A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Borboleta "Lembro-me de uma manhã em que eu havia descoberto um casulo na casca de uma árvore, no momento em que a borboleta rompia o invólucro e se.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Borboleta "Lembro-me de uma manhã em que eu havia descoberto um casulo na casca de uma árvore, no momento em que a borboleta rompia o invólucro e se."— Transcrição da apresentação:

1 A Borboleta "Lembro-me de uma manhã em que eu havia descoberto um casulo na casca de uma árvore, no momento em que a borboleta rompia o invólucro e se preparava para sair. Esperei bastante tempo, mas estava demorando muito, e eu estava com pressa. Irritado, curvei-me e comecei a esquentar o casulo com meu hálito. Eu o esquentava e o milagre começou a acontecer diante de mim a um ritmo mais rápido que o natural. O invólucro se abriu, a borboleta saiu se arrastando e nunca hei de esquecer o horror que senti então: suas asas ainda não estavam abertas e com todo o seu corpinho que tremia, ela se esforçava para desdobrá-las.

2 Curvado por cima dela, eu a ajudava com o calor do meu hálito. Em vão. Era necessário um acidente natural e o desenrolar das asas devia ser feito lentamente ao sol – agora era tarde demais. Meu sopro obrigara a borboleta a se mostrar toda amarrotada, antes do tempo. Ela se agitou desesperada, alguns segundos depois morreu na palma da minha mão. Aquele pequeno cadáver é, eu acho, o peso maior que tenho na consciência. Pois, hoje entendo bem isso, é um pecado mortal forçar as leis da natureza. Temos que não nos apressar, não ficar impacientes, seguir com confiança o ritmo do Eterno."

3 Fundamentos epistemológicos das principais teorias do desenvolvimento humano:

4 Inatismo Inato é o que nasce com o homem Ambientalismo A importância do ambiente na formação do homem Interacionismo Enfoque nas interações sócioculturais Principais correntes

5 INATISMO: Fatores inatos que contribuem para o desenvolvimento humano Através de suas teorias, o inatismo apresenta o ser humano como um agente estático, sem a possibilidade de sofrer mudanças. Desta forma, quando o homem nasce, sua personalidade, valores, hábitos, crenças, pensamento, emoções e conduta social já estão definidos, uma vez que toda a atividade de conhecimento é exclusiva do sujeito, o meio não participa dela. (http://www.brasilescola.com/psicologia/empirismo-xinatismo.htm)http://www.brasilescola.com/psicologia/empirismo-xinatismo.htm

6 INATISMO: Uma vez que é dotado de dons divinamente justificáveis, o ser humano, assim entendido, não tem possibilidade de mudança, não age efetivamente e nem recebe interferências significativas do social. Nada depois do nascimento é importante, visto que o homem já nasce pronto, incluindo a personalidade, os valores, os hábitos, as crenças, o pensamento, a emoção e a conduta social. (http://albertoabreu.wordpress.com/2006/07/18/inatismo)http://albertoabreu.wordpress.com/2006/07/18/inatismo

7 Apriorismo Concebe que trazemos um conhecimento inato ou programado em nossa bagagem hereditária, que irá amadurecer em etapas previstas.

8 Nessa concepção acredita-se na aprendizagem por insight. Quando o sujeito tem um insigth, vê a situação de maneira nova. O sujeito não precisa agir porque já herdou o conhecimento No modelo apriorista o professor acredita que o aluno não precisa muito de sua mediação, pois a aprendizagem depende de um processo maturacional. O aluno já vem com o conhecimento. O professor interfere o mínimo possível. É o regime laisser-faire: deixa fazer que ele encontrará seu caminho. (www.ufrgs.br/coperse/encontro/palestras/lasalle.ppt ) Apriorismo

9 Para pensar!! Gera preconceitos As dificuldades são vistas? Qual o papel do professor? Como a escola pode desafiar o aluno a pensar?


Carregar ppt "A Borboleta "Lembro-me de uma manhã em que eu havia descoberto um casulo na casca de uma árvore, no momento em que a borboleta rompia o invólucro e se."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google