A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Das entranhas da mãe Terra eu brotei. Nasci pequeno, não mais que diminuto olho dágua. Tão logo aflorei à superfície, encontrei meu berço já pronto; tudo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Das entranhas da mãe Terra eu brotei. Nasci pequeno, não mais que diminuto olho dágua. Tão logo aflorei à superfície, encontrei meu berço já pronto; tudo."— Transcrição da apresentação:

1

2 Das entranhas da mãe Terra eu brotei. Nasci pequeno, não mais que diminuto olho dágua. Tão logo aflorei à superfície, encontrei meu berço já pronto; tudo que tinha a fazer era correr montanha abaixo. Minha pequena água nada impunha, a tudo se submetia. Sentia-me frágil e oprimido.

3 Meus pequeninos afluentes, quase desprezíveis, pouco me valiam. Como poderia chegar ao mar? Qualquer insignificante galho, qualquer ingênua pedra, até mesmo uma pequena folha poderia mudar meu curso. No entanto, as primeiras chuvas trouxeram-me grande alento.

4 Aí sim, nada me deteria, tudo eu arrastaria -as montanhas ouviriam minha voz, rugindo eu ameaçaria os vales. Bastaria esperar uma simples e pequena tempestade, para eu transformar meu discreto veio em torrencial e caudaloso rio. Minhas volumosas águas doces chegariam triunfantes ao meu estuário assustando o salgado oceano.

5 Quando chegou o pródigo verão, logo descobri minha própria grandeza e nada demorou para que ela me surpreendesse. Mas, poucas horas presenciaram minha correnteza avassaladora, a minha tão desejada glória foi passageira. tornei-me poderoso, impus minha força, estendi meu domínio, determinei meu próprio caminho.

6 Quando chegou o inverno, despediram-se as chuvas; baixaram-se as águas; eu me vi no meu anterior volume, porém, agora, minhas águas turvas e barrentas corriam dentro de um leito estranho, profundo. Minha aventura foi custosa para todos que estavam ao meu redor; as pedras que sustinham minhas margens, muitas rolaram, as poucas que resistiram conservando-se em seus lugares, perderam suas vestes de puro limo; árvores, que me franqueavam suas refrescantes sombras, perderam seus galhos, suas raízes foram arrancadas; os arbustos floridos que perfumavam minhas águas, foram lavados e açoitados pela enxurrada; os pássaros que se banhavam nas minhas cristalinas águas, desabrigados, foram cantar distantes do meu assoreado berço. Desolado, sonhando agora com uma plácida foz, voltei aos meus modestos e fiéis tributários; entendi que só poderia ver o mar se contasse com a ajuda de cada um daqueles tênues filetes dágua. (Elias Barbet) Formatado por Leonil Música Apres l'explosion (Ennio Morricone)


Carregar ppt "Das entranhas da mãe Terra eu brotei. Nasci pequeno, não mais que diminuto olho dágua. Tão logo aflorei à superfície, encontrei meu berço já pronto; tudo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google