A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Evangelho segundo São Marcos, ao apresentar a cura da sogra de Simão Pedro, destaca os gestos de Jesus que dela se aproximou, segurou a sua mão e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Evangelho segundo São Marcos, ao apresentar a cura da sogra de Simão Pedro, destaca os gestos de Jesus que dela se aproximou, segurou a sua mão e."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 O Evangelho segundo São Marcos, ao apresentar a cura da sogra de Simão Pedro, destaca os gestos de Jesus que dela se aproximou, segurou a sua mão e ajudou-a a levantar-se. Foi de Jesus a iniciativa de aproximar-se daquela mulher que se encontrava enferma e acamada. A cura realizada é dom, sinal do amor misericordioso de Jesus pelos enfermos.

4 Contudo, foi importante o papel de Simão e André que foram até Jesus lhe contar o que se passava e o levaram até ela. Outros dois amigos de Simão e André, os discípulos Tiago e João, foram também com Jesus visitar aquela que se encontrava doente.

5 Em nosso tempo, há muita gente que sofre, necessitada da presença fraterna dos irmãos, à espera de uma visita ou de um gesto de solidariedade. É preciso repetir, hoje, o gesto de Jesus de aproximar-se de quem sofre, estender-lhe as mãos e ajudar a levantar-se. Jesus quer continuar a entrar na casa dos doentes, dos pobres e dos sofredores, através de nossa visita, recordando-nos especialmente daquela sua palavra estive doente e me visitastes.

6 É preciso levar o Pão da Palavra e da Eucaristia aos doentes, em nossas Comunidades. Não basta cada um fazer a sua parte, espontaneamente, embora isso seja muito necessário. É preciso organizar de modo comunitário a prática da caridade, conforme enfatizou o Papa Bento XVI, em sua primeira encíclica Deus caritas est (Deus é amor).

7 Quando isso ocorre, levamos esperança de vida nova aos que sofrem, fruto do encontro com Cristo e da solidariedade dos discípulos de Jesus. A febre desapareceu e ela começou a servi-los, ressalta Marcos.

8 Necessitamos superar a acomodação e a indiferença que impedem de levantarmos e de nos colocarmos a serviço dos irmãos, principalmente, dos que mais sofrem.

9 No início da narrativa, o evangelista assinala que Jesus saiu da sinagoga e foi para a casa de Simão. Ao participar de nossas celebrações e ao sair de nossas igrejas, possamos nos dispor a ir ao encontro das pessoas que estão passando por enfermidades e outras provações para lhes transmitir o nosso testemunho de fé e de caridade.

10 A oração e o amor fraterno se exigem e se completam. Por isso, quem quer imitar o gesto de Jesus de amor aos que sofrem deve também imitar a sua atitude de oração, narrada pelo Evangelho. De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto.

11 Assim como Jesus, precisamos nos dispor a encontrar tempo e lugar para rezar. Não basta boa vontade, embora seja importante; é preciso organizar a própria vida para dispor de um tempo maior e mais adequado para a oração e a meditação.

12 Após rezar, Jesus se dirige novamente às aldeias da redondeza, para evangelizar, pois a verdadeira oração está sempre ligada à missão, dela fazendo parte. Procuremos rezar mais para melhor amar e servir !

13 Texto – Dom Sergio da Rocha no Povo de Deus, folha semanal da Arquidiocese de Brasília. Quinto domingo do Tempo Comum de 2012 Imagens – Google Música – Ave Maria Instrumental – Pe. Marcelo Formatação - Graziela Estamos também no site: No blog: No No Facebook: Tesouro Escondido Para receber novas meditações, nos envie um


Carregar ppt "O Evangelho segundo São Marcos, ao apresentar a cura da sogra de Simão Pedro, destaca os gestos de Jesus que dela se aproximou, segurou a sua mão e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google