONU – sede em Nova Iorque A Organização das Nações Unidas foi oficialmente fundada em 1945 para substituir a defunta (e falhada!) Sociedade das Nações, que não conseguira evitar a II Guerra Mundial. Objectivos: 1.Manter a paz e a segurança internacional. 2.Fomentar as relações amigáveis e a cooperação entre as nações. 3.Promover os Direitos do Homem e dos povos.

21 O fim da Guerra Fria

22 Curiosidade – um abrigo anti- nuclear

23 Portugal, a II Guerra e a Guerra Fria Portugal participou na I Guerra mas não na II. Portugal manteve-se neutro mas de início o regime não afirmava claramente quem apoiava. Havia uma atitude dúbia. Vendia-se volfrâmio (usado nas munições) quer ao Eixo quer aos Aliados. O regime passou a apoiar os Aliados quando se tornou claro, a partir de 1942, que estes iriam ganhar o conflito.

24 Os Aliados face a Portugal O regime autoritário português não era visto com bons olhos pelos Aliados e, acabada a guerra, estes exerceram pressão para a sua democratização. O regime português era ferozmente anti-comunista, o que servia os interesses americanos. Havia ainda a questão das colónias, que Portugal queria manter a todo o custo. Os EUA tinham uma posição dúbia relativamente a esta questão. Pode afirmar- se que o regime português se manteve inalterado graças aos condicionalismos da Guerra Fria.

25 A Guerra Fria e os conflitos coloniais

26 Trabalho realizado por Miguel Monteiro de Barros Ano lectivo 2005/2006


Carregar ppt "A II Guerra Mundial e a Guerra Fria Principais países beligerantes: Aliados – Reino Unido, EUA, URSS Eixo – Alemanha, Japão, Itália."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google