A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Exatidão: Valor experimental próximo do esperado. Precisão:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Exatidão: Valor experimental próximo do esperado. Precisão:"— Transcrição da apresentação:

1 Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013

2 Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Exatidão: Valor experimental próximo do esperado. Precisão: Concordância entre várias medidas de uma mesma grandeza.

3 Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Exatidão: Valor experimental próximo do esperado. Frasco volumétrico de 50 mL Medidas: 49,8 mL, 50,4 mL, 52,0 mL

4 Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Precisão: Concordância entre várias medidas de uma mesma grandeza. Balança A: 10,0004 g; 9,9997 g; 10,0001 g. Balança B: 10,4212 g; 9,9103 g; 10,0203 g

5 Medidas de Volume Para a medida de volumes, há dois tipos de instrumentos. Graduados e Aferidos. Os aferidos medem um único volume e são em geral, mais precisos. Os graduados, porém, permitem medir vários volumes, e um deles, a bureta é de alta precisão.

6 Medidas de Volume Para medidas aproximadas de volumes de líquidos, usam-se provetas, enquanto, para medidas precisas, usam-se pipetas, buretas e balões volumétricos, que constituem o chamado material volumétrico. Aparelhos volumétricos são calibrados pelo fabricante e a temperatura padrão de calibração é 20ºC.

7 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica Fonte:

8 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica Instrumento em vidro que permite a medição e transferência rigorosa de volumes de líquidos. É um tubo longo e estreito, com uma zona central mais larga, aberto nas duas extremidades, marcado com uma linha horizontal que indica o volume exato de líquido que pode transferir.

9 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica As pipetas volumétricas são calibradas a 20 ºC para um determinado volume (e.g. 1,00 cm 3, 5,00 cm 3 ; 15,00 cm 3 ) e são classificadas de acordo com o seu grau de precisão: classe A e classe B. As pipetas de classe A apresentam uma maior precisão do que as de classe B.

10 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica As pipetas volumétricas são tipicamente utilizadas na preparação de soluções com concentração rigorosamente conhecida a partir de soluções mais concentradas, também com concentração rigorosamente conhecida, ou de líquidos puros.

11 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica A pipeta volumétrica é utilizada na medição de um volume exato da solução concentrada ou do líquido e sua transferência para um balão volumétrico, onde será acrescentado solvente até a linha inferior do menisco da solução coincidir com a linha marcada no gargalo do balão volumétrico.

12 Medidas de Volume Pipeta Volumétrica

13 Medidas de Volume Balão Volumétrico Fonte:

14 Medidas de Volume Balão Volumétrico O balão volumétrico é um recipiente de vidro, em forma de pera, com rolha ou tampa (plástico ou vidro), com base plana e colo alto e estreito, marcado com uma linha horizontal que indica o seu volume exato. Os balões volumétricos são calibrados a 20 ºC e destinam-se a ser usados na preparação de soluções de concentração rigorosamente conhecida.

15 Medidas de Volume Balão Volumétrico Preparo de soluções Se o soluto for sólido, a amostra a usar, previamente pesada numa balança analítica, deve ser dissolvida numa pequena quantidade de solvente contida num béquer e a solução obtida transferida quantitativamente para o balão volumétrico. Para tal, transfere-se sucessivamente várias pequenas porções de solvente pelo béquer e deste para o balão graduado. Adiciona-se seguidamente solvente até cerca de ¾ do volume final de solução.

16 Medidas de Volume Balão Volumétrico Preparo de soluções No final, acrescenta-se solvente até que a linha inferior do menisco da solução coincida com a linha horizontal marcada no gargalo do balão volumétrico.

17 Medidas de Volume Balão Volumétrico Preparo de soluções No preparo de uma solução a partir de um líquido ou por diluição de outra, o volume da solução a diluir é medido e transferido com pipeta volumétrica, repetindo-se as operações anteriormente descritas a partir da adição de solvente.

18 Medidas de Volume Bureta Fonte:

19 Medidas de Volume Bureta A bureta é um tubo graduado, estreito, com a extremidade inferior alongada, na qual existe uma torneira. É utilizada em posição vertical, para transferir porções de líquido de volume rigorosamente conhecido para outros recipientes, geralmente durante operações de titulação.

20 Medidas de Volume Bureta A bureta é utilizada frequentemente em titulações, dado que o volume de titulante adicionado deve ser conhecido com elevada exatidão e precisão. A medição de volumes numa bureta é geralmente realizada por diferença, sem necessidade de ajustar a zero o nível da solução. Coloca-se o titulante na bureta, faz-se a leitura do volume inicial, transfere-se o volume de líquido que se pretende (normalmente de uma forma lenta), abrindo a torneira da bureta e, finalmente, lê-se o volume final.

21 Medidas de Volume Bureta O volume transferido (dispensado) para o recipiente corresponde à diferença entre as leituras final e inicial. De modo a evitar erros de paralaxe, durante estas leituras deve ter-se sempre o cuidado de ter os olhos à mesma altura do nível de líquido dentro da bureta.

22 Medidas de Volume Bureta A bureta deve ser colocada num suporte apropriado. Para encher a bureta, fechar a torneira e colocar um funil no topo do tubo. Transferir o titulado do frasco onde está contido, cuidadosamente, até encher a bureta

23 Medidas de Volume Bureta Fonte:

24 Medidas de Volume Bureta Verificar se a torneira está a vedar bem e se não ficam retidas bolhas de ar junto da mesma. Deixar escoar a solução até eliminar qualquer bolha de ar: a sua presença, durante a titulação pode provocar um erro de leitura no volume de titulante adicionado

25 Medidas de Volume Bureta Leitura de Menisco Fonte:

26 Medidas de Volume Bureta Leitura de Menisco Fonte: Algarismos significativos


Carregar ppt "Professor: José Tiago Pereira Barbosa 2013. Medidas de Volume Exatidão e precisão de medidas Exatidão: Valor experimental próximo do esperado. Precisão:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google