A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

E-business e E-Commerce Prof. Sérgio Paulo Vianna Cintra Aula 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "E-business e E-Commerce Prof. Sérgio Paulo Vianna Cintra Aula 3."— Transcrição da apresentação:

1 E-business e E-Commerce Prof. Sérgio Paulo Vianna Cintra Aula 3

2 Na economia digital, as organizações competirão em grupo ou em comunidades de e-business, e não mais como empresas isoladas (Murphy, 2000).

3 E-business versus E-commerce

4 E-business Transações comerciais conduzidas através de redes públicas ou privadas. Essas transações incluem transferências financeiras, bolsas de ofertas on-line, leilões, distribuição de produtos e serviços, atividades de cadeias de suprimento, e redes integradas de empresas (Cunningham, 2001)

5 E-commerce Comércio Eletrônico é a capacidade de realizar transações envolvendo a troca de bens ou serviços entre duas ou mais partes utilizando ferramentas eletrônicas e tecnologias emergentes.

6 E-business X e-commerce O e-business abrange o e-commerce e também envolve processos internos como produção, administração de estoques, desenvolvimento de produtos, administração de riscos, finanças, desenvolvimento de estratégias, administração do conhecimento e recursos humanos.

7 Business Inteligence e-ERP e-CRM e-Supply Chain Management e-Procurement e-Commerce e-Business

8 ERP ERP: (Enterprise Resource Planning), ou planejamento dos recursos da empresa, é conhecido como um programa de gestão empresarial. um ERP se propõe a informatizar e integrar diversas áreas da empresa, sejam elas administrativas, comerciais ou produtivas.

9 A atividade de procurement (obtenção) numa organização envolve todas as atividades associadas ao processo de aquisição de bens ou serviços (o que comprar, de quem comprar, como comprar). E-procurement

10 conceito que transfere para a Web o processo e gerenciamento de compras de suprimentos os sistemas podem elaborar cadastros eletrônicos, onde é possível analisar produtos e preços, indicando as melhores opções de compra de acordo com parâmetros pré-estabelecidos

11 Modelos de e-procurement Modelo centrado no comprador: a entidade compradora reúne num sistema sob o seu controle em um único catálogo, a informação de múltiplos fornecedores e sobre a qual realiza as suas atividades de e-procurement.

12 Modelos de e-procurement Modelo centrado no fornecedor: é o modelo seguido por empresas fornecedoras que colocam num portal seu catálogo de produtos e oferecem aos seus clientes as possibilidades de consultar e pesquisar o catálogo, encomendar e acessar à sua conta-corrente, entre outras funcionalidades.

13 E-SCM consiste no gerenciamento, coordenação e integração, de maneira eletrônica, dos processos constituintes da cadeia de suprimentos de um setor empresarial geralmente coordenado pela empresa de maior barganha nessa cadeia, abrangendo desde fornecedores de insumos e produtores/indústrias, até a rede de distribuição, atacado, varejistas e o consumidor final. O e-SCM é um sistema de informações que integra o ERP da empresa com os sistemas dos diversos fornecedores E-Supply Chain Management

14 Planejamento da produção Gestão de estoques Gestão de transporte Previsão de vendas Processamento de pedidos Armazenagem Exemplo de módulos de um software de e-SCM

15 E-MARKETING Iniciativas baseadas na WEB que aperfeiçoam o marketing dos produtos existentes ( interação, distribuição) E-SERVIÇO Iniciativas baseadas na WEB que proporcionam serviços relacionados ao cliente E-OPERAÇÕES Iniciativas baseadas na WEB que aperfeiçoam as operações dos produtos existentes (gerência administrativa, cadeia de suprimentos) Domínios dos negócios eletrônicos

16 E-OPERAÇÕES Automação dos processos administrativos; Revisão dos processos essenciais e aplicativos; Melhoria de desempenho das dif. unidades de negócio; Processo de compra mais competitivo; Integração da cadeia de suprimentos. E-MARKETING Aperfeiçoamento do processo de venda; Aperfeiçoamento da experiência de compra do cliente; Aperfeiçoamento da experiência do uso do produto pelo cliente. E-SERVIÇO Compreensão das necessidades do cliente; Serviço de atendimento ao cliente; Conhecimento de todos os fornecedores relevantes; Negociação das exigências do cliente; Criação de opções para o cliente.

17 E-business: Segmentos Econômicos B2B (business-to-business); B2C (business-to-customer); B2G (business-to-government); B2E (business-to-employed). C2C (customer-to-customer); C2G (customer-to-government); G2G (government-to-government);

18

19 Os novos modelos de negócios na Internet E-action (leilões) E-banking E-commerce E-directories (páginas amarelas) E-gambling (cassinos eletrônicos) E-learning E-trade (bolsas de valores) E-drugs (medicamentos) E-saude

20 Lojas vi rtuai s (B2B e B2C) Amazon Cisco Dell Submarino Os novos modelos de negócios na Internet

21

22 Portais independentes praças de comércio eletrônico para atender a um setor específico ou a um grupo de produtos; Benefícios: prospecção de parceiros comerciais; um ambiente único para a realização de negócios;visibilidade de preços ao redor do mundo; Poucos casos reais de sucesso;

23 Principais Barreiras do E-commerce Preocupação com a segurança; Baixa velocidade de transmissão de dados; Alto custo do tempo on-line O consumidor não consegue especificar horários e locais adequados para a entrega de mercadorias; Altos custos para distribuição de produtos físicos (Ex:alimentos); Dificuldade de navegar no site;

24 Logística; Custos; Questões Legais; Restrições a determinados públicos. Principais Barreiras do E-commerce

25 Barreira: Logística Gargalo do comércio eletrônico, controle de estoque e transporte. Segundo fontes empresariais, o sucesso ou fracasso do comércio via web é ligado em 70% a uma logística eficiente.

26 Barreira: Tecnologia Necessidade de tecnologia de rápido acesso, envio e armazenamento de grandes volumes de dados; Interligação de Tecnologias diferentes; Interligação de Culturas e Idiomas diferentes.

27 Barreira: Custos Infraestrutura e manutenção através de especialistas (terceirizados ou da própria empresa).

28 Barreira: Questões legais Ex.: questões contratuais, direitos do consumidor, questões de marcas, patentes e direitos autorais.

29 VENDENDO BYTES iTunes Store App, Musicas, Filmes Android Market App Nokia Ovi Store App, Musicas, Filmes NetFlix – Filmes Motorola APP Store

30 N ET -B USINESS


Carregar ppt "E-business e E-Commerce Prof. Sérgio Paulo Vianna Cintra Aula 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google